Mais conhecido editor de imagens open source, GIMP ganha nova versão com janela única, grupo de camadas e várias outras novidades.

O GNU Image Manipulation Program, mais conhecido pelo acrônimo GIMP, é o editor de imagens gratuito e open source mais famoso do mundo. Apontado como uma das melhores alternativas ao caríssimo Photoshop, o aplicativo reúne uma série de recursos ideais tanto para uso caseiro e amador quanto para aplicações comerciais e profissionais.

O programa acaba de ganhar uma nova versão estável, trazendo uma série de novidades a todos os que procuram um aplicativo avançado e completamente gratuito para criar imagens com diversos propósitos. Dentre as novidades, vale destacar principalmente a opção nativa para o movo de visualização em janela única.

Além disso, outro ponto sempre questionado do programa e que foi solucionado diz respeito à possibilidade de agrupar camadas, função que permite maior organização na hora de trabalhar com o tratamento avançado de fotografias. Conheça agora as demais novidades do novo GIMP.


Janela única


Quando você abre o GIMP pela primeira vez, ele continua oferecendo o mesmo modo tradicional de janelas divididas. Porém, basta acessar o menu Janelas > Modo Janela-Única para que o novo modo seja ativado. Nele, você vê tudo unido em uma única tela, o que deve facilitar a navegação entre as ferramentas do aplicativo e a janela de edição.


Janelas com multicolunas

Outra novidade quanto à organização das janelas exibidas no GIMP é o suporte à multicolunas. Agora, você pode reunir em um único dock, lado a lado, várias caixas de diálogo, referentes a diferentes funcionalidades do programa. Isso torna mais simples a navegação entre todas as funções ali exibidas.


Exportando imagens

A partir de agora, para salvar sua criação em um formato de imagem convencional, JPG, GIF ou PNG, entre outros, é preciso usar a função de exportar presente pelo caminho Arquivo > Exportar ou então usando o atalho do teclado Ctrl + Shift + E. Ali, basta selecionar o formato de saída para que o programa realize todas as conversões e compressões necessárias.


Grupos de camadas


A partir da versão 2.8, o GIMP passa a ter suporte para agrupamento de camadas abertas no editor. Dessa forma, você pode reunir todas as camadas semelhantes em uma única pasta, facilitando assim a organização de todo o conteúdo visualizado nessas entradas.


Novas ferramentas de texto e desenho

Todos os recursos de renderização em canvas do aplicativo foram portadas para Cairo. Assim, as bordas de imagens editadas ganha mais suavidade, evitando o serrilhamento muito exposto e oferecendo mais naturalidade às imagens editadas. A ferramenta de texto também foi renovada, oferecendo mais recursos de forma prática logo na janela de edição.


Principais características
Criações

O editor possui uma suíte completa de ferramentas para a criação de imagens — tanto bitmaps quanto vetoriais — tais como: Brush, Pencil, Airbrush, Clone etc. Além dessas, possui um sistema de antialiasing (correção de serrilhado) de alta qualidade e uma poderosa ferramenta para aplicar efeitos de gradiente e mistura, permitindo aplicar efeitos incríveis em qualquer imagem.

Suporta também a utilização de texturas e pincéis totalmente personalizáveis. É ótimo para amadores e profissionais, pois o conhecimento profundo de cada ferramenta depende diretamente do quanto você vai explorá-las.


Manipulação avançada

Como se trata de um editor de imagens avançado, conta com uma série de recursos profissionais, de modo que os resultados obtidos satisfaçam, e muito, as suas expectativas. Veja alguns deles:

Suporte completo ao canal alpha (transparência);
Camadas e canais totalmente manipuláveis;
Múltiplo desfazer/refazer, limitados apenas pelo espaço livre em disco;
Camadas de texto editáveis;
Ferramentas avançadas de transformação, seleção etc.;
Seleções e máscaras modeláveis.

Extensões

Assim como o uso interativo, o GIMP pode ser inserido em scripts e chamadas de sistemas em programas compilados. Para isso pode-se usar Scheme (ou ScriptFu), Perl, Python, Tcl, Ruby e outros programas capazes de executar comandos UNIX. Além disso, oferece suporte a mais de cem plugins.


Animações

Como se não bastasse apenas criar e editar imagens, também é possível gerar animações a partir do software. Vale a pena ressaltar algumas características:

Carrega e salva animações em um formato conveniente, preservando as camadas;
Suporte a MNG;
Navegador de frames (quadros), Onion Skin e Bluebox, contidos no GAP (Pacote de Animação do Gimp);

Praticidade com compatibilidade

Suporta diversos formatos de imagens: BMP, GIF, JPEG, MNG, PCX, PDF, PNG, PS, PSD, SVG, TIFF, TGA, XPM e muito mais;
Carrega, salva, exibe e converte vários formatos de arquivos;
Salva/importa o caminho SVG.

Devido a grande variedade de opções que o programa oferece, utilizar sua criatividade e conhecimento serão fundamentais para desvendar todas as suas funcionalidades. Agora você tem tudo e mais um pouco para criar e tratar imagens profissionalmente e o melhor: sem pagar nada por isso!


Link da Web: DOWNLOAD





Fonte: baixaki