Os meus pensamentos se resumem a você
Seu olhar, seu sorriso.
O jeito com que fala comigo...
Seus olhos me prendem a atenção.

Meto os pés pelas mãos quando tento tirá-lo
da mente
Não sei se é certo ou errado te-lo em minha cabeça
È como um morador que não pediu licença
Foi entrando de mansinho, com carinho
E se apossou de todos os meus comandos
Fazendo- me refém das minhas vontades

Quando imagino que não penso mais
Minha percepção dá- me um golpe
Fazendo-me entender que não sou controlador do meu ser
Pensando bem nunca fui, nem quero ser

Não controlo o que penso
Não sei fingir
Só sei que já habita em mim

Sua presença me proporciona alegria
Sua voz me conforta
Conversar com você é minha terapia
Tornou-se meu vício mais marcante
O afago mais envolvente
E ombro mais cativante...