Olhando para este carro identifica-se facilmente com um Nissan Skyline. Mas não se trata de um Skyline vulgar, é um dos projectos mais ambiciosos que já tivemos oportunidade de divulgar no tuning.online.pt. À quatro anos atrás, o fetish de Luc-Michel Faichaud era ter um Skyline. O desejo de ter um skyline começou ao ver em Le Mans um par de Skylines da Nismo a competir, chmando-lhe mais atenção inclusivamente que a estreia dos Mclaren F1. A partir de aí o sonho de ter um foi-se cimentando. Luc-Michel voou até ao Japão para falar com o patrão da Nismo (a divisão oficial de desporto motorizado da Nissan) na tentativa de comprar um carro que tivesse deixado de correr oficialmente, mesmo que sem motor ou transmissão. O pedido foi recusado, assim como a proposta de venda de peças genuínas da Nismo para a carroçaria. Assim Luc-Michel voltou para a França cheio de vontade de criar algo de espectacular. Importou do Reino Unido um R34 GTR V-Spec para França. Se para a maioria de nós ter um Skyline seria um sonho, para Luc-Michel foi apenas o começo. Ainda andou com o carro 6 meses antes de decidir que o carro era feio e não o suficientemente rápido. O carro foi para a oficina e foi praticamente desmontado.



O projecto tinha começado, sendo de tal modo laborioso que levou mesmo a que o Luc-Michel se tivesse despedido do seu emprego para se dedicar ao carro o mais possível. O objectivo era criar um carro perfeito, fácil de conduzir e suficientemente rápido. Em vez de seguir as regras, Luc-Michel reescreveu-as! Embora para os conhecedores, a alma do Skyline seja o seu motor 6 cilindros, o Luc-Michel retirou o motor e comprou um motor Mercedes V12 de 7litros de cilindrada. E porquê? Porque este motor V12 é quase como que dois motores RB28s acoplados. O motor V12 produz 400cv contra os 350cv do Skyline (2 turbos), mas isto antes da adaptação dos 4 turbos. O motor é leve e tem uma tecnologia melhor. Este bloco já permitiria atingir 1000cv. Foram semanas para terminar a troca de todos os componente, todo o tipo de tubagens e a troca de 4 turbos por modelos híbridos do tipo ball-bearing. Só para os colectores de escape foram realizados 12 protótipos até se conseguir o resultado ideal. Mas o motor não serviu à primeira. Para caber, teve que ser montado mais atrás, e para isso foi necessário fazer novos apoios de motor, um tablier novo e também a adaptação do sistema da Nissan de 4 rodas motrizes e 4 rodas direccionais. Imaginem o trabalho!



Quase tudo é diferente neste carro, provavelmente só os farolins traseiros se mantém. Até os vidros foram construídos de novo numa variante em plexiglass para ganhar peso. Para o estudo de algumas peças foi usado um modelo da Tamyia à escala. Este modelo serviu para testar a recolocação das peças e para o desing do wide-body kit. Entrar dentro do Nissan é também espectacular, sendo um autêntico carro do DTM. Roll-cage, peças em carbono, backets Recaro, etc. A caixa sequencial de 6 velocidades têm a manete no local exacto onde o Luc gosta, e apesar da potencia, a embraiagem é de fácil utilização e o carro tem potencia suficiente para uma condução excelente em circuito ou em provas de Drag. Até o volante foi convertido para o lado esquerdo.

Assim com os seus 4 turbos aplicados no motor V12 e produzindo mais de 1000cv, o seu sistema de transmissão às 4 rodas e o sistema de quatro rodas direccionais, a caixa de seis velocidades sequencial e o sistema de travagem em carbono fazem do Nissan Skyline GTR “unlimited” um dos carros mais rápidos e já construídos para estrada, sendo também um projecto de tuning do mais interessante e laborioso que já divulgamos.



Este carro tem sido divulgado em várias exposições e concentrações tuning por todo o mundo fazendo sucesso por todo o lado. Quem sabe se não veremos este carro brevemente em Portugal.


Fonte: "Tuning Online"