Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
Resultados 21 a 37 de 37

Tópico: Motocross

  1. #21
    GForum Vip Avatar de G@ngster
    Data de Ingresso
    Nov 2007
    Localização
    Belgica
    Idade
    46
    Posts
    45.626

    Padrão Novo triunfo de Rui Gonçalves


    Soma e segue! Rui Gonçalves continua em muito bom plano no "Mundial" de Motocross, na classe MX2, ao averbar mais uma vitória, desta feita na Suéci, onde conquistou o seu quarto triunfo em Grandes Prémios. Um êxito importante que permitiu ao piloto luso reforçar as suas aspirações à conquista do título.
    Novo triunfo de Rui Gonçalves -

    Em Uddevalla, na Suécia, disputou-se a décima primeira das quinze jornadas válidas para o Campeonato do Mundo de Motocross, marcando a entrada no último terço da competição. Rui Gonçalves ganhou mais um G.P. - o que acontece pela quarta vez este ano, e segunda consecutiva - mas este sucesso teve um valor estratégico acrescido. Embora permaneça no 3.º lugar do Campeonato, face à ausência nesta prova de Marvin Musquin, o português reduziu de 70 para 23 pontos a desvantagem para o líder, e também baixou para apenas 10 pontos a diferença relativamente ao segundo classificado, Gautier Paulin.

    Os números são importantes, pois permitem a Rui Gonçalves passar a depender exclusivamente de si próprio para a conquista do título mundial. Ou seja, se o piloto de Vidago ganhar as oito mangas de corrida em falta, sagra-se desde logo campeão do mundo, independentemente dos resultados que façam os adversários. Mais ainda, nas próximas jornadas vão surgir circuitos em piso de areia - tipo de terreno no qual Gonçalves se sente como "peixe na água", gozando assim de particular favoritismo para continuar na rota dos êxitos.

    Na Suécia, Rui Gonçalves voltou hoje a arrancar da melhor posição na grelha de partida, após ter ganho na véspera a corrida de qualificação. Na primeira manga produziu um bom arranque, e cedo tomou o controle das operações. Porém, Ken Roczen esteve endiabrado nesta corrida, e na sétima passagem à pista desalojou Gonçalves do comando. O jovem alemão seria mesmo o vencedor após 22 voltas, terminando com 6,3s de avanço sobre Rui Gonçalves, que sem correr riscos escusados preservou um importante 2.º lugar.

    "Foi um fim-de-semana fantástico, que começou bem ontem, ao ganhar a manga de qualificação," começou por declarar Rui Gonçalves no final do G.P. "Hoje o Ken (Roczen) estava ligeiramente mais rápido na primeira manga, e apenas consegui ser segundo classificado. Mas na segunda manga sabia que ia estar mais forte, voltei outra vez a arrancar na frente e liderar de início até ao fim."

    Na verdade, a história foi outra na segunda manga, pois Rui Gonçalves arrancou que nem foguete para ser o único comandante da corrida. A evidenciar uma vez mais a sua aprimorada condição física, o piloto de Vidago suportou bem a pressão de alguns adversários durante a fase inicial da corrida, e depois afastou-se para vencer - após as 22 voltas, cruzou a meta 6,7s mais cedo que o 2.º classificado, Gautier Paulin.

    Quando restam quatro jornadas do "Mundial" por disputar, Gonçalves é claro sobre as suas intenções: "Agora estou à espera do resto do Campeonato para continuar a andar na frente. Depois de mais esta vitória, quero agradecer à minha equipa - que tem estado sempre comigo - ao meu mecânico, ao treinador e aos meus pais." Ou seja, Rui Gonçalves está mais motivado que nunca para discutir a conquista do título na ponta final do Campeonato.

    Na classe MX1, a primeira manga sueca foi ganha pelo alemão Maxiliam Nagl, enquanto na segunda corrida levou a melhor o italiano Antonio Cairoli, líder destacado do Campeonato.

    Campeonato

    MX2: 1.º Marvin Musquin (KTM) 371 pontos; 2.º Gautier Paulin (Kawasaki) 358; 3.º Rui Gonçalves (KTM) 348; 4.º Davide Guarneri (Yamaha) 331; 5.º Steven Frossard (Kawasaki) 284; 6.º Ken Roczen (Suzuki) 239; etc.

    MX1: 1.º Antonio Cairoli (Yamaha) 428; 2.º Maximilian Nagl (KTM) 375; 3.º David Philippaerts (Yamaha) 363; 4.º Clement Desalle (Honda) 345; 5.º Joshua Coppins (Yamaha) 343; 6.º Ken de Dycker (Suzuki) 338; etc.

    Senhoras: 1.ª Stephanie Laier (KTM) 261; 2.ª Larissa Papenmeier (Suzuki) 224; 3.ª Maria Franke (Kawasaki) 223; 4.ª Nathalie Kane (Suzuki) 194; 5.ª Elin Mann (KTM) 191; 6.ª Livia Lancelot (Kawasaki) 185; etc.AS

  2. #22
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Á espera
    Posts
    7.465

    Padrão Motocrosse: Rui Gonçalves foi 4.º na Bélgica

    O piloto português Rui Gonçalves ascendeu este domingo à segunda posição do campeonato do mundo de MX2, ao terminar no quarto lugar o Grande Prémio da Bélgica de Motocross, disputado em Lommel.

    Aos comandos de uma KTM, Rui Gonçalves terminou a primeira corrida na segunda posição e foi oitavo na segunda corrida da 12.ª prova do mundial.

    Ambas as mangas foram ganhas pelo francês Marvin Musquin, que lidera o Mundial, com 421 pontos, enquanto o português soma agora 383, graças aos 42 pontos conquistados hoje.

    Em MX1, o campeonato é liderado pelo italiano António Cairoli (466), que hoje foi terceiro, enquanto o belga Ken de Dycker ganhou a prova belga e ocupa agora o quarto lugar do mundial (383).

    A próxima etapa está programada para 9 de agosto, em Loket (República Checa).
    RC

  3. #23
    GForum Vip
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Gforum...Sempre
    Posts
    13.088

    Padrão Rossi organizou corrida de solidariedade

    Andrea Dovizioso ganhou um evento de motocross para caridade, organizado pelo campeão do mundo de MotoGP Valentino Rossi, em Cavallara, em Itália, no passado Domingo.
    Com 10 000 pessoas na assistência, Rossi, Dolvizioso, Marco Simoncelli, Mattia Pasini, Marco Melandri, Loris Capirossi, Julian Simon e Kevin Schwantz, lenda do Moto GP, estavam entre os pilotos que participaram na prova e ofereceram um bom espectáculo.
    Simon, Dovizioso e Melandri estavam entre os primeiros três lugares nas duas primeiras voltas, mas Dovizioso ganhou a volta final e ganhou a prova. Rossi acabou em segundo lugar.
    “Isto era importante porque era um evento de caridade para crianças. Estamos muito contentes com a resposta, e é entusiasmante ver tantas pessoas aqui em Cavallara. É também muito bom competir com os outros pilotos,” disse Rossi em declarações ao site oficial do Moto GP. “Quero agradecer a todos os pilotos que quiseram vir. Eu acho que foi um bom espectáculo e tivemos muita sorte este ano porque não choveu, por isso todos nós gostámos,” disse.
    O dinheiro angariado vai ser doado a um hospital de crianças em Pesaro que trata de crianças que sofrem de leucemia.
    Entretanto, Rossi revelou que a sua próxima corrida será num veículo de quatro rodas, um Ford WRC no próximo Rally de Monza e depois no Motorshow de Bolonha.
    Diz-se que o italiano também conduzirá um Ferrari, com Alessio Salucci, numa corrida de resistência de 6 horas em Vallelunga no próximo fim-de-semana. Quanto à sua máquina da Yamaha Moto GP, o campeão vai ter de esperar para testá-la em Fevereiro.

    Fonte: O Jogo
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    www.ruipedro.net (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  4. #24
    Moderador GForum Avatar de aiam
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Litoral centro
    Posts
    4.601

    Padrão GP Alemanha: Rui Gonçalves 11.º na segunda manga

    BELGA KEN DE DYCKER (YAMAHA) VENCE AS DUAS CORRIDAS



    O português Rui Gonçalves (KTM) conseguiu o 11.º posto na segunda manga do Grande Prémio da Alemanha, oitava etapa do campeonato do Mundo de Motocrosse, na categoria de MX1, depois de ter sido 18.º na primeira.

    Na pista de Teutschenthal, onde o belga Ken de Dycker (Yamaha) venceu as duas corridas, o campeonato entrou na sua segunda parte e o português ficou à beira do "top ten", reduzindo assim a sua distância face aos seus adversários na classificação, em que é 16.º.

    Na segunda manga, o piloto de Vidago conseguiu ficar mais uma vez na 11.ª posição - é a terceira vez que isso acontece em 12 mangas' disputadas -, depois de um arranque satisfatório, que lhe permitiu, inclusivamente, rodar durante quatro voltas no décimo posto.

    Colocado sensivelmente a meio da grelha de partida na primeira manga - 16.º entre 36 na classe MX1 - Rui Gonçalves teve um início de corrida pouco produtivo, ao cair para o 25.º posto, melhorando progressivamente até ficar no 18.º lugar.

    Com estes resultados, Rui Gonçalves, que voltará a competir no próximo fim-de-seman no Grande Prémio da Letónia, mantém o 16.º lugar na tabela do campeonato, liderado pelo italiano Antonio Cairoli (KTM), que hoje foi sexto na primeira manga e segundo na seguinte.

    Na categoria em MX2, Marvin Musquin e Ken Roczen foram sucessivamente os ganhadores das duas corridas.



    Jornal Record
    ____________

  5. #25
    Moderador GForum Avatar de aiam
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Litoral centro
    Posts
    4.601

    Padrão Motocross: Rui Gonçalves garante 9.º lugar na Letónia

    OCUPA O 15.º LUGAR DO CAMPEONATO DE MX1



    O piloto português de Motocross Rui Gonçalves conseguiu finalmente terminar uma corrida de MX1 entre os dez primeiros classificados, atingindo o objetivo na pista de Keguns, Letónia, onde foi 9.º classificado na segunda manga.

    Os resultados de ontem permitiram a Rui subir uma posição na classificação do Campeonato de MX1, ocupando agora o 15.º lugar. Falta ainda disputar seis das quinze jornadas deste mundial de Motocross.



    Jornal Record
    ___________

  6. #26
    Moderador GForum Avatar de aiam
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Litoral centro
    Posts
    4.601

    Padrão Rui Gonçalves de novo entre os dez melhores da classe MX1

    No sábado, dia de qualificações, o calor apertou e com as temperaturas a atingirem a casa dos 30ºC o que causou algumas dificuldades a alguns pilotos mas não ao piloto de Vidago que começou por impressionar com tempos bastante consistentes, apesar do circuito se ter tornado bastante rápido e com poucas trajectórias, nivelando o andamento da maior parte dos pilotos.

    A manga de qualificação seria bastante frutífera para Rui Gonçalves que partindo que nem uma bala iria manter durante várias voltas o quarto posto, para vir a terminar esta corrida num expressivo sétimo posto, dando assim indicações muito positivas para a corrida de hoje.

    A primeira manga de domingo seria complicada para o piloto da KTM 350 que iria sentir algumas dificuldades para evitar os ataques de alguns dos seus adversários nas primeiras voltas da corrida. Na 10ª volta Rui Gonçalves subiria ao décimo primeiro posto mas com circuito pouco selectivo e demasiado rápido não evitaria a perca de uma posição para o veterano Josh Coppins já com a meta à vista, finalizando esta prova no 12º lugar.

    A segunda de corrida de hoje, e tal como já vem sendo um hábito, seria bastante mais proveitosa e interessante. Com um circuito mais a seu gosto após terem decorrido as corridas das outras classes, o desafio era maior. Com mais buracos e bastante lombas, o circuito de Udevalla tornou-se um desafio para os melhores pilotos do mundo com condições duras, um cenário que Rui Gonçalves aprecia pelo facto de ser um piloto muito forte fisicamente e que costuma brilhar em pistas com traçados difíceis.

    Se durante uma parte significativa da corrida Rui Gonçalves rodou entre o 13º e 11º posto, foi no final da corrida que o Gonçalves desferiu o seu ataque para recuperar algumas posições terminando esta manga no 10º posto, posição que também viria a ocupar no final deste Grande Prémio.

    Rui Gonçalves: “Tal como no Grande Prémio anterior vinha com grandes expectativas para esta prova, pois foi aqui que venci a minha quarta prova de 2009 na classe de MX2. Embora tenha voltado a classificar-me, de novo, nos dez primeiros saio daqui com vontade de fazer melhor. Tem sido uma época muito complicada e para ser sincero estava à espera de estar mais à frente em termos das minhas classificações nas provas. Sei que tenho capacidade e velocidade para chegar mais à frente. Quero entrar nos oito primeiros e quem sabe nos cinco primeiros. Esse é o meu objectivo para as restantes provas pelo que durante estas semanas irei concentrar-me a trabalhar com afinco para subir o meu rendimento e lutar por melhores lugares”.

    Classificações GP Udevalla:
    1º António Cairoli (ITA) 50pts;
    2º Clement Desalle (BEL) 44;
    3º Steve Ramon (BEL) 38;
    4º Evgeny Bobryshev (RUS) 34;
    5º David Philippaerts (ITA) 33;
    (...)
    10º Rui Gonçalves (POR) 20 etc.



    ojogo
    ___________

  7. #27
    GForum Vip
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Gforum...Sempre
    Posts
    13.088

    Padrão Mundial: Rui Gonçalves consegue 29 pontos

    O português Rui Gonçalves (KTM) atingiu aquele que é o seu melhor resultado da temporada no Mundial de Motocrosse: 29 pontos no Grande Prémio da Bélgica, em Lomel.
    Nesta que é a 11.ª prova do campeonato, o piloto “luso” acabou na 6ª posição da primeira corrida, e em sétimo na segunda.
    Com estes resultados, Gonçalves ascende ao 14.º lugar do Mundial, com 153 pontos., sendo que o “ranking” é liderado pelo italiano Antonio Cairol (KTM), que soma 484 pontos.

    Fonte: O Jogo
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    www.ruipedro.net (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  8. #28
    Moderador GForum Avatar de aiam
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Litoral centro
    Posts
    4.601

    Padrão Red Bull WorldTour: Levi Sherwood domina 5ª etapa

    Dando continuidade à série de localizações espectaculares da edição de 2010 do Red Bull X-Fighters World Tour, a histórica estação eléctrica de Londres (Battersea) recebeu os melhores pilotos do Mundo de Motocross Freestyle. Foi neste cenário que brilhou o mais jovem talento do momento, o neozelandês Levi Sherwood, de apenas 19 anos.

    Inaugurada nos anos 30 do século passado e desactivada há duas décadas a central eléctrica de Battersea, situada junto às margens do rio Tamisa, foi o cenário da quinta etapa do Red Bull X-Fighters World Tour. Depois da Praça Monumental da Cidade do México, das Pirâmides de Giza, no Egipto, da Praça Vermelha de Moscovo e da Praça de Touros de Las Ventas, na vizinha Espanha, esta localização improvável revelou-se particularmente desafiante para máquinas e pilotos. A típica chuva londrina tornou as aterragens dos mais impressionantes saltos numa missão particularmente delicada, aumentando a exigência. A acção foi seguida de perto por 30 mil espectadores.

    Enquanto alguns pilotos se retraíram com a chuva, o neozelandês Levi Sherwood - o jovem prodígio da companhia - deu asas à sua criatividade e arrasou a concorrência. Aos 19 anos, Sherwood conquistou assim a sua segunda vitória da época, depois de ter imposto a sua lei também em terras russas; “Isto foi literalmente de loucos”, desabafou Sherwood no final. “Agora que estou a apenas 20 pontos da liderança vou dar tudo por tudo para bater o André Villa na última etapa e tomar assim de assalto o título”.

    Derrotado na final pelo menino-prodígio do campeonato, o norte-americano Nate Adams somou ainda assim preciosos pontos em Londres - uma margem que lhe permite igualmente sonhar com a conquista do título; “As condições do terreno não nos permitiram ir mesmo aos limites, era simplesmente demasiado perigoso!”, afirmou Adams. O espanhol Dany Torres completou o pódio, enquanto o australiano e favorito Robbie Maddison não foi além do décimo posto - correndo com algumas limitações na sequência de uma aparatosa queda durante as qualificações.

    A derradeira etapa do Red Bull X-Fighters terá lugar a 2 de Outubro em Roma, com o estádio Flaminio - construído para os Jogos Olímpicos de 1960 - a integrar pela primeira vez o calendário daquela que é hoje considerada a mais importante competição internacional de Motocross Freestyle.


    ojogo
    ______

  9. #29
    Moderador GForum Avatar de aiam
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Litoral centro
    Posts
    4.601

    Padrão Antonio Cairoli revalida título mundial de MX1

    Os problemas mecânicos que afectaram o belga Clément Desalle, este domingo, durante o Grande Prémio do Brasil, permitiram ao italiano Antonio Cairoli (KTM) revalidar sem grandes problemas o título mundial de motocrosse de MX1.

    Rui Gonçalves (KTM) ficou no quinto lugar da tabela no circuito de Campo Grande, a 13.ª prova do Mundial. É a melhor classificação da temporada para o português, que subiu para o 12.º posto a duas provas do fim do campeonato.

    O alemão Ken Roczen (Suzuki) venceu a prova na classe MX2. Em segundo ficou o francês Marvin Musquin (KTM). Segue-se o Grande Prémio da Holanda, a 5 de Setembro, em Lierop.


    abola.pt
    _________
    PARTILHAR

  10. #30
    Moderador GForum Avatar de aiam
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Litoral centro
    Posts
    4.601

    Padrão Henrique Venda continua em coma



    O piloto português Henrique Venda, que participa no Campeonato da Europa de Supercross, continua em estado de coma, após sofrer um violento acidente no último fim de semana durante a corrida qualificação para a ronda de Marselha, França.


    De acordo com a assessoria de imprensa da Federação de Motociclismo de Portugal, o piloto de 25 anos está internado nos cuidados intensivos do Hospital de Norte de Marselha, para onde foi evacuado no sábado e encontra-se com um prognóstico reservado.


    Segundo a mesma fonte, apesar de permanecer em estado de coma, Henrique Venda tem registado uma evolução positiva e reagiu bem à redução de anestesia administrada pela equipa de médicos que segue o piloto português.


    No sábado, durante uma corrida de qualificação, Henrique Venda foi atingido na cabeça pela moto de um adversário à saída de um salto, sofrendo de imediato um traumatismo craniano grave.

    Record
    _______

  11. #31
    Moderador Avatar de barril
    Data de Ingresso
    Apr 2007
    Localização
    alemanha
    Posts
    2.492

    Padrão Equipa Bianchi Prata no Cross-Country de Paços de Ferreira

    Paulo Gonçalves, na classe Consagrados, e Elias Rodrigues, na classe Nacional, vão representar a equipa Bianchi Prata/Vodafone na penúltima prova do Nacional de Cross-Country 2010A terceira prova de Cross-Country vai ter lugar em Paços de Ferreira no próximo domingo, dia 28 de Novembro. A equipa Bianchi Prata/Vodafone irá participar com dois pilotos, aos comandos da BMW G 450X: Paulo Gonçalves e na classe Nacional o jovem Elias Rodrigues.
    Paulo Gonçalves, já em preparação para o Dakar 2011, revelou as suas expectativas para esta prova: “Sendo esta a penúltima prova do nacional de Cross-Country, é imperativo vence-la! O meu objectivo é sempre vencer”.
    O piloto Elias Rodrigues falou igualmente das suas expectativas para a prova de Paços de Ferreira: “Tenho treinado bastante desde a última prova de Cross-Country. Espero ganhar a classe e fazer o melhor possível na geral”.
    Pedro Bianchi Prata, team manager, encontra-se neste momento em França, nas verificações das motos para o Dakar 2011, que se aproxima. O director da equipa Bianchi Prata/Vodafone reforçou a confiança nos pilotos da equipa: “Toda a equipa está extremamente motivada. O nosso objectivo é a vitória nas classes em que os pilotos competem”.
    O projecto “Um dia com a equipa Bianchi Prata/Vodafone” terá a sua última etapa no Cross-Country de Paços de Ferreira. Os alunos do curso de Engenharia Mecânica da FEUP e do ISEP serão os convidados, sendo oferecida, pela equipa e pela Kia Motors a oportunidade de estes analisarem os mecanismos do funcionamento mecânico dos veículos motorizados.
    As verificações administrativas ocorrerão, entre as 9:30 às 11h, no Monte Pilar, Penamaior, tal como a totalidade da prova. O início da prova para as motos está marcado para às 14:00, num percurso com 6 quilómetros de extensão. A distribuição dos prémios ocorrerá às 17:00 no recinto da prova. Espera-se um domingo recheado de emoção e disputa, com vários pilotos a competirem na penúltima prova do Nacional de Cross-Country 2010.

  12. #32
    Moderador Avatar de barril
    Data de Ingresso
    Apr 2007
    Localização
    alemanha
    Posts
    2.492

    Padrão Prova de motocross solidária apoia Henrique Venda

    Para ajudar a suportar os custos de hospitalização e recuperação de Henrique Venda, a FMP e o Natureza ACER vão organizar uma prova de motocross no próximo dia 19 de Dezembro em Ourém
    Henrique Venda continua em estado de coma, 50 dias após o acidente sofrido em Marselha. A fim de angariar fundos de apoio, para ajudar a suportar os custos de hospitalização e recuperação do piloto algarvio, a Federação de Motociclismo de Portugal (FMP) e o Natureza ACER vão organizar uma prova de motocross no próximo dia 19 de Dezembro em Ourém.

  13. #33
    Moderador GForum Avatar de aiam
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Litoral centro
    Posts
    4.601

    Padrão Rui Gonçalves lamenta falta de apoios nacionais



    ÚNICO PORTUGUÊS NO MUNDIAL DE MOTOCROSSE



    O piloto Rui Gonçalves, que vai representar a equipa oficial da Honda no próximo Campeonato do Mundo de Motocrosse, lamentou a falta de apoios dos patrocinadores portugueses.


    "É um desporto muito pequeno em Portugal, mas represento as cores portuguesas a tempo inteiro. Tudo o que tenho são patrocínios estrangeiros e das equipas. Para mim, seria bom ter entidades portuguesas a apoiar-me, já que sou o único a representar Portugal neste campeonato, mas até agora não apareceu nada", afirmou Rui Gonçalves à agência Lusa.


    Aos 25 anos e depois de três anos na equipa oficial da KTM, Rui Gonçalves vai defender a Honda no Mundial de Motocrosse de 2011, naquela que será a sua segunda temporada na classe mais importante da modalidade (MX1).


    "É uma grande mudança na minha carreira, passo da cilindrada de 350 para 450. São muitas mudanças e diferenças e não posso ainda dizer quais as vantagens ou desvantagens"..


    Vice-campeão de MX2 em 2008, Rui Gonçalves teve um ano de estreia difícil na categoria rainha, devido a uma lesão no ombro que o afastou dos dois primeiros grandes prémios, mas espera agora poder preparar a "100 por cento" a nova temporada.


    "Ainda é cedo para falar em objetivos. Espero andar nos lugares da frente com o objetivo de pontuar em todas as mangas".


    Com 15 provas, o Campeonato do Mundo de Motocrosse começa no dia 10 de abril, com o Grande Prémio da Bulgária, em Sevlievo.



    Record

    ________
    O Desporto não dá mais anos à vida, mas dá mais vida aos anos. Por isso pratique-o regularmente.

  14. #34
    Moderador Avatar de barril
    Data de Ingresso
    Apr 2007
    Localização
    alemanha
    Posts
    2.492

    Padrão Equipa Bianchi Prata termina Nacional de Cross-Country

    No fecho do Nacional de Cross-Country, Paulo Gonçalves foi forçado a desistir na classe Consagrados, enquanto Elias Rodrigues conseguiu chegar ao fim na classe Nacional, mas foi desclassificado
    A última prova do Campeonato Nacional de Cross-Country 2010 teve lugar em Castelo Branco, no passado dia 11 de Dezembro. A prova iniciou-se às 18:00, tendo-se disputado na Recta do Lanço Grande com a duração de 1h30, mais uma volta. A equipa Bianchi Prata/Vodafone participou nesta prova com dois pilotos aos comandos da BMW G 450 X: Paulo Gonçalves integrou a classe Consagrados e Elias Rodrigues a classe Nacional.
    Paulo Gonçalves comentou a sua participação na última prova de 2010: “A prova correu muito mal pois tive de desistir. No início correu bem, estava à frente, mas aos 30 minutos, alguma da lama presente no piso infiltrou-se no sistema eléctrico da moto. Como foi uma prova nocturna, a dificuldade para tentar solucionar o problema aumentou, perdi imenso tempo e desisti de completar a prova. O encerramento da época desportiva não foi a melhor mas agora estou concentrado no próximo objectivo, o Dakar 2011”.
    Por seu turno, Elias Rodrigues teve alguns problemas mas conseguiu finalizar a prova com êxito. O jovem piloto foi desclassificado com o argumento que recebeu ajuda externa para terminar a prova de Cross-Country. A equipa Bianchi Prata/Vodafone contestou esta decisão à Federação de Motociclismo de Portugal e, até lá, as classificações relativas a esta prova, estão suspensas.
    “A prova estava a correr muito bem. Estava já no segundo lugar da geral, no primeiro da classe, a 500 metros do fim, quando o tubo de injecção partiu-se. De qualquer das formas, consegui terminar a prova com sucesso apesar de ter sido desclassificado”, afirmou Elias Rodrigues.
    O team manager da equipa Bianchi Prata/Vodafone, Pedro Bianchi Prata, fez uma análise sobre a prestação desportiva dos pilotos da sua equipa ao longo da época de 2010: “Fim-de-semana para esquecer! O Paulo estava na frente mas a muita lama entrou dentro de uma ficha eléctrica, devido à falta de iluminação na pista, o piloto não conseguiu resolver o problema e teve de desistir. Quanto ao Elias, fez uma prova perfeita mas a 500 metros da meta, inexplicavelmente, partiu-se uma peça da injecção. Teve então de empurrar a mota até ao final, acabou por terminar em terceiro lugar, o que lhe permitiu vencer o campeonato. Para nossa admiração foi desclassificado por alegadas ajudas exteriores, a equipa fez uma reclamação e aguardamos uma justificação da federação. Quero dar os parabéns a todos os pilotos pelo trabalho feito e pelo muito esforço para vencer em nome dos nossos patrocinadores e da equipa”.
    Finda a temporada do Campeonato Nacional de Cross-Country, seguem-se os treinos de preparação para a mais árdua e esperada prova do desporto off-road, o Rally Dakar 2011. Os pilotos Pedro Bianchi Prata e Paulo Gonçalves preparam-se para mais de duas semanas de esforço intenso na Argentina e no Chile.

  15. #35
    Moderador GForum Avatar de aiam
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Litoral centro
    Posts
    4.601

    Padrão Motocrosse: Rui Gonçalves com um quarto e um sexto lugares



    O motard português Rui Gonçalves (Honda) fez esta segunda-feira os quarto e sexto postos nas duas corridas da segunda etapa do mundial de motocrosse classe MX1, que se disputou hoje em Valkenswaard, na Holanda.


    Rui Gonçalves, que terminou esta segunda ronda no sexto lugar da classificação geral do campeonato, foi sexto classificado na primeira manga, ganha pelo italiano Antonio Cairoli (KTM).


    O piloto português conseguiu melhorar a sua prestação na segunda manga, onde acabou em quarto, numa corrida ganha pelo alemão Maximilian Nagl (KTM).


    Na classificação geral, liderada pelo francês Steven Frossard (Yamaha), Rui Gonçalves é sexto classificado com 62 pontos, menos 23 do que o gaulês.



    Record
    ________
    O Desporto não dá mais anos à vida, mas dá mais vida aos anos. Por isso pratique-o regularmente.

  16. #36
    Moderador GForum Avatar de aiam
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Litoral centro
    Posts
    4.601

    Padrão Motocrosse: Rui Gonçalves 4.º na Letónia



    O piloto português de motocrosse Rui Gonçalves terminou este domingo em quarto na classificação geral da 10.ª etapa do Campeonato do Mundo de MX1, que decorreu em Kegums, na Letónia.


    Rui Gonçalves (Honda), foi sétimo na primeira manga e quarto na segunda, concluindo em quarto e somando 32 pontos, o mesmo resultado que havia conseguido na etapa anterior, que decorreu na Alemanha.


    As duas corridas de hoje, em Kegums, tiveram como vencedor o italiano Antonio Cairoli (KTM), atual líder da classificação geral do Campeonato do Mundo e tricampeão de MX1, com 416 pontos.


    Com cinco etapas ainda por cumprir, Rui Gonçalves (281 pontos) manteve o sétimo lugar na classificação geral do Mundial, com menos um ponto do que o italiano David Philippaerts (Yamaha), campeão do Mundo em 2008.


    A próxima prova disputa-se a 31 de julho, em Lommel, na Bélgica.


    Record
    _______
    O Desporto não dá mais anos à vida, mas dá mais vida aos anos. Por isso pratique-o regularmente.

  17. #37
    Sub-Administrador Avatar de RSCSA
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    tras-os-montes
    Idade
    39
    Posts
    15.042

    Padrão Moto Crosse – Rui Gonçalves soma 31 pontos no Brasil






    O português Rui Gonçalves (Honda) somou, este domingo, 31 pontos no Mundial de motocrosse (categoria MX1), ao ser quarto e oitavo classificado nas duas corridas do Grande Prémio do Brasil, quinta prova da temporada.

    Gonçalves, que teve a melhor prestação da temporada, é agora nono classificado no Mundial, com 110 pontos. Na liderança está o italiano Antonio Cairoli, com 203.


    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         111.png
Visualizações:	10
Tamanho: 	2,9 KB
ID:      	102269

Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Já fez "Like" na nossa página do facebook?

Acompanhe todas as novidades.