Os peixes estão perfeitamente equipados para a vida aquática! Protegidos por um revestimento de escamas rígidas, estas muitas vezes cobertas de um líquido escorregadio, denominado muco, que os ajuda a deslizar na água, possuem um corpo hidrodinâmico, adquirem a temperatura do meio onde vivem.

Não possuem sangue quente como os mamíferos, por isso o seu mecanismo biológico está condicionado à temperatura ambiente. A maioria possui bexiga natatória semelhante a um balão que os ajuda a flutuar. Na maioria destes animais a difusão do oxigénio dissolvido na água faz-se através das guelras. Servem-se da barbatana caudal para se deslocarem, auxiliada pelas barbatanas peitorais, igualmente utilizadas para a direcção. As barbatanas ventrais ou pélvicas actuam como um leme de direcção. Os peixes são o grupo de vertebrados mais bem sucedidos. Vivem praticamente em todos os lugares onde há água.
Estão perfeitamente equipados para a vida aquática, com escamas escorregadias e corpo hidrodinâmico.
A maioria possui bexiga natatória semelhante a um balão que os ajuda a flutuar.
A super classe Peixes, que incluí mais de 20.000 espécies, divide-se em dois grandes grupos:
- os peixes cartilagíneos
- os peixes ósseos
A Temperatura do seu corpo varia de acordo com a do seu meio envolvente. Na maioria destes animais a difusão do oxigénio dissolvido na água faz-se através das guelras. Servem-se da barbatana caudal para se deslocarem e apresentam-se geralmente protegidos por um revestimento de escamas rígidas. Estas são muitas vezes cobertas de um líquido escorregadio, denominado muco, que os ajuda a deslizar na água.
Esperança de vida dos peixes
Os peixes não vivem muito tempo, os peixes de dimensões mais pequenas vivem menos tempo que os de dimensões maiores. Isto explica-se: as espécies mais pequenas gastam o mesmo número de batimentos cardíacos com mais rapidez do que as espécies maiores, que realizam os mesmos batimentos mas de uma forma mais lenta.
Por exemplo: os Vivíparos mais pequenos, vulgares, como é o caso dos Gouramis, vivem entre 2 a 4 anos. Os peixes gato, Corídoras e alguns Ciclídeos vivem entre 8 a 12 anos.
Os peixinhos dourados comuns hoje em dia podem atingir os 10 anos de vida. As carpas, bem tratadas podem atingir os 20 anos.