Página 1 de 7 12345 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 15 de 103

Oscam como único emulador, suprimindo o CCcam

  1. #1
    Gforum Veterano Avatar de malagas
    Registo: Sep 2006
    Idade: 50
    Posts: 304

    Padrão Oscam como único emulador, suprimindo o CCcam

    ora bem amigos, depois de terem-me feito tantos pedidos sobre o assunto, vou aqui explicar a todos quais as configurações que, a meu ver, devem ser feitas para utilizar o oscam nas condições referidas.

    Primeiro, vamos começar pelo oscam.conf:

    Código:
    [global]
    usrfile                       =  #caminho caminho e onde guardam os logs dos users, ex. /tmp/OscamUser.log
    logfile                       =  #caminho e ficheiro onde guardam os logs do oscam, ex. /tmp/Oscam.log
    clienttimeout                 = 10000
    fallbacktimeout               = 1500
    clientmaxidle                 = 300
    failbantime                   = 60
    failbancount                  = 2
    nice                          = -1
    maxlogsize                    = 950
    preferlocalcards              = 1
    saveinithistory               = 1
    lb_mode                       = 1
    lb_save                       = 100
    lb_nbest_readers              = 5
    lb_nfb_readers                = 5
    lb_max_ecmcount               = 1000
    lb_reopen_seconds             = 500
    lb_retrylimit                 = 500
    lb_nbest_percaid              = 0005:0
    lb_savepath                   =  #caminho e ficheiro onde guardam os logs do loadlbalance, ex. /tmp/OscamLB.log
    lb_stat_cleanup               = 500
    resolvegethostbyname          = 1
    
    [cccam]
    port                          =  #aqui colocam a porta do CCcam, ex 12000
    reshare                       = 2
    ignorereshare                 = 0
    forward_origin_card           = 0
    version                       = #aqui colocam a versão do CCcam que desejam emular, ex. 2.2.1
    updateinterval                = 240
    minimizecards                 = 0
    keepconnected                 = 1
    stealth                       = 1
    reshare_mode                  = 0
    é claro que estes dados são indicativos, comigo estão a funcionar bem o que não quer dizer que sejam universais...
    no oscam.conf, faltam as outras configurações que deverão ter, mas isso cada um já sabe

    agora vamos ao oscam.user (as linhas F do CCcam)

    Código:
    [account]
    user                          = # nome do utilizador, ex. user
    pwd                           = # a password do utilizador, ex. pass
    group                         = #aqui definem que grupos querem dar ao vosso cliente, ex. 1,2,3
    hostname                      = # aqui e para assegurarem que o cliente é univoco, colocam o dns deste, ex. zédaesquina.dyndns.org
    uniq                          = 1 #isto quer dizer que só permitem uma ligação do cliente ao vosso servidor
    monlevel                      = 0
    suppresscmd08                 = 1
    cccmaxhops                    = 1 #estão a dar o vosso card (hop 0, e os vossos Hop 1)
    cccreshare                    = 1 #estão a dar um reshare
    por fim, o oscam.server ( as linhas C do CCcam)

    Código:
    [reader]
    label                         = #o nome que querem dar ao reader, ex. zédaesquina
    enable                        = 1
    protocol                      = cccam
    device                        = #o dns do server cccam onde se vão ligar e a porta deste, ex. zedaesquina.dyndns.org,12000
    user                          = #o user que vos deram na linha C, ex. padremelicias
    password                      = #a password que vos deram na linha C, ex. cruzcredo
    inactivitytimeout             = 1
    reconnecttimeout              = 300
    fix9993                       = 0
    group                         = #o grupo onde querem colocar os dados deste reader, ex. 4
    lb_weight                     = 100
    cccversion                    = #a versão cccam que o server onde se ligam tem, ex. 2.1.3
    cccmaxhops                    = # os Hops que vão receber, ex. 1 (quer dizer, o Hop 0 + Hop 1 do servidor)
    cccmindown                    = 0
    esta é a configuração que penso devem ter, com algumas variações é claro, para que o oscam se comporte como autêntico CCcam mas com muito mais eficiência que este.
    podem consultar adescrição de todas as configurações e opções do oscam aqui


    agora algumas considerações sobre a utilização do oscam em vez do cccam:


    • depois de vários testes e análises que efectuei num cenário real, conclui que o mito de que o oscam gera muito tráfego aos servidores cccam é falso.
    • o que se passa é que o oscam torna tudo visível e desta forma, todos os pedidos são registados pelos servidores cccam, o que não acontece entre estes...
    • assim, quando o oscam faz um pedido de uma ecm, faz a todos os servidores (tal e qual como o cccam) mas, existe uma diferença que faz com que o pessoal ache que o oscam provoca mais pedidos ao servidor...
    • a diferença é esta: enquanto o oscam responde com ACK a todos os envios de ecm, mas seleccionando apenas a mais rápida, o CCcam responde com ACK apenas ao servidor + rápido.Isto faz com que aparentemente o CCcam faça menos pedidos que o oscam...

    Claro que podem existir outras conclusões, mas esta foi aquela a que cheguei num cenário real em rede interna e utilizando o famoso "wireshark"
    LER AS REGRAS AQUI
    APRESENTAÇÕES AQUI

    Mais vale uma estupidez na vida que uma vida de estupidez
    Um abraço
    Malagas


    don't need "sim" she got soul

  2. #2
    Gforum Iniciado
    Registo: Apr 2007
    Posts: 13

    Padrão oscam

    Boa tarde.

    Tenho uma DM500HD original e card M€O local a funcionar em CCCAM com alguns clientes, gostaria de saber se posso utilizar OSCAM para ler o card e partilhar com os meus clientes de cccam e se poderia tambem partilhar para novos clientes em “newcs”, isto tudo so com o OSCAM?

    Cumprimentos.

  3. #3
    Gforum Dedicado
    Registo: Oct 2009
    Localização: minho
    Idade: 58
    Posts: 873

    Padrão

    Citação Postado originalmente por malagas Ver Post
    ora bem amigos, depois de terem-me feito tantos pedidos sobre o assunto, vou aqui explicar a todos quais as configurações que, a meu ver, devem ser feitas para utilizar o oscam nas condições referidas.

    Primeiro, vamos começar pelo oscam.conf:

    Código:
    [global]
    usrfile                       =  #caminho caminho e onde guardam os logs dos users, ex. /tmp/OscamUser.log
    logfile                       =  #caminho e ficheiro onde guardam os logs do oscam, ex. /tmp/Oscam.log
    clienttimeout                 = 10000
    fallbacktimeout               = 1500
    clientmaxidle                 = 300
    failbantime                   = 60
    failbancount                  = 2
    nice                          = -1
    maxlogsize                    = 950
    preferlocalcards              = 1
    saveinithistory               = 1
    lb_mode                       = 1
    lb_save                       = 100
    lb_nbest_readers              = 5
    lb_nfb_readers                = 5
    lb_max_ecmcount               = 1000
    lb_reopen_seconds             = 500
    lb_retrylimit                 = 500
    lb_nbest_percaid              = 0005:0
    lb_savepath                   =  #caminho e ficheiro onde guardam os logs do loadlbalance, ex. /tmp/OscamLB.log
    lb_stat_cleanup               = 500
    resolvegethostbyname          = 1
    
    [cccam]
    port                          =  #aqui colocam a porta do CCcam, ex 12000
    reshare                       = 2
    ignorereshare                 = 0
    forward_origin_card           = 0
    version                       = #aqui colocam a versão do CCcam que desejam emular, ex. 2.2.1
    updateinterval                = 240
    minimizecards                 = 0
    keepconnected                 = 1
    stealth                       = 1
    reshare_mode                  = 0
    é claro que estes dados são indicativos, comigo estão a funcionar bem o que não quer dizer que sejam universais...
    no oscam.conf, faltam as outras configurações que deverão ter, mas isso cada um já sabe

    agora vamos ao oscam.user (as linhas F do CCcam)

    Código:
    [account]
    user                          = # nome do utilizador, ex. user
    pwd                           = # a password do utilizador, ex. pass
    group                         = #aqui definem que grupos querem dar ao vosso cliente, ex. 1,2,3
    hostname                      = # aqui e para assegurarem que o cliente é univoco, colocam o dns deste, ex. zédaesquina.dyndns.org
    uniq                          = 1 #isto quer dizer que só permitem uma ligação do cliente ao vosso servidor
    monlevel                      = 0
    suppresscmd08                 = 1
    cccmaxhops                    = 1 #estão a dar o vosso card (hop 0, e os vossos Hop 1)
    cccreshare                    = 1 #estão a dar um reshare
    por fim, o oscam.server ( as linhas C do CCcam)

    Código:
    [reader]
    label                         = #o nome que querem dar ao reader, ex. zédaesquina
    enable                        = 1
    protocol                      = cccam
    device                        = #o dns do server cccam onde se vão ligar e a porta deste, ex. zedaesquina.dyndns.org,12000
    user                          = #o user que vos deram na linha C, ex. padremelicias
    password                      = #a password que vos deram na linha C, ex. cruzcredo
    inactivitytimeout             = 1
    reconnecttimeout              = 300
    fix9993                       = 0
    group                         = #o grupo onde querem colocar os dados deste reader, ex. 4
    lb_weight                     = 100
    cccversion                    = #a versão cccam que o server onde se ligam tem, ex. 2.1.3
    cccmaxhops                    = # os Hops que vão receber, ex. 1 (quer dizer, o Hop 0 + Hop 1 do servidor)
    cccmindown                    = 0
    esta é a configuração que penso devem ter, com algumas variações é claro, para que o oscam se comporte como autêntico CCcam mas com muito mais eficiência que este.
    podem consultar adescrição de todas as configurações e opções do oscam aqui


    agora algumas considerações sobre a utilização do oscam em vez do cccam:


    • depois de vários testes e análises que efectuei num cenário real, conclui que o mito de que o oscam gera muito tráfego aos servidores cccam é falso.
    • o que se passa é que o oscam torna tudo visível e desta forma, todos os pedidos são registados pelos servidores cccam, o que não acontece entre estes...
    • assim, quando o oscam faz um pedido de uma ecm, faz a todos os servidores (tal e qual como o cccam) mas, existe uma diferença que faz com que o pessoal ache que o oscam provoca mais pedidos ao servidor...
    • a diferença é esta: enquanto o oscam responde com ACK a todos os envios de ecm, mas seleccionando apenas a mais rápida, o CCcam responde com ACK apenas ao servidor + rápido.Isto faz com que aparentemente o CCcam faça menos pedidos que o oscam...

    Claro que podem existir outras conclusões, mas esta foi aquela a que cheguei num cenário real em rede interna e utilizando o famoso "wireshark"
    podem-me ajudar em que pastas posso encontrar estes ficheiros? para tentar fazer a alteração

  4. #4
    Gforum Dedicado
    Registo: Sep 2006
    Posts: 383

    Padrão

    Citação Postado originalmente por bosse Ver Post
    podem-me ajudar em que pastas posso encontrar estes ficheiros? para tentar fazer a alteração
    Bom dia,

    Através do dcc ou outro programa ftp encontrará os ficheiros referidos na pasta etc/tuxbox/config, isto se tiver um receptor enigma2.

    O oscam deverá estar na pasta usr/bin, com atributos 755.

    Cumprimentos

  5. #5
    Gforum Dedicado
    Registo: Oct 2009
    Localização: minho
    Idade: 58
    Posts: 873

    Padrão

    Citação Postado originalmente por corrisi Ver Post
    Bom dia,

    Através do dcc ou outro programa ftp encontrará os ficheiros referidos na pasta etc/tuxbox/config, isto se tiver um receptor enigma2.

    O oscam deverá estar na pasta usr/bin, com atributos 755.

    Cumprimentos
    sim é drem 500hd enigma2 o oscam encontrei na pasta user/bin os outros nao sera da imagem tenho gemini 5.10

  6. #6
    Administrador Avatar de jchaves
    Registo: Nov 2006
    Localização: por ai
    Idade: 50
    Posts: 7.895

    Padrão

    Citação Postado originalmente por bosse Ver Post
    sim é drem 500hd enigma2 o oscam encontrei na pasta user/bin os outros nao sera da imagem tenho gemini 5.10
    se tens o oscam instalado então a pasta config tambem a tens de ter
    isso esta em:
    etc/tuxbox
    aqui ja te deve aparecer a pasta config
    poderas não ter é todos os ficheiros de acordo com o card que queres meter a rolar e ter de alterar alguns dados naturalmente.

  7. #7
    Gforum Dedicado
    Registo: Oct 2009
    Localização: minho
    Idade: 58
    Posts: 873

    Padrão

    Citação Postado originalmente por jchaves Ver Post
    se tens o oscam instalado então a pasta config tambem a tens de ter
    isso esta em:
    etc/tuxbox
    aqui ja te deve aparecer a pasta config
    poderas não ter é todos os ficheiros de acordo com o card que queres meter a rolar e ter de alterar alguns dados naturalmente.
    sim a pasta conf. tenho depois aparesse dentro outra com enigma2-etc/enigme2 e dentro muita coisa mas nada dos tais ficheiros.
    jchaves se poderes e tiveres tempo podes dar uma ajuda e vista de olhos remotamente?

  8. #8
    Gforum Dedicado
    Registo: Oct 2009
    Localização: minho
    Idade: 58
    Posts: 873

    Padrão

    ja configurei o oscam com a ajuda do amigo jchaves mas agora tenho uma duvida
    aqui : user = #o user que vos deram na linha C, ex. padremelicias
    e passwor = #a password que vos deram na linha C, ex. cruzcredo

    tendo varias linhas como se faz? poem-se um user em cada linha e escreve-se sempre o user ou como?

  9. #9
    Gforum Dedicado
    Registo: Sep 2006
    Posts: 383

    Thumbs up

    Citação Postado originalmente por bosse Ver Post
    ja configurei o oscam com a ajuda do amigo jchaves mas agora tenho uma duvida
    aqui : user = #o user que vos deram na linha C, ex. padremelicias
    e passwor = #a password que vos deram na linha C, ex. cruzcredo

    tendo varias linhas como se faz? poem-se um user em cada linha e escreve-se sempre o user ou como?

    Boa tarde,

    No ficheiro oscam server irás colocar os teus servidores, o que corresponderá às tuas linhas C do cccam cfg. Neste sentido, e tal como referes, no primeiro servidor (reader), colocarás o nome do user que o teu servidor te atribuiu que está no final da linha C, assim como a pass.
    Para um segundo servidor, procedes da mesma forma. Deixas um espaço em branco, e se quiseres copias toda a informação do primeiro servidor (reader) e colas logo abaixo. Depois é só alterares a informação e já está. E se mais servidores tiveres, procedes da mesma forma.

    Espero ter ajudado.

    Cumprimentos
    Última edição por corrisi; 19-10-2011 às 17:08.

  10. #10
    Gforum Dedicado
    Registo: Oct 2009
    Localização: minho
    Idade: 58
    Posts: 873

    Padrão

    vamos la ver se desta vez entendo sera assim
    1 linha [account]
    user = # nome do utilizador, ex. user
    pwd = # a password do utilizador, ex. pass
    group = #aqui definem que grupos querem dar ao vosso cliente, ex. 1,2,3
    hostname = # aqui e para assegurarem que o cliente é univoco, colocam o dns deste, ex. zédaesquina.dyndns.org
    uniq = 1 #isto quer dizer que só permitem uma ligação do cliente ao vosso servidor
    monlevel = 0
    suppresscmd08 = 1
    cccmaxhops = 1 #estão a dar o vosso card (hop 0, e os vossos Hop 1)
    cccreshare = 1 #estão a dar um reshare

    2 linha [account]
    user = # nome do utilizador, ex. user
    pwd = # a password do utilizador, ex. pass
    group = #aqui definem que grupos querem dar ao vosso cliente, ex. 1,2,3
    hostname = # aqui e para assegurarem que o cliente é univoco, colocam o dns deste, ex. zédaesquina.dyndns.org
    uniq = 1 #isto quer dizer que só permitem uma ligação do cliente ao vosso servidor
    monlevel = 0
    suppresscmd08 = 1
    cccmaxhops = 1 #estão a dar o vosso card (hop 0, e os vossos Hop 1)
    cccreshare = 1 #estão a dar um reshare

    3 linha [account]
    user = # nome do utilizador, ex. user
    pwd = # a password do utilizador, ex. pass
    group = #aqui definem que grupos querem dar ao vosso cliente, ex. 1,2,3
    hostname = # aqui e para assegurarem que o cliente é univoco, colocam o dns deste, ex. zédaesquina.dyndns.org
    uniq = 1 #isto quer dizer que só permitem uma ligação do cliente ao vosso servidor
    monlevel = 0
    suppresscmd08 = 1
    cccmaxhops = 1 #estão a dar o vosso card (hop 0, e os vossos Hop 1)
    cccreshare = 1 #estão a dar um reshare

    e sempre assim? descupem insistir

  11. #11
    Gforum Dedicado
    Registo: Sep 2006
    Posts: 383

    Thumbs up

    Citação Postado originalmente por bosse Ver Post
    vamos la ver se desta vez entendo sera assim
    1 linha [account]
    user = # nome do utilizador, ex. user
    pwd = # a password do utilizador, ex. pass
    group = #aqui definem que grupos querem dar ao vosso cliente, ex. 1,2,3
    hostname = # aqui e para assegurarem que o cliente é univoco, colocam o dns deste, ex. zédaesquina.dyndns.org
    uniq = 1 #isto quer dizer que só permitem uma ligação do cliente ao vosso servidor
    monlevel = 0
    suppresscmd08 = 1
    cccmaxhops = 1 #estão a dar o vosso card (hop 0, e os vossos Hop 1)
    cccreshare = 1 #estão a dar um reshare

    2 linha [account]
    user = # nome do utilizador, ex. user
    pwd = # a password do utilizador, ex. pass
    group = #aqui definem que grupos querem dar ao vosso cliente, ex. 1,2,3
    hostname = # aqui e para assegurarem que o cliente é univoco, colocam o dns deste, ex. zédaesquina.dyndns.org
    uniq = 1 #isto quer dizer que só permitem uma ligação do cliente ao vosso servidor
    monlevel = 0
    suppresscmd08 = 1
    cccmaxhops = 1 #estão a dar o vosso card (hop 0, e os vossos Hop 1)
    cccreshare = 1 #estão a dar um reshare

    3 linha [account]
    user = # nome do utilizador, ex. user
    pwd = # a password do utilizador, ex. pass
    group = #aqui definem que grupos querem dar ao vosso cliente, ex. 1,2,3
    hostname = # aqui e para assegurarem que o cliente é univoco, colocam o dns deste, ex. zédaesquina.dyndns.org
    uniq = 1 #isto quer dizer que só permitem uma ligação do cliente ao vosso servidor
    monlevel = 0
    suppresscmd08 = 1
    cccmaxhops = 1 #estão a dar o vosso card (hop 0, e os vossos Hop 1)
    cccreshare = 1 #estão a dar um reshare

    e sempre assim? descupem insistir
    Boa noite,

    É exactamente assim que deve proceder. Mas tenha atenção ao seguinte; no exemplo que refere, trata-se do ficheiro oscam user e não do oscam server. No oscam user, colocará os dados das linhas F do seu cfg, isto é, a pass e o user que criou para cada cliente seu.
    No oscam server (reader), coloca o user e a pass que os seus servers lhe deram.

    Cumprimentos

  12. #12
    Gforum Dedicado
    Registo: Oct 2009
    Localização: minho
    Idade: 58
    Posts: 873

    Padrão

    ja pos algumas linhas para tentar mas no blu painel não apare-se o oscam para por a arrancar.em user/bin esta com atributos 755, e em script tambem esta com atributos 755 alguma ajuda

  13. #13
    Gforum Dedicado
    Registo: Sep 2006
    Posts: 383

    Thumbs up

    Citação Postado originalmente por bosse Ver Post
    ja pos algumas linhas para tentar mas no blu painel não apare-se o oscam para por a arrancar.em user/bin esta com atributos 755, e em script tambem esta com atributos 755 alguma ajuda
    Bom dia,

    Se o emulador oscam não aparece no local onde devem aparecer os emuladores instalados é que algo está mal. Já experimentou fazer um reboot ao receptor e voltar ao bluepanel?.
    Eu não tenho dreambox, mas aqui não instalei nada relativa a oscam na pasta script com atributos 755.

    Já me aconteceu foi o seguinte e que deverá ter em conta. Por vezes, quando se copia o ficheiro bin do oscam para a pasta usr/bin, aparece a barra a informar que o ficheiro está a ser copiado, mas na verdade a cópia não é feita. Certifique-se também que o nome do ficheiro oscam que copia tem o mesmo nome, isto é, oscam.
    Aconselho simplesmente que apague o ficheiro bin oscam que tenha na pasta usr/bin e depois copie o novo ficheiro com o mesmo nome para a referida pasta. Depois certifique-se que o ficheiro está na pasta com a data do dia da cópia. Depois dê atributos 755. Reinicie o receptor e veja se aparece o oscam no blue-panel.

    Cumprimentos

  14. #14
    Gforum Dedicado
    Registo: Oct 2009
    Localização: minho
    Idade: 58
    Posts: 873

    Padrão

    Citação Postado originalmente por corrisi Ver Post
    Bom dia,

    Se o emulador oscam não aparece no local onde devem aparecer os emuladores instalados é que algo está mal. Já experimentou fazer um reboot ao receptor e voltar ao bluepanel?.
    Eu não tenho dreambox, mas aqui não instalei nada relativa a oscam na pasta script com atributos 755.

    Já me aconteceu foi o seguinte e que deverá ter em conta. Por vezes, quando se copia o ficheiro bin do oscam para a pasta usr/bin, aparece a barra a informar que o ficheiro está a ser copiado, mas na verdade a cópia não é feita. Certifique-se também que o nome do ficheiro oscam que copia tem o mesmo nome, isto é, oscam.
    Aconselho simplesmente que apague o ficheiro bin oscam que tenha na pasta usr/bin e depois copie o novo ficheiro com o mesmo nome para a referida pasta. Depois certifique-se que o ficheiro está na pasta com a data do dia da cópia. Depois dê atributos 755. Reinicie o receptor e veja se aparece o oscam no blue-panel.

    Cumprimentos
    sera possivel por aqui ou por pm o ficheiro bin para trocar.pode ser o meu estragado

  15. #15
    Gforum Dedicado
    Registo: Sep 2006
    Posts: 383

    Padrão

    Citação Postado originalmente por bosse Ver Post
    sera possivel por aqui ou por pm o ficheiro bin para trocar.pode ser o meu estragado

    Bom dia,

    Deixo aqui o link de uma versão estável do oscam:

    OScam Download Center

    Deve efectuar registo grátis para poder fazer download.

    Cumprimentos

Página 1 de 7 12345 ... ÚltimoÚltimo

Tópicos Similares

  1. Cccam to Oscam Converter
    Por gabribad no fórum Software
    Respostas: 5
    Último Post: 03-07-2016, 15:42
  2. Cartão Z@n em CCcam + Oscam bloqueia
    Por scvianense no fórum Duvidas / Ajuda - Dreambox -Linux TV
    Respostas: 24
    Último Post: 19-05-2012, 14:38
  3. Respostas: 15
    Último Post: 19-11-2011, 11:20
  4. Cccam to Oscam Converter
    Por moitamen no fórum Duvidas / Ajuda
    Respostas: 3
    Último Post: 29-03-2011, 09:56
  5. CCcam 2.1.3 incl Oscam for V13 SKY
    Por Fergomes no fórum CCcam
    Respostas: 0
    Último Post: 21-12-2010, 09:07

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Já fez "Like" na nossa página do facebook?


Assina a nossa newsletter. Recebe todas as novidades semanais no teu email e habilita-te a ganhar premios fantasticos que temos para sortear!

* indicates required