Resultados 1 a 12 de 12

Tópico: Insectos da Letra C

  1. #1
    GForum Vip Avatar de migel
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Douro "Património Mundial"
    Idade
    53
    Posts
    15.625

    Padrão Insectos da Letra C

    Insectos da Letra C
    Cump
    Migel

  2. #2
    Gforum Veterano Avatar de cyber_wordl
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    viseu
    Idade
    23
    Posts
    2.022

    Padrão

    Mel, pólen, própolis e um exemplo de organização social é o que as abelhas generosamente oferecem ao homem.

    A abelha comum ocidental, a Apis mellifera, é originária da Ásia e da Europa e foi introduzida na América por ingleses e espanhóis. Vive em colônias permanentes, formadas por uma rainha (no máximo duas, excepcionalmente), abelhas operárias (entre 10 mil e 15 mil), e entre 500 e 1.500 zangões, ou machos. As fêmeas se diferenciam dos zangões por não possuírem ferrão.

    As abelhas vivem em colméias, que podem ser artificiais ou naturais. Em seu interior, as operárias usam cera para construir os favos (formados por células em forma de prisma hexagonal), onde armazenam mel e pólen para alimentar tanto as larvas como os insetos adultos.

    A rainha se ocupa exclusivamente em colocar ovos: cerca de 3 mil por dia. A função dos zangões é fecundar a abelha rainha. Quando um deles consegue, as operárias exterminam os outros. Uma das larvas, selecionada e alimentada com geléia real, se transforma em rainha.

    Normalmente, todos os anos cada colônia libera um ou mais enxames – sempre contendo uma rainha- que se instala en outro lugar, com abundância de flores, fundando uma nova colônia. É assim que a espécie se propaga.

    Ficha Técnica

    Nome comum: Abelha, abelha comum, abelha melífera

    Nome científico: Apis mellifera

    Filo: Arthropoda

    Classe: Insecta

    Ordem: Hymenoptera

    Família: Apidae

    Distribuição: Europa, Ásia, América

    Habitat: Lugares com flores

    As abelhas são os únicos ápideos. Alguns besouros também criam colônias, mas nunca são tão numerosas. Também existem abelhas solitárias, como a mamangava, uma abelha grande que constrói seus ninhos nas vigas de madeira de edifícios velhos.

    As vespas, por sua vez, pertenecem a outra família: os véspideos. Também são existem espécies sociais e solitárias. E elas também picam, cuidado!



    Entre os insetos, muitos machos usam os sons para cortejar as fêmeas. Como não têm voz nem pulmões para fazer uma serenata, eles friccionam partes de seu corpo, ou usam órgãos especiais, como as cigarras.

    Os grilos fazem aquele ruído característico, por exemplo, ao roçar uma asa na outra.

    E elas não são iguais: uma tem uma parte mais rígida, o raspador, enquanto a outra tem uma parte denteada, que se fricciona sobre ela. É como o atrito de uma serra com uma pedra.

    As cigarras, por sua vez, têm membranas dos dois lados do abdômen, chamadas tímbalos. Para fazê-las vibrar, as cigarras as comprimem no interior do corpo usando certos músculos. Bolsinhas de ar amplificam o som.

    A vibração produzida desta forma é muito poderosa, e pode ser ouvida a mais de um quilômetro de distância.

    Mesmo estando muito perto de uma cigarra, é difícil determinar (se não a vemos com os próprios olhos) de onde vem o som. Isso não é por acaso: assim como nós não a encontramos, seus predadores, que poderiam ser atraídos por seu canto, também não as encontram.

    Ficha técnica

    Nome comum: Cigarra

    Nome científico: Cicada orni

    Filo: Arthropoda

    Classe: Insecta

    Ordem: Homoptera

    Família: Cicadidae

    Distribuição: Sul da Europa e outros lugares

    Habitat: Vivem sob a terra no estágio de ninfas (comendo raízes) e são arborícolas como adultos.




    Os cupins ou térmita são insetos eusociais da ordem Isoptera, que contém cerca de 2.800 espécies catalogadas no mundo. Mais conhecidos por sua importância econômica como pragas de madeira e de outros materiais celulósicos, os cupins também têm atraído a atenção de cientistas devido ao seu singular sistema social. Além de provocar considerável dano econômico em áreas urbanas e rurais, esses insetos também são importantes componentes da fauna de solo de regiões tropicais, exercendo papel essencial nos processos de decomposição e de ciclagem de nutrientes.


    Distribuição geográfica :
    A maioria das espécies de cupins vive nas regiões tropicais e subtropicais, com algumas poucas se estendendo até latitudes mais elevadas, raramente além de 40o norte ou sul. Mais espécies de cupins podem ser encontradas num único hectare de floresta ou savana tropicais do que em toda a América do Norte e Europa juntas.



    Taxonomia
    Os cupins são insetos ortopteróides que pertencem a um grupo denominado Dictyoptera, que inclui também Blattaria (baratas) e Mantodea (louva-a-Deus). São hemimetábolos, ou seja, apresentam metamorfose gradual, e têm aparelho bucal mastigador. No Brasil ocorrem quatro famílias de cupins: Kalotermitidae, Rhinotermitidae, Serritermitidae e Termitidae. Os Kalotermitidae são cupins considerados primitivos, que são capazes de viver em madeira seca sem contato com o solo e nunca constroem ninhos. Os Rhinotermitidae são na maioria subterrâneos e se alimentam de madeira, e alguns deles são pragas importantes. Serritermitidae até recentemente continha uma única espécie, Serritermes serrifer, que ocorre apenas no Brasil. Novas evidências indicam que Glossotermes oculatus, espécie da Amazônia previamente incluída em Rhinotermitidae, também pertence a Serritermitidae. A família Termitidae é bastante diversificada, e compreende cerca de 85% das espécies de cupins conhecidas do Brasil. Dentre os Termitidae, alguns são comedores de madeira, de folhas, de húmus, e também cultivadores de fungo (que não ocorrem no Brasil), e muitos constroem ninhos grandes e complexos....
    Última edição por Grunge; 24-05-2008 às 21:55.

  3. #3
    Super-Moderadora Avatar de tinita
    Data de Ingresso
    Dec 2011
    Localização
    Algures no Universo
    Posts
    4.273

    Padrão Cabra Loura




    Cabra Loura


    Armados demais para voar


    Este grande inseto só permanece no ar por meio minuto. Seu nome se deve à sua semelhança com um animal de chifres. Os ingleses o chamam de "besouro-veado". Suas mandíbulas têm tamanho e forma incomuns.

    Somente os machos apresentam essas enormes pinças, tão grandes e incômodas de manejar, que são quase inúteis; essas pinças tornam seu vôo pesado e desajeitado, não permitindo que o animal ultrapasse a altura de 3 metros.

    O besouro cabra loura vive nas florestas e campos da Europa, geralmente perto de carvalhos e castanheiros. Durante o dia, alimenta-se da seiva que suga sob a casca dessas árvores.

    Quando chega a noite, os machos iniciam seu vôo barulhento, enquanto as fêmeas se abrigam.

    Os machos, guerreiros com suas pesadas armaduras, lutam entre si sem piedade. A rivalidade pode ser causadas pela posse de alimento ou uma fêmea.

    Combatem tentando pinçar o inimigo entre as mandíbulas. Geralmente, a batalha termina sem vencedor, com ambos os combatentes exaustos, tombados no solo.



    FILO: Arthropoda
    CLASSE: Insecta
    ORDEM: Coleoptera
    FAMÍLIA: Lucanidae



    CARACTERÍSTICAS:

    Comprimento do macho: até 7,5 cm
    Comprimento da fêmea: até 5 cm
    Velocidade do vôo: até 50 km por hora
    Postura em junho
    Diâmetro do ovo: cerca de 2 mm
    Estágio larval: 4 a 5 dias
    Tempo de vida do adulto: 1 mês



    Fonte:achetudoeregião
    Xi-coração


    SOU SEMPRE A QUE SOU MAS TENHO SEMPRE UM AMIGO NO CORPO E NA ALMA

  4. #4
    Super-Moderadora Avatar de tinita
    Data de Ingresso
    Dec 2011
    Localização
    Algures no Universo
    Posts
    4.273

    Padrão Carabo Dourado




    Carabo Dourado


    Uma defesa invencível


    O carabo dourado tem um jeito muito especial e eficiente de se defender. Quando se sente incomodado, ele esguicha pelo ânus um líquido corrosivo e malcheiroso, que mantém os predadores a distância.

    Existem milhares de espécies de carabos, espalhadas pelo mundo inteiro. Todas são carnívoras vorazes e muito ativas. Voam pouco (a maioria não tem asas), mas as patas fortes lhes permitem correr rapidamente.

    A maioria dos carabos tem hábitos noturnos, mas o dourado é uma das raras espécies que aprecia o sol.

    Alimenta-se de besouros, larvas e lesmas. Sua carapaça é verde-bronze com listras douradas sobre o dorso. As patas são vermelhas com extremidades negras e têm cinco articulações.

    Cada uma delas termina em duas garras, algumas munidas de esporões afiados. As larvas, com seu corpo comprido, são completamente diferentes dos adultos. Elas fogem da luz e geralmente vivem pouco abaixo da superfície da terra.

    FILO: Arthropoda
    CLASSE: Insecta
    ORDEM: Coleoptera
    FAMÍLIA: Carabidae


    CARACTERÍSTICAS:
    Comprimento: 27 mm (fêmea); 23 mm (macho)
    Élitros canelados longitudinalmente




    Fonte:achetudoeregião
    Xi-coração


    SOU SEMPRE A QUE SOU MAS TENHO SEMPRE UM AMIGO NO CORPO E NA ALMA

  5. #5
    Super-Moderadora Avatar de tinita
    Data de Ingresso
    Dec 2011
    Localização
    Algures no Universo
    Posts
    4.273

    Padrão Carocha




    Carocha


    Pesadelo das lagartas


    Em um só verão, um besouro carocha pode matar até 400 lagartas, isto é, muito mais do que ele é capaz de comer.

    Por isso é um dos insetos mais úteis. É usado para acabar com as lagartas que desfolham as florestas e danificam as colheitas. Os americanos importam carochas da Europa para impedir que aumente o número de certas mariposas daninhas.

    Há 24.000 espécies de carocha, difundidas por todo o mundo. Durante o dia elas se escondem sob pedras ou madeira podre, saindo à noite para caçar.

    Embora sejam poucas as espécies que podem voar, tanto as larvas quanto os adultos são bons trepadores e perseguem suas presas até o alto das árvores.

    A maioria desses besouros é de cor escura com reflexos metálicos. Depositam os ovos no solo durante a primavera, e as larvas desenvolvem-se em três semanas. Os adultos hibernam no inverno e normalmente vivem muitos anos.

    Algumas espécies são conhecidas como "besouro bombardeiro". Isso porque são capazes de expelir pelo ânus um fluido malcheiroso e irritante, fazendo um ruído como se fosse uma pequena explosão.


    FILO: Arthropoda
    CLASSE: Insecta
    ORDEM: Coleoptera
    FAMÍLIA: Carabidae

    CARACTERÍSTICAS:
    Comprimento: até 5 cm, conforme a espécie
    O adulto tem hábitos noturnos
    A larva é ativa dia e noite
    Algumas espécies migram
    Cor: iridescente, cinza-escuro, negro e outras, de acordo com a espécie




    Fonte:achetudoeregião
    Xi-coração


    SOU SEMPRE A QUE SOU MAS TENHO SEMPRE UM AMIGO NO CORPO E NA ALMA

  6. #6
    Super-Moderadora Avatar de tinita
    Data de Ingresso
    Dec 2011
    Localização
    Algures no Universo
    Posts
    4.273

    Padrão Cetoníneo



    Cetoníneo

    (Cetonia aurata)

    Uma forma aerodinâmica

    Quase todos os coleópteros voam com os élitros (asas anteriores) bem desdobrados, pois esta é a única maneira com que podem abrir as asas.

    Os cetoníneos, por sua vez, abrem as asas para o lado, como a lâmina de um canivete! Eles voam, então, com os élitros fechados, o que lhes proporciona uma forma bem mais aerodinâmica.

    Os cetoníneos são encontrados no mundo todo. Algumas espécies tropicais são enormes e multicoloridas. O cetoníneo dourado é a espécie mais comum dos climas temperados.

    Sua cabeça, tórax e élitros são verde-bronze, com reflexos dourados. A borboleta da carapaça e as pernas têm franjas de pêlos ruivos. As antenas são curtas e curvadas para a frente. No Brasil, esses insetos são pouco numerosos.

    Os cetoníneos adultos se alimentam de flores, principalmente as de sabugueiro. As suas larvas são muito parecidas com as do besouro.

    Vivem no húmus ou no meio da madeira podre dos troncos ocos. Alimentam-se de matéria vegetal em decomposição. Para a última metamorfose, elas se encerram num casulo feito de pedacinhos de madeira ligados com a ajuda de excremento.


    FILO: Arthropoda
    CLASSE: Insecta
    ORDEM: Coleoptera
    FAM,ÍLIA: Scarabaeidae


    CARACTERÍSTICAS:
    Comprimento: 15 mm
    Envergadura: 45 mm
    Vida larval: 3 anos




    Fonte:achetudoeregião
    Xi-coração


    SOU SEMPRE A QUE SOU MAS TENHO SEMPRE UM AMIGO NO CORPO E NA ALMA

  7. #7
    Super-Moderadora Avatar de tinita
    Data de Ingresso
    Dec 2011
    Localização
    Algures no Universo
    Posts
    4.273

    Padrão Cigarra




    Cigarra


    (Hayon Pitch)

    Uma orquestra em miniatura.


    Como é que este animal tão pequeno consegue produzir um ruído tão grande, tão alto que pode ser ouvido a quase 50 m. de distância?

    Chega a ser difícil ouvir o que outra pessoa nos diz quando estamos perto de uma cigarra. O som provém de uma pequena orquestra de percussão na base do abdome do macho.

    Essa orquestra em miniatura consiste em dois "címbalos" agitados por músculos reforçados. A vibração tem lugar numa pequena caixa de ressonância.

    Ë assim que as poderosas vibrações sonoras são produzidas. Há no mundo mais de 1.500 espécies de cigarra. A maioria vive nos trópicos ou na bacia do Mediterrâneo.

    Nos Estados Unidos existem aproximadamente 75 espécies. As cigarras passam sua vida adulta nos galhos e troncos das árvores.

    Mudam de lugar somente para se abrigar do sol. Alimentam-se de seiva, que ingerem em grande quantidade, mas retêm apenas o açúcar. Os ovos são postos nos galhos das árvores.

    Quando se abrem as larvas caem no chão. Ficam sob o solo e alimentam-se da seiva das raízes das árvores. A ninfa de uma espécie norte-americana precisa de 17 anos para voltar á superfície e escalar uma árvore. Seu tegumento então se abre e deixa à mostra as asas.


    Filo: Arthropoda
    Classe: Insecta
    Ordem: Homoptera
    Família:Cicadidae


    Características:

    Comprimento: 4cm, contando com as asas.
    Envergadura: até 10cm.
    2 pares de asas grandes.
    Corpo grande
    Boa visão
    Macho e fêmea morrem antes do inverno.



    Fonte:achetudoeregião
    Xi-coração


    SOU SEMPRE A QUE SOU MAS TENHO SEMPRE UM AMIGO NO CORPO E NA ALMA

  8. #8
    Super-Moderadora Avatar de tinita
    Data de Ingresso
    Dec 2011
    Localização
    Algures no Universo
    Posts
    4.273

    Padrão Cochonilha




    Cochonilha



    Machos sem boca e fêmeas sem patas

    As cochonilhas (ou piolhos das plantas) são insetos encontrados geralmente sob a forma de pequenos casulos colados na casca das árvores. São freqüentemente confundidos com protuberâncias vegetais.

    As fêmeas são completamente incapazes de deslocar, pois não têm asas nem pernas, e muitas vezes nem olhos. Permanecem coladas num galho de árvore, com o rosto enterrado na casca, de onde sugam alimento, até morrer.

    Os machos são alados e se movimentam. Mas sua vida adulta é muito curta, pois não conseguem alimentar-se por falta de boca. Em algumas espécies os machos são tão raros, ou inexistentes, que as fêmeas se reproduzem por partenogênese (isto é, os óvulos não são fecundados pelo macho).


    Existem numerosas espécies de cochonilhas, espalhadas pelo mundo inteiro, com exceção das regiões polares, principalmente nas árvores frutíferas. São um verdadeiro flagelo para as árvores, pois seu jeito de comer faz apodrecer os galhos.

    Além disso, cada fêmea põe milhares de ovos, ás vezes milhões! No começo as larvas são ativas, e se disseminam largamente pelas árvores. Depois de se fixarem, perdem as patas.



    FILO: Arthropoda

    CLASSE: Insecta

    ORDEM: Homoptera

    FAMÍLIA: Coccidae



    CARACTERÍSTICAS:

    Variam muito conforme a espécie

    Comprimento: 2 a 25 mm




    Fonte.achetudoeregião
    Xi-coração


    SOU SEMPRE A QUE SOU MAS TENHO SEMPRE UM AMIGO NO CORPO E NA ALMA

  9. #9
    Super-Moderadora Avatar de tinita
    Data de Ingresso
    Dec 2011
    Localização
    Algures no Universo
    Posts
    4.273

    Padrão Coveiro




    Coveiro

    O coveiro ou necróforo é um inseto que gosta das coisas mortas. Ele alimenta-se de cadáveres de pequenos animais: pássaros, répteis e principalmente roedores. Seu comportamento é muito estranho.

    Quando três ou quatro coveiros encontram um cadáver, começam imediatamente a cavar para cobrir a sua presa de terra. Esse trabalho em geral leva poucos minutos, quando não surge dificuldades.

    Uma vez um cientista observou quatro coveiros às voltas com o cadáver de um rato que estava sobre um pedra.

    Durante horas os insetos tentaram cavar a pedra, sem qualquer resultado. Finalmente, depois de terem percebido que a terra em volta da pedra era fofa, conseguiram balançar a pedra e derrubar o rato.

    No solo enterraram o corpo sem dificuldade. Este fato serve para ilustrar a paciência dos coveiros.


    Depois de enterrar o cadáver, os insetos penetram na terra, para comer. Também reproduzem-se dentro da terra.

    A fêmea mastiga um pedaço de carne, mistura-o com a sua saliva e faz uma bola de carne putrefata. Ao lado dessa bola, ela cava uma galeria onde bota seus ovos.

    Quando as larvas saem dos ovos, a mãe alimenta-as durante alguns dias regurgitando pedaços da bola de carn
    e.


    Filo: Arthropoda
    Classe: Insecta
    Ordem: Coleoptera
    Família: Silphidae


    Características:

    Comprimento: até 2,5 cm
    Cor: principalmente marrom e laranja
    Asas bem desenvolvidas
    As numerosas espécies vivem ao norte da Eurásia e América do Norte







    Fonte:achetudoeregião
    Xi-coração


    SOU SEMPRE A QUE SOU MAS TENHO SEMPRE UM AMIGO NO CORPO E NA ALMA

  10. #10
    Super-Moderadora Avatar de tinita
    Data de Ingresso
    Dec 2011
    Localização
    Algures no Universo
    Posts
    4.273

    Padrão Crisomela




    Crisomela


    (Chrysomela coerulaus scriba)

    Finge-se de morta

    A crisomela ou vaquinha, como alguns outros coleópteros, tem a capacidade de se fingir de morta em uma situação de perigo: com as patas e antenas recolhidas, ela se deixa cair e fica imóvel por alguns instantes. Passado o perigo, ela ressuscita...

    As crisomelas freqüentemente recebem outros nomes (crisomela magnífica brilhante), que evocam o esplendor de suas carapaças.

    Dentro de uma mesma espécie, as cores podem ser muito variadas: preto, violeta, verde e até sarapintado. O corpo é maciço, quase retangular. O tórax é muito largo e a cabeça quase se confunde com ele. As patas são curtas e fortes. As antenas são compridas e bem separadas.


    As crisomelas são vegetarianas, mesmo em estado larval, e a maioria delas é ligada a um tipo particular de planta ou arbusto.

    A reprodução varia conforme a espécie. Entre as espécies que vivem em regiões altas, a adaptação ao clima rigoroso acelerou o processo de desenvolvimento, de tal forma que os ovos eclodem em menos de 24 horas.


    FILO: Arthropoda
    CLASSE: Insecta
    ORDEM: Coleoptera
    FAMÍLIA: Chrysomelidae


    CARACTERÍSTICAS:
    Variam muito, conforme a espécie
    Tamanho médio: 10 mm
    Patas curtas



    Fonte:achetudoeregião
    Xi-coração


    SOU SEMPRE A QUE SOU MAS TENHO SEMPRE UM AMIGO NO CORPO E NA ALMA

  11. #11
    Super-Moderadora Avatar de tinita
    Data de Ingresso
    Dec 2011
    Localização
    Algures no Universo
    Posts
    4.273

    Padrão Crisopa







    Crisopa


    Ovos equilibristas


    A crisopa põe seus ovos na ponta de uma tira comprida e fina. Para isso, ela pousa numa folha e aí deposita uma gota viscosa segregada pela extremidade de seu abdome.

    Quando ela voa, a gota se estica formando um fio e o inseto põe o ovo na extremidade desse fio, que endurece instantaneamente em contato com o ar. Depois ela recomeça o trabalho, em outro lugar.

    As crisopas estão espalhadas pelo mundo todo. Voam principalmente á noite e se caracterizam pela textura rendada de suas asas, com as quais elas cobrem a parte de cima do corpo quando pousam.

    A crisopa vermelha, muito difundida na Europa, tem o corpo verde-vivo e olhos dourados e é um dos raros insetos que hibernam no interior das casas.


    As crisopas são muito úteis, pois se alimentam principalmente de pulgões. As mães freqüentemente põem seus ovos nas proximidades das colônias de pulgões.

    As larvas são vorazes e têm o curioso hábito de ir juntando sobre o dorso as cascas vazias de pulgões sugados, transformado-se em latas de lixo ambulantes.



    FILO: Arthropoda
    CLASSE: Insecta
    ORDEM: Neuroptera
    FAMÍLIA: Chrysopidae


    CARACTERÍSTICAS:
    (crisopa européia)
    Comprimento: 14 mm
    Antenas compridas




    Fonte:achetudoeregião
    Xi-coração


    SOU SEMPRE A QUE SOU MAS TENHO SEMPRE UM AMIGO NO CORPO E NA ALMA

  12. #12
    Super-Moderadora Avatar de tinita
    Data de Ingresso
    Dec 2011
    Localização
    Algures no Universo
    Posts
    4.273

    Padrão Cupim




    Cupim

    Mais madeira, por favor.


    Quinze metros de circunferência e quase 8 metros de altura: este pode ser o tamanho de um ninho de cupim africano, com todas as suas torres e picos.

    Por dentro ele é confortável, com ventilação temperatura e umidade cuidadosamente controladas.

    Nem todos os cupins moram em casas tão espetaculares. Alguns fazem ninhos nos galhos das árvores. Outros cavam túneis nos troncos das árvores e debaixo da terra.

    A maioria das espécies vive nos trópicos, mas há algumas delas nas áreas temperadas da Europa e dos Estados Unidos.


    Todos os cupins comem madeira, digerindo a celulose ás custas de um flagelado que vive em simbiose no seu aparelho digestivo. Eles estão entre os piores inimigos das construções de madeira. Os cupins vive em colônias que podem conter milhares de indivíduos.

    A população se desenvolve a partir de um ou dois casais sexuados. As larvas tornam-se soldados (que protegem o ninho) ou então operários (que constroem o ninho e alimentam a comunidade).


    O casal procriador perde suas asas após o acasalamento. Depois a rainha passa o tempo todo pondo ovos. Seu abdome pode ficar até 30 vezes maior. O trabalho do pequenino macho é fecundar a rainha de tempos em tempos.


    Filo: Arthropoda
    Classe: Insecta
    Ordem: Osoptera

    (aproximadamente 2.000 espécies).

    Características: Comprimento: 0,2 a 2 cm
    Comprimento da rainha: até 15 cm.
    Operários e soldados sem asas e assexuados.






    Fonte:achetudoeregiao
    Xi-coração


    SOU SEMPRE A QUE SOU MAS TENHO SEMPRE UM AMIGO NO CORPO E NA ALMA

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Já fez "Like" na nossa página do facebook?

Acompanhe todas as novidades.