Bill Shepherd, Sergei Krikalev e Yuri Gidzenko foram os primeiros astronautas a «habitar» a EEIO norte-americano Bill Shepherd e os russos Sergei Krikalev e Yuri Gidzenko foram, há dez anos, os primeiros “habitantes” da Estação Espacial Internacional (EEI), o laboratório orbital, ainda em construção, que já recebeu 200 astronautas.

A primeira expedição, que iniciou a ocupação permanente da estação chegou à EEI a 31 de Outubro de 2000, dois anos depois do lançamento do primeiro módulo, a 20 de Novembro de 1998.

Desde então, astronautas de vários países, e até turistas espaciais, deslocaram-se à estação espacial e 25 equipas permaneceram durante vários meses no satélite artificial, que se encontra em órbita baixa e pode ser mesmo avistado da terra a olho nu.
A actual equipa de residentes na EEI é composta pelos cosmonautas russos Fiódor Yurchijin, Alexandr Kaleri e Oleg Skrípochka e pelos astronautas norte-americanos Scott Kelly, Doug Wheelock (comandante) e Shannon Walker.

Um encontro de dois irmãos gémeos em pleno espaço será um dos episódios mais curiosos do "dia-a-dia" na EEI. Os norte-americanos Mark e Scott Nelly, este último já a cumprir missão a bordo, vão encontrar-se na EEI a partir de Fevereiro, e só serão distinguidos pelo fino bigode que será usado por Mark. Os dois gémeos já realizaram muitas missões espaciais, mas nunca pensaram partilhar uma comissão a bordo da EEI.

A próxima expedição, a vigésima sexta, irá ainda integrar, segundo o site da NASA, a norte-americana Catherine Coleman, o russo Dmitry Kondratiev e o italiano Paolo Nespoli, o primeiro italiano a realizar uma viagem espacial. Os três novos elementos irão permanecer no satélite até Maio de 2011.




EEI está em órbita há 12 anosA EEI é um projecto de investigação científica de cooperação entre mais de 15 países, incluindo as agências espaciais dos Estados Unidos, Rússia, Japão, Canadá e a Agência Espacial Europeia. A Agência Espacial Brasileira também participa no projecto, mas com um protocolo separado com a NASA.

A China também demonstrou interesse em cooperar, mas anunciou, entretanto, ter iniciado oficialmente o programa de construção de uma estação espacial própria, cuja meta é entrar em órbita em 2020.

Apesar de estar há mais de 12 anos em órbita, os melhoramentos na estação continuam. Os planos originais da estação espacial previam uma conclusão dos trabalhos em 2006.

ciênciahoje
___________