A Record vai retirar da sua grade de programação o conteúdo produzido pela Igreja Universal do Reino de Deus. Os horários comercializados para outras religiões também serão afetados.

O vice-presidente comercial da Record, Walter Zagari foi quem deu a notícia durante o julgamento de um prêmio, em São Paulo. Edir Macedo, líder espiritual da Universal e controlador da Record, estipulou que a partir de junho de 2009 a madrugada da emissora deverá estar livre das inserções da Igreja.

A assessoria da Record não confirmou oficialmente a mudança na grade.

Fonte:Adnews