Página 33 de 115 Primeiro ... 2332 33 344383 ... Último
  1. #481

    Registo
    Sep 2007
    Posts
    8.174

    Padrão Hamilton pode defrontar Schumacher em Wembley



    Lewis Hamilton, que no último domingo conquistou o título mundial de Fórmula 1, poderá defrontar o heptacampeão Michael Schumacher na edição de 2008 da Corrida dos Campeões, marcada para Dezembro no Estádio de Wembley.

    A possível presença do piloto britânico foi confirmada esta sexta-feira pelo organizador do evento, Fredrik Johnsson.
    "Lewis quer participar. Trata-se, agora, de saber se a equipa dele [McLaren] vai permitir e se isso é possível por causa da sua agenda, neste momento totalmente preenchida. O convite continua válido. Temos uma segunda vaga na equipa F1 Racing Great Britain, ao lado de David Coulthard", afirmou Johnsson em conferência de imprensa.

    Mais jovem campeão do mundo de F1, Lewis Hamilton ingressou na categoria depois da reforma do supercampeão Michael Schumacher, vencedor de sete títulos mundiais e de 91 corridas.

    A Corrida dos Campeões foi criada em 1988 por Johnsson e pela francesa Michèle Mouton, mítica ex-piloto de ralis dos anos 80. Na edição de 2008 estão confirmadas as presenças dos pilotos de F1, além do agora reformado David Coulthard, Mark Webber e Jenson Button e ainda as de Andy Priaulx (WTCC), Tom Kristensen (vencedor das 24 Horas de Le Mans), Sébastien Loeb (pentacampeão mundial de ralis) e Troy Bayliss (tricampeão de Superbikes Troy Bayliss).



    JR

  2. #482
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Loeb e Sarrazin vão trocar de volante por um dia

    Depois de confirmado teste com o Red Bull de Fórmula 1, eis que o recém coroado Campeão do Mundo de Ralis, Sébastien Loeb se prepara para mais um teste de diferentes carros de competição.

    Desta feita e por iniciativa da Peugeot Sport e Citroën Sport e do seu parceiro comum Total, Sébastien Loeb e Stéphane Sarrazin irão trocar experiências e as respectivas viaturas durante um dia.

    No próximo dia 27 de Novembro, os dois Departamentos de Competição do Grupo PSA Peugeot Citroën vão deslocar-se ao circuito HTTT Paul Ricard, em Castellet, no sul da França, para um encontro inédito de dois pilotos e dois automóveis.

    A manhã encontrará Stéphane Sarrazin, ponta de lança da equipa Peugeot Sport nas provas de resistência, aos comandos do Citroën C4 WRC de Sébastien Loeb, que acaba de alcançar o seu 5º título de Pilotos do Mundial de Ralis. Após esta sessão, que decorrerá em pisos de terra nas proximidades do Circuito, será a vez do piloto da Citroën Sport assumir o volante do Peugeot 908 HDi FAP, durante a tarde.

    Sébastien e Stéphane visitaram, respectivamente, as sedes da Peugeot Sport e da Citroën Sport, com vista à produção dos seus bancos, e ambos admitiram a ânsia por se encontrarem ao volante de duas viaturas únicas como o Citroën C4 WRC e o Peugeot 908 HDi FAP.AS

  3. #483
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão António Félix da Costa surpreendeu em Paul Ricard

    Como prémio pela conquista do vice-campeonato Norte Europeu da Formula Renault 2.0, António Félix da Costa esteve hoje em Paul Ricard, onde testou um monolugar das World Series by Renault, tornando-se o mais jovem piloto português de sempre a conduzir um monolugar com 550 CV de potência.

    Integrado num grupo de 21 pilotos, no qual se encontravam os três primeiros classificados dos diversos campeonatos de Formula Renault disputados em países europeus no ano de 2008, e ainda alguns outros pilotos já com experiência nas World Series, o jovem piloto português impressionou verdadeiramente tudo e todos ao obter o segundo tempo mais rápido da sessão da manhã com um carro da equipa P1 Motorsport.

    Com a pista bastante molhada, António rodou sempre entre os três primeiros. Mais tarde, já com a pista a secar, e com todos os pilotos a mudarem para pneus slick, Felix da Costa efectua então uma série de boas voltas, cotando-se como o segundo piloto mais rápido de toda a sessão.

    "A experiência de hoje ficará para sempre gravada na minha memória. Foi fabuloso poder conduzir um carro a 242 km/hora, a curvar colado ao chão e com uma aceleração arrepiante. Adaptei-me rapidamente e, desde cedo, comecei a sentir-me muito à vontade. Gradualmente fui melhorando os meus tempos tendo rodado sempre entre os três primeiros. Com pneus slicks, a volta rápida costuma ser a 2ª, altura em que estes atingem a máxima eficiência. Uma vez que ainda me encontrava a descobrir, quer o carro, quer a própria pista, o meu melhor tempo foi somente conseguido na volta 6, pelo que senti que poderia ter tirado mais 2 ou 3 décimos", comentou o piloto de Cascais.

    "Fui integrado na equipa P1 Motorsport, Campeã em 2008, e todos me apoiaram muito. Um agradecimento especial ao seu Team Manager, Roly Vincini, que me ajudou a descobrir o carro e os segredos da pista. Foram 60 voltas efectuadas ao comando deste formula Renault das World Series e, fisicamente, senti-me muito bem. Na verdade, quando o teste terminou, sentia-me pronto para, pelo menos, mais 60 voltas à pista!", concluiu um bem disposto António Félix da Costa que parte, já amanhã, para Inglaterra para disputar, no próximo fim-de-semana, no circuito de Rockingham, a 2ª e última ronda do mini-campeonato inglês de inverno de Formula Renault 2.0, onde espera vir a dar muita luta na conquista por um lugar no pódio.AS

  4. #484
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Velocidade Nacional estreia-se no Algarve


    Quase tudo por decidir
    Depois de no fim-de-semana passado o Autódromo Internacional do Algarve ter sido inaugurado com uma ronda mundialista de duas rodas, agora é chegada a altura da Velocidade Nacional fazer a inauguração do traçado no que toca às quatro rodas. No que será a primeira visita do Campeonato de Portugal de Velocidade a terras algarvias, a jornada reveste-se de ainda mais importância por se tratar do último e decisivo embate do ano de 7 a 9 de Novembro e com organização da ACDME.

    César Campaniço chega ao Algarve na frente da classificação e, apesar das corridas só terminarem com a bandeirada de xadrez, a verdade é que o piloto do BMW 320is está às portas da conquista do primeiro ceptro absoluto no PTCC. Com mais 14 pontos que Francisco Carvalho, Campaniço necessita apenas de um terceiro lugar para garantir a conquista do título, podendo mesmo averbar um nulo numa das corridas. Contas feitas de outra forma, com 20 pontos em jogo e com um total de seis vitórias ao longo da época, Campaniço necessita apenas de somar seis pontos, um total que pode ser obtido através de várias combinações: um quarto lugar e um oitavo; um quinto e um sétimo; ou dois sextos lugares.

    Campaniço à beira do título

    Com um panorama destes, só mesmo um desastre (teve um na quarta jornada com um nulo e um oitavo posto) podem arredar o líder da classificação da glória. Numa situação como essa então, estaremos perante um cenário bem diferente e que deverá ser muito mais emocionante. É que, o que ao olharmos para a classificação actual se apresenta como uma fortíssima luta pelo vice-campeonato, converter-se-á automaticamente numa tremenda luta pelo ceptro.

    Carvalho não tem margem para erros, já que João Figueiredo se encontra apenas a dois pontos de distância, enquanto José Monroy está a três e Patrick Cunha a quatro, todos eles com a possibilidade matemática de chegarem ao título. O que, a acontecer, seria um desfecho absolutamente emocionante desta segunda temporada do Campeonato de Portugal de Velocidade/PTCC.

    Mas as emoções fortes não se ficam por aqui, bem pelo contrário. Com as duas principais Categorias ainda totalmente em aberto, a luta pelas melhores posições da geral serão, também, a luta pelas melhores classificações em cada uma das categorias, com a estratégia a ser aqui ponto fulcral.

    João Figueiredo leva vantagem na Categoria 1

    No que toca aos S2000, a Categoria 1, a vantagem está do lado de João Figueiredo, isto apesar do maior número de triunfos de Campaniço. Mas os dois nulos do homem do BMW fazem com que o piloto do Peugeot 407 S2000 some mais seis pontos na tabela classificativa. Uma margem curta, é certo, mas que atendendo aos resultados dos dois nas últimas três jornadas (três vitórias e três segundos postos para cada) antevê-se uma tarefa muito difícil para Campaniço revalidar o título da Categoria.

    Equilíbrio na Categoria 2

    Mais quente ainda promete ser o embate na Categoria 2. José Monroy disse, há uns meses atrás que o principal objectivo era terminar a época, o que até podia ser complicado por questões orçamentais, mas a verdade é que o piloto vai para a ronda de Portimão em segundo posto da classificação a apenas dois pontos do líder Francisco Carvalho. Com ambos a apresentarem resultados muito regulares nas últimas rondas, o embate promete ser muito emocionante, ainda para mais porque há que juntar ainda o nome de Patrick Cunha. Terceiro da tabela reservada aos Seat Leon SuperCopa, o piloto está a sete pontos do líder e cinco do segundo classificado, pelo que também ele terá importante palavra a dizer neste particular.

    Tudo tranquilo na Categoria 3

    Já a Categoria 3 promete ser muito tranquila e, não fosse Gonçalo Manahu ter ainda a possibilidade matemática de roubar o segundo posto a Rui Alves, seria uma jornada para cumprimento de calendário, dado que Vasco Campos já garantiu o ceptro e apenas do quarto posto para baixo poderá haver mudanças de posições.

    AS

  5. #485
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Clássicos decidem ceptros em Portimão

    O Campeonato de Portugal de Clássicos (Circuitos) é mais uma das competições que faz parte do programa competitivo do Circuito Automóvel do Algarve, uma ronda que se reveste de particular importância porque, à semelhança do que acontece no PTCC, vai ser decisiva em termos de classificação final.

    Joaquim Jorge estreia-se no traçado algarvio na liderança da classificação. Mas com apenas três pontos de margem sobre Alexandre Rebelo não haverá lugar a tranquilidade; além de todos os contratempos que podem acontecer numa corrida, o desconhecimento da pista e a busca pelas melhores afinações serão também determinantes e uma escolha mal feita, ou uma curva mal apreendida podem deitar tudo a perder.

    Demasiado longe em termos pontuais, mas logo atrás na tabela de classificação geral surgem quatro pilotos em confronto directo pelo terceiro posto: António Barros, Kiko Mora, Domingos Coutinho e António Nogueira estarão todos em luta directa já que entre os quatro há apenas 9,5 pontos de diferença com, como é usual, um total máximo de 20 em disputa.

    Animação nas diversas Categorias

    Em termos de Categorias, e começando pela 2, reservada aos Clássicos 71, Domingos Coutinho já garantiu o ceptro e, neste aspecto, cumpre apenas calendário, o que não se pode dizer da Categoria 3 - H74. Joaquim Jorge é também aqui o líder, com António Rebelo também na segunda posição; a diferença surge apenas nos pontos, com Jorge a contar com mais seis pontos de Rebelo.

    Mais pequenos Clássicos 1.300cc também prometem muita emoção
    Nem mesmo os bólides mais pequenos do Campeonato de Portugal de Clássicos 1300 (Circuitos) querem ficar de fora no que toca a oferecer fortes emoções a todos aqueles que marcarem presença no Autódromo Internacional do Algarve para o primeiro fim-de-semana de competição em quatro rodas. Classificação geral e da Categoria 4 - Clássicos 81 estão ainda em aberta e deixam antever animadas lutas, enquanto a Categoria 2 - Históricos 71 e Categoria 3 - H74 já têm Campeão.

    Como se disse, na geral está ainda tudo em aberto, com Paulo Antunes (74 pontos) a contar com a oposição de dois nomes de peso; Alexandre Beirão é quem está mais próximo, a apenas dois pontos do primeiro posto, enquanto Luís Alegria segue em terceiro, não muito longe, a meros cinco pontos. Diferenças que deixam antever animados despiques, tanto em termos de luta pelo título, como no que respeita ao duelo pelo segundo posto.

    Quanto aos H71, como também já se referiu, Fernando Soares já fechou as contas do título há muito, enquanto António Paquete já assinou definitivamente a segunda posição, restando assim saber quem será o terceiro no fecho da época: se Jorge Lobo (35 pontos), ou Paulo Miguel (28). Panorama semelhante vive-se nos Clássicos 74, com o título já garantido por parte de Luís Alegria, mas aqui com Miguel Ferreira (81 pontos) em luta directa com João Torres (70) pelo vice-campeonato.

    Já no que toca à Categoria 4 - H81, Paulo Antunes está, como na geral, em luta directa com Alexandre Beirão pelo título. Também com dois pontos de diferença entre ambos, a luta nesta categoria promete ser uma fotocópia exacta do embate à geral.

    Mas não só de PTCC e Clássicos se fará esta jornada competitiva da ACDME por terras algarvias, já que o Campeonato de Espanha de GT, Challenge Desafio Único e Fórmula Júnior FR 2.0 também fazem parte integrante destes três de competição a sul.AS

  6. #486
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Mazda aposta forte na LMS e ALMS

    A Mazda vai reforçar a sua presença na categoria LMP2 da Le Mans Series e da American Le Mans Series em 2009, unindo-se a equipas capazes de lutar pela vitória na categoria.

    Na LMS, a marca japonesa vai fornecer motores à RML, equipando o Lola B08/80 de Mike Newton e Thomas Erdos. A equipa britânica costumava inscrever um Lola equipado com motor AER baptizado "MG Lola", uma vez que a unidade XP21 da AER era baseada no bloco do protótipo MG EX257. Este motor já estava muito desactualizada, tendo a AER entretanto passado a desenvolver o MZR-R da Mazda.

    Na ALMS, ainda não foi anunciada a nova equipa mas tudo aponta para que seja a Dyson Racing. A equipa veterana, com décadas de sucesso nas pistas americanas, anunciou recentemente que terminou a sua ligação à Porsche, existindo boatos insistentes ligando a escuderia de Rob Dyson à Mazda, que cresceram com o fecho da antiga associada da marca, a B-K Motorsports.

    AS

  7. #487
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão A1 Team Portugal 7º nos treinos livres

    Com 1m17,059s, Filipe Albuquerque conseguiu o sétimo tempo nos treinos livres da segunda prova do A1 Grand Prix, que terá lugar na pista chinesa de Chengdu. O piloto do A1 Team Portugal ficou a sete décimos do melhor tempo, rubricado pelo suíço Neel Jani, em 1m16,349s

    Vários "rookies" vão fazer a sua estreia em prova na China, nomeadamente Robert Doornbos pela Holanda, Marco Andretti pelos Estados Unidos, Nicolas Prost pela França e Chris Van Der Drift pela Nova Zelândia.

    Filipe Albuquerque continua confiante para o resto do fim-de-semana, embora confesse que "esta pista não é muito ao meu estilo. O asfalto é muito irregular e o carro salta muito. Fui sétimo numa sessão em que as principais preocupações foram ganhar ritmo e conhecer a pista. Sinto que estamos a trabalhar bem e que amanhã nas sessões de qualificação poderemos estar ainda melhor. Teremos ainda mais uma sessão livre, que será igualmente importante. O facto de não ter rodado de manhã penalizou-me um pouco, porque equipas como a Índia, França e Grã-Bretanha conseguiram as marcas logo na fase inicial, que é a melhor fase dos pneus", explicou o conimbricense.

    O piloto do A1 GP Team Portugal ficou com a sétima marca, a encabeçar o segundo pelotão. "Falta-nos cerca de meio segundo para encostar aos seis mais rápidos. Sinto que estamos a trabalhar bem e que amanhã poderei estar mais perto. Sábado, já estaremos todos em igualdade de circunstâncias, pelo que acredito que vou estar na luta por um lugar nos cinco primeiros nos treinos e domingo também nas corridas. O carro está bom, tivemos um ligeiro problema com a pressão da água, mas nada que nos prejudicasse, até porque a sessão foi interrompida algumas vezes devido a saídas de pista", concluiu Filipe Albuquerque.

    Amanhã os pilotos terão as sessões de qualificação, com transmissão em diferido na Sport TV1 a partir das 10h10 e no domingo desenrolam-se as duas corridas, às 3 e às 7 horas portuguesas, com transmissão em diferido na Sport TV2 a partir das 11h40.

    Tempos:
    1º Neel Jani (Suíça) 1m16.349s
    2º Nicolas Prost (França) 1m16.446s
    3º Narain Karthikeyan (Índia) 1m16.474s
    4º Adrian Zaugg (África do Sul) 1m16.557s
    5º Robert Doornbos (Holanda) 1m16.558s
    6º Danny Watts (Grã-Bretanha) 1m16.601s
    7º Filipe Albuquerque (Portugal) 1m17.059s
    8º Marco Andretti (EUA) 1m17.183s
    9º Adam Carroll (Irlanda) 1m17.183s
    10º Fairuz Fauzy (Malásia) 1m17.200s
    AS

  8. #488
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Alterações no calendário WTCC

    A FIA fez algumas alterações ao calendário de 2009 do WTCC, sendo que a principal alteração é a substituição da prova de Monza por Imola. Com a saída de Monza, a única prova internacional neste circuito é a F1.

    As corridas de Oschersleben e Okayama também têm novas datas, para acomodar a alteração de Imola, para 6 de Setembro e 1 de Novembro, respectivamente.

    Calendário:
    8 Março - Curitiba
    22 Março - Puebla
    3 Maio - Marraquexe
    17 Maio - Pau
    31 Maio - Valência
    21 Junho - Brno
    5 Julho - Boavista
    19 Julho - Brands Hatch
    6 Setembro - Oschersleben
    20 Setembro - Imola
    1 Novembro - Okayama
    22 Novembro - Macau
    AS

  9. #489
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Tony Teixeira quer fábrica do A1GP em Portimão

    O presidente da A1 Grand Prix, Tony Teixeira pretende trazer para Portugal, mais concretamente para Portimão a fábrica da A1GP. De acordo com o que o AutoSport noticiara em Fevereiro, não deverá faltar muito para ser confirmada a transferência da fábrica para o Parque Tecnológico do AIA, como aliás foi recentemente noticiado no jornal "O Jogo", que citou Teixeira: "Queremos montar aqui os carros, fazer os testes na pista e definir a tipologia"

    A confirmar-se, o Campeonato A1 GP será um dos primeiros a fixar-se neste moderno complexo, que está aberto a todas as áreas as áreas de negócio, especialmente aos construtores de automóveis, motos, pneus, combustíveis e lubrificantes, assim como às diversas equipas nacionais e internacionais envolvidas nos diversos campeonatos, pela oportunidade de criarem ali a sua estrutura base e terem acesso privilegiado a todas as infra-estruturas (autódromo, kartódromo e hotel). AS

  10. #490
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Portugal em posição de lutar pela vitória

    Filipe Albuquerque conseguiu o quinto lugar para a Corrida Sprint e o terceiro para a Feature nos treinos do A1 Grand Prix para a segunda corrida da época, em Chengdu. Este resultado deixa-o com hipóteses de lutar pela vitória.

    A Irlanda e a Grã-Bretanha conquistaram as pole-positions. Na Sprint, os sete primeiros ficaram separados por menos de um segundo, enquanto na Feature foram os nove primeiros. A Holanda e a França tiveram os melhores "rookies", Robert Doornbos e Nicolas Prost.

    Treinos (Sprint): 1º Adam Carroll (Irlanda), 1m15,423s; 2º Robert Doornbos (Holanda), 1m15,492s; 3º Neel Jani (Suíça), 1m15,683s; 4º Danny Watts (Grã-Bretanha), 1m15,799s; 5º Filipe Albuquerque (Portugal), 1m16,124s; 6º Nicolas Prost (França), 1m16,164s; 7º Adrian Zaugg (África do Sul), 1m16,268s; 8º Chris van der Drift (N. Zelândia), 1m16,505s; 9º Narain Karthikeyan (Índia), 1m16,553s; 10º Clivio Piccione (Mónaco), 1m16,794s.

    Treinos (Feature): 1º Grã-Bretanha, 1m15,325s; 2º Irlanda, 1m15,356s; 3º Portugal, 1m15,400s; 4º Suíça, 1m15,621s; 5º África do Sul, 1m15,947s; 6º Fairuz Fauzy (Malásia), 1m15,963s; 7º Mónaco, 1m16,016s; 8º Holanda, 1m16,124s; 9º John Martin (Austrália), 1m16,289s; 10º Felipe Guimarães (Brasill), 1m16,403s.AS

  11. #491
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Campaniço conquista 'pole' no PTCC


    César Campaniço, ao volante de um BMW 320si, obteve a 'pole-position' para a primeira corrida do PTCC/CPC no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, colocando-se em boa posição para renovar o título.

    Com uma volta em 1m56.906s, Campaniço alcançou mais uma 'pole' e irá começar amanhã do melhor lugar possível para defender o campeonato na última ronda do campeonato.

    "Consegui efectuar o melhor tempo com o segundo jogo de pneus", começou por dizer o piloto do BMW, referindo-se, depois, às dificuldades em aprender a pista algarvia: "Não tinha referências nenhumas em seco, aliás, como todos os outros pilotos, mas fui aprendendo o traçado e comecei a retardar as travagens", explicou Campaniço.

    Logo atrás ficou Duarte Félix da Costa, que estreou o seu SEAT Leon Supercopa no PTCC com um segundo tempo, a apenas 0.039s, revelador da competitividade do jovem piloto e do carro espanhol.

    João Figueiredo, com o Peugeot 407 S2000, obteve o terceiro melhor tempo, já a 0.451s, na frente de José Monroy, com o SEAT Leon Supercopa, e de Vítor Souto, que havia liderado os primeiros treinos livres com outro carro da marca espanhol.AS

  12. #492
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Ricardo Bravo e Pedro Lamy partem do quinto lugar

    A dupla composta pelo austríaco Richard Lietz e pelo português Francisco Cruz Martins, em Porsche 997 RSR, foi a mais rápida nos treinos de qualificação para a derradeira corrida do campeonato de Espanha de GT, competição em que Ricardo Bravo tem ainda a hipótese de vencer, embora a qualificação não tenha corrida de feição ao piloto português.

    Bravo, que este fim-de-semana conta com Pedro Lamy como segundo piloto do Ferrari 430 GT2, está a 17 pontos dos líderes Manuel Cerqueda e Luis Pérez-Sala, tendo tarefa difícil para conquistar o ceptro da categoria, pese embora o facto de não contarem com nenhum 'handicap' para a prova de amanhã.

    Na frente, Lietz e Cruz Martins impuseram o seu ritmo, terminando na frente com um tempo total de 1m52.288s, à frente dos candidatos ao título, Peter Sundberg e Sergio Hernandez, que dividem o Ferrari 430GT3, e que podem beneficiar do facto de os líderes partirem apenas do sexto lugar para a corrida de amanhã

    Miguel Amaral e Miguel Castro irão partir do quarto posto, com o Porsche 997 RSR, atrás do SR 21 da dupla Aicart/Zapata. Renato del Noce e Pedro Bastos levaram o Porsche 997 RSR até à oitava posição. António Nogueira e António Coimbra foram apenas 17º no Marcos LM600 à geral (10º do grupo).

    Na categoria GTS, os portugueses Carlos Peres e Antonio Gellweiler colocaram o Porsche 997 GT3 na primeira posição, com Pedro Névoa e Henk van Zoest em quarto em Ferrari 430 GT3. Nos GTB, Francisco Lorena (fazendo equipa com Nigel Moore no Ginetta G50) foi o melhor português no segundo lugar. Ni Amorim parte de quarto no Aston Martin N24 e Armando Zagalo Lima e Mário Silva não foram além de sexto em Ferrari 430 Challenge. Miguel Moreno foi oitavo num Porsche Boxster.

    AS

  13. #493
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Couto parte do 14º lugar


    O macaense André Couto, que faz dupla com Toranosuke Takagi, não foi além do 14º tempo na derradeira prova do campeonato Super GT.

    O Super GT termina este fim-de-semana no circuito de Fuji, tendo a 'pole-position' ido para o Honda NSX de Katsutomo Kaneishi e Toshihiro Kaneishi, com uma volta em 1m42.661s, deixando os segundos classificados, João Paulo Oliveira e Seiji Ara, em Nissan GT-R a mais de dois décimos.

    Para Couto, esta voltou a não ser uma boa qualificação com o Lexus SC430, não conseguindo fazer uma volta melhor do que 1m46.655s, partindo, uma vez mais, do meio da grelha.

    Nos GT300, a 'pole' foi para o Subaru Impreza pilotado por Tetsuya Yamano e Carlo Van Dam.

    AS

  14. #494
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Pódio para Félix da Costa na F. Renault Winter Series


    António Félix da Costa conseguiu um segundo lugar na segunda e última jornada dupla da Formula Renault Winter Series britânica.

    O piloto português partiu de segundo em ambas as corridas com a pista molhada, e na primeira tentou passar James Calado na travagem para a primeira curva, mas acabou por ter que se contentar com o segundo posto, sem conseguir encontrar maneira de roubar a vitória ao inglês.

    Na segunda corrida, Félix da Costa partiu a suspensão do seu monolugar no arranque, perdendo duas voltas a arranjá-lo, mas ainda terminou a corrida na 20ª posição.AS

  15. #495
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Albuquerque quer lutar pelo pódio

    Filipe Albuquerque já havia afirmado, após os recentes testes de Silverstone, que poderia chegar aos cinco primeiros na prova chinesa do A1 GP.

    Pelo menos, na qualificação, o piloto português já conseguiu cumprir esse objectivo, obtendo posições à partida entre os cinco primeiros, o que abre boas perspectivas para as duas corridas.

    Na qualificação para a Sprint Race Filipe Albuquerque fez a quinta marca no primeiro segmento do treino, mas foi impedido de melhorar na segunda parte, porque esta não se realizou devido a um acidente. Já na sessão para a Feature Race começou por fazer uma volta espectacular, que lhe valeu a terceira marca, a 75 milésimos da Grã-Bretanha, e como a pista ficou mais lenta não conseguiu melhorar depois.

    "Foi um bom dia para nós. A primeira sessão não correu particularmente bem, uma vez que cometi ligeiros erros nas três primeiras curvas e no final acabei por ter sorte ao conseguir ser quinto, porque as diferenças têm sido reduzidas e ficar a sete décimos e conseguir um top cinco acabou por ser bom", começou por explicar, acrescentando que "a segunda sessão correu bem, mas podia ter sido ainda melhor, porque cometi um ligeiro erro e depois na última parte da sessão a pista estava mais lenta."

    Quanto às perspectivas para a prova de amanhã, Filipe Albuquerque salienta que "o carro está bom, mas as afinações aqui são um pouco diferentes do habitual, porque como a pista tem muitas irregularidades conta mais o meu feeling a passar nas bossas. Amanhã vou procurar chegar ao pódio. As corridas vão ser muito abertas, fora da linha ideal o asfalto está muito sujo e é fácil errar. Os pit stop vão ser importantes, sobretudo na corrida sprint, mas estou muito confiante", observou.

    Também Pedro Matos Chaves, director desportivo da equipa, se mostrou satisfeito com estes resultados, considerando que "foi bom este primeiro confronto normal", recordando que "na Holanda ainda não tínhamos andado com o carro e agora todos estão mais ou menos com o mesmo nível de quilómetros de testes".

    "Numa das sessões ficámos na frente da Suíça, que é a campeã em título, o que é um bom sinal. O Filipe está com um bom ritmo, as diferenças são muito curtas, pelo que amanhã penso que poderemos lutar pela vitória, sobretudo na corrida grande, em que o esforço físico vai ser elevado e quem errar menos vai vencer", explicou o ex-piloto de Fórmula 1. AS

Página 33 de 115 Primeiro ... 2332 33 344383 ... Último

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar