Página 5 de 115 Primeiro ... 4 5 61555105 ... Último
  1. #61
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Campeonato de Espanha de GT - Jerez


    Brilhante vitória da dupla Ricardo Bravo/Miguel Cristovão

    A equipa ASM Team conquistou hoje em Jerez de la Frontera mais uma brilhante vitória no Campeonato de Espanha de GT, com os seus pilotos Ricardo Bravo e Miguel Cristovão a levarem o Ferrari F430 GT2 da equipa portuguesa ao lugar mais alto do pódio.

    Ricardo Bravo fez o primeiro turno de condução rodando sempre muito perto do terceiro classificado mas sem o conseguir ultrapassar até à paragem nas boxes para troca de piloto. Apesar de ainda ter 10 segundos de penalização, Miguel Cristovão retomou a corrida na segunda posição.

    Segundo o piloto português: "conseguimos ultrapassar dois adversários na troca de pilotos, tendo depois de imprimir um ritmo muito forte para apanhar o primeiro classificado. Consegui a ultrapassagem já na última volta, o que mostra que a nossa táctica de ontem terminar em 4º lugar em vez de 3º de modo a diminuir o handicap foi a mais acertada. O carro no final da corrida estava excelente e tive confiança para poder atacar e conseguir chegar à primeira posição". Depois desta corrida com um final impróprio para cardiacos, a equipa ASM Team ocupa o primeiro lugar do campeonato destacada.

    O Porsche RSR da equipa portuguesa realizou um bom começo de corrida, rodando na 5ª posição até perto das paragens nas boxes obrigatórias. Depois o desgaste permaturo dos pneus fez com que a equipa perdesse o contacto para os primeiros classificados,caindo alguns lugares. A equipa viria a repetir o 9º lugar obtido na corrida de Sábado, terminando pela segunda vez consecutiva nos lugares pontuáveis.

    Classificações

    Corrida 1 (12 horas): 1º Vodafone Portugal (Felipe Martins/António Coimbra/Rui Reigoto/António Baiona/Pedro Estrela), 308 voltas; 2º Unicer (Rafael Pinto/Nuno Andrés/António Leitão/Pedro Silva/António Ribeiro), a 4 voltas; 3º Prime Promotion (Pedro Marreiros/Luis Reis/Tiago Raposo Magalhães/Diogo Tavares), a 5 voltas; 4º BL Sport/Carglass (José Lopes Rodrigues/Paulo Pires/Rui Costa/José Lopes/Nuno Lopes), a 9 voltas; 5º Dinis Lucas Consulting (José Dinis Lucas/Mário Dinis Lucas/Luis Tirano/Pedro Grancha/Filipe Miguel/Alexandre Bruno/Jorge Dantas da Cunha/Bruno Albernaz), a 12 voltas; 6º Bloco (João Diogo Lopes/Fernando Soares/Pedro Moleiro/Miguel Cabral/Miguel Ferreira), a 14 voltas; 7º Tchowa I (Luis Cardoso/Francisco Guedes/João Maló/Nuno Torres), a 16 voltas; 8º Entreposto (Fernando André Silva/Miguel Neto/João Andrade/Nuno Santos/Jorge Roldão), a 17 voltas; 9º Tchowa II (Mário Cajada/Rui Lopes/Anselmo Ferreira/Marco Freitas), a 21 voltas; 10º Salam - Sociedade Imobiliária (Francisco Penha/Joaquim Bessa/Antero Silva/Rui Salgado/Rui Ribeiro/Manuel Ferrão/Diogo Ferrão), a 25 voltas; 11º Seat Portugal III (Tiago Ribeiro/José Cerqueira/Filipe Matias/Pedro Silva/António Ferreira/Luis Silva), a 32 voltas; 12º Seat Portugal IV (Joaquim Pinho/Américo Teixeira/Martim Fernandes/Paulo Rego/Bruno Santos/Jorge Pinheiro), a 38 voltas; 13º Seat Portugal I (António Santos/Fernando Graça/Hugo Patrocínio/José Alferes/Paulo Martins/Pedro Tranchete/Tiago Mendes), a 45 voltas; 14º Seat Portugal II (António Praça/António Luis/João Nisa/Rui Martins/Rogério Gonçalves/João Antunes), a 65 voltas.

    Corrida 2: 1º BL Sport/Carglass, 308 voltas; 2º Entreposto, a 1m34,251s; 3º Unicer, a 2 voltas; 4º Salam - Sociedade Imobiliária, a 5 voltas; 5º Bloco, a 5 voltas; 6º Seat Portugal III, a 7 voltas; 7º Dinis Lucas Consulting, a 15 voltas; 8º Seat Portugal IV, a 15 voltas; 9º Vodafone, a 20 voltas; 10º Seat Portugal II, a 22 voltas; 11º Tchowa I, a 78 voltas; 12º Tchowa II, a 83 voltas; 13º Seat Portugal I, a 249 voltas.AS

  2. #62
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Andretti acidentado perde vitória


    Dixon vence no Texas

    Scott Dixon venceu pela terceira vez este ano uma prova da IRL Indycar Séries, ao herdar o triunfo na Bombardier Learjet 550, realizada na Texas Motor Speedway, após Ryan Hunter-Reay ter colocado fora de corrida o então líder da prova, Marco Andretti

    Com a eliminação de Andretti e Hunter-Reay, Hélio Castro Neves e Ryan Briscoe subiram ao segundo e terceiro lugar, respectivamente.

    AS

  3. #63
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Pedro Salvador vence em Figueiró dos Vinhos


    Pedro Salvador repetiu a prestação da primeira prova do ano na Régua e impôs o seu Juno SSE para mais uma vitória no Campeonato de Portugal de Montanha, numa prestação onde nem sequer necessitou de recorrer a pneus novo para melhorar os seus registos. Mesmo assim, terminou com 8,856s de vantagem sobre Paulo Ramalho, também ao volante de um Juno SSE.

    Assim, foi fácil de perceber que interesse, só na luta pelo terceiro lugar, que teve como protagonistas o Radical de Joaquim Teixeira e o BRC de Joaquim Rino. Teixeira acabou por chamar a si o lugar mais baixo do pódio, mesmo se por apenas 0,518s de diferença.

    Mesmo não indo além do sexto lugar absoluto, António Nogueira não teve, no entanto, dificuldades em impor o Porsche GT2 pela terceira vez consecutiva na Categoria 1. O Campeonato de Portugal de Montanha regressa agora no último fim-de-semana deste mês com a realização da Rampa de Bragança.

    Classificação

    Somatório: 1º Pedro Salvador (Juno SSE), 4m53,743s (1º Cat. 2); 2º Paulo Ramalho (Juno SSE), a 8,856s; 3º Joaquim Teixeira (Radical SR3), a 17,306s; 4º Joaqim Rino (BRC CM05), a 17,306s; 5º João Portinha (Silver Car), a 18,705s; 6º António Nogueira (Porsche 911 Turbo GT2), a 19,781s (1º Cat. 1); 7º João Fonseca (BRC CM02), a 22,966s; 8º António Barros (BRC CM02), a 26,501s; 9º Luís Nóvoa (BRC CM02), a 28,938s; 10º António da Cunha (BMW M3), a 37,191s; 11º António Rodrigues (Toyota Corolla T-Sport), a 44,069s; 12º Roberto Meira (Renault Clio RS), a 49,438s; 13º José Carlos Magalhães, a 1m09,053s; 14º Jorge Meira (Citroen Saxo Cup), a 1m10,112s; 15º Ricardo Lima (Renault Megane), a 1m11,202s; 16º Nuno Guimarães (Toyota Corolla GTI), a 1m20,993s.

    Campeonato (Após 3 provas): 1º P. Ramalho, 22 pontos; 2º P. Salvador, 20; 3º J. Teixeira, 12; 4º J. Portinha, 11; 5º P. Siquier, 10; 6º E. Ramos, 8; 7º A. Nogueira, 6; 8ºs J. Fernandez e A. Barros, 5.AS

  4. #64
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão 24 Horas by Seat: Vodafone vence troféu


    Terminaram há pouco as 24 horas by Seat, derradeira prova da Vodafone Cup by Seat, com a equipa da "casa", a Vodafone Portugal a levar de vencida a competição, depois dum duelo emotivo com a Bloco.

    Estas 24 Horas do Estoril, foram divididas em "duas" corridas, de 12 horas cada, e tudo se decidiu somente na "segunda parte". E com muita emoção! A Bloco "só" necessitava do quarto posto para assegurar a conquista do troféu, precisamente o posto onde rodou grande parte das últimas 12 horas.

    Contudo, na derradeira troca de pilotos, a Bloco desceu para quinto e não conseguiria recuperar qualquer posição até final, o que deixou tudo empatado, quer no número de pontos no troféu (57), como no número de vitórias em corridas (duas). Assim, foi pelo terceiro (!) factor de desempate (o número de segundos lugares) que se decidiu o vencedor da competição, que foi a Vodafone Portugal.

    Classificações

    Corrida 1 (12 horas): 1º Vodafone Portugal (Felipe Martins/António Coimbra/Rui Reigoto/António Baiona/Pedro Estrela), 308 voltas; 2º Unicer (Rafael Pinto/Nuno Andrés/António Leitão/Pedro Silva/António Ribeiro), a 4 voltas; 3º Prime Promotion (Pedro Marreiros/Luis Reis/Tiago Raposo Magalhães/Diogo Tavares), a 5 voltas; 4º BL Sport/Carglass (José Lopes Rodrigues/Paulo Pires/Rui Costa/José Lopes/Nuno Lopes), a 9 voltas; 5º Dinis Lucas Consulting (José Dinis Lucas/Mário Dinis Lucas/Luis Tirano/Pedro Grancha/Filipe Miguel/Alexandre Bruno/Jorge Dantas da Cunha/Bruno Albernaz), a 12 voltas; 6º Bloco (João Diogo Lopes/Fernando Soares/Pedro Moleiro/Miguel Cabral/Miguel Ferreira), a 14 voltas; 7º Tchowa I (Luis Cardoso/Francisco Guedes/João Maló/Nuno Torres), a 16 voltas; 8º Entreposto (Fernando André Silva/Miguel Neto/João Andrade/Nuno Santos/Jorge Roldão), a 17 voltas; 9º Tchowa II (Mário Cajada/Rui Lopes/Anselmo Ferreira/Marco Freitas), a 21 voltas; 10º Salam - Sociedade Imobiliária (Francisco Penha/Joaquim Bessa/Antero Silva/Rui Salgado/Rui Ribeiro/Manuel Ferrão/Diogo Ferrão), a 25 voltas; 11º Seat Portugal III (Tiago Ribeiro/José Cerqueira/Filipe Matias/Pedro Silva/António Ferreira/Luis Silva), a 32 voltas; 12º Seat Portugal IV (Joaquim Pinho/Américo Teixeira/Martim Fernandes/Paulo Rego/Bruno Santos/Jorge Pinheiro), a 38 voltas; 13º Seat Portugal I (António Santos/Fernando Graça/Hugo Patrocínio/José Alferes/Paulo Martins/Pedro Tranchete/Tiago Mendes), a 45 voltas; 14º Seat Portugal II (António Praça/António Luis/João Nisa/Rui Martins/Rogério Gonçalves/João Antunes), a 65 voltas.

    Corrida 2: 1º BL Sport/Carglass, 308 voltas; 2º Entreposto, a 1m34,251s; 3º Unicer, a 2 voltas; 4º Salam - Sociedade Imobiliária, a 5 voltas; 5º Bloco, a 5 voltas; 6º Seat Portugal III, a 7 voltas; 7º Dinis Lucas Consulting, a 15 voltas; 8º Seat Portugal IV, a 15 voltas; 9º Vodafone, a 20 voltas; 10º Seat Portugal II, a 22 voltas; 11º Tchowa I, a 78 voltas; 12º Tchowa II, a 83 voltas; 13º Seat Portugal I, a 249 voltas.AS

  5. #65
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Nuno Vinagre no pódio

    Depois dos problemas em Jarama, Nuno Vinagre vingou-se da falta de resultados na primeira prova do Copa Getz com dois pódios em Jerez. O piloto da Veloso Motorsport afirmou que "quando cheguei cá não esperava ser terceiro e segundo, mas como tive um mau arranque para a segunda corrida, onde caí para sexto, acredito que tinha andamento para lutar pela vitória. Nestas condições já não foi possível, pois na recuperação acabei por gastar demasiado os pneus. Mas consegui fazer a volta mais rápida nas duas mangas".

    O seu colega de equipa, David João Rodrigues, também conseguiu dois resultados de relevo, ao terminar as duas corridas na quarta posição. Rodrigues tinha feito a pole para a primeira corrida, "que ainda cheguei a liderar, mas depois o motor foi perdendo rendimento e desci para quarto. Na segunda, estive a lutar pelo segundo posto, mas queimei demasiado os pneus numa travagem e voltei a perder posições". Salvador Posser de Andrade, no carro preparado pela Bastos Sport, abandonou na primeira corrida mas conseguiu recuperar até sexto na segunda.

    Copa Coupé com falta de inscritos

    Enquanto não falta animação com os pequenos Hyundai Getz, o troféu disputado com os Hyundai Coupé anda em crise, com apenas cinco carros a apresentarem-se à partida da corrida de sprint, entre eles o de Nuno Batista, que terminou classificado na quarta posição. O piloto da Veloso Motorsport podia ter terminado no pódio, "mas levei um toque que me deixou o carro desalinhado". A corrida de resistência foi anulada devido à falta de inscritos, com Batista a considerar que "se em Albacete não aparecerem os 17 carros prometidos pela organização, é possível que o troféu deixe de se realizar".AS

  6. #66
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Campeonato Italiano de GT

    Cruz Martins vence novamente

    Francisco Cruz Martins voltou a subir ao lugar mais alto do pódio, ao vencer a segunda corrida da terceira ronda do Campeonato Italiano de GT, que teve lugar no Autódromo de Magione.

    O piloto português que fez equipa com Richard Lietz ao volante do Porsche 997 GT3-RSR da Autorlando Sport (o único carro em prova que não era um Ferrari 430), foi décimo nos treinos para a primeira corrida, mas conseguiu recuperar até à sexta posição, apesar de ter um "handicap" de 30 segundos para a paragem nas boxes, aproveitando o facto de "a equipa ter conseguido deixar o Porsche bastante competitivo para as corridas".

    Na segunda manga, foi o austríaco Lietz quem fez a pole, não tendo depois problemas em manter a primeira posição, construindo uma vantagem de cerca de 30 segundos sobre o Ferrari de Emanuele Moncini. Quando se realizaram as paragens nas boxes, Cruz Martins passou a ser perseguido por Alex Caffi, mas "ainda consegui ganhar mais cinco segundos" sobre o ex-piloto de Fórmula 1.

    Com este resultado, Francisco Cruz Martins, que teve três colegas de equipa diferentes até agora, lidera o campeonato sozinho à geral com 58 pontos, tendo aumentado ligeiramente a vantagem sobre os seus perseguidores, as duplas Mediani/Linossi e Moncini/Caffi.AS

  7. #67
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Campeonato Rolex Sportscar Series

    Barbosa 9º em Watkins Glen

    Decorreu no traçado de Watkins Glen, NY, mais uma corrida do Campeonato Rolex Series, as Sahlen's 6H of the Glen. Depois da equipa Brumos ter partido da 12ª posição, tendo o companheiro de equipa JC France efectuado os treinos cronometrados, conseguiram alcançar mais um lugar no top10.

    Durante a corrida, João Barbosa conseguiu manter um ritmo bastante elevado, ao mesmo nível dos pilotos da frente, a equipa foi ganhando lugares mas infelizmente alguns problemas mecânicos impediam a equipa de se manter na mesma volta do lidere devido às paragens mais demoradas nas boxes para as devidas reparações.

    Faltando cerca de 30m para o final, o pace car entrou em pista devido a um acidente e João Barbosa encontrou-se mesmo atrás do actual líder em era muito importante recuperar essa volta para tentar ainda salvar o dia. Foi o que veio a acontecer como comenta João Barbosa:

    "Foi de facto uma corrida muito intensa em que tive que dar sempre o meu máximo. Depois de o pace car entrar para a boxe e a corrida ter reiniciado, consegui passar o piloto que estava na primeira posição e recuperei a volta de atraso que tinha, eu estava com um bom andamento mas infelizmente a corrida estava a aproximar-se do fina e não havia mais nada a fazer. Por isso o 9º lugar final tem um sabor bem amargo pois consegui passar o carro que estava em 1º e até nova situação de pace car estive sempre na frente do carro que acabaria por ganhar a corrida. Se não tivéssemos tido alguns pequenos problemas poderíamos ter saído de Watkins Glen com um resultado bem melhor, mas são coisas que acontecem e só penso na próxima corrida"

    João Barbosa está agora de partida para Le Mans onde irá participar pela 5ª vez consecutiva nas 24H de Le Mans, que se disputam no próximo fim de semana, ao volante do LMP1 Pescarolo/Judd , fazendo equipa com Vanina Ickx e Stephan Gregoire.AS

  8. #68
    Avatar de sneto2000
    Registo
    Nov 2007
    Posts
    3.185
    NASCAR: Kasey Kahne vence a prova Pocono 500

    Numa prova com 12 pilotos diferentes liderando-a o vencedor foi Kasey
    Kahne (Dodge), que venceu pela 2ª vez na temporada 2008. Kahne tinha
    largado na pole e assim foi o primeiro a conseguir o feito em 2008.

    Em 2º lugar chegou Brian Vickers (Toyota), seguido por Denny Hamlin
    (Toyota). Dale Earnhardt Jr (Chevrolet) e Jeff Burton (Chevrolet)
    fecharam os Top 5 desta prova, a 14ª etapa da temporada da Nascar.

    O melhor piloto oriundo das categorias de fórmula foi, novamente, A.J.
    Allmendinger (Toyota), que terminou a prova na 12ª colocação.

    » Veja abaixo os melhores classificados na prova:
    1. Kasey Kahne Dodge 195 pontos (200 voltas)
    2. Brian Vickers Toyota 175
    3. Denny Hamlin Toyota 170
    4. Dale Earnhardt Jr Chevrolet 160
    5. Jeff Burton Chevrolet 155
    6. Jimmie Johnson Chevrolet 155
    7. Matt Kenseth Ford 151
    8. Kurt Busch Dodge 142
    9. Carl Edwards Ford 143
    10. Mark Martin Chevrolet 134
    11. Bobby Labonte Dodge 130
    12. A.J. Allmendinger Toyota 127
    13. Kevin Harvick Chevrolet 124
    14. Jeff Gordon Chevrolet 121
    15. Greg Biffle Ford 123

    Fonte: Super SpeedWay

  9. #69
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Fim-de-semana infeliz para Beirão da Veiga

    Fim-de-semana infeliz para Lourenço Beirão da Veiga. Se na sexta-feira tinha sido o mais rápido e ontem vítima de uma penalização por parte da direcção da corrida, que o obrigou a largar de 23º recuperando até 11º, tudo se tornou ainda mais complicado no dia de Domingo.

    O piloto português arrancou da sexta fila da grelha, mas logo na primeira volta ficou fora de prova. "Logo no arranque um fusível queimou e o carro entrou em safe mode, pelo que não tinha nada a fazer. Ainda parei na boxe para tentar resolver o problema, mas tal não foi possível e como não fiz 70% desta corrida não podia alinhar na última", referiu desalentado.

    Este acaba por ser um fim-de-semana extremamente infeliz para o piloto apoiado pela Vodafone, pois como se viu nas sessões de treinos tinha condições de discutir as vitórias. "Essa era o meu objectivo e sinto que teria sido possível. Ontem foi aquela decisão algo incompreensível que me retirou os tempos e me obrigou a largar muito de trás. Como se viu pela recuperação que fiz estava muito rápido e podia mesmo ter lutado pela vitória e infelizmente acabei por somar apenas dois pontos. Hoje tive ainda menos sorte, pelo que saiu de Jerez de la Frontera muito desapontado com o desfecho das corridas, porque as hipóteses de vencer eram reais", concluiu o português. AS

  10. #70
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão 24 Horas Le Mans

    A Batalha final

    Depois de um ano "para ver como era", a Peugeot está de volta a Le Mans, agora para ganhar e com Pedro Lamy como um dos candidatos à vitória

    Disputam-se no próximo fim-de-semana as 24 Horas de Le Mans, a mais famosa prova de automobilismo de resistência do mundo, e que volta a contar com os ingredientes necessários para uma edição de luxo, com a Audi e Peugeot a reatarem a luta do ano passado.

    Contudo e desta feita a experiência da Audi não será suficiente para conter a ameaça dos seus adversários franceses. Agora que o 908 HDi está no seu segundo ano, a Peugeot poderá estar mais segura da conquista do seu terceiro triunfo em Le Mans, 15 anos depois da última vitória do 905. A marca francesa não só foi mais rápida nos testes da semana passada, com quatro segundos de vantagem, como também vai poder lutar de igual para igual com a equipa alemã, inscrevendo três carros.

    Em 2008, poderemos também ter o primeiro triunfo de um piloto português na prova francesa, pois Pedro Lamy volta a fazer parte do "line up" da Peugeot, partilhando o volante com Stéphane Sarrazin e um dos novos recrutas da marca, Alexander Wurz.

    Em termos regulamentares, uma vitória Peugeot significaria também o triunfo de uma filosofia específica nas corridas de sport-protótipos em geral e na categoria LMP1 em particular: a superioridade dos protótipos de "cockpit" fechado, que possuem uma vantagem aerodinâmica em relação aos protótipos abertos, como o Audi, oferecendo menor resistência ao ar.

    "Outsiders" com poucas hipóteses

    Com seis carros de dois construtores automóvel à partida, as outras equipas não deverão ter grande oportunidade para brilhar ou de ascender ao pódio, a não ser que uma hecatombe elimine os Audi e Peugeot.

    A Pescarolo, uma das equipas mais experientes em Le Mans, com um bom palmarés de fiabilidade, foi quem esteve mais perto das equipas oficiais, mas muito longe para poder lutar pela vitória à geral. Os "Pesca" foram mais rápidos que os seus adversários da Oreca-Courage (no primeiro ano de parceria entre as duas marcas, depois da Oreca ter comprado a equipa de Yves Courage) e que o Lola-Aston Martin, um dos mais intrigantes inscritos em estreia este ano. O Lola-Aston, desenvolvido em conjunto com a Prodrive, é um de três novos protótipos de "cockpit" fechado, que começam a gerar interesse entre os construtores LMP1. Além deste, estreiamtambém o Dome S102, cavalo de batalha entre os participantes oriundos do Japão, e o Epsilon Euskadi, desenvolvido inteiramente em Espanha, mas ainda pouco fiável.


    AS

  11. #71
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Circuito MCE - 1 inaugura temporada histórica

    Fórmula Júnior é novidades absoluta

    Afinal, a montanha não deverá ter parido um rato - e a realização do Circuito MCE - 1 até poderá ser um sucesso. Apesar de, como dizia o outro, os prognósticos serem feitos apenas depois do jogo terminar, a verdade é que os receios de que a organização desta prova, sob a esforçada chancela do Motor Clube do Estoril, se traduzir num fiasco parecem afastados.

    Tudo porque os homens do MCE se debateram com a estreia absoluta em Portugal de duas competições - a Fórmula Júnior FR 2.0 e o Campeonato de Portugal de Resistência. Sobre a primeira, nunca subsistiram grandes dúvidas sobre a sua viabilidade e aceitação junto dos pilotos e operadores económicos (leia-se, patrocinadores...). Quanto mais não seja porque se trata do reavivar de uma tradição, desaparecida já lá vão cinco longos lustres, e que é a existência de uma competição de monolugares dentro de portas, evitando assim que futuros pilotos internacionais tenham que trespassar fronteiras para verem possibilidades de continuar a sua carreira ao mais alto nível. Por isso, não é com grande surpresa que estão previstos 16 carros nesta primeira grelha, sendo de assinalar que, com o continuar da temporada, outros interessados podem surgir.

    Carlos Rodrigues, da Rodrive, e que inscreve cinco carros já no Estoril, vai mais longe, admitindo mesmo que, "depois do final do Europeu e de outras competições um pouco por toda a Europa, o nosso campeonato, como termina mais tarde, possa servir de ensaio para muitas equipas estrangeiras." Francisco Gallego, o mentor e organizador da competição, manifestou também a sua convicção de que "vai ser um sucesso", garantindo que a sua realização nunca esteve em causa e que continua a receber pedidos de muitos interessados em participar no campeonato.

    Reviravolta completa

    O mesmo não pode ser dito sobre o Campeonato de Portugal de Resistência. Idealizado pela FPAK para substituir o defunto e de má memória Open, na sua génese era o reunir de diversas categorias de viaturas, desde os GT aos Sport e Protótipos. A intenção confessada era tentar aliciar a vinda de GT desde Espanha, bem como a continuação das espectaculares "barchettas", que até ao ano passado conviviam no campeonato e troféu de Clássicos com carros menos performantes, para desagrado de alguns pilotos.

    Porém, depressa se percebeu que estas "barchettas" não tinham sido feitas para corridas de resistência, com uma hora de duração e desde logo os seus proprietários se afastaram da possibilidade de aderirem à nova competição. Mais tarde, a FPAK recuou também no formato das corridas, que deveriam juntar carros de Turismo com GT numa e Sport e Protótipos noutra, estabelecendo ainda handicaps de paragens nas boxes, para as diversas categorias, for forma a uniformizar os respectivos "andamentos".

    No Estoril deverão correr todos os carros juntos, esperando-se "entre 25 a 30 carros", segundo António Lima, presidente do MCE. Garantidos, estão alguns Radical SR3 e SR8, bem como alguns dos Protótipos habitualmente vistos no Nacional de Montanha e um par de GT. Porém, também os Caterham deverão estar presentes no Estoril, contribuindo para o enriquecimento da grelha e da própria competição.

    As listas de inscritos definitivas, quer da Fórmula Júnior, como do CPR, apenas hoje deverão ser de facto conhecidas, sabendo-se que as inscrições terminaram oficialmente no final da passada sexta-feira. Mas, como boa tradição, tudo é deixado para a última hora e acredita-se que, até quarta-feira, dia em que as portas do circuito estão abertas a testes das equipas participantes, possam aparecer mais carros inscritos.

    HR


  12. #72
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Protótipos e GTs correm em conjunto


    O clube organizador das 24 Horas de Le Mans, o ACO (Automobile Club de l'Ouest) continua a apostar em quatro categorias para preencher os 55 lugares na grelha de partida, uma fórmula de sucesso que tem permitido colocar em confronto directo os melhores representantes das corridas de resistência em todo o mundo, tanto em protótipos como em GT.

    A categoria LMP1, onde se destacam os Audi e Peugeot, é a favorita à vitória final, mas durante a prova, existirão vários motivos de interesse mais para baixo na classificação, onde outros carros lutam pelo triunfo na respectiva classe. Os LMP2, a segunda categoria de protótipos, têm como chamariz especial a aguardada estreia dos Porsche RS Spyder, carros que muitos apontam como grandes favoritos, caso sejam capazes de resistir as 24 horas. Nos últimos anos a velocidade pura não tem sido um factor determinante e quem estiver em pista para receber a bandeira de xadrez arrisca-se a vencer esta categoria.

    Passando para os GT, a categoria GT1 volta a ser animada pela luta entre duas equipas oficiais: a General Motors, com os dois Corvette C6.R e a Aston Martin, com os DBR9 que este ano surgem com a clássica decoração da Gulf. Os carros britânicos bateram, finalmente, os americanos o ano passado, depois de várias tentativas, e este ano foram também mais rápidos nos testes.

    Os GT2 costumam ser os carros mais lentos, em pista mas são também capazes de dar espectáculo. A Porsche e a Ferrari deverão degladiar-se pelo triunfo, com a marca alemã a tentar provar que, apesar de luta desigual, com três carros contra sete da Ferrari, deverá ser capaz de lutar pela vitória. Os Spyker tomam o papel de "outsiders" na categoria.AS

  13. #73
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Lamy candidato à vitória nas 24 Horas de Le Mans

    Sonho português pode tornar-se realidade
    É já este fim-de-semana que se disputam as 24 Horas de Le Mans, a mais emblemática prova de resistência do mundo e que este ano conta com um piloto português entre os mais sérios candidatos à vitória. A experiência, talento e destreza de Pedro Lamy, aliados à rapidez e fiabilidade do Peugeot 908 HDi FAP poderá ser o concretizar do sonho de milhares de adeptos lusos em ver um piloto português subir ao lugar mais alto do pódio.

    No ano passado - ano de estreia do 908 HDi FAP no circuito de La Sarthe - Lamy, Sebastien Bourdais e Stephane Sarrazin conquistaram um excelente resultado para a marca francesa, subindo ao segundo lugar do pódio no final das 24 horas de prova e colocando a fasquia para este ano ainda mais elevada. Contudo, meses de preparação, milhares de quilómetros de testes percorridos e uma equipa bastante homogénea, não intimidam as ambições de Lamy e dos seus companheiros de equipa:

    "O nosso trabalho de preparação começou imediatamente após a edição do ano passado das 24 Horas de Le Mans. A equipa trabalhou intensamente de forma a nos proporcionar um carro ainda mais competitivo e fiável e julgo que neste momento, estão reunidas todas as condições para lutarmos pela vitória da prova. O carro está extremamente competitivo, eu e os meus companheiros de equipa da Peugeot super motivados e preparados para enfrentar esta dura prova", referiu Pedro Lamy que este ano realiza a sua 9.ª participação em Le Mans.

    Este ano, Pedro Lamy volta a ter como companheiro de equipa Stephane Sarrazin, "um piloto extremamente rápido e consistente", tendo, uma vez mais, comprovado essas qualidades nos testes oficiais para a 76.ª edição das 24 Horas de Le Mans, "onde estabeleceu um novo recorde para o circuito de La Sarthe, rodando em 3m 22,222s, cerca de 4 segundos mais rápido que a anterior melhor marca". A este duo, junta-se este ano, Alexander Wurz (piloto reserva da Honda F1 Team), formando uma das equipas de pilotos mais fortes da edição de 2008.

    A aposta da Peugeot é muito forte para estas 24 Horas de Le Mans. Além do 908 n.º 8 entregue a Pedro Lamy, Stephane Sarrazin e Alexander Wurz, terá mais dois carros na sua formação. Jacques Villeneuve, Nicolas Minassian e Marc Gene serão responsáveis pelo Peugeot n.º 7, enquanto que Franck Montagny, Ricardo Zonta e Christian Klien assumem os comandos do 908 n.º 9: "Esta aposta da Peugeot faz todo o sentido. Apesar de ser uma prova com 24 horas de duração e onde tudo pode acontecer, somos, juntamente com a Audi, apontados como os principais candidatos à vitória. Como tal, temos aqui mais uma hipótese de lutar de igual para igual com a marca alemã", justifica o piloto português que em Le Mans já conquistou um 2.º lugar em 2007, foi 4.º em 2001 e 5.º em 1997 e 2002.

    Quanto ao que esperar da edição n.º 76 das 24 Horas de Le Mans, Pedro Lamy é peremptório: "Em primeiro lugar uma corrida muito competitiva e extremamente interessante de se seguir. O lote de equipas e pilotos inscritos é muito bom e estão reunidas todas as condições para levar ao rubro os milhares de espectadores presentes em Le Mans e telespectadores que seguem esta mítica prova de resistência. Contudo e, tal como já tive oportunidade de referir, numa prova de 24 horas tudo pode acontecer. Quem passar menos tempo nas boxes terá mais hipóteses de ganhar, pelo que é necessário ter atenção também às restantes equipas".

    "Em termos pessoais, seria fantástico conseguir um triunfo nas 24 Horas de Le Mans. No ano passado subi ao segundo lugar do pódio - que representou a melhor classificação portuguesa de sempre - mas este ano gostaria de fazer melhor. A vitória nas 24 Horas de Le Mans seria um sonho tornado realidade".

    A 76.ª edição das 24 Horas de Le Mans terá lugar já este fim-de-semana (dias 14 e 15 de Junho). Apesar de contar com um total de 55 equipas inscritas e, na esperança de poderem ver a bandeira portuguesa hasteada no lugar mais alto do pódio, certamente que os olhos de todos os portugueses estarão voltados para o Peugeot n.º 8 e para Pedro Lamy, que este ano poderá voltar a fazer história no automobilismo português.AS

  14. #74
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Lamy: "Em 24 horas tudo pode acontecer"

    No segundo ano em representação da Peugeot e umano depois de ter conquistado o segundo lugar à geral, Pedro Lamy acredita que tem hipóteses de vencer a prova, mas adianta que "em 24 horas tudo pode acontecer".

    Para o piloto português, "a experiência acumulada e os milhares de quilómetros que já fizemos este ano permitem-nos estar melhor preparados. Com três carros em pista, também podemos lutar de igual para igual com a Audi. Foi uma escolha lógica por parte da Peugeot ter mais um carro".

    A marca alemã, que já venceu Le Mans em sete ocasiões, continua a ser um adversário a respeitar para Lamy e os seus colegas de equipa, "pois sabemos que eles têm vantagens que poderão explorar. Teremos que ver que vantagens serão essas para podermos dar-lhes réplica", acrescentando que, "no início vai ser muito complicado, pois nas primeiras horas tanto eles como nós vamos andar muito depressa".

    Depois do seu colega Stéphane Sarrazin ter estabelecido um novo recorde nos testes oficiais, com um tempo na casa dos 3m22s, o piloto português está confiante que o Peugeot 908 será capaz de conseguiram tempo semelhante nos treinos cronometrados: "Foi uma marca muito boa, mas acredito que podemos repeti-la. A pista nunca teve muita borracha durante os testes e deve acontecer o mesmo na qualificação. O tempo que fizermos vai depender das afinações e também do tráfego que apanharmos".

    Táctica não definida

    A Peugeot ainda não definiu a táctica para a prova, pelo que Lamy ainda não sabe "quem vai fazer a pole, quem vai iniciar a corrida, e como serão distribuídos os turnos. O mais provável é que comecemos por conduzir dois turnos de cada vez e que passemos para três ao início da noite". O piloto da Team Peugeot Total espera que não chova, "pois isso ia tornar tudo mais complicado".

    Este ano, Lamy tem um novo colega de equipa, com Alexander Wurz a substituir Sébastien Bourdais. O piloto austríaco já venceu as 24 Horas, na edição de 1996, mas "esta não é necessariamente uma vantagem ou que nos coloca no papel de favoritos. OWurz já admitiu que agora está tudo mais competitivo. Dentro da Peugeot temos colegas de equipa muito fortes, e o Marc Gené, o Villeneuve e o Minassian venceram a última prova da Le Mans Series em que participámos este ano."

    Lamy não tem dúvidas em afirmar que "a Audi será o principal adversário. Nós e eles estamos um degrau acima do resto da concorrência. Mas quem passar menos tempo nas boxes também pode ganhar, e vamos ver o que farão a Oreca e a Pescarolo". AS

  15. #75
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Quifel ASM com objectivos realistas


    Apesar de ter lutado pela vitória na classe LMP2 nas provas da Le Mans Series em anos anteriores, a Quifel ASM Team ainda não conseguiu terminar as 24 Horas de Le Mans.

    Por isso, António Simões, director da equipa portuguesa, avança com "perspectivas mais realistas para 2008. A experiência que acumulámos nos últimos anos já nos permite perceber as dificuldades que vamos ter pela frente, e este ano vamos tentar antever os problemas para que possamos responder imediatamente quando acontecer alguma coisa com o carro".

    O Lola B05/40-AER, adquirido à Chamberlain-Synergy Motorsport em 2006, tem tido alguns problemas este ano na LMS, nomeadamente ao nível de fiabilidade, além de demonstrar que já não é tão rápido como alguns dos seus concorrentes, como o Porsche, o Zytek ou o Embassy, mas "em Le Mans a corrida ganha-se nas boxes, pelo que se estivermos atentos a qualquer problema que possamos ter com o motor ou a caixa de velocidades, poderemos fazer um resultado melhor do que os que temos obtido este ano na LMS".

    A Quifel ASM Team apresenta-se também em Le Mans com uma nova equipa de pilotos, que Simões acredita ser "mais sólida e mais forte. O Miguel Pais do Amaral já tem bastante mais experiência ao volante do Lola e o Olivier Pla e o Guy Smith também são rápidos. Para esta prova, fomos buscar o Guy porque queríamos ter mais um piloto com experiência em Le Mans". Como poucos LMP2 costumam chegar ao fim, se a ASM conseguir sobreviver, poderá vencer a prova.

    AS

Página 5 de 115 Primeiro ... 4 5 61555105 ... Último

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar