Três portugueses foram assassinados no estrangeiro com tiros de arma de fogo na última semana. Duas vítimas morreram na África do Sul, enquanto a terceira, um empresário de 45 anos, foi ontem executada com dois tiros na Córsega, França.

Os crimes na África do Sul ocorreram na semana passada. Um português de 50 anos, da Cova da Piedade, Almada, foi baleado duas vezes na terça-feira da semana passada quando cobrava rendas num bairro residencial de Joanesburgo. Os autores dos disparos roubaram-lhe todos os bens e fugiram. Morreu ontem num hospital. Na sexta--feira, um outro português, de 47 anos, natural da Madeira, foi abatido a tiro no talho que explorava no Soweto, Joanesburgo.

A terceira vítima foi um empreiteiro de 45 anos, assassinado com dois tiros na cabeça numa estação de serviço de Cervione, na ilha francesa da Córsega.

cm