Página 78 de 99 PrimeiroPrimeiro ... 286877787988 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 1.541 a 1.560 de 1979

Tópico: Arquivo das Notícias Nacionais

  1. #1541
    GForum Vip Avatar de RoterTeufel
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Idade
    46
    Posts
    68.336
    Blog: Desesperam ao reconhecer familiares

    Padrão Segurança trava assalto e leva facadas

    Dolce Vita Tejo, na Amadora
    Segurança trava assalto e leva facadas

    Um funcionário da empresa de segurança Charon – Prestação de Serviços de Segurança e Vigilância, S.A. foi brutalmente agredido, ontem a meio da tarde, no Centro Comercial Dolte Vita, na Amadora, quando prestava serviço.

    Conheça todos os pormenores desta história na edição de hoje do 'Correio da Manhã'.

  2. #1542
    GForum Vip Avatar de RoterTeufel
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Idade
    46
    Posts
    68.336
    Blog: Desesperam ao reconhecer familiares

    Padrão Mata a mulher e suicida-se

    Sobral: Homem usa caçadeira para assassinar e enforca-se
    Mata a mulher e suicida-se

    A tragédia abateu-se sobre Moitelas, Sobral de Monte Agraço, na madrugada de sábado. Por motivos ainda desconhecidos, Manuel Soares, de 63 anos, desferiu um tiro de caçadeira no tórax da mulher, Maria Alice, de 61 anos, quando esta estava deitada na cama. Após ter assassinado a mulher, o homem enforcou-se na garagem da vivenda que o casal habitava há 17 anos.

    Manuel, camionista de profissão mas que se encontrava sem trabalho há algum tempo devido a um problema no joelho, aproveitou a ausência temporária do filho mais novo, que com eles vivia, para consumar a tragédia. Pegou na caçadeira e desferiu um tiro na mulher, costureira.

    "O filho, quando chegou a casa, por volta da uma da manhã, foi estacionar o carro na garagem e ouviu o barulho de algo a bater no carro. Eram as pernas do pai, que se tinha enforcado com uma corda", disse uma amiga da família, que preferiu o anonimato.

    "Depois de ver o pai, subiu para ver onde estava a mãe e encontrou-a já sem vida, na cama", disse a mesma fonte.

    Moitelas emocionou-se ontem no funeral do casal, que foi a enterrar lado a lado no cemitério de Sapataria. A dor era evidente nos familiares e amigos, que desconhecem as motivações para tal acto. "Nunca esta terra viveu uma tragédia assim. Eram pessoas de bem, trabalhadoras, mas também ouvi dizer que já tinham tido alguns problemas entre eles. Mas acho que isso é normal, ainda para mais em alguém que vive junto há muitos anos", disse um outro habitante de Moitelas, que conhecia os falecidos "desde pequenos."

    "A Maria Alice era uma jóia de pessoa e ainda há cerca de um mês estive com eles num almoço-convívio no Sobral. Estavam felizes e, como tal, todos fomos apanhados de surpresa com estas mortes. Tenho muita pena por eles e por os dois filhos. Um deles tinha mesmo construído há pouco tempo uma vivenda frente à dos pais para viver perto deles."

    PORMENORES

    TENTATIVA

    Segundo um habitante de Moitelas que conhecia a família há muitos anos, quando o casal ainda vivia perto de Alverca Manuel Soares tentou-se matar-se, ingerindo veneno.

    PEDIDO DE SOCORRO

    O filho mais novo do casal, o que se deparou primeiro com a tragédia, entrou em estado de choque, a ponto de não ter telefonado a pedir socorro. Acabou por se deslocar no próprio carro para pedir ajuda às autoridades, em Sobral de Monte Agraço.

    ALERTA ÀS 02h00

    O alerta chegou até aos bombeiros de Sobral de Monte Agraço às duas da manhã de sábado. Estes fizeram deslocar para Moitelas um carro de socorro e uma ambulância.

    CADÁVERES

    Os corpos do casal só foram retirados da vivenda aproximadamente sete horas depois do alerta, quando chegou ao local o médico-legista, que declarou os óbitos. A Polícia Judiciária investiga.

  3. #1543
    GForum Vip Avatar de RoterTeufel
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Idade
    46
    Posts
    68.336
    Blog: Desesperam ao reconhecer familiares

    Padrão Seca afecta todo o País

    Ambiente: Dois terços de Portugal em condições severas e extremas
    Seca afecta todo o País

    Todo o território de Portugal Continental está afectado pela seca e mais de metade do País está em condição severa ou extrema. O Interior Norte, a região de Castelo Branco e toda a zona central do País são as mais afectadas, correspondendo a 66 por cento do território. Apenas a Região do Algarve se encontra em seca fraca. O restante território apresenta-se em seca moderada.

    As temperaturas elevadas registadas no início e no final do mês transformaram Maio no mais quente dos últimos três anos. De 2 a 8 de Maio registou-se a primeira onda de calor do mês. Évora e Miranda do Douro foram as cidades mais quentes: os dias de calor prolongaram-se por oito dias. Em Beja, Bragança e Figueira de Castelo Rodrigo, a onda de calor teve a duração de sete dias.

    A partir do dia 28, refere o relatório climatológico do Instituto de Meteorologia, iniciou-se a segunda onda de calor que, em muitos locais do Interior, ainda prosseguia no final do mês.

    Em relação à precipitação verificada em Maio, a média foi bastante inferior à média registada no período de referência, de 1971 a 2000. Maio foi, por isso, um mês seco a muito seco, conforme consta no relatório do Instituto de Meteorologia.

    Apesar de os valores serem muito inferiores, estes ainda não se reflectem nas capacidades das albufeiras. Mesmo assim, as bacias hidrográficas registam valores muito inferiores à média mensal em anos anteriores.

    DOURO, ARADE E SADO À MÍNGUA

    Maio foi um mês arrasador para as reservas hídricas do País, provocando, em relação a Abril, a descida do valor médio em oito bacias hidrográficas e a subida em apenas quatro. Devido a um mês muito seco, mais de metade do País apresenta-se em seca extrema. Douro, Arade e Sado foram as bacias com maiores quebras, registando, respectivamente, descidas de 6,1, 4,8 e 4 por cento.

    Quando comparado com a média registada entre os anos hidrológicos de 1990/91 a 2007/08, apenas Guadiana e as Ribeiras do Algarve (Barlavento) apresentam valores superiores.

    O MAIO MAIS QUENTE DOS ÚLTIMOS 3 ANOS

    Os valores da temperatura média registados em Maio foram 1,4 graus mais quentes do que a média verificada em Maio durante o período de referência (entre 1971 e 2000). É o Maio mais quente dos últimos três anos, segundo os dados do Instituto de Meteorologia. Já Maio de 2008 foi um mês bastante irregular, com temperaturas máximas 1,5 graus inferiores aos valores médios de referência.

    Devido à forte precipitação, Maio do último ano marcou, inclusive, o final de um período de seca em todo o País, iniciado em Outubro de 2007. A média da quantidade de precipitação em Portugal Continental esteve ligeiramente acima do valor médio, sendo o Maio mais chuvoso do século XXI. Em 2007, os valores da temperatura média de Maio foram 0,5 a 1 graus superiores à média nos anos de referência, de 1961 a 1990.

    SAIBA MAIS

    BATATA-DOCE

    Maio é mês de plantar batata--doce, de colher fava e de ceifar as cevadas, aveias e trigos precoces.

    2002

    ano de conclusão da Barragem de Alqueva, o maior lago artificial da Europa, estendendo-se ao longo de 80 quilómetros.

    1951

    ano em que ficou concluída a Barragem de Castelo de Bode, que abastece a Região de Lisboa.

    TABERNAS

    A região de Tabernas, Almería (Sul de Espanha) é a única zona semidesértica da Europa. Foi palco de filmes western.

  4. #1544
    GForum Vip Avatar de RoterTeufel
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Idade
    46
    Posts
    68.336
    Blog: Desesperam ao reconhecer familiares

    Padrão Ladrões profissionais fazem roubo milionário

    Famalicão: Banco Popular assaltado durante a madrugada
    Ladrões profissionais fazem roubo milionário

    Um grupo de assaltantes altamente profissionais conseguiu desactivar o sistema de alarme de um banco, entrar nas instalações e aceder ao cofre de abertura retardada, onde se encontrava todo o dinheiro do banco. O assalto aconteceu na dependência do Banco Popular, em Ribeirão, Famalicão, durante a noite de ontem. Desconhece-se quantos eram, sabe-se apenas que muitos dos pormenores do roubo milionário se repetiram. Outro assalto idêntico foi conseguido nos primeiros dias de Abril na dependência do Banco Português de Investimento em Águeda.

    Mais uma vez, os ladrões também não deixaram rasto. Mas dadas as dificuldades de acesso e a dimensão do assalto, as autoridades acreditam que tenham sido pelo menos três homens, que lá estiveram pelo menos três horas .

    Entraram pelas traseiras, utilizando um andaime roubado de uma obra a decorrer no terreno ao lado. Conseguiram desactivar os alarmes e, já no interior, taparam os sensores de movimento para que não disparassem o alerta. Provocaram depois um corte de energia na zona junto ao cofre e, com uma rebarbadora, entraram na zona do dinheiro.

    À saída, voltaram a revelar profissionalismo. Destruíram as câmaras de vigilância e todo o sistema que teria permitido a obtenção de imagens. Não fizeram qualquer ruído e ninguém na vizinhança se apercebeu do assalto.

    A GNR de Famalicão esteve no local, mas o caso deverá ser encaminhado para a PJ do Porto, dado que têm competência exclusiva neste tipo de crimes.

    ASSALTO SEMELHANTE EM ÁGUEDA

    Em Abril deste ano, o BPI de Vale do Grou, em Águeda, também foi alvo de um assalto durante o qual os ladrões roubaram o cofre da dependência. Actuaram sem deixar rasto, uma vez que desligaram o sistema de alarme, destruíram algumas câmaras de videovigilância e levaram outras. Na altura, a Polícia Judiciária registou o "alto grau de profissionalismo " dos assaltantes, considerando que o aparato e a perícia do grupo foram "praticamente inéditos e já não se via há muitos anos neste tipo de assaltos".

    O crime pareceu premeditado, já que os assaltantes agiram como se conhecessem muito bem o local. Partiram a porta lateral e, de luvas, derrubaram a parede que protegia o cofre. Foi tudo muito silencioso, pelo que ninguém os viu fugir, até porque, às segundas-feiras à noite, as fábricas nos arredores não estão em laboração. Só quando os funcionários chegaram de manhã é que se aperceberam e alertaram as autoridades.

    COM LUVAS PARA NÃO DEIXAR VESTÍGIOS

    Os assaltantes usaram luvas e não deixaram vestígios. Também se desconhece o valor que terá sido roubado, mas tudo indica que possa ser elevado, dado que este tipo de assaltos é bastante proveitoso. Ainda segundo o CM apurou, este roubo poderá ter sido cometido por estrangeiros, dada a sofisticação e a raridade com que acontece no País.

    Só o conhecimento detalhado do sistema de alarmes permitiria que o mesmo fosse desactivado. Também teriam de saber onde se encontrava o sistema de gravação das imagens, já que não bastaria a destruição das câmaras. A zona escolhida também não terá sido por acaso. Riberão é uma pequena freguesia de Famalicão e o local onde se encontra o banco está longe da zona residencial. Ao lado há uma fábrica e um stand que estavam fechados.

    PORMENORES

    CONHECIAM O LOCAL

    O grupo actuou como se já conhecesse bem o local. Sabiam por onde aceder e como sabotar o sistema de segurança.

    DESTRUÍRAM CÂMARAS

    Com profissionalismo, desactivaram o sistema de alarme e destruíram as câmaras de vigilância e ainda provocaram corte de energia para entrar no cofre.

    NÃO FORAM VISTOS

    Na vizinhança ninguém se apercebeu do assalto. Só ficaram a saber quando viram as viaturas da GNR à porta do banco.

  5. #1545
    GForum Vip Avatar de RoterTeufel
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Idade
    46
    Posts
    68.336
    Blog: Desesperam ao reconhecer familiares

    Padrão GPS tira Porsche das mãos de gang

    Gaia: Três jovens encapuzados e armados atacam casal dentro de garagem
    GPS tira Porsche das mãos de gang

    O GPS – com serviço de localização de veículos – que o casal de empresários de Gaia instalou há nove anos salvou, ontem de madrugada, o Porsche que lhes tinha sido roubado horas antes, através do método de carjacking, quando chegavam a casa depois de um jantar. Foi através do sistema de referenciação por satélite que as vítimas, de 51 e 42 anos, conseguiram recuperar a viatura, a 22 quilómetros de distância, numa rua erma de Esmoriz.

    O carro de alta cilindrada estava abandonado, na rua Nuno Tristão, mas com as luzes ligadas. "Penso que deixaram ali o automóvel, para ver se alguém dava com ele e para não correrem riscos. Se não o encontrássemos, ficariam com ele", disse ao CM António Meira, o empresário que recuperou a viatura três horas depois do assalto.

    Era perto da meia-noite, quando o casal chegou de um jantar a casa, na praceta do Toural, em Gulpilhares, Gaia. Já estava no interior da garagem, quando três jovens armados se acercaram do Porsche.

    "Eram três miúdos, muito franzinos, dois estavam armados com pistola e um com uma faca, com pelo menos trinta centímetros. A princípio ainda pensei que fosse o meu filho na brincadeira e meti-me com um deles. Mas estavam muito nervosos", disse António, que afirmou ter conseguido manter a serenidade. "A minha mulher é que reagiu pior. Ficou em pânico e começou a chorar", relembra.

    Imediatamente após o assalto, António arrancou no encalço dos assaltantes, até que se lembrou do sistema de segurança do carro. "Voltei para casa, já depois de ter contactado a polícia, para ver onde é que o carro estava", recordou, mostrando ao CM, no seu computador, através do sistema de GPS o percurso feito pelos larápios, em 15 minutos.

    "Não tenho dúvidas de que se não fosse o GPS nunca mais via o carro", disse o empresário, que arriscou uma teoria sobre o que motivou assalto. "Acho que há uma organização maior por detrás destes jovens", sintetizou.

    ASSALTANTES ROUBARAM BMW NA MAIA

    Após o ataque em Gaia, um outro grupo de assaltantes roubou – também pelo método de carjacking – um BMW série 1. Um jovem de 27 anos , residente em Custóias, foi abordado por quatro assaltantes encapuzados e armados com caçadeira, na Via Arnaldo Duarte, ontem às 01h10, quando regressava de uma ida ao cinema. Os jovens ladrões, com idades entre os 20 e 30 anos, que seguiam num Fiat Uno vermelho, atacaram a vítima quando esta saía da viatura para entrar num escritório.

    PORMENORES

    JOVENS DE PRETO

    Segundo a vítima, os ladrões teriam entre 17 e 20 anos, estavam encapuzados e vestiam todos de preto.

    MOVIMENTOS SUSPEITOS

    Nos últimos dias, o casal de empresários já se tinha apercebido de que havia um grupo de pessoas que andava a rondar a casa.

    ERVAS ALTAS

    António Meira afirmou que ao entrar na vivenda não se apercebeu dos assaltantes, porque em frente há uma praça, na qual as ervas são altas, tapando a visibilidade.

    GPS

    Segundo o empresário, o sistema de GPS foi fulcral e gabou-lhe o preço. "Custa cerca de 250 euros e tem uma mensalidade de 11 euros."

  6. #1546
    GForum Vip Avatar de RoterTeufel
    Data de Ingresso
    Oct 2006
    Idade
    46
    Posts
    68.336
    Blog: Desesperam ao reconhecer familiares

    Padrão Roubaram 190 mil euros por telefone

    Viseu:Allan Sharif e sete familiares acusados de extorsão e burla
    Roubaram 190 mil euros por telefone

    O luso-americano Allan Sharif – conhecido por tentar assaltar um banco em Miami por telefone – e sete familiares foram acusados de burlar e extorquir, a partir de Portugal, dezenas de empresas estrangeiras, sob ameaça de bombas. Os arguidos arrecadaram, entre Agosto a Dezembro de 2007, mais de 190 mil euros sem saírem do distrito de Viseu, segundo a Acusação agora deduzida pelo Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Coimbra.

    As ameaças eram feitas por telefone. Allan Sharif comandava as operações e ligava para as empresas onde funcionavam os serviços financeiros da Western Union ou da MoneyGram, nos EUA, Reino Unido, Holanda e Dinamarca.

    A investigação, conduzida pelo DIAP de Coimbra e levada a cabo pela Unidade Nacional Contra--Terrorismo da PJ, concluiu que a rede familiar, encabeçada por Allan Sharif, actuava em duas frentes: extorsão e a burla.

    Em alguns casos, o luso-americano telefonava para as empresas e, ameaçando com a existência de bombas prontas a explodir nas instalações das vítimas, exigia o pagamento de avultadas quantias monetárias, a fazer através de transferências. Por vezes, alertava também para a presença de atiradores furtivos nas imediações das empresas, prontos a disparar.

    A outras firmas, que foram vítimas de burla, Allan Sharif identificava-se como funcionário do suporte técnico da Western Union. Alegando que o sistema informático estava com problemas, pedia aos funcionários para fazerem um teste de transferência de dinheiro – que afinal era real –, sendo os dados do destinatário (os seus familiares) fornecidos pelo arguido. Há situações em que uma só empresa fez várias operações deste género. No total estão em causa 27 situações de burla e extorsão. Em ambos os casos, o papel dos familiares, a maioria tios e primos do principal arguido, era recolher o dinheiro transferido pelas vítimas.

    PORMENORES

    MEMÓRIA FUTURA

    Trinta funcionários de firmas lesadas ouvidos por videoconferência para memória futura.

    PROCESSO VOLUMOSO

    O processo tem 18 volumes, mas foram analisados mais de 50 apensos e 200 CD de escutas telefónicas.

  7. #1547
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Á espera
    Posts
    7.465

    Padrão Jovem desapareceu na praia do Seixo

    Um rapaz de 15 anos ter-se-á afogado, hoje, na praia do Seixo, em Torres Vedras.

    Um jovem de 15 anos está desaparecido no mar numa praia não vigiada a norte de Santa Cruz, Torres Vedras, desde as 13:45, momento em que foram accionados os meios marítimos para o local para iniciar as buscas.

    "Por volta das 13:45 foi dado o alerta de duas pessoas na praia da Mexilhoeira, viemos a constatar que eram dois adolescentes de 15 anos, sendo que um conseguiu sair da água e outro está desaparecido", afirmou à agência Lusa o comandante da Capitania do Porto de Peniche, José Luís Guerreiro Cardoso.

    "Estamos a fazer buscas desde as 15 horas", adiantou.

    Para o local, foram accionados o helicóptero da Força Aérea, a lancha salva-vidas da Ericeira do Instituto de Socorros a Náufragos e uma lancha da Polícia Marítima de Peniche.

    "Estão a dirigir-se para o local uma lancha de fiscalização e uma corveta da Marinha", acrescentou o responsável, que assegurou que as buscas "vão manter-se durante o dia" até ser possível encontrar o adolescente.

    Trata-se do primeiro caso de afogamento nesta época balnear na área de jurisdição da Capitania do Porto de Peniche, entre o litoral dos concelhos de Caldas da Rainha e Torres Vedras.

    Contudo, já este ano foram socorridos outros dois banhistas em praias não vigiadas.

    Numa altura em que a época balnear só se inicia a 15 de Junho na região, o comandante da Capitania de Peniche alerta para a necessidade de as "pessoas não frequentarem praias isoladas ou que não conheçam".
    fonte.dn

  8. #1548
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Á espera
    Posts
    7.465

    Padrão

    As buscas para encontrar o jovem de 15 anos desaparecido no mar numa praia a norte de Santa Cruz, Torres Vedras, foram interrompidas às 21:30 e vão ser retomadas quinta-feira a partir das 07:30 para resgatar o corpo.

    "As buscas terminaram e estamos a desmobilizar os meios para amanhã serem retomadas as buscas no mesmo local", disse à agência Lusa o comandante da Capitania de Peniche, José Luís Guerreiro Cardoso.


    fonte.jn

  9. #1549
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Á espera
    Posts
    7.465

    Padrão Homem colhido por comboio em Contenças

    A circulação ferroviária esteve interrompida várias horas na Linha da Beira Alta, após um homem ter sido colhido mortalmente por um comboio, informou uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu.

    A fonte disse à Agência Lusa que o acidente ocorreu cerca das 16:15, junto à estação de Contenças, concelho de Mangualde, quando a vítima foi colhida por um comboio "Intercidades" que seguia no sentido de Vilar Formoso, o que levou à suspensão do tráfego.

    Para permitir a remoção do corpo e o cumprimento das formalidades legais, a circulação de comboios esteve interrompida quatro horas e meia, naquela estação da freguesia de Santiago de Cassurrães, tendo sido restabelecida próximo das 21:00.

    Além das autoridades policiais, estiveram no local os Bombeiros Voluntários de Mangualde, apoiados por três viaturas.

    fonte:jn

  10. #1550
    J.O
    J.O está offline
    Gforum Veterano Avatar de J.O
    Data de Ingresso
    Jun 2009
    Posts
    1.430

    Padrão Economia nacional: vem aí mais uma contracção severa

    Desemprego vai crescer até ao final de 2010

    A economia nacional vai enfrentar, no segundo trimestre deste ano, uma contracção severa, que se segue a uma quebra de 3,7% nos primeiros três meses deste ano, segundo os dados publicados terça-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

    A agência de ratings Fitch alerta, num relatório publicado esta quarta-feira, que o crédito hipotecário vai continuar pressionado nos próximos meses, já que a economia nacional deverá registar uma «contracção severa».

    No conjunto de 2009, a Fitch aponta para um recuo de 3%, a que se seguirá um ano de 2010 que será, na melhor das hipóteses, de estagnação. Quanto à taxa de desemprego, que atingiu os 8% no primeiro trimestre deste ano, vai aumentar até ao final do ano que vem, quando deverá atingir valores em torno de 10%.

    A agência alerta que esta deverá ser a maior recessão da última década e meia.

    Preço das casas vai continuar a cair o resto do ano

    No que se refere ao preço das casas, temática também abordada pelo relatório da Fitch, o índice da Confidencial Imobiliário, cresceu 1% em Março, mas no conjunto do primeiro trimestre diminuiu 0,67%. Durante o resto do ano, diz a Fitch, os preços devem continuar a cair mas de forma moderada.

    A agência alerta que o valor médio dos imóveis comprados com recurso a hipoteca registou uma forte queda, acompanhando o declínio do mercado e aponta o dedo à introdução de novos produtos de crédito e à subida dos rácios entre o valor do empréstimo e o da garantia prestada, que levaram à deterioração do perfil de crédito das transacções de títulos associados a créditos hipotecários à habitação.

    Apesar da evolução do mercado, a Fitch sublinha que o sistema bancário português continua forte e bem capitalizado.

  11. #1551
    NFS
    NFS está offline
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    Mar 2009
    Posts
    1.101

    Padrão Adolescente desaparecida recusa voltar para casa

    A GNR encontrou Marlene, de 15 anos, acompanhada por dois homens mais velhos e instaurou um processo-crime. A jovem não quis regressar a casa e foi internada num centro de acolhimento. A família nem sequer foi informada.

    Marlene, a adolescente de 15 anos desaparecida desde 29 de Maio, foi anteontem à tarde localizada em Penacova, a cerca de 80 quilómetros de casa. A menor recusou regressar para perto da família e foi internada numa instituição. Mas o pai e a madrinha não foram informados nem do aparecimento nem da medida da Segurança Social.

    Os militares da GNR de Pombal encontraram Marlene numa casa em Riba de Baixo, concelho de Penacova, acompanhada por uma amiga de 16 anos e por, pelo menos, dois homens adultos que foram identificados.
    O processo do desaparecimento da menor foi arquivado, mas uma fonte da GNR disse ao DN que foi instaurado um processo-crime contra os dois homens, por suspeita de abuso sexual com adolescente. O caso já está nas mãos de uma procuradora do Ministério Público de Pombal.

    Ainda de acordo com a mesma fonte, Marlene pulou o gradeamento da escola, no Louriçal (Pombal), para se juntar a uma amiga de 16 anos, que vive com os avós em Cova da Serpe, Brenha (Figueira da Foz). Ainda ficou por lá uns dias, mas depois foi com ela para casa dos dois homens já identificados.
    Durante a última semana Marlene manteve o telemóvel desligado e não contactou a mulher que cuidava dela desde bebé.

    Assim que a GNR a localizou, Marlene foi clara: não queria regressar à casa da família. A GNR contactou a Segurança Social, que optou por levá-la de imediato para uma casa de acolhimento em Chão de Couce, perto do Avelar.
    Marlene está, desde então, internada na "Casa do Canto".
    Ontem, à hora de almoço, o pai - paraplégico - soube pela televisão que a filha fora encontrada. Marco Marques esperou que a GNR lhe telefonasse. Nada.

    A meio da tarde contactou o posto local. Foi informado que a filha estava a cargo da Segurança Social. Ao final da tarde, soube pelo DN que a sua filha estava internada numa instituição.
    "Estou muito desiludido. Como é possível ninguém me ter informado. Ela tem família, não é nenhuma cabeça de gado", disse indignado ao DN.

    Marco explicou que a filha foi entregue aos cuidados da sua madrinha ainda bebé. Ele vive a 500 metros dela e estava diariamente com ela. "Não nos falou de problema algum, nem me pareceu que tivesse más notas", diz.

    Na escola não se diz o mesmo. Na altura do desaparecimento, a Direcção denunciou a falta de aproveitamento escolar da adolescente.


    DN

  12. #1552
    NFS
    NFS está offline
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    Mar 2009
    Posts
    1.101

    Padrão Violador de menores foi novamente libertado

    Homem acusado de violar uma menor de 16 anos - filha de um seu empregado - acabou por ser libertado pelo juiz e fica sujeito a uma medida de coacção de apresentação periódica às autoridades. A PJ acabou por deixar passar o prazo legal de preventiva quando fez a detenção, na semana passada.

    O dono de uma herdade de Idanha-a-Nova, suspeito de violar uma menor de 16 anos saiu em liberdade do tribunal e vai ter de ser apresentar periodicamente às autoridades como medida de coacção aplicada pelo Tribunal de Idanha-a-Nova.

    Tanto o patrão como a mãe da menor, ambos ouvidos no tribunal, estão sujeitos a termo de identidade e residência decorrente da condição de arguidos, acrescentou fonte da GNR de Idanha-a-Nova.

    A mãe foi constituída arguida por suspeita de conhecer e instigar os abusos. O homem de 55 anos, casado e reformado, tem antecedentes criminais de violência doméstica, segundo a Polícia Judiciária, que o deteve há uma semana. No entanto, viria a ser libertado sem primeiro interrogatório nem aplicação de medidas de coacção por o tribunal ter esgotado as 48 horas de detenção em que o podia ouvir.

    O arguido voltou a ser ouvido na terça-feira e aí o juiz aplicou-lhe a medida de coacção. Os factos investigados ocorreram na zona de Idanha-a-Nova, em Setembro e Outubro de 2008. O detido era patrão do pai da vítima, que é pastor.

    Durante as investigações, outras duas filhas mais velhas do pastor terão confirmado à PJ que também tinham sido violadas pelo patrão quando ali viveram.


    DN

  13. #1553
    NFS
    NFS está offline
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    Mar 2009
    Posts
    1.101

    Padrão “Sócrates sozinho já não chega”

    As ondas de choque no PS por causa da derrota nas eleições europeias não param e todos os dias alguns destacados militantes pedem mudanças. Ontem foi a vez de João Cravinho, ex-deputado do partido, deixar o aviso:

    "Sócrates sozinho já não chega (...). Tem de estar com mais alguém, vários que dêem a noção de que a política que se vai seguir na próxima legislatura não é a política de um homem só."

    As palavras de Cravinho à Rádio Renascença já mereceram reacções. Ao CM, José Lello, secretário nacional do PS, refutou a tese do ex-deputado sustentando que "a política do PS nunca foi a de um homem só". Mais, Lello recordou que Cravinho "está em Londres".

    Para o dirigente houve um congresso do PS muito participado e Cravinho não foi. "É por isso que talvez não perceba bem como funciona o partido", rematou Lello.

    "Não é pelo facto de se ter tido um sobressalto nas eleições, que contam apenas para o Parlamento Europeu, que, digamos assim, o PS tenha de fazer uma revolução interna", acrescentou ao CM.

    Já o primeiro-ministro, José Sócrates, reiterou a legitimidade do seu governo. E não aceita a leitura da Oposição: "É um abuso." Em causa estão, por exemplo, grandes investimentos públicos contestados pelo PSD. Ora, Cravinho concorda com a Oposição porque "não é altura de comprometer definitivamente o País por dois ou três meses de pura ânsia e sofreguidão num caminho que depois pode ser muito difícil".

    SEGURO PEDE HUMILDADE

    O deputado socialista António José Seguro defendeu esta semana que os socialistas devem compreender os resultados das eleições europeias, que deram a vitória ao PSD, com "muita humildade" e de "cabeça fria".

    "É preciso compreender e ler os resultados com muita humildade. É preciso efectuar uma reflexão serena e tranquila, com cabeça fria, e é preciso que, todos juntos, os socialistas possamos trabalhar mais e melhor para vencer as eleições do Outono", declarou terça-feira no Parlamento. Questionado pelo CM sobre as palavras de João Cravinho à RR, Seguro foi lacónico: "O que tinha a dizer sobre o resultado das eleições disse ontem [dia 9]."

    Logo no dia seguinte às eleições, outro socialista, Vera Jardim, insistiu que era preciso uma reflexão sobre "o que falhou".

    PORMENORES

    OUVIR O BLOCO

    O candidato do PS a Faro, José Apolinário, continua a afastar para já cenários de coligações à esquerda, mas admite empenhar-se em ouvir os vários sectores de Faro que levantaram um cartão amarelo aos socialistas nas últimas eleições europeias.

    MANUEL ALEGRE

    O deputado já avisou que as eleições europeias "indiciam um voto de protesto e uma vontade de mudança".

    AÇORES

    O recém-eleito eurodeputado Vital Moreira está nos Açores a retemperar forças, como se pode ler no seu blogue, Causa Nossa.

    OS MANDATOS

    Os socialistas ficaram com sete mandatos na Europa, menos um do que o PSD, num total de 22 mandatos. Em 2004 obtiveram 12 de um total de 24.


    CM

  14. #1554
    NFS
    NFS está offline
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    Mar 2009
    Posts
    1.101

    Padrão PJ apanha 124 violadores

    A criação de brigadas especializadas, a funcionar 24 horas por dia na Polícia Judiciária, para combater os crimes sexuais fez disparar o número de detenções.

    Em média, tem sido detido um violador a cada três dias. Em Lisboa e no Porto, além dos serviços de piquete há serviços de prevenção aos crimes sexuais. Resultado: o número de detenções tem vindo a aumentar (só em Maio foram 17) com a recolha cada vez mais rápida dos vestígios

    CM

  15. #1555
    NFS
    NFS está offline
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    Mar 2009
    Posts
    1.101

    Padrão Menores viviam em situação miserável

    Dois meninos, de dois e cinco anos, foram retirados à família por maus tratos e falta de condições na casa onde viviam. Ruben e Diogo estão agora numa instituição de acolhimento em Matosinhos onde irão ficar por tempo indeterminado.

    Manuel Teixeira, de 44 anos, que alega ser pai de Ruben, de dois anos, afirma ter já autorização das assistentes sociais para ir buscar o menino amanhã, mas que por motivos de trabalho só o poderá fazer segunda-feira.
    Tudo aconteceu anteontem à noite quando Adélia, de 26 anos, mãe dos meninos e companheira de Manuel há mais de três anos, se dirigiu à esquadra da polícia alegando ter sido vítima de violência doméstica por parte do companheiro.

    A mulher, que apresentava diversas nódoas negras no corpo, foi acompanhada pela polícia à casa onde reside em São Mamede de Infesta, Matosinhos. Ao chegar ao local os agentes depararam-se com um cenário deplorável: estavam várias roupas espalhadas pelo chão, a casa estava suja e sem as condições mínimas de higiene. No frigorífico apenas restava um pedaço do bolo de aniversário de Ruben, que fez anos no dia 5.

    As assistentes sociais foram chamadas ao local e imediatamente trataram de todos os procedimentos legais para retirar as crianças à família.
    Manuel, motorista de autocarros, encontrava-se a trabalhar naquela altura. Ao chegar ao local o homem negou ter maltratado Adélia, que agora está num abrigo para vítimas de violência doméstica. "Ela tinha nódoas negras mas não fui eu que lhe bati", garante o homem.

    Quanto às condições em que os menores viviam, Manuel remete a responsabilidade para a companheira e promete lutar pela guarda de Ruben. "Devido ao meu trabalho passo muitos dias fora de casa. Já discuti muitas vezes com ela porque os meninos passavam fome e estavam vários dias sem tomar banho", acusa.


    CM

  16. #1556
    NFS
    NFS está offline
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    Mar 2009
    Posts
    1.101

    Padrão Infracções ambientais dão multas milionárias a três empresas

    Enquanto o Governo não reduz as multas no regime das contra-ordenações ambientais, o Ministério do Ambiente está a mostrar uma inédita mão pesada.

    Este ano, já três empresas receberam 'facturas' de mais de meio milhão por infracções ambientais, mas com contornos surrealistas. Uma dessas empresas tem capitais públicos das Águas de Portugal, tutelada por Nunes Correia; outra pertence à Misericórdia e autarquia de Belmonte, que estava a desenvolver um projecto supostamente ecológico. A terceira é uma produtora de compressas.

    Três multas acima de meio milhão de euros foram já aplicadas este ano pelo Ministério do Ambiente por desrespeito a normas das leis da água e dos resíduos.

    Os montantes extraordinariamente elevados decorrem do regime de contra-ordenações ambientais de 2006, que o Governo quer agora alterar por considerar porem em causa a sobre- vivência das empresas em época de crise e para desentupir os tribunais de processos de impugnação judicial.
    De acordo com dados do Ministério do Ambiente a que o DN teve acesso, este ano constam 51 multas com valores superiores a 25 mil euros, situação incomum antes da entrada em vigor do regime de 2006.

    Por exemplo, até 2003 apenas uma empresa tinha sofrida uma multa acima deste patamar. No top 10 deste ano constam multas a empresas com montantes que superam os 62,1 mil euros - ou seja, caem no espectro das infracções consideradas 'muito graves' e mesmo com dolo.

    No topo desta 'lista negra' está a multa imposta a uma pequena empresa que, por ironia, até desenvolve um projecto de cariz ambiental: a Ecoldiesel.
    Criada há cerca de quatro anos pela Santa Casa da Misericórdia de Belmonte e também com capitais da EMPDES (uma empresa municipal), a Ecoldiesel pretendia recolher e regenerar óleos de frituras em mais de mil estabelecimentos de restauração para produzir entre dois e três mil litros de biodiesel por dia.

    Contudo, os serviços de inspecção ambiental detectaram faltas de licenciamento e de registo, bem como violações 'muito graves' na descarga de efluentes. E, sem misericórdia, aplicaram uma multa geral de 557,1 mil euros.
    Em 2005, o presidente da empresa municipal de Belmonte, João Gaspar, justificava a entrada de capitais autárquicos na Ecoldiesel "por se tratar de uma indústria inovadora e limpa".

    Em todo o caso, este ano a empresa que lidera no montante total de multas ambientais é a Recilis - uma empresa criada há poucos anos com o objectivo de resolver, em definitivo, o grave problema dos esgotos das suiniculturas da região de Leiria, que tem massacrado as populações locais, sobretudo em redor da famosa ribeira dos Milagres. Se durante anos a mão pesada do Ministério do Ambiente não se fez sentir, agora já se aplicaram duas multas. A primeira no valor de 60,1 mil euros; a segunda de 500,1 mil euros, neste caso não cumprir as normas exigidas para o tratamento das águas residuais por parte do Ministério do Ambiente.

    Contudo, curiosamente, estas multas sucedem pouco tempo depois do anúncio da entrada da empresa Águas de Portugal, com uma quota de 40%, no capital da Recilis. Ou seja, o Ministério liderado por Nunes Correia acaba por multar a Recilis que detém capitais públicos de uma empresa por si tutelada.

    A terceira multa acima do meio milhão de euros foi aplicada à Albino Dias de Andrade Lda, uma empresa de Paços de Ferreira, que produz compressas hospitalares, por incumprimento 'muito grave' das normas de descarga de águas residuais.

    Com uma multa superior a 100 mil euros foi sancionada a Ega, uma empresa tipográfica de Loulé. Todos estes processos encontram-se em impugnação judicial ou as empresas ainda não foram formalmente notificadas ou ainda não expirou o prazo para recurso nos tribunais.

    Estas multas são, porém, a ponta do icebergue das infracções em matéria ambiental. Só este ano, até Abril, o Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR, a principal entidade fiscalizadora, instaurou 5.233 processos de contra-ordenação, a que acrescem 534 crimes de natureza ambiental .

    Francisco Ferreira, dirigente da Quercus, que desconhecia a aplicação de multas tão pesadas, considera que "o regime de contra-ordenações está desajustado da realidade". "Criticámos os argumentos invocados pelo Governo para reduzir os montantes máximos das multas por darem um sentido errado, de se pode continuar a poluir."

    Para este ambientalista, as contra-ordenações deveriam "separar o que é uma poluição persistente e muito grave, como sucede com os esgotos das suiniculturas ou de uma grande empresa, de um caso como o de Belmonte".

    De acordo com Francisco Ferreira, "seria mais adequado impor o fecho de uma empresa que, de forma notória, não têm viabilidade ambiental do que estar a aplicar-lhe uma multa que jamais terá capacidade para pagar".


    DN

  17. #1557
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Á espera
    Posts
    7.465

    Padrão "Cala-te já ou levas um balázio"

    Levia Antunes ia guardar o carro - um Fiat Stilo - na garagem. Vinha da fisioterapia, quando lhe apareceu um indivíduo, que a ameaçou com uma arma de fogo, a agrediu e lhe roubou a viatura, com os documentos, chaves e dinheiro.

    Nada fazia prever a Levia, de 46 anos, que, anteontem, mesmo à entrada do prédio onde reside, na Rua de Cortinhas, em Vermoim, na Maia, iria ser alvo de "carjacking".

    "Estava a preparar-me para meter o carro na garagem, pelas 21,30 horas, quando vejo um carro a acender as luzes e a fazer inversão de marcha", conta Levia ao JN. "Pareceu-me um Renault Clio cinza prateado", acrescenta. Transportava três indivíduos.

    Ao parar o carro em frente à porta da garagem do prédio, é surpreendida por um indivíduo, que diz ter cerca de 18 anos, com o cabelo rapado, calças de ganga e um casaco preto. De repente, ele tentou abrir-lhe a porta do carro, mas sem êxito, pois tinha-a trancada. De pistola em punho, do outro lado da janela do automóvel, gritou-lhe: "Sai do carro, já!".

    Assustada, Levia começou a buzinar, na tentativa de algum dos vizinhos a acudir. E, no meio de tanto nervosismo, acabou por desbloquear o fecho automático das portas do carro, o que fez com que ele pudesse abrir a porta e ameaçado: "Cala-te já ou levas um balázio". E puxou a mulher para fora do carro. No entanto, apesar de estar com a cabeça no chão, Levia ainda conseguiu por instantes continuar a buzinar com o pé. É então que o assaltante lhe dá uma coronhada na cabeça. Furioso com o barulho, outro assaltante, sai do carro em que chegaram e grita: "Despacha-te!". É então que Levia é agredida mais uma vez com a arma na cabeça.

    O segundo assaltante entrou no carro e arrancou, mesmo com as portas abertas. Sem desisitir de reaver o seu veículo, Levia levanta-se e salta para cima do capô do carro, acabando por escorregar e vendo os assaltantes fugir com a sua viatura. Além do automóvel, Levia ficou sem a sua carteira e as chaves de casa. "Vamos mudar as fechaduras", afirma Francisco Antunes, o marido.

    Levia foi assistida pelo INEM e foi transportada ao Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, onde foi suturada com sete pontos na cabeça.

    Este é o terceiro caso ocorrido esta semana no Grande Porto. Um Porsche e um BMW foram alvos de carjacking na passada segunda-feira, em Gaia e na Maia.

    Fonte:jn

  18. #1558
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Á espera
    Posts
    7.465

    Padrão Pirotécnico de Paços não resistiu às queimaduras

    Faleceu, anteontem à noite, o homem que ficou gravemente ferido na última quinta-feira, na sequência da explosão de uma pirotecnia ilegal que funcionava na freguesia de Paços, Fafe.

    José Freitas Pereira, 52 anos, não suportou as graves queimaduras que atingiram 97% do seu corpo e sucumbiu na unidade de queimados do Hospital de S. João, Porto, para onde foi transportado desde o local do acidente num helicóptero do INEM. A vítima era conhecedora da indústria pirotécnica que acabou por ser alvo de um acidente numa oficina que não se encontrava legalizada nem dispunha das mínimas condições de segurança, segundo Salgado Santos, vereador da Protecção Civil da Câmara Municipal de Fafe. O corpo de José Pereira será autopsiado amanhã, sendo depois agendadas as cerimónias fúnebres.


    fonte:jn

  19. #1559
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Á espera
    Posts
    7.465

    Padrão Um morto em acidente no IP 4

    Um homem com cerca de 70 anos de idade morreu, ontem de manhã, na sequência de um acidente entre dois veículos ligeiros no IP4, na zona da Boavista, em Vila Real, do qual resultaram mais dois feridos graves.

    O acidente de viação no IP4 ocorreu cerca das 10.30h na zona da Boavista, em Vila Real, do qual resultou um morto e dois feridos graves. A vítima mortal é um homem com cerca de 70 anos. No mesmo automóvel seguia uma mulher, com idade semelhante, que ficou ferida com gravidade. Na outra viatura seguia um homem, que também ficou gravemente ferido. Ambos os feridos foram transportados para o Hospital de Vila Real depois de uma avaliação feita no local pelo médico da Viatura de Emergência Médica e Reanimação de Vila Real.

    O acidente teve origem numa colisão lateral entre dois veículos ligeiros. Um seguia na direcção ascendente, de Amarante para Vila Real e o outro no sentido contrário, que terão chocado com alguma violência obrigando os bombeiros a utilizar meios de desencarceramento para retirar a vítima mortal e a acompanhante. "As operações de remoção dos ocupantes dos automóveis demoraram cerca de duas horas, "devido ao mau estado em que se encontravam as viaturas, principalmente aquela onde seguia a vítima mortal", relatou Álvaro Ribeiro. O trânsito no IP4 esteve condicionado durante duas horas, o que provocou algumas filas, sendo a normalidade restabelecida às 12.45 horas.

    fonte:jn

  20. #1560
    Gforum Veterano
    Data de Ingresso
    May 2007
    Localização
    Á espera
    Posts
    7.465

    Padrão Último sono no carro para garantir lugar à borla

    São muito poucos os lugares gratuitos em Lisboa. As zonas periféricas, Sete Rios, imediações do Colombo e Cidade Universitária são as melhores opções. Mas, no centro, há uma "ilha" escondida perto do Marquês de Pombal.

    Fazendo contas à vida, e tendo por base um horário das 9 às 18 horas, chega-se à conclusão de que quem quiser estacionar em Lisboa terá de desembolsar uma verba em parquímetro superior a 10 euros/dia. Ou seja, mais de 200 euros mensais. Uma conta demasiado elevada, à qual há que somar o preço do combustível, e que faz com que muita gente opte por se levantar mais cedo que o necessário para garantir um dos poucos lugares disponíveis na cidade, ou na periferia, onde é possível deixar o carro sem gastar um euro.

    Estes casos são tão poucos que há mesmo quem opte por chegar duas horas mais cedo e dormir este tempo no banco do seu automóvel. Este fenómeno é evidente na zona de Sete Rios, onde, em frente ao Jardim Zoológico, ou na parte sul da avenida, sob o viaduto do Eixo Norte-Sul, há ainda parques de estacionamento não taxados. A opção é seguir depois, no metro, para o centro da cidade.

    Para os que não estão para madrugar, e não se importam de fazer uma espécie de "todo-o-terreno", há um baldio, frente às Torres Gémeas, também na zona de Sete Rios, onde cabe mais de centena e meia de automóveis. Aqui, o estacionamento é gratuito, mas convém ir amealhando a poupança em parquímetro para a oficina, porque o piso, em terra batida, está cheio de buracos e declives, que não dão "muita saúde" à suspensão dos automóveis. Ainda assim, para garantir lugar, o melhor é não chegar depois da 8.30 horas.

    A Cidade Universitária é outro dos locais onde os parquímetros não chegaram. Aqui não será preciso chegar tão cedo, mas é necessário andar um pouco mais para chegar ao metro.

    Se na Baixa é praticamente impossível encontrar um só lugar disponível - as excepções, que se contam pelos dedos, são casos isolados de sinalização vertical mal colocada, que deixam um lugar livre - há uma "ilha", bem perto do Marquês de Pombal, onde se pode estacionar o dia inteiro sem pagar: um logradouro entre prédios das avenidas António Augusto de Aguiar e Sidónio Pais, com entrada e saída por dois túneis na primeira.

    Neste último caso, onde caberão umas quatro ou cinco dezenas de automóveis, a excelente localização - nem é preciso metro para chegar ao centro - acarreta igualmente "efeitos secundários". O piso, tal como no baldio de Sete Rios, é irregular e, como o espaço é pouco, obriga por vezes a "gincanas" apertadas para não deixar marcas no carro do vizinho. Também aqui, para garantir lugar, o melhor é chegar cedo - antes das sete da manhã - e depois dormir o último sono dentro do carro. Uma espécie de "hotel a céu aberto", que funciona às primeiras horas da madrugada, que qualquer dos moradores conhece.

    Menos recorrentes são os casos do Parque das Nações, nas avenidas junto à Estação do Oriente, e na Segunda Circular, nas imediações do Colombo. Neste último caso, afiguram-se duas opções. Na Rua Dr. João Couto, paralela à Segunda Circular, onde é possível deixar o carro sem galgar terrenos baldios e em lugares perfeitamente identificados, ou então, no parque improvisado, junto à Avenida do Colégio Militar.

    fonte:jn

Página 78 de 99 PrimeiroPrimeiro ... 286877787988 ... ÚltimoÚltimo

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Já fez "Like" na nossa página do facebook?

Acompanhe todas as novidades.