Página 1 de 14 1234511 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 15 de 209

Tópico: Bolsas norte-americanas

  1. #1
    GForum Vip
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Gforum...Sempre
    Posts
    13.118

    Padrão Bolsas norte-americanas

    Este tópico foi criado para que, toda a informação relativa às Bolsas norte-americanas aqui seja colocada.
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    www.ruipedro.net (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  2. #2
    GForum Vip
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Gforum...Sempre
    Posts
    13.118

    Padrão Wall Street fecha em alta com escalada dos títulos financeiros e energéticos

    Os principais índices bolsistas norte-americanos foram também impulsionados pela aprovação, no Parlamento, do novo pacote de austeridade grego.




    As praças do outro lado do Atlântico encerraram em alta, sustentados pelo bom desempenho nos sectores da energia e finanças.

    A contribur para o movimento altista esteve também a aprovação do novo pacote de austeridade na Grécia para os próximos cinco anos. Falta agora ser aprovada amanhã a reforma legislativa necessária para implementar estas medidas.

    O índice industrial Dow Jones avançou 0,60%, fixando-se nos 12.261,57 pontos, enquanto o índice tecnológico Nasdaq ganhou 0,41%, nos 2.740,49 pontos.

    O S&P 500, por seu lado, valorizou 0,83% para se estabelecer nos 1.307,47 pontos.

    O Bank of America foi animado pelo anúncio de que concordou pagar 8,5 mil milhões de dólares (5,93 mil milhões de euros) no âmbito de uma queixa de investidores institucionais em relação a hipotecas.

    O Citigroup também avançou, depois de o Bank of America Merrill Lynch Global Research ter recomendado a compra das suas acções.

    Os títulos da energia estiveram igualmente a subir, impulsionados pelos fortes ganhos do petróleo devido à queda superior ao esperado dos inventários norte-americanos na semana passada.

    Em alta estiveram também as empresas de cartões de crédito, com destaque para a Visa e MasterCard, a beneficiarem de um aumento das taxas das transacções de 12 para 21 cêntimos por cada operação.


    Fonte: Jornal de Negócios
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    www.ruipedro.net (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  3. #3
    GForum Vip
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Gforum...Sempre
    Posts
    13.118

    Padrão Wall Street despede-se de Junho a subir mais de 1%

    As bolsas nova-iorquinas encerraram com ganhos superiores a 1% na despedida do mês de Junho, animadas pelo optimismo quanto à situação na Grécia e com bons dados económicos nos EUA. O índice alargado S&P 500 registou a maior subida ao longo de quatro sessões desde Setembro. Na New York Stock Exchange, o Dow Jones Industrial avançou 1,25%, para os 12.414,30 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 1,01%, para os 1.320,62 pontos e acumulando uma subida de 4,1% em quatro dias. Entre as valorizações da sessão destacaram-se a Caterpillar, United Technologies, 3M e HP.
    No Nasdaq, mercado dominado pelas tecnológicas, o Nasdaq Composite terminou o dia nos 2.773,52 pontos, uma subida de 1,21%.





    Fonte: Diário Digital
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    www.ruipedro.net (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  4. #4
    GForum Vip
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Gforum...Sempre
    Posts
    13.118

    Padrão S&P 500 fecha com maior ganho semanal dos últimos dois anos

    As bolsas norte-americanas abriram sem direcção marcada, mas depressa encontraram rumo em terreno positivo, intensificando a tendência ao longo da sessão.




    Em Junho houve um aumento inesperado da actividade industrial nos EUA. Um sinal de que a indústria está a recuperar depois da escassez de peças e componentes devido ao abrandamento da produção nipónica na sequência do terramoto, do tsunami e do incidente nuclear. Foi esta a “notícia do dia” para as praças do outro lado do Atlântico, que tinham iniciado a jornada sem grandes oscilações face ao fecho de ontem.

    A ajudar esteve a Grécia, com a expectativa de que seja evitado um incumprimento. E nem o facto de a confiança dos consumidores norte-americanos ter caído mais do que o esperado ou o facto de os gastos na construção terem diminuído em Maio fez com que o optimismo dos investidores fosse abalado. As bolsas norte-americanas seguiram em alta.

    O índice industrial Dow Jones terminou a ganhar 1,36%, fixando-se nos 12.582,69 pontos, enquanto o índice tecnológico Nasdaq valorizou 1,53% a negociar nos 2.816,03 pontos.

    O S&P 500, por seu lado, subiu 1,44% para se estabelecer nos 1.339,62 pontos. O ganho semanal foi de 5,61% e desde a semana de 17 de Julho de 2009 (que encerrou a disparar 6,97%) que não tinha uma valorização tão acentuada no acumulado de segunda a sexta.

    A Home Depot, a 3M e a Intel avançaram mais de 1%, liderando os ganhos entre as empresas mais dependentes da evolução da economia.

    O Apollo Group também manteve a tendência altista, a registar um acréscimo superior a 7%, depois de reportar lucros acima das estimativas dos analistas.

    A KB Home também esteve em terreno positivo, depois de anunciar que não pretende proceder a um aumento de capital.

    Em contrapartida, a Eastman Kodak caiu mais de 14%, penalizada por uma decisão sobre patentes contra a Apple e a RIM, que foi adiada.


    Fonte: Jornal de Negócios
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    www.ruipedro.net (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  5. #5
    Gforum Dedicado
    Data de Ingresso
    May 2009
    Idade
    42
    Posts
    2.339

    Post Wall Street recua pela primeira vez em seis sessões

    Investidores aguardam pelo relatório sobre as encomendas à indústria dos EUA e desconfiam do prolongamento dos prazos da dívida grega.

    Os índices industrial Dow Jones e o S&P500 recuavam há momentos 0,13% e 0,31%, respectivamente. Também o tecnológico Nasdaq descia 0,04%. Trata-se da primeira queda dos índices dos EUA nas últimas seis sessões.

    A condicionar as praças norte-americanas estão as expectativas dos investidores quanto ao relatório das encomendas à indústria norte-americana em Maio, que será divulgado ainda hoje. Os especialistas notam que é um documento sensível para os investidores uma vez que é um indicador importante sobre o estado da maior economia do mundo.

    "Iremos olhar para os dados de microeconomia para ver se há alguma melhoria que nos possa dar um impulso à recuperação", referiu Karim Bertoni, especialista do Banque SYZ, à Bloomberg. "Podemos também vir a ter uma pausa depois da boa performance na última semana", acrescentou.

    Além disso, a penalizar o sentimento dos investidores na sessão de hoje está também o facto de a agência de 'rating' Standard & Poor's ter considerado ontem que o plano que a União Europeia e os credores privados estão a discutir para resolver a questão da dívida grega pode ser considerado um "incumprimento selectivo".

    É neste contexto que as acções do Bank of America e do Citigroup recuavam 1,17% e 0,54% para 10,96 e 42,65 dólares, respectivamente.

    Consulte aqui todas as cotações

    In:Economico

  6. #6
    GForum Vip
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Gforum...Sempre
    Posts
    13.118

    Padrão Corte do "rating" de Portugal penaliza Wall Street

    As bolsas norte-americanas encerraram em baixa, pressionadas pelo "downgrade" da dívida pública portuguesa por parte da Moody’s.
    Os mercados norte-americanos terminaram a sessão como a iniciaram: com o Dow Jones e Standard & Poor’s a descer e o Nasdaq a conseguir aguentar-se em terreno ligeiramente positivo.

    A descida das bolsas norte-americanas aconteceu poucos minutos depois das 19 horas, quando foi divulgado que a Moody’s desceu a notação de risco de Portugal de Baa1 para Ba2, o que significa uma quebra de quatro níveis. Além disso, a agência de notação financeira decidiu manter o "outlook" negativo, deixando o caminho aberto para novos cortes.

    A agência acredita que Portugal irá precisar de um novo pacote de ajuda externa, o que tem sido apontado como necessário para a Grécia.

    Apesar da influência de Portugal na economia global ser relativamente baixa, o facto de poder prejudicar a Zona Euro, que se encontra já em dificuldades com a situação helénica, poderá prejudicar o ambiente económico internacional.

    Assim, o S&P 500 terminou a perder 0,13% para 1.337,88 pontos, enquanto o Dow Jones desvalorizou 0,10% para 12.569,94 pontos.

    O tecnológico Nasdaq, em contrapartida, conseguiu ser o índice que melhor aguentou a pressão, permanecendo na zona de ganhos e fechando a subir 0,35% para 2.825,77 pontos.

    Na sessão de hoje, as praças dos EUA tinham aberto mistas e depois desceram quando foram divulgados os dados relativos às encomendas às fábricas, que subiram 0,8%, quando se esperava uma soma de 1%. Além disso, também a banca começou a pressionar, devido a más perspectivas por parte do Citigroup para os ganhos do sector em 2012. Contudo, conseguiram recuperar esses ganhos posteriormente, o que foi depois invertido com a decisão da Moody’s.

    O Nasdaq esteve a ser impulsionado sobretudo pelos ganhos da Google e da SanDisk. Estas tecnológicas foram animadas pelo facto de os analistas terem aconselhado a compra das suas acções.

    Fonte: Jornal de Negócios
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    www.ruipedro.net (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  7. #7
    GForum Vip
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Gforum...Sempre
    Posts
    13.118

    Padrão Bolsas norte-americanas encerram em terreno positivo

    As principais bolsas dos Estados Unidos encerraram a sexta sessão de ganhos dos últimos sete dias, com os ganhos no sector dos transportes e dos bens de consumo a sobreporem-se ao abrandamento nos serviços e à subida dos juros na China.




    O Standard & Poor’s ganhou 0,1% para 1.339,22 pontos, numa sessão em que chegou a descer 0,5% e a subir 0,2%. O Dow Jones ganhou 0,45% para 12.626 pontos, enquanto o tecnológico Nasdaq apreciou 0,29% para 2.834,02 pontos.

    A firma de transporte marítimo, Union Pacific Corp., valorizou 0,8% para 106,59 dólares e ajudou a inverter a tendência de quedas da manhã.

    O índice de transportadoras do Dow Jones, que é considerado um indicador de desempenho económico, apreciou 1,2%, beneficiando do comportamento da empresa de camionagem Arkansas Best Corp., que disparou 11% depois de ter anunciado uma subida dos preços de 6,9%.

    "Estamos a começar a pôr as questões de curto prazo para trás das costas", disse o gestor de fundos do Becker Capital Maangement, Robert Schaeffer, à Bloomberg. "Deveremos ter melhores dados económicos nos próximos meses e isso vai impulsionar a bolsa no médio prazo mesmo que os problemas de longo prazo, como a dívida excessiva, continuem por resolver."

    Na primeira metade da sessão, os mercados norte-americanos negociaram em território negativo, depois de ter sido divulgado o índice de crescimento dos serviços, ISM, que caiu de 54,6 pontos em Maio para 53,3 pontos em Junho.

    As bolsas mundiais também reflectiram uma subida das taxas de juros de 25 pontos base na China. Esta foi a terceira vez que o banco central da China procedeu a um aumento dos juros.


    Fonte: Jornal de Negócios
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    www.ruipedro.net (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  8. #8
    Gforum Dedicado
    Data de Ingresso
    May 2009
    Idade
    42
    Posts
    2.339

    Post Nasdaq soma oitava subida consecutiva

    Dados positivos no mercado laboral deram ânimo a Wall Street. Nasdaq regista maior ciclo de avanços desde Abril.

    O índice Dow Jones apreciava 0,44% e o S&P 500 somava 0,63%, tratando-se em ambos os casos da sétima valorização nas últimas oito sessões. No caso do tecnológico Nasdaq, que avançava 0,74%, é mesmo o oitavo dia de ganhos consecutivo, algo que não acontecia desde Abril. Estes três índices accionistas norte-americanos têm todos saldo positivo em 2011.

    A puxar pelas cotações em Nova Iorque está sobretudo o relatório da ADP, segundo o qual o sector privado norte-americano criou 157 mil novos empregos em Junho. Os economistas sondados pela agência Bloomberg apontavam para um valor médio de 70 mil novos postos de trabalho, pelo que os números foram bem recebidos em Wall Street.

    Fora do mercado accionista, o dólar ganhava terreno ao euro pela terceira sessão consecutiva, ao mesmo tempo que os futuros de petróleo negociados em Nova Iorque encareciam mais de 1,42% para 98,02 dólares.

    Consulte aqui todas as cotações  



    In:Economico

  9. #9
    Gforum Dedicado
    Data de Ingresso
    May 2009
    Idade
    42
    Posts
    2.339

    Post Wall Street avança para máximos de dois meses

    Dow Jones e S&P 500 viveram hoje a sexta valorização em sete sessões, impulsionados por sinais de melhoria no mercado laboral.

    O índice industrial Dow Jones somou 0,74% e o S&P 500 avançou 1,05% para 1.353,22 pontos, a marca mais elevada em dois meses. No caso do Nasdaq foi mesmo a oitava subida consecutiva. O índice tecnológico progrediu hoje 1,35%.

    Na base da pressão compradora estiveram sobretudo dois relatórios sobre o mercado laboral norte-americano: o relatório da ADP deu conta da criação em Junho de 157 mil empregos no sector privado, mais do que o previsto; e os números do Departamento do Trabalho mostraram uma quebra de 14 mil, para 418 mil, dos pedidos iniciais de subsídio de desemprego na semana terminada a 2 de Julho, também melhor que o esperado pelo mercado.

    A nível empresarial, os dados mensais das vendas das retalhistas Limited Brands (+2,67%) e Hot Topic (+13,21%) superaram as estimativas e também contribuíram para o optimismo em Wall Street. Do outro lado do Atlântico chegaram também notícias positivas, com o BCE a suspender as regras dos colaterais para Portugal, excepção que sossegou parte dos receios dos investidores para com a crise europeia.

    Novidades no mundo das fusões & aquisições foram outro catalisador. O JP Morgan (+1,87%) comprou a empresa de outsourcing APAC Customer Services por 470 milhões de dólares e os accionistas da NYSE Euronext (3,03%) aprovaram a fusão com a alemã Deutsche Boerse.

    Consulte aqui todas as cotações  



    In:Economico

  10. #10
    Gforum Dedicado
    Data de Ingresso
    May 2009
    Idade
    42
    Posts
    2.339

    Post Subida do desemprego pressiona Wall Street

    A taxa de desemprego nos EUA subiu inesperadamente para 9,2% em Junho, o que está a desanimar os investidores em Wall Street.

    Na última sessão da semana, o índice industrial Dow Jones recuava 0,66% enquanto o tecnológico Nasdaq cedia 0,71% e o S&P 500 perdia 0,88%.

    Isto depois de os investidores terem hoje ficado a saber que as empresas norte-americanas contrataram 18 mil trabalhadores em Junho, o número mais baixo dos últimos nove meses, e que a taxa de desemprego no país subiu inesperadamente para 9,2% no mês passado, o nível mais elevado este ano, de acordo com dados do Departamento do Trabalho norte-americano.

    Foi uma evolução pior do que a esperada pelos economistas sondados pela Bloomberg, que antecipavam que a taxa de desemprego se mantivesse nos 9,1% pelo segundo mês consecutivo e que as empresas norte-americanas contratassem 105 colaboradores.

    Em reacção a estes números, as acções do Bank of America e do Citigroup, por exemplo, recuavam 1,56% e 1,15% para 10,75 dólares e 42,12 dólares, respectivamente. 

    Consulte aqui todas as cotações

    In:Economico

  11. #11
    GForum Vip
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Gforum...Sempre
    Posts
    13.118

    Padrão Wall Street cai com dados do emprego

    As bolsas norte-americanas encerraram em baixa, penalizadas pelo crescimento nos EUA em Junho, que ficou aquém do previsto. Além disso, a taxa de desemprego subiu.




    Os mercados norte-americanos fecharam a última sessão da semana no vermelho. A pressionar esteve o facto de o crescimento do emprego nos EUA ter sido, no mês passado, o mais débil dos últimos nove meses. Por outro lado, a taxa de desemprego aumentou para 9,2%, o nível mais alto do ano.

    Estes dados penalizaram sobretudo os títulos mais ligados à evolução da economia, que são os financeiros e industriais.

    O S&P 500 terminou a perder 0,70% para 1.343,81 pontos, enquanto o Dow Jones desvalorizou 0,49% para 12.657,20 pontos.

    O tecnológico Nasdaq, por seu lado, encerrou a cair 0,45% para 2.859,81 pontos.

    As cotadas dos sectores financeiro e industrial lideraram as perdas entre os 10 grupos representados no Standard & Poor’s 500. A General Electric, o Bank of America e a Cisco Systems caíram mais de 1,5%.

    No sector tecnológico, a Google cedeu em torno de 3%, depois de o Morgan Stanley ter revisto em baixa a recomendação para as suas acções.


    Fonte: Jornal de Negócios
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    www.ruipedro.net (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  12. #12
    GForum Vip
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Gforum...Sempre
    Posts
    13.118

    Padrão Wall Street cai mais de 1% com novos receios em torno da crise da dívida europeia

    As bolsas norte-americanas encerraram em baixa, contagiadas pelo Velho Continente.




    Os mercados norte-americanos fecharam no vermelho, penalizados pelas fortes quedas hoje vividas nas praças europeias, numa altura em que se intensificaram os receios em torno da crise da dívida na Zona Euro, muito especialmente que esta possa estender-se à Itália.

    Além disso, a Grécia anunciou que o défice orçamental do primeiro semestre aumentou 28%, e a inflação na China pulou para máximos de três anos.


    O S&P 500 terminou a perder 1,81% para 1.319,49 pontos, enquanto o Dow Jones desvalorizou 1,20% para 12.505,76 pontos.

    O tecnológico Nasdaq, por seu lado, encerrou a cair 2% para 2.802,62 pontos.

    O facto de não haver ainda acordo nos Estados Unidos quanto a um aumento do limite ao endividamento esteve também a pressionar as bolsas do outro lado do Atlântico, com destaque para o sector financeiro.

    O JPMorgan Chase e o Bank of America caíram mais de 3%, levando a que o grupo dos títulos financeiros cotados no Standard & Poor’s 500 registasse a queda mais acentuada desde 1 de Junho.

    A Alcoa, por seu lado, caiu mais de 2% antes de marcar o arranque da nova temporada de anúncio de resultados nos EUA.


    Fonte: Jornal de Negócios
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    www.ruipedro.net (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  13. #13
    Gforum Dedicado
    Data de Ingresso
    May 2009
    Idade
    42
    Posts
    2.339

    Post Crise de dívida na Europa condiciona Wall Street

    As praças norte-americanas recuam devido às preocupações em relação ao risco de contágio da crise soberana à Itália.

    Depois de  terem caído 2% na sessão de ontem, os índices tecnológico Nasdaq e S&P500 recuavam há momentos 0,37% e 0,19%, respectivamente. No mesmo sentido, também o industrial Dow Jones perdia 1,20%.

    A penalizar as praças norte-americanas estão as preocupações dos investidores em relação ao alastramento da crise de dívida soberana à Itália, a terceira maior economia da zona euro.

    Isto apesar de o Eurogrupo ter anunciado ontem que está a considerar uma descida das taxas de juros dos programas de ajustamento, incluindo o de Portugal, de forma a evitar que a crise de dívida atinja outros países da região. Hoje, Olli Rehn anunciou que os ministros das finanças da zona euro chegaram a acordo sobre o envolvimento dos investidores privados na nova ajuda à Grécia.

    "O mercado e os investidores estão bastante nervosos neste momento. É muito importante que os líderes políticos encontrem uma solução conjunta muito rapidamente", referiu Philippe Gijsels, especialista do BNP Paribas Fortis Global Markets, à Bloomberg.

    Em termos empresariais, os títulos da Alcoa e da Microchip Technology perdiam 0,50% e 12,35%, respectivamente, depois de as duas empresas terem apresentado resultados trimestrais abaixo do esperado.

    Consulte aqui todas as cotações

    In:Economico

  14. #14
    GForum Vip
    Data de Ingresso
    Sep 2006
    Localização
    Gforum...Sempre
    Posts
    13.118

    Padrão Wall Street cai com corte do rating da Irlanda pela Moody`s

    As bolsas nova-iorquinas encerraram no vermelho esta terça-feira após a Moody`s ter cortado o rating da Irlanda para «lixo» (junk), tal como havia feito na semana passada a Portugal. Os mercados, que seguiam em alta animados pelos indícios de que a Reserva Federal (Fed) norte-americana admitia mais estímulos à economia, caíram na recta final da sessão.

    Na New York Stock Exchange, o Dow Jones Industrial cedeu 0,47%, para os 12.446,90 pontos, enquanto o S&P 500 recuou 0,44%, para os 1.313,64 pontos.

    No Nasdaq, mercado eminentemente tecnológico, o Nasdaq Composite perdeu 0,74%, fechando nos 2.781,91 pontos


    Fonte: Diário Digital
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    www.ruipedro.net (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  15. #15
    Gforum Dedicado
    Data de Ingresso
    May 2009
    Idade
    42
    Posts
    2.339

    Post Crescimento da China anima Wall Street

    A segunda maior economia do mundo cresceu mais do que o previsto no segundo trimestre, o que está a animar as bolsas dos EUA.

    Os índices industrial Dow Jones e S&P500 avançavam há momentos 0,62% e 0,60%, respectivamente. E também o tecnológico Nasdaq ganhava 0,80%.

    A animar as praças norte-americanas está o facto de a economia chinesa, a segunda maior do mundo, ter crescido 9,5% no segundo trimestre deste ano, acima da expansão de 9,3% estimada pelos analistas sondados pela Bloomberg.

    "Os números chineses foram melhores que o esperado e a China é o motor da economia mundial", referiu Arnaud Scarpaci, especialista da Agilis Gestion, à Bloomberg.

    Em termos empresariais, os títulos da Google e da Amazon avançavam 1,25% e 1,20% para 540,71 e 213,76 dólares, respectivamente.

    Consulte aqui todas as cotações

    In:Economico

Página 1 de 14 1234511 ... ÚltimoÚltimo

Tópicos Similares

  1. Desemprego castiga bolsas norte-americanas
    Por Matapitosboss no fórum Arquivos
    Respostas: 0
    Último Post: 05-08-2010, 23:30
  2. Bolsas norte-americanas perdem mais de 1%
    Por Hdi no fórum Arquivos
    Respostas: 0
    Último Post: 05-01-2009, 16:36
  3. Respostas: 0
    Último Post: 28-10-2008, 17:58
  4. Respostas: 1
    Último Post: 07-10-2008, 17:37
  5. Bolsas norte-americanas estão a valorizar
    Por Hdi no fórum Arquivos
    Respostas: 0
    Último Post: 30-09-2008, 17:09

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Já fez "Like" na nossa página do facebook?

Acompanhe todas as novidades.