A Comissão Europeia anunciou que os dois próximos satélites destinados ao futuro serviço europeu de localização por satélite Galileo serão lançados a 28 de Setembro próximo através de um foguetão Soyuz a partir de Kourou (Guiana Francesa). Estes dois satélites juntar-se-ão assim aos dois primeiros satélites Galileo IOV (para In-Orbit Validation), lançados a 21 de Outubro do ano passado. A utilização de quatro satélites é o mínimo obrigatório para poder prestar um serviço de navegação por satélite, permitindo assim medir a latitude, longitude e altitude de um ponto. A partir de aí, será possível fazer uma primeira avaliação sobre o desempenho deste serviço Galileo que, a prazo, será baseado num total de 30 satélites



t/sat