Morreu o actor espanhol Paco Valladares


O actor espanhol Paco Valladares, morreu no sábado em Madrid, com 76 anos, noticiou a cadeia televisiva Tele 5, citada pela Efe.

Valladares, natural da localidade sevilhana de Pilas, morreu após quatro anos de luta contra uma leucemia, tendo-se complicado o estado de saúde nos últimos dois dias, indicou a Tele 5.

O actor desenvolveu uma carreira de mais de 50 anos essencialmente no teatro, mas passou pela televisão, participou em vários concertos sinfónicos como recitador graças à sua excelente voz, e realizou recitais de poesia.

Uma das suas últimas peças com a qual andou em digressão por toda a Espanha foi 'Trampa mortal', de Ira Levin, com María Garralón, Alejandro Navamuel, Marisa Segovia e Rafael Esteban.

Um dos seus últimos sucessos foi a versão espanhola da comédia de costumes 'Víctor o Víctoria', de Blake Edwards, com música de Henry Mancini, adaptada e encenada por Jaime Azpilicueta, que estreou em Madrid em finais de Setembro de 2005.

Com formação musical e senhor de uma voz potente, esteve ligado à televisão espanhola desde o seu início, em 1956, tendo sido o primeiro locutor de continuidade da RTVE.

Também na década de 1980 liderou um programa televisivo de sucesso, apresentando música heavy e punk.

Paco Valladares estreou-se aos 14 anos na companhia infantil do Teatro Fontalba de Madrid, para onde a família se mudou.

Cursou posteriormente arte dramática no Conservatório da capital espanhola.

No cinema estreou-se em 1964 na película de José Luis Sáenz de Heredia, 'Franco: Ese hombre'.


Lusa/SOL