Capitão da Selecção Nacional, Cristiano Ronaldo foi, este domingo, o porta-voz da determinação portuguesa para o jogo da próxima terça-feira, frente à Dinamarca, ao garantir que a «equipa das quinas» vai a Copenhaga decidida a conquistar os três pontos. Já sobre os gritos por Messi, o extremo desvaloriza, dizendo ser coisa de «alguns anormais».

Garantindo que a Selecção Nacional não pensa sequer em ficar fora do Campeonato da Europa, até porque Portugal «tem potencial para vencer na Dinamarca», Cristiano Ronaldo salienta que «sabemos que basta empatar, mas queremos vencer. É essa a mentalidade da selecção, desde sempre.»

Já sobre o facto de não ter conseguido marcar frente à Islândia, o extremo desvaloriza, garantindo que «não estou preocupado em marcar, o importante é vencer e garantir a qualificação».

Falando, em declarações à imprensa, no Centro de Estágios do FC Porto, no Olival, o «capitão» de Portugal desvaloriza, inclusivamente, as ausências na «equipa das quinas», defendendo que «o que importa são os que cá estão», embora «os grandes jogadores fazem sempre falta».