Em três minutos, três homens encapuzados e vestidos de preto assaltaram ontem o balcão da Caixa Agrícola, da freguesia rural de Pechão, em Olhão.

Dois entraram na dependência bancária e, segundo apurou o CM, apontaram duas pistolas à funcionária, que ainda tentou travar a entrada dos ladrões, ao não abrir a porta, sendo depois arrombada.

Não existiam clientes dentro do banco e um dos funcionários estava na casa de banho. Saiu assustado com os gritos da colega (que sofre do coração) e ainda teve uma pistola apontada a ele.

"Entraram dois de cara tapada e o terceiro ficou no carro. Passados três minutos já estavam cá fora e fugiram a alta velocidade", contou ao CM uma testemunha, que pediu o anonimato. Pouco tempo antes tinha estado uma carrinha da Prosegur a carregar a caixa multibanco.

O trio fugiu com cerca de 2,5 mil euros da caixa num Honda Civic vermelho que, ao que o CM apurou, foi furtado a um agente da PSP de Olhão, que só depois do assalto ficou a saber que lhe tinham roubado o carro. Foi abandonado dois quilómetros depois. O CM sabe que a GNR e Polícia Judiciária (PJ) procuram agora uma segunda viatura que estaria à espera do grupo numa estrada em direcção a Olhão.

Quando as autoridades chegaram ao local a viatura alegadamente furtada ainda estava a trabalhar e apresentava sinais de que tinha sido feita ligação directa para funcionar.

Durante a fuga, os assaltantes trocaram de roupa, que foram deixando pelo caminho percorrido.

A PJ recolheu vestígios no banco, viatura e roupas. Até ao fecho da edição não havia detenções.
Rui Pando Gomes