Mundo fora, chegado o período Natalício, a mesa cobre-se com os pitéus associados a uma ementa especial. Contudo, há grandes variações nos pratos eleitos para celebrar a época.


Quando na velha Europa o frio gela, pedindo no calor da consoada menus calóricos e reconfortantes, no Hemisfério Sul o Natal celebra-se em pleno Verão, com consequências óbvias na ementa da época.

Argentina
Entre os pratos eleitos deste país sul-americano estão o porco assado e o frango no forno. À sobremesa vai à mesa o torrão e a torta de arroz.

Austrália
Neste país dos antípodas o Natal celebra-se gastronomicamente com pratos ligeiros de carne acompanhados de saladas. À sobremesa, um pudim com leite-creme.

Espanha
Entre as sobremesas confeccionadas nesta quadra, a mais comum é o Torrão. O tradicional confecciona-se à base de amêndoa, começando a tornar-se comum elaborações com chocolate, caramelo, licores, arroz tufado e frutos secos.

Estados Unidos
Peru assado com milho e tarte de maçã são os pitéus eleitos pelos cidadãos do país do “Tio Sam”. O leitão assado é também bastante consumido.

França
Para lá dos Pirenéus, manda a tradição que se consumam castanhas, tronco de Natal, bugne (frito polvilhado com açúcar em pó), gallete des roi (bolo rei) e marons glacés.

Grâ-Bretanha
Nas Ilhas Britânicas na noite de Natal prova-se a sopa de castanhas com bacon, hortaliça e natas. À sobremesa vai à mesa o famoso christma´s pudding, escuro e incorporando frutos cristalizados.

México
O mais tradicional e comum à mesa dos mexicanos é o picante porco no forno.

Noruega
Come-se o salmão, acompanhado à sobremesa pelo sand kager, torrão confeccionado à base de manteiga e amêndoa.

Rússia
Com o Inverno gélido os russos apreciam à mesa de Natal o salmão, os ovos recheados com caviar, a beterraba, as nozes e natas.

Suíça
Amantes do chocolate, os suíços não dispensam na noite de Consoada um bom copo desta bebida, bem quente. Acompanham-na com uns biscoitos caseiros chamados ringli.




Revista Sabores