Estimam-se mais de 5 mil carros alterados e ilegais

A paixão por dar um toque pessoal ao aspecto estético de uma viatura, conhecida como «tunning», representa um negócio de milhões e pode vir a canalizar para os cofres do Estado cerca de cinco milhões de euros, se forem legalizados os 5.000 carros transformados existentes em Portugal, refere o «Correio da Manhã».

Estima-se que 5.000 carros circulam em Portugal com adaptações personalizadas, o que faz deles veículos ilegais e, por isso, podem ser multados por alterações às características do veículo, infracção punida com mínimo de 250 euros. Apenas 15 veículos tunning estão legalizados em Portugal, segundo números do movimento Tunning Legal Já. Dez aguardam decisão.

O custo pela legalização engloba 132 euros para efectuar o pedido junto do IMTT, mais cerca de 900 euros para a realização de uma inspecção extraordinária pelo Laboratório Tecnológico do Automóvel.

Este é, contudo, um gosto caro, a avaliar pelos preços das peças. Uns faróis, por exemplo, variam entre os 200 e os 300 euros e umas jantes rondam os mil euros. As jantes são uma das peças que mais adeptos do tunning conquistam para alterarem as viaturas originais.

Num utilitário, as peças básicas representam um investimento que oscila entre os dois a três mil euros, sem custo de montagem. Para os 25 mil que em Junho último visitaram o Salão Internacional de Tunning e Car Áudio, em Matosinhos, o gasto vale a pena.

fonte :iol