Página 24 de 115 Primeiro ... 1423 24 253474 ... Último
  1. #346
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Favoritos reforçam candidaturas


    A segunda prova do Challenge Desafio Único serviu para perceber que a vitória na segunda época da competição deverá ser discutida entre as duplas Filipe Matias/Tiago Ribeiro e Nuno Duarte/Adruzilo Lopes.

    Separadas por dois pontos antes de Braga (com vantagem para Matias/Ribeiro), a diferença aumentou até aos quatro pontos, mas a ideia que persiste é que os Uno das equipas Santander Consumer/E.G.S. e ISEP/Mundauto são, neste momento, as duas referências competitivas do plantel.

    Os dois carros rodaram juntos durante quase toda a primeira corrida, com Ribeiro a liderar até metade da prova, para depois Duarte assumir a liderança e ganhar uma vantagem decisiva sobre o seu único adversário, não sem antes os dois pilotos se desentenderem em pista, o que levou a um protesto formal junto do colégio de comissários desportivos por parte da equipa de ribeiro.

    O terceiro lugar ficou entregue à equipa Mário Borges/Luis Carneiro, que perdeu alguns lugares durante as primeiras voltas (tinha partido de 3º), mas depois regressou em definitivo ao último lugar do pódio à sexta volta. Jorge Meireles e Vitor Ramos terminaram em quarto, na frente do outro carro da Santander Consumer/E.G.S., guiado por Pedro Cerqueira e José Francisco.

    Com a grelha dos vintes primeiros invertida para a segunda corrida, os favoritos tiveram de rodar no meio do pelotão. João Cabaça e Rui Alves (piloto do PTCC) aproveitaram para assumir a liderança logo à quarta volta, mas duas situações de Safety-Car abreviaram a recuperação de Adruzilo Lopes e Filipe Matias.

    Este último passou o antigo campeão nacional de ralis e depois tentou "chegar" ao primeiro lugar, quedando-se a cerca de três segundos de Cabaça. O Uno de Jorge Meireles e Vitor Ramos subiu um lugar em relação à primeira corrida e terminou em terceiro.
    Tal como na jornada anterior, Ana Sampaio e Rosário Sottomayor dominaram as duas corridas na classificação das Senhoras (9º lugar em ambas). Cristina Silva e Pilar Lima foram as segundas, com um 19º e um 22º lugar.

    Classificações (suspensas)
    Corrida 1: 1º Nuno Duarte/Adruzilo Lopes (ISEP/Mundauto), 14 voltas em 25m15,852s; 2º Filipe Matias/Tiago Ribeiro (Santander Consumer/E.G.S.), a 2,876s; 3º Mário Borges/Luis Carneiro, a 9,910s 4º Jorge Meireles/Vitor Ramos, a 16,506s; 5º Pedro Cerqueira/José Francisco (Santander Consumer/E.G.S.), a 18,112s (...)
    Corrida 2: 1º João Cabaça/Rui Alves (N.Seguros -APT Racing), 14 voltas em 28m17,162s; 2º Filipe Matias/Tiago Ribeiro, a 3,073s 3º Jorge Meireles/Vitor Ramos, 4,812s 4º Nuno Duarte/Adruzilo Lopes, a 7, 507s; 5º Hilário Lopes/Luis Oliveira, a 8,214s (...)
    Classificação final (somatório das duas corridas)
    1º Filipe Matias/Tiago Ribeiro, 28 voltas em 53m38,963s; 2º Nuno Duarte/Adruzilo Lopes, a 1,558s; 3º Jorge Meireles/Vítor Ramos, a 15,369s; 4º Mário Borges/Luís Carneiro, a 19,02s; 5º José Ferreira/Pedro Amaral, a 22,669s; 6º Hilário Lopes/Luís Oliveira, a 23,039s; 7º Ana Sampaio/Rosário Sottomayor, a 30,374s; 8º João Cabaça/Rui Alves, a 33,439s; 9º Gonçalo Inácio/Duarte Aguiar, a 58,757s; 10º Mário Nogueira/José Durão, a 58,864s.
    AS

  2. #347
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Couto foi 13º em Motegi


    André Couto voltou a não ter um bom fim-de-semana no campeonato japonês de Super GT, cuja sétima prova teve lugar em Motegi.

    Ao volante do Lexus SC430 GT do Team SARD, o piloto, que faz equipa com Toranosuke Takagi, foi oitavo na qualificação, que desta feita se realizou de uma forma semelhante ao que é praticado na F1.

    Depois, durante a corrida, disputada com muito calor, Couto passou por uma situação que lhe provocou uma penalização de "drive through", o que o fez perder uma volta e cair para a 13ª posição final - uma vez mais, longe dos pontos.

    A prova foi ganha pelo Nissan GT-R da equipa YellowHat YMS Tomica, pilotado por Ronnie Quintarelli/Naoki Yokomizo, na frente do Honda NSX de Ralph Firman/Takuya Izawa e do Lexus SC430 GT de Juichi Wakisaka/André Lotterer.

    Nos GT300, a vitória foi para o WedsSport IS350 pilotado por Manabu Orido e Tsubasa Abe, naquela que foi a primeira vitória do carro nipónico. AS

  3. #348
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão A1GP: Carro de Portugal está a ser montado

    O A1 Grand Prix começa a regressar à normalidade, tendo algumas das equipas experimentado o novo A1GP "powered by Ferrari" em Donington Park, com chuva e tempo seco. A equipa portuguesa não esteve presente, mas o seu carro começou a ser montado ontem, garantindo a presença no teste previsto para Snetterton, enquanto Filipe Albuquerque dará uma volta no monolugar esta semana, mas de forma "virtual", em simulador.AS

  4. #349
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão A1 Team Portugal e AIA parceiros por um ano

    O A1 Team Portugal e o Autódromo Internacional do Algarve vão unir esforços durante um ano, com o carro tripulado por Filipe Albuquerque a ser também uma bandeira daquela que promete ser uma infra-estrutura para revolucionar o automobilismo nacional. O A1GP é uma competição que visita países tão distantes, como a Nova Zelândia, a Malásia, o México e a China, pelo que é naturalmente um excelente veículo de promoção para o AIA.

    O responsável máximo pela equipa nacional, Luís Vicente, refere que toda a estrutura está "Extremamente feliz e honrada por concretizar este acordo com a Parkalgar para a temporada 2008/2009 e assim podermos dar também o nosso contributo para promover o Autódromo Internacional do Algarve. Temos acompanhado este projecto de forma muito próxima e o trabalho do Eng. Paulo Pinheiro e da sua equipa é algo que consideramos um motivo de orgulho para todos os Portugueses."

    "É uma infra-estrutura de nível mundial e que, estou certo, poderá colocar o nosso país, de novo, na rota dos mais prestigiados eventos mundiais do Automobilismo de Velocidade. O apoio agora concretizado é a face visível inicial de um projecto global, que tem vindo a ser desenvolvido no último ano entre as duas entidades e que, estou certo, poderá contribuir ainda mais para a valorização do Autódromo Internacional de Portimão, o A1GP e o A1 Team Portugal. Esperamos que cada vez mais, o nosso projecto possa contar com o apoio das entidades e parceiros mais representativos do nosso país e, em simultâneo, possa ser utilizado para fomentar a prática da actividade desportiva e a experiência académica dos nossos jovens compatriotas".

    A quarta temporada do A1GP, que arranca no início de Outubro em Zandvoort na Holanda, vai passar pelo Algarve na Primavera de 2009. "Aguardamos com ansiedade pela oportunidade de podermos de novo lutar de igual para igual com outras 22 nações perante o nosso público, no dia 12 de Abril de 2009 em Portimão. Dentro em breve serão divulgados todos os detalhes do evento, mas peço desde já a todos os Portugueses que aceitem o convite para estarem presentes no fim-de-semana de Páscoa em Portimão para apoiarem a sua equipa nacional. Iremos com certeza tudo fazer para proporcionar a todos um excelente fim-de-semana e se possível subir ao lugar mais alto do pódio. Isso teria para nós um significado muito especial", conclui.AS

  5. #350
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão "Campos é a melhor equipa actualmente"

    Depois de uma época de altos e baixos com a Super Nova Racing, em que não conseguiu repetir o sucesso da primeira vitória devido a uma série de pequenos problemas mecânicos, erros da equipa e alguns toques de adversários, Álvaro Parente está agora à procura de um lugar numa equipa de topo, com o piloto e o seu "manager", Pedro Moreira dos Santos, à procura de um orçamento que permita ao piloto lutar pelo título na próxima época.

    "O problema em Portugal", explica Santos, "é sempre encontrar um orçamento que nos permita encontrar uma equipa competitiva, e as empresas portuguesas não estão interessadas em apoiar projectos que ainda estão em segundo lugar. O nosso objectivo é juntar um orçamento que nos permita estar em condições de podermos escolher qualquer equipa para o Álvaro".

    Embora admita que "a Campos Grand Prix pareça ser a que reúne melhores condições de poder lutar pelo título em 2009" o "manager" de Parente continua a "falar com todas as equipas". A equipa espanhola pede 1,3 milhões de euros para a época inteira de 2009, "mas eles também gostavam de fazer a GP2 Asia, o que permitiria ao Álvaro começar a trabalhar mais cedo com o engenheiro, mas fazer este campeonato, seja em que equipa for, obrigaria a um orçamento duas vezes maior".

    AS

  6. #351

    Registo
    Nov 2007
    Idade
    25
    Posts
    2.179

    Padrão Pedro Couceiro e Manuel Gião têm tarefa difícil



    O Internacional GT Open está de volta para mais duas corridas, desta vez no traçado francês de Magny Cours. Pedro Couceiro e Manuel Gião chegam à pista gaulesa no segundo lugar do campeonato, mas para esta dupla jornada partem com um handicap de 15 segundos, o que pode complicar a vida da dupla nacional, que apesar disso não vai baixar os braços na busca de um lugar no pódio.

    «É um circuito de que gosto. Penso que será também bom para os Ferrari, pelo que tenho de estar optimista para este fim-de-semana. A nossa equipa está a ser apoiada mais de perto pela Ferrari, que nos disponibilizou já o novo pack aerodinâmico de 2009 e que pode ser uma importante ajuda nesta corrida. Partimos com 15 segundos de handicap e mesmo que não consigamos ir ao pódio na primeira corrida, só nos são retirados cinco segundos, porque temos três penalizações de cinco segundos e não uma de 15», afirma o piloto de Lisboa, Pedro Couceiro.

    Já Manuel Gião não esconde a paixão que sente pelo circuito francês. «É um dos meus preferidos. Já corri lá muitas vezes e gosto muito das chicanes rápidas e desta alteração que a pista sofreu na parte final em 2005. Com o novo pack aerodinâmico esperamos ganhar três ou quatro décimas, que podem ser importantes para fazer face ao grande handicap que temos. Apesar dessa dificuldade acredito que podemos conseguir um bom resultado.»

    A jornada dupla de Magny Cours terá uma corrida no sábado e outra no domingo. No dia 20 a prova de uma hora começa às 15 horas, enquanto no dia seguinte a corrida de 45 minutos tem início às 12h45.

    Fonte: AutoHoje



  7. #352

    Registo
    Nov 2007
    Idade
    25
    Posts
    2.179

    Padrão A1 Team Portugal estabelece parceria com Autódromo do Algarve



    O A1 Team Portugal e o Autódromo Internacional do Algarve vão unir esforços durante um ano, com o carro tripulado por Filipe Albuquerque a ser a bandeira daquela que promete ser uma infra-estrutura para revolucionar o automobilismo nacional.

    O responsável máximo pela equipa nacional, Luís Vicente, refere que toda a estrutura está «extremamente feliz e honrada por concretizar este acordo com a Parkalgar para a temporada 2008/2009 e assim podermos dar também o nosso contributo para promover o Autódromo Internacional do Algarve. Temos acompanhado este projecto de forma muito próxima e o trabalho do Engenheiro Paulo Pinheiro e da sua equipa é algo que consideramos um motivo de orgulho para todos os portugueses. É uma infra-estrutura de nível mundial e que, estou certo, poderá colocar o nosso país, de novo, na rota dos mais prestigiados eventos mundiais do automobilismo de velocidade. O apoio agora concretizado é a face visível inicial de um projecto global, que tem vindo a ser desenvolvido no último ano entre as duas entidades e que poderá contribuir ainda mais para a valorização do Autódromo Internacional de Portimão, o A1GP e o A1 Team Portugal. Esperamos que, cada vez mais, o nosso projecto possa contar com o apoio das entidades e parceiros mais representativos do nosso país e, em simultâneo, possa ser utilizado para fomentar a prática da actividade desportiva e a experiência académica dos nossos jovens compatriotas».

    A quarta temporada do A1GP, que arranca no início de Outubro em Zandvoort na Holanda, vai passar pelo Algarve na Primavera de 2009. «Aguardamos com ansiedade pela oportunidade de podermos de novo lutar de igual para igual com outras 22 nações perante o nosso público, no dia 12 de Abril de 2009 em Portimão. Dentro em breve serão divulgados todos os detalhes do evento, mas peço desde já a todos os Portugueses que aceitem o convite para estarem presentes no fim-de-semana de Páscoa em Portimão para apoiarem a sua equipa nacional. Iremos com certeza tudo fazer para proporcionar a todos um excelente fim-de-semana e se possível subir ao lugar mais alto do pódio. Isso teria para nós um significado muito especial», conclui.

    Fonte: AutoHoje



  8. #353

    Registo
    Nov 2007
    Idade
    25
    Posts
    2.179

    Padrão Monteiro regressa a Imola para reforçar liderança da Seat



    Tiago Monteiro regressa no próximo fim-de-semana a Imola, em Itália, para a 17ª e 18ª rondas do WTCC. O circuito Enzo e Dino Ferrari volta a receber este evento depois de dois anos de ausência no campeonato. Para o piloto português, a última vez que rodou no circuito italiano foi em 2006, no Grande Prémio de San Marino de Fórmula 1.

    «É um circuito de que gosto bastante. Tem rectas longas e curvas igualmente rápidas, pelo que tem todos os ingredientes para dar corridas interessantes no panorama actual do WTCC. Por outro lado estamos todos na expectativa do que vai acontecer. A esta distância não há favoritos. É preciso esperar para ver como se comportam os carros». refere o piloto.

    A equipa SEAT ruma a Itália apostada em manter e reforçar a liderança do Mundial de Turismos, mas a verdade é que os ritmos de corrida estão muito aproximados. Outro dado importante é que este é daqueles circuitos que a esmagadora maioria dos pilotos conhece ao pormenor.

    «Penso que dos pilotos que correm no WTCC todos ou, pelo menos, quase todos têm muitos quilómetros feitos em Imola. Logo, por esse lado não há vantagem para ninguém. Estou confiante num bom resultado. A motivação é grande, até porque em Oshcersleben deu para perceber que conseguimos um bom andamento numa pista muito complicada. Acho que em Imola temos condições para contrariar o peso que o SEAT tem a mais face à concorrência.» Conclui Tiago Monteiro.

    Fonte: AutoHoje



  9. #354
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão A1 Team Portugal com nova decoração em 2008/09

    É já conhecida a decoração do carro que Filipe Albuquerque vai tripular na quarta temporada do A1GP. Em relação a 2007/08 desaparece o branco, passando o monolugar do A1 Team Portugal a ser na sua totalidade verde e vermelho. São também já conhecidos os fatos que tanto o piloto de Coimbra, como toda a equipa de mecânicos vai utilizar sempre que estiver em pista e onde predominará o vermelho.

    Está também já pronto para os testes da próxima semana em Snertetton o monolugar do A1 Team Portugal, com Filipe Albuquerque a não esconder o entusiasmo por estes ansiado ensaio. "Claro que sinto alguma ansiedade, pois estou desejoso de entrar em acção e experimentar o carro que a A1GP criou com a consultoria da Ferrari. Eu já gostava deste campeonato e agora gosto ainda mais, pois sei que estou a dar um passo em frente na minha carreira e que vou ter um carro muito melhor com o anterior, quer ao nível aerodinâmico, como de travões e de potência de motor, muito próximo do actual monolugar da GP2", diz o piloto de Coimbra.

    Para o homem que vai defender as cores de Portugal em mais uma temporada do A1GP, este teste em Snertetton "é muito importante. Vai ser um teste intensivo, até para eu ficar a conhecer o carro e a equipa poder recolher o máximo de informação possível. Ao nível da fiabilidade acredito que o A1GP e a Ferrari terão testado chassis e motor até ao limite e que por aí não haverá problema, mas o traçado desta pista é muito estreito e rápido, com escapatórias pequenas, pelo que será necessário evitar saídas de pista, pois podemos perder muito tempo, que será útil para trabalharmos ao máximo no conhecimento do novo carro. Se tivesse a opção, preferiria já ter rodado em Donington, pois é um circuito que já conheço ao contrario de Snertetton onde irei rodar pela primeira vez, mas vamos tentar tirar o máximo partido destes dois dias de testes, pedindo apenas que não chova, ou que não haja nada que nos obrigue a ficar muito tempo parados", conclui Filipe Albuquerque.

    AS

  10. #355
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Jonathan Palmer responsável pela nova Fórmula 2

    A Motorsport Vision, do ex-piloto de Fórmula 1 Jonathan Palmer, vai ser a responsável pelo fornecimento de carros e promoção do novo Campeonato Internacional de Fórmula 2, que a FIA pretende organizar em 2009. De acordo com o grandprix.com, a F2 deverá acompanhar as rondas europeias do calendário do WTCC.

    Palmer contratou a Williams para desenhar (mas não construir) o chassis, enquanto os motores serão os actuais propulsores 1.8 Turbo que Palmer actualmente utiliza na Fórmula Palmer Audi, competição monomarca de monolugares "chave na mão", tal como a FIA pretende fazer com a F2, o que poderá ajudar a competição a não passar dos 350 mil euros anuais por piloto (o objectivo inicial da FIA era 200 mil). Os actuais chassis da FPA são fornecidos pela Van Diemen, hoje propriedade do Grupo Panoz.

    A FIA deverá oferecer Superlicenças aos graduados da F2, do mesmo modo que faz actualmente com a GP2, World Series by Renault e F3, mas não se sabe como este diferendo com a GP2 poderá afectar as Superlicenças dadas a esta categoria. A FIA pretende que o F2 debite 400 cv, bem menos que os monolugares da GP2 e World Series, mas mais que os 300 cv da Palmer Audi.AS

  11. #356
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Candidatos definem-se

    O principal campeonato do Mundo de Turismo, o WTCC, entra em Imola na sua recta final.

    Depois da dupla jornada da pista situada nos arredores de Bolonha, ficam a faltar apenas mais três: uma em Monza e duas no Extremo Oriente, com início no Japão (Okayama) e final em Macau, a verdadeira catedral deste tipo de competições, que alberga a famosa Corrida da Guia.

    Neste momento, estão ainda 80 pontos em liça e, na tabela de pilotos, teoricamente quase toda a gente está em condições de se vencer o campeonato. Porém, na prática não é bem assim - mas, como tem vindo a ser habitual, são ainda muitos os pilotos que, nesta altura do campeonato, têm hipóteses de suceder a Andy Priaulx. Yvan Muller e Gabriele Tarquini estão na frente, separados por dois pontos e o britânico está já em terceiro lugar, a 13. Depois, no simples arco de três pontos, encontram-se mais três pilotos: Ricakrd Rydell, Robbie Huff e Félix Porteiro, este o vencedor da última corrida, em Oscherleben.

    Augusto Farfus, que também ganhou naquela pista alemão, está logo a seguir, com o mesmo número de pontos de Jordi Gené e Jorg Muller e a 22 do francês da Seat. Quanto a Tiago Monteiro, já assumiu que, a partir de agora, o que mais lhe interessa é ajudar a Seat a vencer o campeonato de Construtores.

    Porém, também referiu que baixar os braços não é o seu estilo e que, se tiver condições para isso, não vai enjeitar nova vitória, que pode bem suceder já em Imola. Transportando um lastro de 29 quilos no seu Seat Leon TDI, Monteiro está em vantagem sobre os outros pilotos da casa espanhola - e basta-lhe uma boa qualificação e a sorte para evitar as habituais confusões das corridas do WTCC, para poder levantar os braços num qualquer lugar do pódio. Assinale-se, também, que em Imola irá estar pela primeira vez presente um terceiro Lada 110, que deverá disputar o resto da temporada, com Kirill Ladygin ao volante.AS

  12. #357
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Propostas vão ser apresentadas à FPAK

    Criada há cerca de dois meses, a ANPAC - Associação Nacional de Pilotos de Automóveis Clássicos - tem já preparado um plano de acção para apresentar à FPAK com vista a recuperar a visibilidade e lotação que os dois campeonato de Clássicos de Velocidade já tiveram nos últimos anos.

    egundo Kiko Mora, o principal representante da nova associação, o objectivo do grupo de trabalho assenta em três vectores: "credibilidade, representatividade e visibilidade e pretende dinamizar e orientar os concorrentes dos Clássicos que correm ou tem Clássicos parados nas garagens, através de acções que possam voltar a tornar atractiva a modalidade, numa primeira fase na Velocidade e numa segundo nos Ralis e Montanha".

    Para já, a ANPAC teve a primeira reunião formal em Braga, na tarde de sábado, onde cerca de 42 pilotos (muitos dos quais não estavam a correr no fim-de-semana) tiveram a oportunidade de conhecer o conjunto de medidas que a associação pretende apresentar ao órgão federativo em prol do sucesso dos campeonatos do próximo ano e aos quais a própria FPAK deverá ter acesso ainda no decorrer desta semana.

    De momento, a ANPAC preferiu não tornar pública o conteúdo das propostas apresentadas, embora, entre muitas outras coisas, uma delas vise a redução do valor das taxas de inscrição. AS

  13. #358
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão "Eurocup" Troféu 500 Abarth ibérico na calha

    Tendo como base a versão Asseto Corse, o 500 Abarth prepara-se para entrar no mundo das corridas de Velocidade e poderá fazê-lo pelas mãos da Full Eventos.

    A ideia é promover uma competição monomarca "Eurocup" que possa servir de suporte ao calendário do WTCC em 2009 e que apresente um regulamento técnico uniformizado de forma a que os carros dos vários troféus da marca italiana que se esperam venham a realizar um pouco por toda a Europa, possam competir no tal troféu "europeu".

    A ideia é utilizar o 500 Abarth com 200 cavalos de potência, com um preço que se deverá situar entre os 30 a 32 mil euros que, curiosamente, poderão também fazer uma "passagem" por Portugal. Segundo foi possível apurar existe em cima da mesa a possibilidade da realização de uma competição ibérica, disputada entre pilotos portugueses e espanhóis e com um calendário de provas também misto entre Portugal e Espanha, a partir de uma proposta feita por um promotor madrileno.

    Contudo e como seria de esperar até tudo estar "preto no branco", as reservas e cautelas, tanto em relação da promoção da "Eurocup" como do Troféu Ibérico, são ainda muitas por parte da Full Eventos, avançando apenas Nuno Couceiro e Paulo Ferreira, responsáveis máximos da empresa, que "a única coisa que dizemos é que gostávamos de fazer isso tudo para internacionalizar a Full Eventos, mas nada disso é oficial nem poderia ser nesta altura pois quem decidirá será sempre a marca Abarth".

    De qualquer modo, caso a competição ibérica avance mesmo, como tudo indica, poderá ter que fazê-lo em paralelo com o Troféu Mini John Cooper Works, que, também a confirmar-se, introduzirá um carro com aproximadamente o mesmo nível de potência em solo português. Em tempo dito de crise, não será isto "canibalização" e uma forma de dividir pilotos, quando estes são cada vez menos? Se calhar vale a pena pensar nisto...AS

  14. #359

    Registo
    Nov 2007
    Idade
    25
    Posts
    2.179

    Padrão Lamy corre em Brno



    Com o fim do campeonato Le Mans Series 2008, Pedro Lamy ganhou algum tempo livre para aceitar alguns dos muitos convites que vai recebendo ao longo do ano para participar nas mais variadas corridas e campeonatos. É isso mesmo que acontece este fim-de-semana, com o piloto português a aceitar o desafio da Charouz Racing System para pilotar um Mercedes Benz AMG C DTM no International Circuit Championship, em Brno, na República Checa.

    «Recebi um convite do Antonín Charouz, dono da equipa, e fiquei muito satisfeito por poder viajar até à República Checa onde vou encontrar muitos amigos, como o Tomas Enge, que irá ser meu companheiro de equipa», disse Lamy, que já teve oportunidade de testar o bloco V8 da Mercedes, com 470 cavalos: «Este é um AMG do DTM mas, como aqui existe uma diferença no regulamento, o carro pode ser mais leve, logo mais rápido. É muito divertido de conduzir e bem mais evoluído do que o DTM que pilotei há uns anos, embora as semelhanças com o meu 908 HDi sejam naturalmente reduzidas, até porque se trata de um carro a gasolina.»

    O fim-de-semana será dividido em duas partes: hoje haverá uma corrida de três horas e no domingo uma corrida mais ao estilo «sprint». Apesar de estar liberto de pressão, Lamy tem objectivos definidos: «A equipa luta pela campeonato de pilotos e de equipas e é nesse sentido que solicitaram a minha colaboração, para os poder ajudar.»

    A Charouz vai estar com dois Mercedes DTM em prova. Pedro Lamy vai fazer equipa com o ex-F1 Nicolas Kiesa e Jarek Janis, enquanto o outro carro vai ser pilotado por Tomas Enge, Stephan Mucke e o patrão Antonín Charouz.

    Fonte: AutoHoje



  15. #360

    Registo
    Nov 2007
    Idade
    25
    Posts
    2.179

    Padrão Monteiro garante oitavo lugar



    Tiago Monteiro obteve o oitavo lugar na primeira sessão de treinos livres realizada em Imola, numa prova em que saiu de pista. A estreia em Imola fértil em incidentes que envolveram pilotos como Alain Menu, Jaap van Legen, Franz Engstler, Farfus, Stefano D'Aste, James Thompson ou Alessandro Zanardi.

    James Thompson conquistou o primeiro lugar, à frente de Gabriele Tarquini e Tom Coronel.

    Fonte: AutoHoje



Página 24 de 115 Primeiro ... 1423 24 253474 ... Último

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar