"Provocações" podem gerar confronto militar

Versão Imprimível