A Bioremediação de Solos Contaminados

de Nuno Quental

Resumo: A contaminação de solos e águas é uma realidade que urge combater.

A Bioremediação oferece um conjunto de tecnologias para tal, que em comum têm a utilização de seres vivos para a degradação dos poluentes, mantendo em equilíbrio os ecossistemas.

A bioremediação permite a despoluição in situ, ou seja, no próprio local, evitando os normalmente incomportáveis custos de remoção e posterior tratamento do solo contaminado (tal como aconteceu com os solos da Expo 98, que foram depositados em aterro).

Por outro lado, o tempo necessário para se atingir uma determinada degradação dos poluentes (90%, por exemplo) é normalmente superior à que seria alcançada num reactor próprio, pois o inóculo (os microrganismos que se pretende fazer reproduzir) pode usufruir das condições ideais para o seu crescimento.


Fonte: Pluridoc