Casal é proibido de casar por ele ser negro e ela branca




Aqui em Portugal, união entre negros e brancos é absolutamente normal. Talvez a diversidade racial do nosso país contribua para encararmos essa situação de forma normal. Curiosamente, nem todo mundo aceita tal união. Foi por esse motivo, que um juiz da Louisiana provocou a maior polêmica ao recusar-se realizar um casamento entre um casal inter-racial.
Duas organizações de direitos civis e constitucionais da Louisiana devem julgar o juiz Keith Bardwell, que alegava que os filhos do casal poderiam “sofrer”, caso a união se concretizasse.


A insana história ocorreu no início do mês, quando Beth Humphrey e seu noivo, Terence McKay, procuraram o juiz Bardwell para oficializar a relação.



Segundo o casal, Bardwell teria afirmado que não realiza uniões inter-raciais. Ele sustenta que a prole de tais relações tem problemas de aceitação na sociedade. “Há um problema com ambos os grupos em aceitar a criança de tal união”, declarou ele ao jornal The Huffington Post. “Acho que as crianças sofrem e não vou ajudar a colocá-los nessa situação”.

A Senador Mary Landieu ficou tão revoltado com a atitude do juiz, que pediu sua demissão. “Estou profundamente perturbada com as práticas de Bardwell e seus comentários sobre casamentos inter-raciais”, disse ela. “Apelo ao Judiciário de Lousiana para que o demita de seu cargo. Ele claramente não tem a intenção de administrar a lei ou a defesa da justiça para os casais inter-raciais”.

“Eu não proibi esse casal de se casar. Eu só disse a eles que eu não faria o casamento”, defendeu-se o polêmico juiz



Fonte - Buteco da net