Página 1 de 92 1 21151 ... Último
  1. #1
    Avatar de F.B.I.
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    12.892

    Padrão tributo a colin mcrae

    Tributo ao piloto de rally Colin McRae, morto em um acidente de helicóptero em 15 de setembro de 2007.



    colin.mcrae.tribute.pedal.to.the.metal


    Código:
    http://rapidshare.com/files/73538270/colin.mcrae.tribute.pedal.to.the.metal.pdtv.xvid-hv.part1.rar.html
    http://rapidshare.com/files/73541314/colin.mcrae.tribute.pedal.to.the.metal.pdtv.xvid-hv.part2.rar.html
    http://rapidshare.com/files/73552020/colin.mcrae.tribute.pedal.to.the.metal.pdtv.xvid-hv.part3.rar.html
    http://rapidshare.com/files/73562073/colin.mcrae.tribute.pedal.to.the.metal.pdtv.xvid-hv.part4.rar.html
    cump.
    F.B.I.
    gforum 2016




    Todos os links encontrado no GFORUM por mim postados estão hospedados na internet, sendo que os mesmos nao são da minha responsabilidade ou autoria.

  2. #2
    Avatar de MNM
    Registo
    Dec 2006
    Idade
    42
    Posts
    2.946

    Novo Cantinho do Rally

    Como sabem, o Desporto é constituído por inúmeras modalidades, entre as quais incluímos o "Rally".
    Sendo assim, agradece-se que tudo o esteja relacionado com esta modalidade, seja postado neste tópico.

    Aquele abraço
    Última edição por MNM; 25-03-2008 às 09:47.




    " O acaso favorece somente as mentes preparadas"

  3. #3
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Repco apoia Rali da Austrália e Nova Zelândi

    A empresa australiana de marketing automóvel Repco irá ser a principal patrocinadora das duas provas do Mundial de Ralis disputadas no continente australiano, que, rotativamente, se disputarão em 2009 (Rali da Austrália) e 2010 (Rali da Nova Zelândia).

    Garry Connelly, o "pai" do Rali da Austrália e que estará no próximo Rali da Sardenha como observador FIA, referiu a este propósito que "esta é uma interessante consequência do novo calendário rotativo da FIA. O patrocínio da Repco não significa apenas que vamos ter um grande patrocinador do desporto automóvel, mas é vantajoso também porque permite através de uma só oportunidade que dois ralis partilhem recursos".

    A última vez que a Repco foi vista no Mundial de Ralis foi em há 22 anos quando a empresa patrocinou o MG Metro 6R4 de Tony Teesdale, no Rali da Nova Zelândia., muito de ter um importante papel na carreira de Jack Brabham na F1.

    Para já ainda não são conhecidos os pormenores da edição de 2009 do Rali da Austrália, embora tudo aponte para que a prova se dispute nas fronteiras de Queensland e New South Wales.

    Martin Holmes

  4. #4
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Ford decide se continua no WRC em Agosto

    "O nosso 'deadline' para a decisão se a Ford se mantém no WRC após o final deste ano é o início de Agosto.". Foi com esta declaração que Mark Deans, Director da Ford Motorsport "abriu as hostilidades" ao deixar no ar a ameaça perante a FIA que têm de saber as "linhas com que se cosem" antes de decidir.

    E até agora, a FIA apresentou linhas gerais da regras, mas certezas ainda não há. Portanto, no início de Agosto vai ficar a saber-se se a Ford continua, e até lá a os elementos da FIA têm de dar "corda aos sapatos" se querem ter pronto um documento sobre o qual a Ford possa deliberar.

    "O nosso acordo termina no final de 2008. Temos uma grande paixão pelos ralis e há actualmente uma oportunidade para se dar uma grande volta neste desporto, mas como devem calcular, não se pode construir uma casa sem as fundações apropriadas.

    Deans aproveitou a oportunidade para pormenorizar as quatro grande "preocupações" que devem ser "satisfatoriamente" respondidas antes que alguma decisão para 2009 e anos seguintes seja tomada:

    "Em primeiro lugar, não há actualmente, promoção global para o Mundial de Ralis. Antes de cada semana de Grande Prémio de F1 há duas páginas de publicidade no "International Herald Tribune", por exemplo. Nos ralis só há programas televisivos em canais com pouca expressão."

    "Em segundo lugar, não podemos embarcar em investimentos em novos carros (a nova fórmula verá a luz do dia em 2010) até conhecermos os regulamentos com precisão."

    "Depois, os calendários de 2009 e, especialmente, 2010 deixam espaço para melhorias e nós queremos saber o que será feito relativamente a esse assunto. Mesmo descontando as "anomalias" geográficas, há também a controvérsia de ralis clássicos saírem do Mundial por causa do sistema de rotatividade."

    "Finalmente, temos de ficar convencidos que a FIA reconhece as oportunidades únicas que os ralis proporcionam. Há imensos assuntos para esclarecer. Por exemplo um calendário baseado nos meses de Inverno, com eventos a terem lugar numa altura em que mais pessoas vêem TV no hemisfério norte. A verdade é que existe agora uma grande oportunidade para transformar os ralis, mas antes de se fazerem grandes planos, temos de saber o que vai acontecer com as regras do desporto. E já temos pouco tempo..."

    Martin Holmes

  5. #5
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Subaru adia novamente estreia do Impreza WRC 2008

    De acordo com o autosport.com, a estreia do novo Subaru Impreza WRC2008 pode ser adiada até ao Rali da Finlândia, em Agosto. Inicialmente, o carro estava previsto ser estreado no Rali de Monte Carlo, depois no México, adiou-se para a Jordânia, Grécia, e agora...Finlândia.

    O facto de Petter Solberg e Chris Atkinson terem testado o novo carro pela primeira vez, deverá ter sido decisivo neste desfecho, e isto numa conjuntura onde o actual carro tem dado problemas.

    Portanto, muito trabalho pela frente para os lados da Subaru, se bem que as declarações oficiais são...políticas: "Os testes têm corrido bem, já que temos feito progressos com o carro. De início, houve grande urgência com o desenvolvimento do carro, e os responsáveis queriam ver o carro "cá fora" o mais depressa possível, mas a verdade é que isso não pode suceder sem que estejamos bem preparados. A Grécia era o "alvo", mas agora adiou-se novamente...", referiu uma fonte da equipa.

    Com isto tudo, a equipa tem passado os últimos tempos a tentar resolver os graves problemas de amortecedores do Impreza WRC2007, que, mais uma vez - na Jordânia - hipotecaram todas as hipóteses dum bom resultado de Atkinson e Solberg.AS

  6. #6
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Nasser Al-Attiyah confirmado pela BMW

    Continua a aumentar a bom ritmo e em qualidade, o plantel de inscritos para o Rali Vodafone Transibérico 2008, confirmando-se finalmente a presença da dupla Nasser AL-Attiyah / Tina Thorner, aos comandos de um BMW X3 da equipa X-Raid.

    A equipa de Sven Quant inscrevera inicialmente cinco carros para Filipe Campos, Moniz da Maia, Orlando Terranova, Paulo Nobre e para uma equipa não nomeada até hoje, quando confirmou a presença do piloto árabe, do Qatar, na principal prova portuguesa de Todo-o-Terreno.

    Por outro lado Paulo Nobre retirou a sua inscrição, mas a BMW não desistiu da inscrição e vai nomear outro piloto, para ocupar o lugar deixado vago pelo brasileiro, pelo que se aguarda a todo o instante, a divulgação da equipa que vai guiar o carro alemão.

    Mitsubishi com três carros

    A Mitsubishi que garantiu há muito a inscrição de três carros para Peterhansel, Alphand e Roma, mantém agora o suspense acerca de qual dos seus pilotos irá utilizar a novíssima versão diesel do Pajero, anunciando uma decisão final para dia 15 de Maio.

    Com cerca de setenta equipas inscritas, a única ausência de vulto é mesmo a VW, mas a competição está assegurada tanto entre as equipas oficiais, como entre a grande e interessante participação de pilotos nacionais e espanhóis, que se preparam para dar luta cerrada às equipas privadas europeias, cada vez mais equipadas e com ambições de vitória.

    Com um percurso de cerca de 1500 Km de sectores selectivos, desenhado entre Portugal e Espanha, a 4ª edição do Rali Vodafone Transiberico está marcada para os dias 21 a 25 de Maio e será o único evento da Taça do Mundo a disputar-se no continente Europeu em 2008, tal como nos últimos três anos.

    AS

  7. #7
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão WRC com velocidade pura ou... condicionada?


    Com 25 países representados à partida, o Rali da Sardenha será a sexta prova do Mundial de Ralis este ano e apresenta como principal foco de interesse o "braço de ferro" que a Ford trava com a Citroen desde a prova inaugural.

    Disputada em troços de terra de dureza moderada, mas com especiais técnicas e de rapidez intermédia, a prova italiana poderá ser decidida, apesar de tudo, pelos furos e suas consequências.

    Saber o que se está a pisar e como cortar as bermas pode ser a diferença entre sair vencedor e vencido deste rali, onde novas investidas estratégicas por parte dos principais directores de equipas como aconteceu no último Rali da Jordânia não são totalmente de descartar.

    E se tal se voltar a verificar, com jogos de bastidores a ditarem a ordem de saída em dois dos três dias do rali, é a "prova provada" que está a nascer um novo Mundial de Ralis mais "artificial" do que nunca. Será? A resposta segue dentro de dias no palco da Sardenha...AS



  8. #8
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Citroën "quer" vencer na Sardenha


    Sébastien Loeb: "Saída de estrada do ano passado está esquecida!"
    O Campeonato do Mundo de Ralis 2008 faz agora escala na Sardenha onde se irá desenrolar a sexta ronda da temporada. À partida da quinta edição do Rali de Itália Sardenha, a equipa Citroën Total alinha dois C4 WRC para as duplas habituais, Sébastien Loeb/Daniel Elena e Dani Sordo/Marc Martí.

    A estas duas unidades juntam-se os carros inscritos para Conrad Rautenbach/David Sénior e Urmo Aava/Kuldar Sikk, dois C4 WRC seguidos pela equipa PH-Sport e assistidos por técnicos da Citroën Technologies.

    Após muitos anos baseado em Sanremo, a jornada italiana do Campeonato do Mundo de Ralis acabou por assentar arraiais na Sardenha desde 2004.

    Disputados integralmente em terra, os 344,73 km cronometrados serão
    repartidos por 17 provas especiais de classificação. Apenas o último troço é novo com um traçado desenhado perto do mar, ao norte de Olbia, enquanto o resto do programa concentra-se a Sul da vila anfitriã no interior da ilha.

    Depois de quatro edições, as particularidades do Rali da Sardenha são
    claramente identificadas. Até porque a ilha acolhe regularmente as equipas do Mundial de Ralis que ali se deslocam para realizar testes. Esta prova caracteriza-se por estradas muito sinuosas, estreitas e muitas vezes bordejadas por grandes pedras muito "acolhedoras". Tudo isto obriga a um ritmo algo lento pois o mais pequeno erro de pilotagem paga-se muito caro. Arenoso, o revestimento das classificativas evolui sem cessar, oferecendo uma aderência por vezes precária. A posição de partida para a estrada desempenha um decisivo papel devido ao trabalho de limpeza da estrada que é necessário.

    Segundo e quinto na ordem de partida, as duas equipas da Citroën tentarão tirar vantagem dessa situação. Vitoriosos por duas vezes na Sardenha (2005 e 2006), Sébastien Loeb/Daniel Elena estiveram perto da terceira vitória em 2007. A equipa Campeã do Mundo encontrou as melhores afinações e um ritmo que lhe abriu as portas do terceiro
    sucesso até que um erro o forçou a retirar-se da prova. Sem falar de
    vingança, Seb e Daniel têm, desta vez, a intenção de chegar ao pódio final de Porto Cervo no lugar mais alto. "Raramente ligo ao que fica para trás" revela Sébastien, "por isso, a saída de estrada do ano passado está há muito tempo esquecida! A Sardenha é uma prova selectiva que aprecio. O factor desconhecido será perceber como se vão comportar os pneus sem a mousse anti-furo."

    Este parâmetro deverá ser levado em conta olhando ao objectivo de vencer que Sébastien e Daniel fixaram para a prova italiana. "Nem penso no nosso azar da Jordânia" confirma Seb. "Estávamos na liderança e numa boa posição de alargar a vantagem no campeonato) e encontro-me com cinco pontos de atraso. Na Sardenha temos de começar a reduzir essa diferença. A competitividade do nosso C4 sobre diferentes tipos de piso e o trabalho efectuado no nosso carro para se adaptar aos pneus são bons prenúncios para esta prova."AS

  9. #9
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Daniel Sordo: "Não é a minha prova preferida"


    As prestações de Dani Sordo/Marc Martí na Jordânia, onde estiveram muito tempo na liderança, trouxeram informações importantes. Primeiro vieram confirmar o potencial do Citroën C4 face à concorrência. Depois, afirmaram a rapidez da dupla espanhola, que se coloca entre os candidatos à vitória em todos os tipos de piso e não apenas no asfalto. "Liderar uma prova é uma sensação agradável, mesmo que não tenha sido muito fácil de gerir" revelou Dani.

    "Senti excelentes sensações com o carro e as prestações que rubricámos são boas para a confiança. Mesmo assim, penso que ainda me falta experiência quando é preciso controlar, mudar de estilo de pilotagem ou quando é preciso encontrar a melhor forma de abrir a estrada. Nessas questões, a Jordânia foi muito benéfica."

    Vencedor da categoria Júnior (2005) e terceiro classificado na última edição, Dani aprecia moderadamente esta prova. "Não é a minha preferida" confessa. "Penso que será uma corrida delicada onde os pneus vão desempenhar um papel decisivo. Sem cortes adicionais, como se irão comportar os 'Pirelli Hard' na areia? E com todas as pedras espalhadas pelas classificativas, temos de ter muito cuidado com os furos." Mas nada disto o impede de visar nova presença no pódio. Os pontos conquistados serão preciosos para ambos os campeonatos, permitindo à Citroën continuar a defender as suas hipóteses na classificação dos Construtores.AS

  10. #10
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Super-Rally: Gardemeister foi o primeiro a pontuar depois...de abandonar


    Toni Gardemeister rubricou um bom resultado no Rali da Sardenha em 2005 ao terminar no quinto lugar. Um problema técnico forçou-o a retirar-se na primeira etapa, mas regressou ao abrigo do sistema "Super rally" introduzido nesse ano, tornando-se no primeiro piloto a conquistar pontos no Mundial de Ralis depois de abandonar a prova.

    Este ano espera, naturalmente, ter uma prova limpa até final, sem abandonos, apesar do desafio que são as especiais da Sardenha. "É um rali complicado por ser muito inconstante: a aderência e o piso estão sempre a mudar" refere o piloto finlandês.

    "Na globalidade, os pisos são escorregadios e moles à superfície, com uma base dura por baixo. Existe também muito pó pelo que a prova está longe de ser fácil. A chave do sucesso para nós será conseguir um bom nível de fiabilidade. Se podermos evitar problemas, estou certo que podemos marcar pontos. Este é o objectivo para a Sardenha."AS

  11. #11
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Herdeira da tradição


    O Rali da Sardenha é o elo mais recente da Itália ao Campeonato do Mundo de Ralis. Trata-se apenas da quinta edição da prova a contar para o Mundial, que se celebrizou quando pontuava para o Europeu de Ralis e tinha o nome de Costa Esmeralda. Mas vale a pena recordar que a história dos ralis em Itália começou há muito mais tempo, mais precisamente ainda antes da Segunda Guerra Mundial, em 1928, com a disputa da primeira edição do Rali Sanremo (então chamado Rali das Flores).

    Após alguma irregularidade, o Sanremo ganhou consistência, a partir de 1961, com a disputa de 42 sessões ininterruptas, se excluirmos o ano de 1995 em que a prova não teve lugar. Em 1997, o rali deixou os pisos mistos (asfalto e terra), passando a disputar-se totalmente em alcatrão, guardando entre os episódios mais marcantes, a polémica decisão de desclassificar todos os Peugeot 205 T16 E2 oficiais em 1986 devido à utilização de "spoilers" ilegais, cinco anos depois de Michelle Mouton se tornar a primeira mulher a vencer uma prova do Mundial, precisamente no Sanremo de 1981.

    Os anos passaram, ao contrário do entusiasmo do público que, em 2003, obrigou a Organização a transferir a prova, por razões de segurança, definitivamente para a ilha da Sardenha, na legendária Costa Esmeralda onde, também em tempos, o não menos lendário James Bond se passeou de Aston Martin, mas nas sinuosas estradas de asfalto!

    FPM

  12. #12
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Galli mais rápido no "shakedown"


    Gigi Galli foi o piloto mais rápido no "Shakedown" do Rali Itália/Sardenha que a partir da amanhã sairá para estrada. Depois de ter sido juntamente com Dani Sordo e Andreas Mikkelssen o piloto que mais passagens fez (4), o italiano da Stobart afirmou que se preocupou fundamentalmente em "acertar o "set up" do Focus que ficou bom", partindo agora para a prova "com um lugar no pódio em mente".

    De qualquer modo, a diferença de tempos no "shakedown" permitiu concluir que Sébastien Loeb não ficou longe - somente a 0,8 segundos -, tendo o piloto francês aproveitado para sublinhar no final da prova de teste que "o objectivo é sair da prova na frente do Mundial de Ralis".

    Mas, quaisquer que sejam as indicações deixadas no "shakedown", o verdadeiro rali só se inicia amanhã, sendo por isso necessário esperar mais algumas horas para que se perceba que "trajectória" irá assumir o duelo Citroen/Ford, na quinta prova do Mundial de Ralis.

    Tempos "Shakedown"

    1º Gigi Galli (Ford Focus RSWRC07) 3m19s
    2º Sébastien Loeb (Citroen C4 WRC) 3m19,8s
    3ºs Daniel Sordo (Citroen C4 WRC) 3m21,7s
    Jari-Matti Latvala (Ford Focus RSWRC07) 3m21,7s
    5º Petter Solberg (Subaru Impreza WRC) 3m26,3s
    6º Henning Solberg (Ford Focus RSWRC07) 3m26,4s
    7º Toni Gardemeister (Suzuki SX-4 WRC) 3m27,4s
    8º Matthew Wilson (Ford Focus RSWRC07) 3m28,5s
    9º Urmo Aava (Citroen C4 WRC) 3m28,8s
    10º Mads Ostberg (Subaru Impreza WRC) 3m29,3s

    FPM

  13. #13
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Elisabete Jacinto: "Dakar está bem vivo"

    Elisabete Jacinto esteve ontem em Paris a assistir à apresentação da edição de 2009 do Dakar no seu novo formato Argentina-Chile.

    A piloto do Team Oleoban MAN Portugal, que recentemente esteve em destaque ao concluir o Rallye de Tunisie no segundo lugar, ficou deveras entusiasmada com as imagens dos locais por onde a prova passará, bem como pelo destaque que a organização prometeu dar aos camiões.

    "Em primeiro lugar quero manifestar a minha alegria por perceber que o Dakar está bem vivo e que a organização teve a enorme preocupação de arranjar uma alternativa que possa colmatar a impossibilidade de a prova regressar, nos próximos anos a África."

    "Aquilo que nos mostraram, o figurino que apresentaram pareceu-me consistente e no final pude conversar com o Etienne Lavigne que foi claro em assumir que as pistas que foram escolhidas permitirão aos camiões evidenciarem todo o seu potencial e terem espaço para o fazer" salientou a piloto.

    "Aliás os camiões terão um papel ainda mais destacado já que, no capítulo da logística, vão substituir os aviões. As características do terreno não permitem que existam aeroportos como em África e quando existem não são para terem lá acampamentos."

    "A meu ver tudo se conjuga para que a prova seja muito interessante, com muita novidade e da minha parte so posso adiantar que lá estarei para demonstrar a minha evolução e lutar pela vitória entre os camiões da classe em que o nosso está inserido".

    O Dakar Argentina-Chile terá pré-verificações em França com embarque no Havre a 26 e 27 de Novembro. Em Buenos Aires completar-se-ão as verificações a partir do dia 31 de Dezembro estando a partida para a primeira etapa marcada para o dia 3 de janeiro de 2009.AS

  14. #14
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Sébastien Loeb na frente


    Sébastien Loeb lidera o Rali da sardenha ao cabo de duas especiais já que o primeiro líder, Jari-Matti Latvala entrou ao ataque, aproveitando a sua posição na estrada para "dar" sete segundos à concorrência mais próxima na especial de abertura, mas na segunda especial atrasou-se, ao perder mais de minuto e meio, caindo muito na classificação.



    A juntar a isso, Mikko Hirvonen está a passar por grandes dificuldades devido ao facto de abrir a estrada, e em duas especiais perdeu nada mais nada menos que 29.1 segundos para o líder da prova, o francês Loeb.

    Com isto tudo, a Citroen tem os seus dois carros nas duas primeiras posições, pois Daniel Sordo é terceiro, embora já a 17.4s de Loeb. Chris Atkinson é quarto, a 30.4 de Loeb, enquanto Petter Solberg, já dista 32.0s do líder.

    Para já, tudo a correr às mil maravilhas para o francês.

    Classificação Após PE 2:

    1º Sébastien LOEB 35:28.2
    2º Dani SORDO +17.4
    3º Mikko HIRVONEN +29.1
    4º Chris ATKINSON +30.4
    5º Petter SOLBERG +32.0
    6º Henning SOLBERG +1:06.2
    7º Gigi GALLI +1:12.0
    8º Federico VILLAGRA +1:31.5
    9º Jari-Matti LATVALA +1:33.2
    10º Matthew WILSON +2:04.0
    AS

  15. #15
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão "IRC e WRC podem e devem conviver"


    Jacques Behar, presidente do Eurosport Events e promotor do Intercontinental Rally Challenge, referiu à margem do Vodafone Rali de Portugal que "o IRC pode e deve conviver saudavelmente com o WRC".

    Na sua opinião, "não há uma política para integrar os nossos ralis no WRC, mas temos inúmeros pedidos de organizadores do WRC para integrarem o nosso calendário no próximo ano, o que poderá acontecer com duas a quatro provas.

    O nosso campeonato já é bem conhecido. Se podermos contar no futuro com mais alguns construtores, equipas e eventos, poderemos ser algo importante no futuro, trabalhando lado a lado com o WRC, em duas competições distintas mas paralelas". Em crescendo está também a promoção e visibilidade do IRC que, segundo o mesmo responsável, tem apostado na cobertura televisiva:

    "Actualmente concentrámo-nos cada vez mais neste domínio porque queremos chegar às transmissões directas de troços e aumentar a audiência. De resto, começamos com 15 minutos de resumos e agora já temos 26 e estamos prontos a oferecê-los às outras televisões, pois não estamos limitados aos clássicos formatos dos programas do Mundial". Na verdade, para Jacques Behar, até por aqui se vê que "o WRC e o IRC estão em dois níveis diferentes, cada qual apelando também a públicos distintos".AS

Página 1 de 92 1 21151 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar