Página 1 de 34 1234511 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 15 de 504

Menina britânica desaparece no Algarve

  1. #1
    TIN
    Visitante

    Arrow Menina britânica desaparece no Algarve

    Um menina britânica de três anos desapareceu quinta-feira de um complexo turístico na Praia da Luz, perto de Lagos (Algarve).

    Segundo a edição online da ‘Skynews’, a criança desapareceu por volta das 20h30 de ontem, do complexo Ocean Clube, na Praia da Luz, quando os pais saíram para jantar, enquanto dormia juntamente com dois irmãos.

    A família de Madeleine deu conta do desaparecimento quando regressou ao hotel, encontrando o quarto com a porta aberta e as janelas arrombadas, tendo as autoridades sido alertadas de imediato.

    A 'Skynews' refere ainda que um dos serviços disponíveis na unidade hoteleira é precisamente o de baby-sitting, em que pessoal do hotel toma conta das crianças enquanto os pais estão fora.

    De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros português, a Polícia Judiciária (PJ) já está a investigar o caso.

  2. #2
    Gforum Veterano Avatar de 1tico1
    Registo: Sep 2006
    Localização: right here
    Posts: 311

    Arrow Menina britânica desaparece no Algarve

    Recordando que Portugal tem 900 quilómetros de linha divisória entre os dois países um inspector do SEF observou que tecnicamente "não se pode considerar que existe fronteira".

    Uma eventual fuga do país é "impossível" de evitar, nomeadamente porque há rios fronteiriços que se atravessam facilmente de barco, afirmou à Lusa um inspector do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

    A mesma fonte sublinhou, contudo, não ter havido qualquer abrandamento na vigilância e continuarem as operações stop para tentar detectar o raptor da menina inglesa de três anos que quinta-feira à noite desapareceu de um complexo turístico na Praia da Luz, em Lagos.

    Segundo o inspector é "impossível" fechar todas as hipóteses de fuga do país, nomeadamente devido à existência de rios fronteiriços.

    "Basta pegar num barco e atravessar o rio, em Alcoutim ou no Pomarão povoações do nordeste algarvio, para entrar livremente em Espanha", disse.

    Recordando que Portugal tem 900 quilómetros de linha divisória entre os dois países o inspector do SEF observou que tecnicamente "não se pode considerar que existe fronteira".

    "Para se fechar a fronteira seria necessário pedir autorização a todos os países que subscreveram o acordo de Shengen, à semelhança do que aconteceu no Euro 2004", explicou.

    No entanto, garantiu que a zona da ponte do Guadiana, principal saída do Algarve para Espanha, tem sido alvo de sucessivas operações stop.

    Esta fiscalização está a ser efectuada na antiga praça da fronteira antes da Ponte Internacional do Guadiana por agentes da brigada territorial da GNR, com o apoio de retaguarda do SEF.

    O inspector reagia assim a informações avançadas pela comunicação social segundo as quais na Ponte Internacional do Guadiana os carros têm passado livremente em direcção ao país vizinho sem qualquer tipo de fiscalização.


  3. #3
    Gforum Iniciado
    Registo: Sep 2006
    Localização: Lisbon
    Posts: 9

    Padrão Desaparecimento de Madeleine

    É realmente triste verificar que, para alguns pais e mães, os seus filhos NÃO são o mais importante na vida. Se o fossem, nunca os deixariam a dormir sozinhos enquanto comodamente jantavam (sem os filhos por perto a chatear). Sou pai, tenho uma filha de 6 anos, faço férias dentro e fora de Portugal e nunca me passaria pela cabeça estar a jantar sossegado, com os meus filhos sozinhos a dormir sem os ter debaixo de olho. Note-se que Madeleine era a mais velha de três irmãos e tinha somente 3 anos. A irresponsabilidade, a leviandade e a ligeireza do comprtamento destes pais confere-lhes por si só a total responsabilidade pelo sucedido. No final, ainda temos a imprensa britãnica a apontar o dedo às forças policiais, como se mais pudesse ter sido feito. A minha palavra para estes pais em bom inglês: "Shame on you".

  4. #4
    Gforum Veterano Avatar de 1tico1
    Registo: Sep 2006
    Localização: right here
    Posts: 311

    Padrão Madeleine: raptor pode ser inglês


    Autoridades procuram Madeleine McCann
    Madeleine: raptor pode ser inglês

    #dir2 {margin-left:10px; border-bottom:1px solid #CCC}2007/05/07 | 08:43
    «É um indivíduo de estatura média e encorpado», avança o Correio da Manhã. Britânicos que viajavam com os pais da menina foram investigados. Criminalista defende que houve premeditação e que os hábitos da família foram estudados. Sequestrador até podia conhecer a criança, diz




    A Polícia Judiciária (PJ) confirma a existência de um retrato-robot de um homem suspeito de ter raptado a pequena Madeleine e admite que o suspeito seja britânico. A notícia é avançada pelo Correio da Manhã desta segunda-feira.
    «É um indivíduo de estatura média e encorpado», afirmou apo Correio da Manhã fonte próxima das investigações, que não pode ser identificada, adiantando que «são conhecidos os traços fisionómicos principais» do raptor. Este jornal escreve ainda que todos os britânicos que viajavam com os pais da menina foram investigados.
    Também o criminalista Barra da Costa afirmou à Lusa ter informações de que o sequestrador da menina britânica deve ser um cidadão inglês. O ex-inspector chefe da Polícia Judiciária disse ter indicações de que o «retrato falado» aponta para que o sequestrador seja um «homem alto, de cabelo curto», e que provavelmente foi visto, de costas, naquela zona há alguns dias. Este retrato, acrescentou, «foi feito tendo em conta testemunhos falados sobre uma pessoa que terá sido vista na zona e com características de um cidadão inglês».
    José Barra da Costa disse concordar com a teoria de que o sequestrador era conhecedor dos hábitos dos pais da criança, já que seria mais fácil a um cidadão britânico recolher essa informação, até por contacto com os progenitores.
    O criminalista defende também que houve premeditação neste caso e um estudo sobre os hábitos dos pais. «Já devia saber que os pais saíam às vezes para jantar na zona e que as crianças estavam sozinhas em casa. Não é o caso de alguém que passa, espreita para dentro de casa e vê algo valioso para roubar e arromba a janela e entra. Era alguém que sabia que as crianças estavam sozinhas», defendeu.
    Segundo Barra da Costa, que esteve cerca de 30 anos na PJ, «ninguém força uma janela de uma casa à noite sem ter a certeza de que lá dentro não está ninguém que lhe possa fazer frente».
    O criminalista põe também a hipótese de o sequestrador conhecer a criança, já que assim seria mais fácil ela não resistir quando acordasse, pois poderia dizer-lhe que a iria levar aos pais.
    O criminalista criticou o facto de as buscas feitas pelas autoridades se terem limitado a terra, lembrando quão fácil seria levar a menina até um barco que estivesse fundeado perto.
    Mais de 60 horas após a menina de três anos ter desaparecido de um complexo turístico da Praia da Luz, em Lagos, a polícia prossegue as buscas incessantemente, mas remete-se ao silêncio quanto aos resultados da investigação.


  5. #5
    Gforum Veterano Avatar de néle
    Registo: Sep 2006
    Localização: Galinheiro
    Idade: 47
    Posts: 458

    Padrão

    Citação Postado originalmente por gordopinho Ver Post
    É realmente triste verificar que, para alguns pais e mães, os seus filhos NÃO são o mais importante na vida. Se o fossem, nunca os deixariam a dormir sozinhos enquanto comodamente jantavam (sem os filhos por perto a chatear). Sou pai, tenho uma filha de 6 anos, faço férias dentro e fora de Portugal e nunca me passaria pela cabeça estar a jantar sossegado, com os meus filhos sozinhos a dormir sem os ter debaixo de olho. Note-se que Madeleine era a mais velha de três irmãos e tinha somente 3 anos. A irresponsabilidade, a leviandade e a ligeireza do comprtamento destes pais confere-lhes por si só a total responsabilidade pelo sucedido. No final, ainda temos a imprensa britãnica a apontar o dedo às forças policiais, como se mais pudesse ter sido feito. A minha palavra para estes pais em bom inglês: "Shame on you".
    estou inteiramente de acordo contigo, também tenho uma miúda de 6 anos e nunca a perderia de vista e nem a deixaria sozinha....
    mas parece-me que nós portugueses é que somos protectores de mais ou o que se queira chamar, pelos vistos estas atitudes cada vez mais parecem normais, espere-mos pelo menos que se encontre viva e de saúde, e que os raptores não sejam pessoas com intenções "más"...
    "a vida sem conhecimento não merece ser vivida" Sócrates

  6. #6
    Gforum Veterano
    Registo: Sep 2006
    Localização: Douro junto ao rio
    Idade: 43
    Posts: 611

    Padrão

    deixo aqui o link da pj sobre este caso
    Aqui
    Última edição por Matapitosboss; 07-05-2007 às 23:19.

  7. #7
    TIN
    Visitante

    Padrão Raptada por encomenda

    As autoridades de Londres forneceram à PJ informações sobre redes pedófilas inglesas com ligações ao Algarve, onde reside uma numerosa comunidade britânica.

  8. #8
    Banido
    Registo: Apr 2007
    Idade: 31
    Posts: 10

    Padrão Quinto dia de buscas

    Locais mais próximos da Praia da Luz voltaram hoje a ser passados a pente fino

    Madeleine McCann desapareceu há cinco dias, mas até agora não há qualquer indício que revele um eventual paradeiro da criança. Mesmo assim, os locais mais próximos da Praia da Luz voltaram hoje a ser passados a pente fino.


    Agentes da GNR, bombeiros, Protecção Civil e Polícia Marítima prosseguem as buscas para encontrar a criança britânica desaparecida na noite de quinta-feira. Está igualmente a ser prestada uma atenção particular às marinas de Lagos e Vilamoura.

    Numa altura em que os jornais britânicos já oferecem cerca de 300 mil euros em troca de informações, chegam cada vez mais repórteres à região. A falta de informações por parte da Policia Judiciária está a levar os jornalistas estrangeiros que se encontram no Algarve a questionarem a eficácia da polícia portuguesa, interrogando-se sobre se sabem de facto o que estão a fazer.

    Nas buscas para encontrar Madeleine estão também envolvidos funcionários da Câmara de Lagos. O presidente da autarquia disse hoje à SIC que alguns trabalhadores, nomeadamente os da recolha do lixo, estão desde sexta-feira a colaborar na investigação.

    Também os moradores estão atentos a qualquer sinal mais suspeito. Mesmo nas áreas onde já se realizaram buscas “oficiais”, os locais voltam a inspeccioná-los.

    PJ recusa confirmar rapto

    Em conferência de imprensa ontem na Câmara Municipal de Portimão, o inspector chefe da Polícia Judiciária de Lisboa, Olegário de Sousa, disse que as provas de que dispõe não lhe permitem confirmar que Madeleine foi raptada.

    "Todos os cenários são possíveis, mas estamos a investigar um desaparecimento, não sendo de descartar a hipótese de rapto", afirmou o inspector. Olegário de Sousa reconheceu ainda que não tem quaisquer elementos que lhe permitam sustentar a hipótese de que Madeleine McCann esteja viva ou morta.

    Apelo da mãe de Madeleine

    Ontem, A mãe da criança inglesa desaparecida desde quinta-feira no Algarve apelou hoje à pessoa "que está ou esteve" com a filha para que não lhe faça mal e a deixe voltar para a família.

    Numa curta declaração televisiva, Kate McCann apelou ao raptor que ajude os pais a encontrar Madeleine ou que a ponha "num lugar seguro", para que a família a "possa trazer para casa".

    "Por favor devolvam-nos a nossa menina" apelou a mãe na declaração, a que a restante imprensa teve acesso por escrito.

    A criança desapareceu quinta-feira à noite de um empreendimento perto de Lagos, onde estava a dormir juntamente com os dois irmãos, enquanto os pais jantavam num restaurante próximo.

  9. #9
    Gforum Iniciado
    Registo: Nov 2006
    Idade: 46
    Posts: 19

    Padrão crianca desaparecida

    amigos eu como moro a 6km da praia da luz e o que posso dizer e que qem fez isto merece um castigo enormeeeeeeeeeeee e que as autoridades nao e como avo da menina diz eu nunca vi tanta gnr junta parece o iraque


    deus queira que a menina aparece o mais rapido possivel e que tudo esteja bem

  10. #10
    Gforum Veterano Avatar de Magic_Maker
    Registo: Sep 2006
    Localização: Lisboa
    Posts: 4.220

    Padrão

    Pois, mas basta passarem nos sites noticiosos Ingleses, para verificarem que eles dão destaque à actuação da polícia, não dando sequer importância ao facto de a mãe, ter deixado as crianças sozinhas em casa.

    Como se sabe, em Inglaterra, existe o habito dos pubs ao fim do dia, e é normal as crianças ficarem sozinhas, mas estamos em Portugal, e aqui, a mãe pode até ser julgada por ter deixado a criança sozinha.
    Se já não gostava dos ingleses, agora ainda gosto menos.

    Só espero que a criança seja encontrada e de boa saúde.

  11. #11
    Gforum Iniciado
    Registo: Nov 2006
    Idade: 46
    Posts: 19

    Arrow Menina britânica desaparece no Algarve

    amigo na luz nunca ouvi coisa como esta o que posso dizer no meu ver e que quem fez isto sabia bem como ia fazer com respeito aos bifes nem todos sao iguais amigo a bons e maus

  12. #12
    GForum Vip
    Registo: Sep 2006
    Localização: Gforum...Sempre
    Posts: 13.151

    Padrão Maddie: Mulher diz que viu viatura suspeita aquando do rapto

    A dona de um estabelecimento junto ao aldeamento turístico de onde desapareceu quinta-feira a menina inglesa denunciou às autoridades movimentos suspeitos de uma viatura, entre as 22:30 e as 23:00 daquele dia, que já avistara na Marina de Lagos.
    Fonte próxima das investigações disse hoje à agência Lusa que a mulher avistou «um carro com três ou quatro homens» na zona daquele aldeamento turístico, na Praia da Luz, perto de Lagos, mas só após a notícia do desaparecimento da menina Madeleine McCann contactou as autoridades.

    Sexta-feira de manhã, a mulher dirigiu-se ao posto da GNR de Lagos, onde lhe terá sido dito que não havia tempo para a receber, mas mais tarde acabou por ser ouvida pelos investigadores.

    De acordo com a testemunha, tratava-se do mesmo carro e indivíduos que vira a circular na Marina de Lagos dias antes, numa movimentação que já na altura achou «esquisita».

    Contactada pela Lusa no estabelecimento comercial, situado a uma centena de metros do quarto de onde Maddie desapareceu, a mulher confirmou ter sido ouvida pela Polícia, mas não confirmou nem desmentiu os acontecimentos, remetendo-se ao silêncio.

    «Tudo o que sei já disse à Polícia, não tenho mais nada a dizer», observou, não conseguindo disfarçar o nervosismo face à abordagem da reportagem da Lusa.

    Junto ao local do onde Maddie desapareceu continuam dezenas de jornalistas portugueses e britânicos - a que hoje se juntou uma equipa da Antena 3 espanhola -, na esperança de que as autoridades forneçam novos elementos.

    Na zona, o dia de hoje foi agitado pela entrega às autoridades de uma peça de roupa infantil com um bilhete, cujo conteúdo se desconhece.

    A peça de roupa, entregue pouco antes das 14:00 pelo ocupante de uma carrinha, poderá ser um babete ou uma blusa tipo top, de cor verde.

    O homem parou bruscamente a viatura, junto ao sítio onde estão os jornalistas, e entregou a peça a um militar da GNR, que a transportou para o posto móvel, situado frente ao bloco de apartamentos.

    Desvalorizando a entrega, fonte da GNR disse à Lusa que aquele tipo de achados tem sido muito frequente nos últimos dias, estando as autoridades a analisar diversos objectos relacionados com crianças.

    Entretanto, a vigilância no terreno continua a ser feita pela GNR, Bombeiros, elementos da Protecção Civil e grupos de populares, até ao momento sem quaisquer resultados conhecidos.


    Fonte Inf.- Diário Digital / Lusa



    Cumps
    Matapitosboss
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    Rui Pedro (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  13. #13
    Banido
    Registo: Apr 2007
    Idade: 31
    Posts: 10

    Padrão PJ de Faro afastada da coordenação das buscas de Madeleine

    Madeleine está desaparecida há seis dias
    A coordenação das operações de busca da menina britânica desaparecida há seis dias foi oficialmente entregue esta quarta-feira à Direcção Central de Combate ao Banditismo, tendo a Polícia Judiciária (PJ) de Faro sido afastada, mantendo-se apenas como colaboradora.

    De acordo com informação avançada pela rádio TSF, os cerca de 150 agentes da PJ, parte deles deslocados de Lisboa de propósito para a região de Lagos, continuam a integrar as equipas de buscas.

    Entretanto, contactados pela TSF, os agentes da PJ manifestaram a sua insatisfação com a vinda de especialistas britânicos para ajudar nas investigações, considerando que é a nossa “credibilidade que é posta em causa”.

    SEF ESTRANHA POLÍCIA JUDICIÁRIA

    Um inspector do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) estranhou esta quarta-feira que a PJ não tenha disponibilizado às restantes forças policiais cópias do retrato-robôt do alegado raptor da pequena Madeleine.

    De acordo com a mesma fonte, os agentes do SEF e da GNR apenas dispõem de um retrato da criança, o mesmo que foi espalhado por toda a região. O responsável lamentou a falta de informação transmitida ao SEF por parte da PJ, escusando-se, no entanto, a atribuir a situação a uma qualquer “guerra entre Polícias”.

    O inspector revelou também ter “ordens expressas para mandar parar todos os autocarros que atravessam a ponte do Guadiana no sentido de Espanha", garantindo que as empresas de camionagem foram previamente avisadas das paragens obrigatórias.

    O responsável reiterou ainda que é dispensável um controlo sistemático naquela fronteira porque, ao longo de muitos quilómetros daquele rio, “qualquer bote pode passar para o outro lado”.

    REINO UNIDO FARÁ TUDO PARA AJUDAR

    Esta manhã, o porta-voz do primeiro-ministro britânico, Tony Blair, revelou que o caso está a ser acompanhado com muita atenção pelo governo do Reino Unido, afirmando que tudo será feito para ajudar a Polícia portuguesa, e que estes têm sido “dias difíceis para toda a gente”.

    O responsável declarou ainda que Tony Blair está a par de todas as investigações, sendo informado de tudo o que se passa nas operações de buscas de Madeleine.

    DESAPARECIMENTO NÃO AFECTA TURISMO

    Manuel Pinho, ministro da Economia, afirmou esta quarta-feira acreditar que o alegado sequestro da menina britânica não afectará negativamente a imagem do Turismo de Portugal.

    “Portugal é um dos destinos mais seguros da Europa e esta imagem vai manter-se”, declarou o governante, que falava na apresentação da VII Cimeira do WTTC, organização que reúne os principais empresários mundiais da área do turismo.

    Manuel Pinho considerou ainda “sensata” a decisão de adiar a campanha promocional ‘Allgarve’, que arrancava na próxima semana em Londres, devido à ”preocupação sentida por todos”.

  14. #14
    TIN
    Visitante

    Padrão PJ na caça a trio de raptores

    Equipas da Polícia Judiciária percorreram nos últimos dias os arredores da Praia da Luz, onde Madeleine foi raptada, com uma foto de dois homens e uma mulher numa estação de serviço perto de Lagos. Os investigadores suspeitam do envolvimento do grupo no crime.

  15. #15
    Gforum Veterano Avatar de 1tico1
    Registo: Sep 2006
    Localização: right here
    Posts: 311

    Padrão impasse


    A pequena Madeleine desapareceu faz esta noite uma semana
    Fonte policial admitiu esta quinta-feira à rádio TSF que as investigações do desaparecimento da menina britânica, em Lagos, estão num impasse e só um “golpe de sorte” ou dados inesperados de última hora poderão levar as autoridades a descobrir a pequena Madeleine.

    Segundo a mesma fonte, a Polícia Judiciária (PJ) não dispõe de qualquer pista concreta que permita compreender o que aconteceu a Madeleine, de quase quatro anos, desaparecida há uma semana.

    A PJ mantém a hipótese de rapto, mas as investigações estão num impasse, pelo que poderão resultar num grande falhanço, adiantou ainda esta fonte policial, acrescentando que as autoridades não sabem se o motivo do rapto terá sido a venda para uma rede pedofila ou para violação e consequente assassinato.

    A mesma fonte admitiu também que devido à Polícia não conhecer ainda o móbil do crime, muito dificilmente poderá saber alguma coisa sobre os autores do sequestro.

    Recorde-se que faz esta noite uma semana que a pequena Madeleine, cujo aniversário seria celebrado este sábado, desapareceu do complexo turístico Ocean Club, na Praia da Luz, em Lagos.


Página 1 de 34 1234511 ... ÚltimoÚltimo

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Já fez "Like" na nossa página do facebook?


Assina a nossa newsletter. Recebe todas as novidades semanais no teu email e habilita-te a ganhar premios fantasticos que temos para sortear!

* indicates required