A Comissão Europeia lançou o concurso público tendo em vista a fabricação do futuro sistema europeu de navegação por satélite Galileo, composto por 30 satélites. Para evitar que um único consórcio fique com o conjunto do concurso, este foi dividido em 6 lotes representando as diferentes áreas de competências (dos lançadores aos sistemas em terra). Dado que os quatro primeiros satélites já foram encomendados, este concurso público diz respeito aos restantes 26 satélites e a toda a rede em terra. Os interessados serão seleccionados em função dos diferentes critérios, sendo que a atribuição dos lotes será divulgada em meados de 2009