Tem dúvidas sobre um dos maiores prazeres da vida? Nós respondemos a algumas perguntas "proibidas"



Que mulher não tem uma série de dúvidas sobre sexo e alguma vergonha de perguntar? Isso é normal. Mas estas interrogações não podem significar um obstáculo ao prazer. “Quanto mais a mulher conhecer o seu corpo, mais fácil será explorar a sua própria sexualidade”, diz a psiquiatra Carla Gil.


1. Sou muito tímida para pedir o que quero na cama. Como encontrar a forma certa de o dizer?


A melhor maneira de expressar os seus desejos é a subtileza. “Em vez de dizer ao parceiro que quer ser beijada no pescoço, por exemplo, ofereça-lhe o pescoço! Quando ele começar, incentive-o a continuar”, sugere Nelma Penteado, professora de artes sensuais.


2. É normal as mulheres se masturbarem?


Completamente normal. “A masturbação é importante para a mulher descobrir em que partes do seu corpo sente mais prazer”, explica o sexólogo Carlos Borges.A masturbação não tem de incluir a penetração de objectos, como um vibrador, ou do dedo. Basta dar prazer à mulher.


3. Sinto dor nas relações. O meu médico diz que não tenho nada fisicamente. Porque me dói?


Pode ter vaginismo, uma contracção da musculatura da vagina, que impede a entrada do pénis. Ao forçar a penetração, o homem provoca a dor. Também pode ser falta de lubrificação, por causas físicas (problema hormonal) ou psicológicas.


4. As grávidas podem fazer sexo normalmente?



Desde que não seja uma gravidez considerada de risco, a mulher pode fazer sexo normalmente. Caso a futura mamã sinta contracções no final da gravidez, é melhor evitar o ato sexual. No entanto, se ela e o bebé estão de perfeita saúde e o médico autorizar, é possível ter sexo.


5. O meu parceiro ejacula rapidamente. Como faço para prolongar esse tempo?



Quando o homem ejacula antes dos cinco minutos de penetração e não consegue controlar esse impulso, é possível que ele tenha ejaculação precoce. Geralmente, isso é causado por factores psicológicos como ansiedade ou trauma sexual na infância e deve ser tratado por psicólogos especializados.


6. Que doenças da terceira idade podem prejudicar a minha vida sexual?



De acordo com Anne Hooper alguns distúrbios nessa faixa etária podem comprometer a relação sexual. Entre eles, estão a artrite, que ataca as articulações e prejudica a mobilidade durante a relação sexual. Outros inimigos são as diabetes, que podem provocar infecções vagina e vulva, caso não seja tratado adequadamente. Nos homens, as diabetes podem causar impotência.


7. Quais são as fantasias que as mulheres querem realizar



Um estudo realizado pela terapeuta sexual americana Gina Ogden mostrou quais são as fantasias que as mulheres mais desejam realizar. Elas são:


1 Fazer sexo com um ator, cantor ou outro homem lindo e famoso.

2 Ser dominada pelo parceiro durante o ato sexual.


3 Ser amarrada pelo parceiro durante a relação.


4 Sexo com alguém proibido, como o cunhado ou o vizinho.


5 Sexo com algum professor ou com um aluno.


6 Cenários românticos, como sexo numa praia ao luar.


7 Experimentar o acto sexual com outras mulheres.


8 Fazer sexo com sentimentos profundos envolvidos.


9 Sexo em locais perigosos, que aumentam a emoção.


10 Usar brinquedos sexuais, como vibradores.


8. Costumo pensar noutros homens para ter um orgasmo. Depois sinto culpa. Fantasiar é igual a trair?



Fantasias ajudam o casal a não cair na rotina. Mas, se as encara como traição, isso indica que se sente insatisfeita na relação.


9. Devo fingir orgasmo para satisfazer o meu marido?



Esse é um conflito comum para muitas mulheres. Elas preferem fingir um orgasmo a admitir que não tiveram prazer. Uma solução é parar de fingir e pedir ao parceiro carícias que facilitem o seu orgasmo.


10. Em que lugar da vagina a mulher sente maior prazer?



É no famoso ponto G, aquele tal que promete orgasmos intensos e maravilhosos. Ele fica atrás do osso púbico, dentro da parede da vagina. Pode encontrá-lo explorando a vagina com o dedo ou com toques do parceiro.


11. Porque é que a vagina faz uns barulhos estranhos?



Porque o movimento do pénis faz entrar e sair ar da vagina. Isso é normal, mas, se o barulho for escandaloso, opte pelo bom humor. Se quiser evitar esse ruído estranho, faça sexo na posição de concha.


12. O que fazer se o meu parceiro falhar na cama?

Seja carinhosa. “Trate a situação com naturalidade”, ensina Carla Gil. Beije-o, abrace-o, puxe outro assunto. A excitação voltará naturalmente e podem recomeçar a folia com mais fôlego.


13. Sinto mais prazer nos preliminares do que no acto. É normal?



É sim. Nos preliminares, o casal descobre os pontos sensíveis um do outro. “As pessoas acham que a penetração é a parte mais importante, mas é só mais uma etapa”, explica Carla Gil.


14. Há problema em fazer sexo menstruada?



A menstruação não deve atrapalhar em nada. “A maioria dos homens não sente nojo. A mulher é que acha anti-higiénico”, afirma Carla Gil. Agora, se o seu parceiro se sente desconfortável com o facto, que tal convidá-lo para uma sessão de prazer debaixo do chuveiro?

15. Tenho vergonha de receber e fazer sexo oral, mas queria experimentar. Como?



Que tal começar por brincar? Pode ser com chantily (ou mel), por exemplo. Passe-o nas partes do seu corpo em que gostaria de ser excitada e deixe a língua do seu parceiro fazer o resto. Vá só até onde quiser.


16. Invejo uma amiga que diz sentir muito prazer com o sexo anal. Como obter esse prazer?



É uma questão de exercício. A região anal proporciona prazer, porque é uma zona erógena. Mas como não tem lubrificação natural, alguns vasos da entrada do ânus podem romper com a penetração e provocar sangramento e dor. Para evitar isso, use lubrificantes e relaxe durante a penetração.



17. Adoro sexo com o meu parceiro, mas só chego ao orgasmo quando me masturbo. Como mudar isso?


Algumas mulheres não atingem o orgasmo com a penetração. “Isso acontece porque o clitóris fica afastado da entrada da vagina, não permitindo a sua estimulação pelo pénis”. Neste caso, o parceiro deve estimulá-lo com a mão. Mas isso também pode ser um bloqueio emocional. Há mulheres que não conseguem entregar-se de corpo e alma ao acto sexual.


18. Tenho vontade de experimentar o sexo oral simultâneo, mas não sei se o meu marido quer. Como sugerir-lhe isso?



Não sugira. A cama não é uma área para travar debates, e sim um local de prazer onde, em princípio, deve acontecer tudo o que o casal desejar. Se está com vontade de experimentar um 69, dê o primeiro passo e deixar as coisas acontecerem.







Fonte:activa