Homem que cegou menina no Irã é condenado a perder visão



Um homem foi condenado nesta quarta-feira (22) no Irã a perder a visão, em aplicação da lei do talião, após ter deixado cega uma menina de três anos, informou a agência estudantil local "Isna".

Identificado como Mohamad Reza, de 33 anos, o condenado jogou cal nos olhos de Fatemeh, sobrinha de sua esposa, que perdeu a visão.
O pai da menina explicou a "Isna" que o incidente ocorreu em uma visita à casa de sua irmã: "quando a levamos ao hospital ficamos sabendo que nada mais poderia ser feito, ela já estava cega".

A decisão foi decretada por um juiz do Tribunal Penal da província do Curdistão iraniano, que faz fronteira com o Iraque, e cabe recurso nos próximos 20 dias à Corte Suprema, como detalhou o advogado da família da criança, Amir Ziaadini.

A legislação islâmica iraniana admite a lei do talião, pela qual pode ser aplicada a uma pessoa uma pena similar ao dano causado à vítima.




Virgula