A crença do técnico leonino no título fica a dever-se ao facto de a Espanha, grande favorita, estar mais fraca, na sua opinião, do que em competições internacionais anteriores.
Vídeo Sapo