Por natureza os gatos preferem a liberdade e espaços abertos às limitações da vida num apartamento. No entanto se forem habituados desde pequenos, a casa acaba por significar para eles o seu território e, ao mesmo tempo um espaço onde gozam da sua "liberdade". O mais importante para o seu gato é a ligação que tem consigo ou com outro gato que com ele partilhe o seu território. Mesmo na casa mais pequena, os gatos conseguem emular o comportamento que teriam em liberdade.

O gato divide instintivamente a "sua" casa em duas partes. A zona primária é o seu canto privilegiado, onde descansa e permanece de preferência sozinho. Esta zona, que poderá ser uma divisão inteira ou um canto recolhido, é o seu "santuário". O comportamento varia bastante de gato para gato: alguns partilham sem problemas a zona primária enquanto outros são muito possessivos e intolerantes a intrusos. A zona secundária são os restantes lugares da casa onde o gato brinca e se encontra com outros habitantes.

Brincadeiras com o seu gato

Um gato que fica sozinho o dia todo num apartamento aborrece-se com bastante facilidade. O seu instinto de caçador estimula todos os seus sentidos. Ele quer acção! Se não tiver nada para fazer ele vai ficar deitado o dia todo a dormir e a engordar. Cabe ao dono arranjar formas de o manter ocupado e estimulado. Como não podem satisfazer o seu impulso natural de perseguição precisam de brinquedos. Nas lojas de animais pode-se encontrar todo o tipo de objectos feitos a pensar na diversão do gato como bolas, sinos, ossos de morder, ratinhos de todos os tipos, etc. Também pode utilizar artigos caseiros mas tenha cuidado com os objectos que o seu gato pode engolir. O Mago, um gato caseiro, brinca com os objectos mais insólitos. Apesar de ter vários brinquedos, parece preferir as coisas que por vezes apanha pela casa como rolhas ou caixas de cartão vazias.

É importante que reserve um tempo diário para brincar com o seu gato. Jogue às escondidas ou perseguição com ele. Atire-lhe bolinhas de papel de jornal. O único limite é a sua imaginação e a do seu gato!


Fonte: arcanoe