A Tiffany perdeu um processo interposto contra o eBay em que defendia que maioria das jóias vendidas com a sua marca através do sítio de leilões na Internet eram falsas.

Contudo, o tribunal de Nova Iorque que julgou o caso determinou que o eBay agiu correctamente na implementação de medidas de protecção contra falsificações e que cabe aos proprietários das marcas protegê-las.

Esta decisão foi anunciada pelo sítio de leilões, em comunicado, pouco depois de ter perdido um processo semelhante contra a LVMH, a quem foi condenada a pagar mais de 38 milhões de euros pela venda de malas, roupas e perfumes falsificados da marca.

Num outro processo anterior, levando pela Hermès, o eBay teve também de pagar uma quantia de 20 mil euros.

HB