Dave Marash, o mais conhecido dos jornalistas norte-americanos da estação informativa Al-Jazeera, demitiu-se, criticando um controlo editoral excessivo por parte da direcção. Segundo declarou ao “New York Times”, apesar de excelente o actual canal já não é o mesmo que aquele pelo qual tinha sido contratado, lamentando o controlo cada vez maior das delegações de Washington, Londres e Kuala Lumpur.