Resultados 1 a 5 de 5

Tópico: Mamiferos da Letra S

  1. #1
    GForum Vip Avatar de migel
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Douro "Património Mundial"
    Idade
    53
    Posts
    15.624

    Padrão Mamiferos da Letra S

    Mamiferos da Letra S
    Cump
    Migel

  2. #2
    Gforum Veterano Avatar de cyber_wordl
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    viseu
    Idade
    23
    Posts
    2.022

    Padrão Serval




    Família: Leptailurus serval

    Espécie: Quatorze subespécies diferentes registradas em todo o continente africano. (Polêmico)

    Tamanho máximo: 0.85m/18kg

    Reprodução: Até 4 filhotes, após 77 dias de gestação.

    Vida social: Solitários. Apesar de estarem espalhados pela África, as populações de serval tendem a ser fragmentadas.

    Dieta: Roedores, antílopes jovens e pássaros.

    Status: Não classificado, embora esteja protegido na maioria dos países. O Serval está desaparecendo em Cape Province e no norte do Saara.

    Com as longas pernas que são sua característica, o serval pode ser encontrado na África, do sul do Saara ao sul do continente. Mesmo assim, restam muito poucos no Marrocos e na Argélia, e foram totalmente exterminados em Cape Province.

    O serval habita principalmente savana e a floresta tropical, mas prefere áreas com água abundante. As populações de serval vivem geograficamenteisoladas.

  3. #3
    Moderadora Global Avatar de Satpa
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Portugal
    Idade
    49
    Posts
    9.396

    Arrow Sika

    SIKA




    NOME COMUM: Sika
    NOME EM INGLÊS: Sika Deer
    NOME CIENTÍFICO: Cervus nippon
    FILO: Chordata
    CLASSE: Mammalia
    ORDEM: Artiodactyla
    FAMÍLIA: Cervidae
    CARACTERÍSTICAS: comprimento: 1,60 m
    Altura do chão ao dorso: 1 m
    Período de gestação: 7 meses
    Fugido dos parques

    Originário da Ásia, o Sika, ou Servo Japonês, foi introduzido nos parques da Europa principalmente como animal decorativo. Desses parques ele se espalhou pelas florestas vizinhas e atualmente bandos deles perambulam por vários países da Europa.

    O habitat do cervo Japonês0 é o Extremo Oriente, do leste da China até Mandchúria e Japão, onde esse animal é muito popular. Sua pelagem é castanho avermelhada com malhas brancas. O dorso tem uma listra negra e as galhadas não são muito ramificadas.

    O Sika é um animal bastante resistente ao frio. Come de tudo e pode substituir no inverno comendo algas ou roendo a casca das árvores. passa o dia escondido no meio da vegetação e sai à noite para alimentar-se.

    No outono, os machos reúnem seus haréns, quando ocorrem violentos combates pela posse das fêmeas.



    Zoo Virtual

  4. #4
    Moderadora Global Avatar de Satpa
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Portugal
    Idade
    49
    Posts
    9.396

    Padrão Suricate

    Suricate



    NOME COMUM: Suricate
    NOME EM INGLÊS: Meerkat ou suricate
    NOME CIENTÍFICO: Suricate suricatta
    FILO: Chordata
    CLASSE: Mammalia
    ORDEM: Carnivora
    FAMÍLIA: Heroestidae
    GÊNERO: suricate
    ESPÉCIE: S. suricatta
    TAMANHO:
    Comprimento do corpo: 22cm
    Altura quando está de pé: 26, 28cm
    PESO: 720 a 730 g
    PÊLO: Acastanhado
    TEMPO DE VIDA: na selva pode viver 10 anos variando entre 5 e 12 anos. No cativeiro vivem até 15 anos.

    DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA: África do sul, deserto do kalahari
    HABITAT: Savana e gramado, planícies secas e abertas, áreas de deserto.

    ALIMENTAÇÃO: Alimenta-se principalmente de insectos: larvas de escaravelhos e de borboletas; também ingerem milípedes, aranhas, escorpiões, pequenos vertebrados (répteis, anfíbios e aves), ovos e matéria vegetal. São relativamente imunes ao veneno das najas e dos escorpiões, sendo estes, inclusive, um dos alimentos que mais apreciam.

    DESCRIÇÃO: O corpo é esguio, o focinho pontiagudo e possuem manchas negras em torno dos olhos. A pelagem é castanha e apresenta riscas negras na parte terminal do dorso; a extremidade da cauda é negra. Possuem garras afiadas nas patas, que lhe permite escavar a superfície do chão e dentes afiados para penetrar nas carapaças quitinosas das suas presas. Outra característica distintiva é a sua capacidade de se elevarem nas patas traseiras.
    PERÍODO DE GESTAÇÃO: 11 semanas
    NÚMERO DE FILHOTES: 3 a 4
    NÚMERO DE CRIAS POR ANO: 1 a 3
    MATURIDADE SEXUAL: aproximadamente 1 ano
    ÉPOCA DA REPRODUÇÃO: A reprodução dá-se de Agosto a Novembro e de Janeiro a Março (durante a estação húmida); em cativeiro, pode ocorrer em qualquer época do ano.

    REPRODUÇÃO: O acasalamento é precedido de pequenas “dentadas” amistosas no focinho. As crias nascem no interior do abrigo subterrâneo e aí permanecem durante as primeiras semanas de vida, ao cuidado de um adulto (nunca a mãe, que tem de procurar alimentar-se para conseguir amamentar). Só abrem os olhos aos 10 a 14 dias de idade e o período de amamentação dura sete a nove semanas. Quando as crias saem do abrigo, mantêm-se muito juntas e para esse fim emitem constantes “vocalizações de contacto”. A mãe ensina-as a comer incitando-as a morder os alimentos que ela segura com os dentes. No entanto, todos os elementos do grupo participam na nutrição das crias, trazendo-lhe os alimentos mais “macios” que conseguem encontrar.




    O suricate é um mangusto que adora o sol. A maior parte dessa espécie tem hábitos nocturnos ou crepusculares. O suricate, porém, sai da toca ao amanhecer e só volta no fim da tarde. E grande parte desse tempo ele passa tomando banho de sol.

    Vivem em colónias de 40 indivíduos, que constroem um complicado sistema de túneis no subsolo, onde permanecem durante a noite. Dentro do grupo, os animais revezam-se nas tarefas de vigia e protecção das crias da comunidade. O sistema social é complexo e os estudos mostram que os suricates são capazes de ensinar activamente suas crias a caçarem, um método muito parecido com a capacidade humana de ensinar.

    Espalhado pela África do Sul, o suricate é encontrado nas savanas áridas e arenosas ou mesmo entre as rochas. Cava tocas profundas, com muitas entradas, e vive em bandos de dezenas de indivíduos.

    A pelagem do suricate é castanha, com listras negras no dorso, e esbranquiçada no ventre. A cara é branca e as orelhas, a ponta da cauda e uma pequena região ao redor dos olhos são negras. Quando descansa, o suricate fica numa posição bem característica: senta-se nos "calcanhares", com o corpo bem recto e as patas dianteiras caídas sobre o peito. Sua alimentação é variada: insectos, centopéias, pequenos roedores, aves, ovos, répteis, frutos e raízes. O acasalamento ocorre em qualquer época do ano e os filhotes nascem cegos e pelados.


    Zoo Virtual

  5. #5
    Moderadora Global Avatar de Satpa
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Portugal
    Idade
    49
    Posts
    9.396

    Arrow Solenodonte do Haiti

    Solenodonte do Haiti

    NOME COMUM: Solenodonte do Haiti
    NOME EM INGLÊS: Haitian Solenodon
    NOME CIENTÍFICO: Solenodon paradoxus
    FILO: Chordata
    CLASSE: Mammalia
    ORDEM: Insectivora
    FAMÍLIA: Solenodontidae
    COMPRIMENTO: cerca de 50 cm, incluindo 20 cm para a cauda.



    À primeira vista, ele se parece com um rato gigante de nariz comprido; tem uma cauda escamosa quase sem pêlos, uma pelagem dura e pernas traseiras carnudas. Esse animal noturno especializou-se na caça aos insetos e pequenos lagartos. Suas patas dianteiras possuem garras longas e curvas. O focinho comprido e pelado permite-lhe buscar suas presas sob as pedras ou velhos tocos.

    Até o século XV, o solenodonte era encontrado na maioria das ilhas das Índias Ocidentais. Hoje vivem ali somente duas espécies: uma em pequeno número, nas montanhas de Cuba; outra, ao norte de São Domingos e ao sul do Haiti. Esta última está sendo aniquilada pelo mangusto, que foi levado para a ilha no século XIX, a fim de eliminar cobras venenosas.

    O solenodonte alimenta-se de gafanhotos, grilos, vaga-lumes e, às vezes, de carne em decomposição. É muito agressivo. Quando atacado, torna-se perigoso por causa das glândulas de veneno que possui na base dos incisivos inferiores. Esses dentes têm uma ranhura por onde sai o veneno.


    Zoo Virtual

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Já fez "Like" na nossa página do facebook?

Acompanhe todas as novidades.