Página 35 de 115 Primeiro ... 2534 35 364585 ... Último
  1. #511
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Responsável da ASM não tem dúvidas

    António Simões: "Foi uma honra termos o Lamy a correr connosco"
    António Simões, o homem por trás da ASM Team, fez tudo o que estava ao seu alcance para que Ricardo Bravo se sagrasse vencedor do Campeonato de Espanha de GT.

    Sabia que era uma remota possibilidade, pois para isso acontecer "o Ricardo teria que vencer as duas provas e que o Sundberg não fosse segundo em nenhuma delas".

    Mesmo assim, Simões não hesitou, e convidou Pedro Lamy para fazer dupla com o seu piloto: "O Pedro é um piloto de topo e foi exactamente a pensar que ele nos poderia ser muito útil que o convidei. Para mim e para a ASM foi uma honra ele ter aceite e termos um piloto como ele a correr connosco. Tinha a certeza de que toda a equipa - eu próprio, os mecânicos, o Ricardo, os outros pilotos - iria ganhar com a sua imensa experiência, com as suas indicações e conselhos. E foi isso mesmo que sucedeu".

    Por sua vez, Lamy não teve grandes hesitações em aceitar o convite de António Simões. Como profissional, era mais uma oportunidade de conhecer uma nova equipa, um novo carro e, também, uma nova e excitante pista: "A melhor do mundo", como uma vez mais se referiu ao Autódromo Internacional do Algarve. E, no final, considerou a experiência como "muito positiva. Foi pena o Ricardo não ter ganho, mas já sabíamos que iria ser difícil. A equipa fez o que tinha a fazer, mas as corridas são assim mesmo".

    Voltando a António Simões, o primeiro Campeão Nacional de Fórmula Ford (em 1984!) voltou a competir, cinco anos depois de o ter feito pela última vez. Agora, foi ao volante do Ford Escort RS que adquiriu, há dois anos, a Carlos Barbosa e, como quem sabe nunca esquece, logo nos treinos para o Campeonato de Portugal de Clássicos, estabeleceu a sexta melhor marca e, na corrida, esteve sempre entre os pilotos da frente.AS

  2. #512
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Jesus Pareja: "O AIA é a melhor pista do mundo"

    Em 2009, o Autódromo Internacional do Algarve deverá ser o palco escolhido para as duas rondas dos campeonatos geridos por Jesus Pareja, a decorrerem em Portugal.

    Com efeito, o espanhol confirmou ao AutoSport que "o Open irá ter lugar em Portimão, em Maio. Isso é certo, o que não está definida é a data em que o Campeonato de Espanha também aqui virá."

    Negando quaisquer problemas com o Estoril, Pareja adiantou que "está tudo em aberto. Claro que o Estoril continua a ser uma possibilidade." Porém, a satisfação com aquilo que viu na pista algarvia, "um circuito de grande personalidade e carácter, para pilotos e quem gosta de pilotar", poderá fazer pender os pratos da balança.

    Até porque o ex-piloto não se coibiu de garantir que "esta é a melhor pista do Mundo. Não tenho dúvidas, ultrapassou-se aqui tudo o que já foi feito em matéria de circuitos!"AS

  3. #513
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Duarte Félix da Costa em bom plano no PTCC


    Duarte Félix da Costa não enjeitou a oportunidade de participar na festa de inauguração do Autódromo Internacional de Portimão em matéria de automóveis, demonstrando-se em bom nível na derradeira ronda do PTCC.

    Ao volante do seu habitual SEAT Leon Supercopa, o piloto de Cascais revelou-se sempre bastante rápido ao longo de todo o fim-de-semana, conseguindo mesmo intrometer-se na luta com alguns dos carros da classe superior (S2000).

    Nas sessões livres, o piloto da Bastos Sport foi o mais rápido, tendo alcançado a segunda posição na grelha para a primeira corrida, o que lhe abria boas perspectivas para um bom desempenho na prova, o que se veio a comprovar.

    Na primeira corrida, Félix da Costa, largando da primeira fila, e fruto de um bom desempenho, obteve a 3ª posição, lugar de destaque, tendo em conta que os 1º e 2º lugares do pódio dispunham de carros superiores.

    Para o piloto, o resultado foi bastante positivo: "Estou muito satisfeito com este resultado pois todos os meus adversários que correm com carros iguais ficaram longe, e, subir ao pódio, logo na estreia desta espectacular pista, foi óptimo", referiu logo após a cerimónia.

    Já na segunda corrida, largando da 6ª posição, o piloto de 23 anos teve um bom arranque mas a meio da corrida, quando discutia um lugar no pódio, um toque com o adversário deitou a perder todas as aspirações do jovem piloto: "mais uma vez estava com bom ritmo e com fortes possibilidades de chegar ao pódio. Mas corridas são mesmo assim", disse, no final, ao seu site durateracing.com.

    "Quero deixar uma palavra de agradecimento à minha equipa que foi fantástica ao longo do ano, a todos os meus patrocinadores pois foram fundamentais, e ao meu pai que me apoia sempre", acrescentou.

    Qaunto ao futuro, Duarte Félix da Costa encontra-se, agora, na época do defeso, e está, em conjunto com a SoWhat, empresa que gere a sua carreira, em negociações, na procura de melhor solução para a época de 2009.

    AS

  4. #514
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Pastor Maldonado garante lugar na ART Grand Prix

    O venezuelano Pastor Maldonado assegurou um lugar ao volante de um dos monolugares da ART Grand Prix para a época 2009 da GP2, com a qual fará já três corridas da série GP2 Asia.

    Depois de um quinto lugar na temporada 2008, o piloto traçou o título como o objectivo principal para a próxima época.

    "Estou muito orgulhoso de fazer parte da equipa com mais títulos e vitorias na história da GP2 e, claro, espero contribuir para repetir o triunfo no campeonato de construtores, bem como lutar pelo título de pilotos", começou por dizer o piloto, elogiando em seguida a sua nova 'casa': "a ART Grand Prix é uma equipa altamente profissional combinada com um ambiente com grandes qualidades humanas".

    "Estou certo de que será uma grande experiência para nós: vamos aprender mutuamente e construir uma grande equipa que estará pronta para lutar pelos dois títulos", acrescentou.

    Frederic Vasseur, director da equipa, enalteceu as características de Maldonado, referindo "não ter dúvidas de que é um dos pilotos mais rápidos e completos do pelotão".

    AS

  5. #515
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Surfers Paradise no A1GP

    O A1 Grand Prix vai regressar à Austrália na temporada de 2009/2010, tendo assinado um acordo de cinco anos com os organizadores da corrida de Surfers Paradise, antiga prova australiana da Champ Car/Indycar.

    Tanto Tony Teixeira, presidente do A1GP, como Alan Jones, dono da equipa australiana na competição, ficaram contentes com esta oportunidade, uma vez que a Austrália é um importante mercado para o campeonato.

    Este acordo também salva o circuito urbano de Surfers Paradise, que durante anos acolheu a Gold Coast Indy 300, prova que integra o calendário da CART Indycar World Series (e depois da CART Champ CAR World Series) desde 1991. Com a falência deste campeonato, a corrida australiana apenas foi incluída no calendário de 2008, como prova extra-campeonato e não foi integrada no calendário de 2009.AS

  6. #516
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Ávila quer bom resultado em Macau

    Rodolfo Ávila espera conquistar um pódio na Macau GT Cup, a sua única corrida "em casa" esta época, depois ter-se sagrado campeão do Asia Supercar Challenge.

    O piloto de Macau, que já correu em anos anteriores no GP de Macau de F3, vai fazer a sua estreia na pista em carros de rodas cobertas. Admitindo conhecer as dificuldades naturais do Circuito da Guia, Rodolfo Ávila avança que "não basta ser rápido, é preciso ter uma pontinha de sorte e não cometer um só erro. Se tudo correr como planeado, posso terminar nos cinco primeiros, ou até no pódio".

    Depois de ter corrido com um Ferrari 360 Modena, Ávila vai pilotar pela primeira vez um Ferrari 430 GT3, mantendo-se na equipa Mastercar Asia, onde terá como colega de equipa César Campaniço, noutro carro idêntico.AS

  7. #517
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão José Monroy: "Título merecido numa época longe de ser fácil"


    José Monroy conquistou na última corrida do Campeonato de Portugal de Circuitos (PTCC) o título na Categoria 2, ao terminar no terceiro lugar da geral. O piloto de Cascais era um dos mais bem posicionados para vencer , não deixou os seus créditos em mãos alheias ao realizar duas boas corridas, não cometendo erros que comprometessem as suas aspirações.

    Objectivo cumprido

    Estreando o novo Circuito do Algarve, em Portimão, o PTCC chegou à derradeira jornada com cinco pilotos candidatos ao título absoluto, e com três pilotos em posição de vencerem a Categoria 2. Se o título absoluto cedo se mostrou fora do alcance de José Monroy, dada a
    superioridade mostrada no Algarve pelos carros da Categoria 1, o piloto do Seat garantiu o título na Categoria 2, um dos seus principais objectivo no início da época.

    Largando do quarto lugar da grelha, Monroy terminou a primeira corrida na mesma posição, numa prova sem grande história, mas que permitiu ao piloto manter-se na frente da classificação, face a Francisco Carvalho, o seu principal adversário no campeonato.

    A segunda corrida foi bem mais disputada, com José Monroy a ter de defender a sua posição perante os restantes Seat Leon, dado que os carros da Categoria 1 cedo se instalaram na frente da corrida. Aguentando bem a pressão e não cometendo erros, José Monroy subiu
    ainda ao pódio da geral, garantindo assim o ceptro na Categoria 2.

    Época positiva

    Foi um desfecho positivo, para uma época onde as dificuldades de orçamento estiveram bem presentes em cada prova, o que fez com que o piloto se visse obrigado a não entrar em lutas que pudessem ter como resultado danos materiais no carro. Para Monroy foi "um título merecido, depois de uma época que esteve longe de ser fácil".
    Agradecendo todo o apoio da VelosoMotorsport, responsável pela preparação do Seat Leon.AS

  8. #518
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão 270 km/h como velocidade máxima nos GT


    Na primeira visita oficial ao AIA foi já possível ficar com uma ideia das velocidades máximas atingidas por cada um das categorias presentes no fim-de-semana.

    Assim, como seria de esperar os GT foram os carros mais velozes, tendo Luís Villalba no Mosler MT900 R e António Nogueira no Marcos LM 600 registado exactamente os mesmos 270,677 km/h no final da recta da meta!

    O Radical SR8 de Francisco Gallego foi quem conseguiu melhor marca entre os concorrentes do Open - 262,774 km/h, enquanto o Fórmula Júnior de Joffrey Didier atingiu os 240,000 km/h. No PTCC, o Seat Leon Supercopa de Francisco Carvalho registou 239,468 km/h e nos Clássicos Pais do Amaral levou o Lola MK III até aos 248, 848 km/h. Naturalmente mais devagar rodaram os Clássicos 1300 onde Pedro Gaspar atingiu os 193,203 km/h, ainda assim, bastante mais rápido que o melhor dos Fiat Uno do Desafio Único que não ultrapassou os 153,628 km/h. Apesar de tudo, nenhum carro se aproximou do registo de 314 km/h, a melhor marca conseguida no fim-de-semana anterior por uma Superbike, que já só poderá ser batida pelos Fórmula 1 ou alguns carros da Le Mans Series.

    LISTA

    GT's - Luís Villalba (Mosler MT900 R) 270,677 km/h
    GT's - António Nogueira (Marcos LM 600) 270,677 km/h
    OPEN - Francisco Gallego (Radical SR8) 262,774 km/h
    Fórmula Júnior - Joffrey Didier (Fórmula Júnior) 240,000 km/h
    PTCC - Francisco Carvalho (Seat Leon Supercopa) 239,468 km/h
    Clássicos - Pais do Amaral (Lola MK III) 248, 848 km/h
    Clássicos 1300 - Pedro Gaspar (Datsun 1200) 193,203 km/h
    Desafio Único - Fiat Uno 153,628 km/h
    SuperBike - 314 km/h

    AS

  9. #519
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Thumbs up VÍDEO: Primeira vitória para Portugal

    Portugal conquistou finalmente a sua primeira vitória no A1GP, após quatro anos de tentativas, com o triunfo na Corrida Feature de Chengdu. Filipe Albuquerque e a sua equipa orquestraram o triunfo com um bom trabalho de boxes e uma estratégia de decisão no uso dos "power boosts", garantindo o triunfo por meio segundo. Veja o vídeo oficial e recorde os melhores momentos da corrida.

  10. #520
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão NASCAR quer reduzir custos


    A NASCAR está a envidar esforços no sentido de reduzir os custos daquela que é a principal modalidade do automobilismo nos Estados Unidos da América, de modo a que a crise financeira não afecte em demasia os envolvidos.
    NASCAR quer reduzir custos -

    Brian France, director executivo da NASCAR, explicou que o objectivo é reduzir os custos através de novos regulamentos, lembrando que a categoria não está imune às dificuldades financeiras que atravessam o mundo. Um dos receios do responsável é que os patrocinadores optem por desinvestir nos patrocínios às equipas, o que já se está a verificar com alguns dos conjuntos mais pequenos.

    "Há sempre equipas com poucos fundos, não é nada de novo. Mas um dos meus objectivos é ter um sistema em que não se precise de 26 milhões de dólares para se montar uma equipa competitiva. (...) Não há dúvidas de que com os patrocínios e os orçamentos a ficarem sob muita pressão, posso dizer, tal como já o fiz há alguns meses atrás, que não estamos imunes à crise", referiu France, apelando a uma "reacção rápida", em especial no que diz respeito aos dias de testes.

    No entanto, e apesar de ainda não serem muito visíveis, os efeitos da crise já se fizeram sentir na NASCAR. Para além das dificuldades que a General Motors (GM) e a Ford estão a sentir no mercado norte-americano (e que já as levou a pedir auxílio ao Governo), são muitos os rumores de possíveis fusões entre equipas e de despedimentos nas fábricas, que já se verificaram mesmo em algumas das equipas.

    Ainda assim, e apesar deste cenário não augurar nada de bom, Brian France mantém-se esperançado no futuro da modalidade, lembrando que a NASCAR transcende qualquer construtor, ao mesmo tempo que espera a adesão de novas marcas.

    "Reconhecemos a importância dos construtores na NASCAR. Mas não vamos morrer ou viver se um ou outro construtor decidir sair. Espero que isso não aconteça. Estamos a trabalhar intensamente para que isso não suceda. E não seria a nossa primeira escolha. Mas este desporto assenta numa base muito, muito sólida, que transcende qualquer construtor", concluiu.
    AS

  11. #521
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Álvaro Parente foi sétimo

    Álvaro Parente terminou há pouco a primeira parte do teste que hoje realiza em Paul Ricard com a Arden, onde obteve a sétima posição a pouco menos de meio segundo do piloto mais rápido em pista, Davide Valsecchi, da Durango.
    Álvaro Parente foi sétimo -

    Ao invés da chuva de ontem, hoje foi a vez do nevoeiro se abater sobre a pista francesa, numa sessão com diversas interrupções, devido a algumas saídas de pista.

    A segunda parte da sessão terminará por volta das quatro da tarde, com o AutoSport a trazer-lhe aqui as impressões de Álvaro Parente sobre este teste.

    Tempos
    1. Davide Valsecchi ITA Durango 1:27.826 46
    2. Roldan Rodriguez ESP Piquet Sports 1:27.850 47
    3. Kamui Kobayashi JPN Dams 1:28.213 50
    4. Dani Clos ESP Racing Engineering 1:28.247 45
    5. Vitaly Petrov RUS Barwa Int Campos Team 1:28.332 50
    6. Jérôme D Ambrosio BEL Dams 1:28.344 55
    7. Alvaro Parente POR Trust Team Arden 1:28.395 49
    8. Nico Hulkenberg GER ART Grand Prix 1:28.423 54
    9. Koudai Tsukakoshi JPN Barwa Int Campos Team 1:28.697 44
    10. Fabrizio Crestani ITA DPR 1:28.757 61
    11. Luiz Razia BRA ART Grand Prix 1:28.852 45
    12. Michael Herck ROM DPR 1:28.895 49
    13. Karun Chandhok IND iSport International 1:28.972 24
    14. Mike Conway GBR iSport International 1:29.010 20
    15. Sergio Perez MEX Piquet Sports 1:29.244 25
    16. Fabio Onidi ITA Super Nova Racing 1:29.598 40
    17. Christian Ebbesvik NOR Fisichella Motor Sport Int 1:29.600 47
    18. Charles Pic FRA Super Nova Racing 1:29.626 37
    19. Nelson Panciatici FRA Trident Racing 1:29.830 48
    20. Sten Pentus EST Racing Engineering 1:30.406 17
    21. Diego Nunes BRA Trust Team Arden 1:30.582 47
    22. Marcello Puglisi ITA Trident Racing 1:31.215 36
    23. Michael Dalle Stelle ITA Durango 1:36.497 34
    24. Julien Jousse FRA Fisichella Motor Sport Int 1:37.736 3
    AS

  12. #522
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Verstappen continua na Le Mans Series

    Jos Verstappen, que venceu a categoria LMP2 na Le Mans Series e nas 24 Horas de Le Mans, pretende continuar na Le Mans Series em 2009.

    O piloto holandês revelou no seu blog que está a conversar com várias equipas da categoria LMP1, mas que as negociações estão mais avançadas com a Epsilon Euskadi. A equipa espanhola é dirigida por Joan Villadelprat, com quem o piloto trabalhou na Fórmula 1, quando ambos estavam na Benetton.

    Verstappen arriscava-se a ficar apeado depois que Peter van Merksteijn, proprietário e colega de Verstappen no Porsche RS Spyder, anunciou que iria retirar-se. A Equipe Verschuur, que tratou do apoio técnico ao Porsche, não tem garantidos os patrocínios para manter o carro em pista.AS

  13. #523
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Gommendy na LMS com protótipo Diesel

    Tristan Gommendy, piloto do FC Porto na Superleague Formula, vai estar presente na Le Mans Series em 2009, ao volante de um WR equipado com motor Diesel.

    O piloto francês pilotou o WR-Zytek da equipa WR/Salini nos 1000 km de Silverstone, mas para 2009, vai ajudar o desenvolver o novo propulsor V8 de 4,4 litros, desenvolvido por Gérard Welter com base no 2.2 HDi do Grupo PSA Peugeot Citroën. O WR será o primeiro protótipo da categoria secundária a usar um motor Diesel.AZ

  14. #524
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Parente não melhorou tempo à tarde


    Álvaro Parente fez apenas 1m29,127s na segunda parte dos testes da GP2 em Paul Ricard, depois de um toque de outro piloto ter-lhe arruinado uma volta rápida, tendo sido o único que não melhorou com a pista seca.

    Parente não melhorou tempo à tarde -

    O piloto português teve várias dificuldades de manhã devido à pista escorregadia, pelo que nunca conseguia encontrar a linha ideal para fazer uma volta rápida. À tarde, já com "slicks" no monolugar da Arden, Parente preparava-se para poder fazer uma volta em condições, mas quando foi tocado, já no final da sessão, ficou sem hipóteses de melhorar.

    Roldan Rodriguez foi o mais rápido na Piquet Sports, com 1m27,038s, batendo Kobayashi por meio segundo. O teste da tarde foi interrompido várias vezes devido a bandeiras vermelhas.

    Tempos: 1º Roldan Rodriguez (Piquet), 1m27,038s; 2º Kamui Kobayashi (DAMS), 1m27,259s; 3º Vitaly Petrov (Campos), 1m27,718s; 4º Luiz Razia (ART), 1m27,775s; 5º Dani Clos (Racing Eng.), 1m27,813s; 6º Julien Jousse (FMSI), 1m27,822s; 7º Karun Chandhok (iSport), 1m27,858s; 8º Mike Conway (iSport), 1m27,922s; 9º Nico Hulkenberg (ART), 1m27,955s; 10º Sergio Perez (Piquet), 1m28,006s; (...) 21º Álvaro Parente (Arden), 1m29,127s.

    AS

  15. #525
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Duelo final no WTCC

    O Grande Prémio de Macau, mais uma vez, vai ser palco da atribuição do título de Campeão no WTCC. Mas, desta feita, não coroará, certamente, o britânico Andy Priaulx, o crónico vencedor do campeonato desde a sua criação, em 2005 - e, antes, já vencedor da derradeira edição do Europeu de Carros de Turismo, em 2004.

    Com efeito, a sua proverbial regularidade não lhe bastou para chegar a Macau com possibilidades matemáticas de suceder a si mesmo - e, pela primeira vez em cinco anos, vamos sem dúvida ter um nome diferente na galeria de Campeões. A decisão será tomada entre dois colegas de equipa - e, também aqui, há uma novidade: a redução dos candidatos ao título ao menor número de pilotos de sempre desde a primeira edição do Mundial.

    Este ano, em luta directa estão o francês Yvan Muller e o italiano Gabriele Tarquini. Porém, a vantagem está do lado do primeiro, que lidera a tabela classificativa com uma vantagem de 14 pontos. O que, com duas corridas por realizar e com 20 pontos em disputa, poderá ser decisivo para a conquista de mais um título para este poli-facetado francês, especialista em corridas sobre gelo mas que, nos carros de Turismo, também tem conquistado alguns títulos.

    Nada é garantido

    Porém, na tradicional Corrida da Guia (apesar de mundialista, nunca perdeu esta lusa identidade...) nada está de antemão garantido. A pista é deveras exigente, os muros estão ali mesmo ao lado e qualquer erro paga-se quase sempre de forma definitiva. Aliás, a forma como se abordar a primeira das duas provas, que se sucedem em ritmo vertiginoso, é sempre crucial para as esperanças de qualquer piloto.

    Depois, quando a Seat já tem no bolso o título de Marcas, não deverão existir ordens de equipa, até porque os dois pilotos em luta directa são, comos e sabe, da equipa oficial espanhola. E, para igualar ainda mais as possibilidades de Muller e Tarquini, ambos vão largar com o mesmo handicap em peso nos seus Leon TDI: 70 quilos.

    E, "the least but not the last", existem os outros pilotos em pista - não apenas o restante esquadrão da Seat, onde pontua o nosso Tiago Monteiro, sedento de se impor nas ruas tortuosas de Macau e de ser o primeiro vencedor lusitano da mais prestigiada corrida de carros de Turismo do Extremo Oriente.

    Os homens da BMW, que já venceu em Macau seis das oito corridas ali realizadas no âmbito do Europeu e Mundial de Turismo, não vão querer deixar de passar ao lado a possibilidade de ampliarem o seu "score". Em especial, Jorg Muller, o alemão com maior número de triunfos em Macau: não somente venceu na F3, como assinou três das vitórias da BMW na Corrida da Guia.Com Tiago Monteiro, deverá estar na grelha de partida o local André Couto, que pilotará o segundo Honda Accord da N.Technology e que procurará vingar-se do desaire do ano passado, em que não passou dos treinos depois de destruir um dos Alfa Romeo da equipa italiana.

    Taça de Independentes decidida

    Na Taça de Independentes, o espanhol Sérgio Hernández aterrará em Macau com o título conquistado, uma tarefa que, apesar de tudo, seria sempre facilitada pela ausência do seu principal rival ao longo do ano, o italiano Stefano d'Aste, em protesto pela penalização imposta pela FIA, depois de ter atirado para fora da pista Tiago Monteiro, em Okayama.
    Em Macau, para lá de Monteiro e Couto, irão estar igualmente Rodolfo Ávila e César Campaniço, ao volante de dois Ferrari da equipa Mastercar, que levou o primeiro ao título na Challenge asiática de GT, categoria onde agora vão disputar o Grande Prémio.

    E, claro, uma plêiade de pilotos oriundos de Portugal, na corrida de Motos, capitaneados por Rui Reigoto e o local João Fernandes e que, uma vez mais, irão lutar da melhor forma com o pelotão de ingleses, especialistas neste tipo de provas, designado por "Road Races" e que tem o seu expoente máximo nas célebres corridas da Ilha de Man.

    Horário

    Quinta-feira, 13 de Novembro
    07H30/08h15 GP Macau de Motos (Tr. livres)
    10h30 - 11h00 GP Macau de F3 (Tr. livres)
    12h20/12h50 GP Macau WTCC (Teste livre)
    14h00/14h45 GP Macau de F3 (Tr. cronometrados)
    15h25/16h10 GP Macau de Motos (Tr. cronometrados)
    Sexta-feira, 14 de Novembro
    07h30/08h30 GP Macau de Motos (Tr. cronometrados)
    08h45/09h15 GP Macau WTCC (Tr. livres)
    11h15/11h45 GP Macau de F3 (Tr. livres)
    12h15/12h45 GP Macau WTCC (Tr. livres)
    13h55/14h25 GP Macau Taça GT (Tr. livres)
    14h45/15h30 GP Macau de F3 (Tr. cronometrados)
    15h50/16h35 GP Macau WTCC (Tr. cronometrados)
    Sábado, 15 de Novembro
    07h30/07h50 GP Macau de Motos (Tr. livres)
    10h50/11h20 GP Macau Taça GT (Tr. cronometrados)
    13h45 GP Macau de F3 (Corrida - 10 v.)
    15h15 GP Macau de Motos (Corrida - 15 v.)
    Domingo, 16 de Novembro
    07h50/08h05 GP Macau WTCC (Tr. livres)
    08h20/08h40 GP Macau de F3 (Tr. livres)
    10h30 GP Macau Taça GT (Corrida - 10 v.)
    11h55 GP Macau WTCC (2 Corridas de 9 v. com intervalo de 15 minutos)
    15h30 GP Macau de F3 (Corrida - 15 v.)
    Nota: Em Macau, são mais 8 horas que em Lisboa

    AS

Página 35 de 115 Primeiro ... 2534 35 364585 ... Último

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar