Página 12 de 92 Primeiro ... 211 12 132262 ... Último
  1. #166
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Armindo Araújo: "Até os técnicos das suspensões estão surpreendidos"

    Depois de ontem na abertura do Rali da Turquia Armindo Araújo ter sido quinto na super-especial, hoje o piloto da Mitsubishi Motors não teve tarefa fácil, voltando a sentir problemas ao nível da suspensão que o impediram de impor o ritmo habitual e que o levaram a baixar para o 10º posto.

    Como se esperava a prova turca tem sido marcada pelo dureza dos pisos e por muito pó. Desde o início da manhã que o piloto do Mitsubishi Lancer Evo IX começou a sentir dificuldades com as suspensões e foi perdendo sucessivamente tempo para os mais rápidos. "Pensámos que os problemas que sentimos na Grécia estavam resolvidos, mas eles voltaram a surgir aqui e isso criou-nos muitas dificuldades. Tentámos resolver nas passagens pela assistência, mas isso acabou por não ser possível, pelo não conseguimos melhor que o 10º lugar para já", explicou Armindo Araújo.

    Faltam ainda dois dias de corrida e o Tetra-campeão nacional acredita que as coisas vão melhorar. "Estamos a fazer todos os esforços para mais uma vez resolver este problema, para amanhã conseguirmos impor o nosso ritmo e recuperar lugares. Os técnicos das suspensões estão também eles surpreendidos com o que se tem passado e têm trabalhado muito para encontrar soluções para este problema", acrescentou.

    Embora não tenha sido um dia ideal, o que é facto é que o cenário é semelhante ao que sucedeu na Grécia e onde o piloto da Mitsubishi Motors acabou por alcançar o pódio. "O nosso objectivo principal agora passa por chegar ao pontos e garantir o máximo possível. Como se viu na Grécia neste campeonato as coisas mudam muito depressa e quero acreditar que podemos voltar a chegar a uma boa posição", concluiu Armindo Araújo.

    Classificação do PWRC após o 1º Dia:
    1º Andreas Aigner/Klaus Wicha - Mitsubishi Lancer Evo IX com 2h09m49,9s
    2º Patrik Sandell/Emil Axelsson - Peugeot 207 S2000 a 0,8s
    3º Martin Prokop/Jan Tomanek - Mitsubishi Lancer Evo IX a 21,7s
    (...)
    10º Armindo Araújo/Miguel Ramalho - Mitsubishi Lancer Evo IX a 3m23,0s

    AS

  2. #167
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Bernardo Sousa: "Não correremos riscos desnecessários"

    Cumpridas nove das 19 "especiais" que compõem o Rali da Turquia, Bernardo Sousa ocupa a 11ª posição na classificação geral do Grupo N. Depois da brilhante prestação no Rali da Grécia há quinze dias, o piloto do Red Bull Rallye Team entrou da melhor forma na quarta prova do Campeonato do Mundo de Ralis de Produção (PWRC), mesmo que o primeiro dia lhe tenha trazido algumas dificuldades técnicas.

    Não foi fácil o primeiro dia de Bernardo Sousa no Rali da Turquia, quarta prova do Campeonato do Mundo de Produção (PWRC). Um choque com uma pedra na antepenúltima prova especial de classificação (PEC) do dia e consequente perda de travões impediram-no de ir além da 11ª posição na geral de produção. Contratempos que foram superados da melhor forma pelo piloto do Red Bull Rallye Team que durante todo dia manteve uma condução rápida mas sempre cuidadosa.

    A dupla Bernardo Sousa/Jorge Carvalho concluiu os primeiros três troços cronometrados do dia no Top Ten, no entanto, na PEC 7, o Mitsubishi Lancer Evo IX embateu numa das muitas pedras em que o traçado turco é pródigo e o resultado foi, além de uma jante partida, a perda dos travões. Um desaire que os atrasou e lhes valeu a perda de duas posições. "Foi a surpresa que não estava nos nossos planos. Esse toque e a perda dos travões fez com que nos arrastássemos o resto do troço. Tivemos ainda um problema com os sensores dos diferenciais traseiros que deixaram de funcionar", explica o piloto, frisando que tudo estará a postos para a etapa de amanhã.

    "O dia de hoje alternou entre troços bons, médios e duros, mas no geral correu bem. Amanhã queremos chegar, tal como hoje, ao final do dia sem problemas de maior. Vamos fazer o primeiro troço, ver como corre e depois pensar se dá para lutar por um lugar nos pontos. Mas o mais importante é mesmo concluir e, por isso, não correremos riscos desnecessários", conclui o piloto madeirense, que nos dois derradeiros troços do dia recuperou algum do seu atraso, acabando por concluir a jornada na 24ª posição da geral, entre 60 pilotos, e na 11ª posição do Grupo N.

    Amanhã, o dia será composto por sete troços cronometrados, num total de 137,66km, sendo que a segunda etapa encerra com nova passagem pelo troço da super especial de quinta-feira, em Antalya.

    Classificação geral Grupo N após 1ª etapa: 1ºAndreas Aigner, 2h09m49,9s; 2º Patrik Sandell, a 0,8s; 3º Uwe Nittel, a 6s; (...) 11º Bernardo Sousa, a 4m56,1s

    AS

  3. #168
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Hirvonen na frente, Loeb 4º

    Como se esperva, a jogada táctica da Ford resultou em pleno, e bastaram dois troços para desalojar Sébastien Loeb da liderança do rali e remetê-lo para a quarta posição da geral, já a 13.7s do novo líder, o finlnadês Mikko Hirvonen.

    Desde ontem ao fim da tarde que Loeb sabia que ia passar dificuldades nesta segunda especial de hoje, e foi isso mesmo que sucedeu ao perder 16.6s para Hirvonen.

    Nos três primeirosl ugares estão agora novamente três carros da Ford, com Jari Mari Latvala em segundo a 2.9s do seu compatriota enquanto Gigi Galli é terceiro, apenas a 5.2s.

    Muitoa rali há ainda pela frente, mas a "táctica" da equipa da Ford resultou, agora resta saber se numa "jogada individual" uma reacção do "melhor jogador do mundo" (Loeb) será suficiente para dar a volta à situação ou se o jogo de equipa (Ford) foi suficiente neste caso.

    Armindo, 8º, Bernardo despistou-se

    No PWRC, as coisas melhoraram um pouco nas hostes lusas, para o lado de Armindo Araújo, que é agora é oitavo, a 4m23.6s do líder Andreas Aigner. Bernardo Sousa despistou-se e desistiu (mais informação em notícia anexa).

    AS

  4. #169
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Bernardo Sousa despistou-se


    Azar para Bernardo Sousa e para um espectador do Rali da Turquia.

    O piloto português teve uma saída de estrada na décima especial cerca de 200 metros após a partida e atropelou um espectador , que, de acordo com informação do site oficial da prova partiu uma perna, suspeitando-se igualmente de um trumatismo craniano.

    O infortunado espectador foi levado para o Hospital, enquanto a especial foi neuralizada. O piloto português e o seu navegador nada sofreram, mas o abandono foi nevitável. Mais informações assim que possível.AS

  5. #170
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Hirvonen lidera, Loeb 3º


    O finlandês Mikko Hirvonen continua na liderança do Rali da Turquia, oitava prova do Campeonato do Mundo de Ralis.

    O piloto da equipa BP Ford possui uma vantagem de 12s para o seu companheiro de equipa Jari-Matti Latvala.

    Na terceira posição está Sébastien Loeb. O piloto francês beneficiou dos problemas de motor no Ford de Gigi Galli, durante o decorrer da PE12, para reclamar o último lugar do pódio provisório, estando a praticamente 35s de Hirvonen.

    Na quarta e quinta posições estão os irmãos Solberg, com Henning e Petter, respectivamente. No encalço do último está Dani Sordo, com uma vantagem confortável para Matthew Wilson.AS

  6. #171
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Piloto português não teve condições psicológicas para prosseguir

    Bernardo Sousa: "Vi o adepto cair e parei mas foi muito chocante para mim"

    Afinal, e ao contrário do que foi inicialmente divulgado pelos serviços de imprensa do Rali da Turquia, Bernardo Sousa não se despistou, apesar de ter mesmo ficado fora de prova. Tudo se conta em breves palavras.

    Logo após a partida da décima especial, numa zona muito rápida, com enormes pedras a ladear a estrada (ver foto) Bernardo Sousa e Jorge Cavalho passaram com uma das rodas do Mitsubishi Lancer EVO IX a grande velocidade por cima duma dessas pedras que foi arremessada indo acertar na perna de um infortunado espectador, que partiu a perna e na queda fez, suspeita-se, um traumatismo craniano.

    O piloto português apercebeu-se da situação, parou de imediato na tentativa de perceber melhor o que teria sucedido e ficou bastante transtornado com o que viu, acabando por não voltar aos comandos do seu Lancer para completar a prova, já que ficou muito abalado psicologicamente:

    "Cerca de 200 metros após o início da especial, passei por cima duma pedra que voou e acertou num espectador. Vi o adepto cair e parei de imediato. Foi muito chocante para mim, e fiquei indisposto. Depois de falar com a equipa achámos por bem parar por ali, pois não fazia sentido prosseguir naquelas condições.", referiu Bernardo Sousa.

    Para o patrão da equipa, Raimund Baumschlager é natural que uma situação destas deixe incomodado um jovem como Bernardo Sousa: "Foi muito azar, e tendo em ocnta que ele é um piloto jovem, que só há alguns anos chegou ao mundo dos ralis, nunca tinha experimentado nada semelhante anteriormente, pelo que a sua conduta é perfeitamente compreensível. Mostrou muita compaixão, e fez mesmo com que os organizadores neutralizassem a especial ao atravessar o carro na estrada.", referiu o austríaco.

    Efectivamente, este foi um incidente perfeitamente fortuito, que pode muito bem suceder, pois à sua passagem, muitas vezes os carros arremessam pedras. Retirando algo de positivo desta situação, acaba por ser mais uma etapa na aprendizagem que Bernardo Sousa, que ficará, certamente, mais forte psicologicamente depois deste incidente.

    AS

  7. #172
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Hirvonen segue na frente

    Para já, é assim que fica. Mikko Hirvonen é o líder do Rali da Turquia, oitava prova do Campeonato do Mundo de Ralis. O piloto finlandês alcançou a liderança provisória da prova no segundo troço do dia e, desde então, tratou de "engordar" a margem para os seus mais directos adversários, colhendo os frutos da estratégia da Ford.

    O seu colega de equipa, Jari-Matti Latvala, encontra-se na posse da segunda posição da classificação geral a 16,1s e uma margem de 18,1 de vantagem para Sébastien Loeb. O francês está a mais de meio minuto do líder da prova.

    Longe da luta surge Henning Solberg, a mais de 1m30s do Campeão em título, seguido de Dani Sordo e por Petter Solberg. A fechar a lista dos dez primeiros, Matthew Wilson, o azarado Gigi Galli (ocupava o terceiro lugar quando um problema do motor o fez cair na classificação), Conrad Rautenbach e Federico Villagra.

    Araújo no 7º do PWRC

    Armindo Araújo chegou a ser quinto entre os pilotos do PWRC, mas a dois troços do final do dia acabou por cair para o sétimo lugar. Bernardo Sousa era 11º à partida para este segundo dia, mas desistiu devido a um incidente com um espectador.
    AS

    AS

  8. #173
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Concorrência directa ao sul-americano Dakar 2009

    Hubert Auriol já revelou datas do Africa Race
    Apresentada há um mês, a mais recente proposta de Hubert Auriol para o continente africana começa a ganhar forma, tendo na última semana sido anunciadas as datas definitivas da primeira edição do Africa Race.

    Com um figurino em tudo semelhante ao antigo Dakar, a corrida desenvolver-se-á entre 26 de Dezembro de 2008 e 11 de Janeiro de 2009, numa opção que será tudo menos inocente, ou não estivesse o sul-americano Dakar 2009, que a ASO transferiu para a Argentina e o Chile, agendado para os dias 3 a 18 de Janeiro.

    Certo mesmo é que o Africa Race parece não estar a deixar ninguém indiferente, sobretudo entre os verdadeiros entusiastas e apreciadores de África, havendo mesmo o caso de um conhecido preparador italiano que tem já mais pedidos de assistência para o rali agora proposto por Hubert Auriol do que para o mediático Dakar, num fenómeno que corre o sério risco de se alastrar.

    A pensar nas muitas vozes discordantes que se levantaram após a saída do Dakar do seu "habitat" natural, Auriol não fez a coisa por menos, propondo uma prova em tudo semelhante ao seu figurino mais clássico, com saída de uma cidade do sul de França (ainda a divulgar) e passagem por Marrocos, Mauritânia e Senegal, para tudo terminar, precisamente, na capital Dakar.

    Enfim, algo muito parecido ao esquema que Etinenne Lavigne foi forçado a abandonar na véspera da partida da 30ª edição do Lisboa-Dakar, quando invocou razões de segurança para anular o mais rali do mundo.

    Hubert Auriol, que construiu a sua reptução precisamente nesta prova, primeiro como triplo vencedor (nas motos e automóveis) e, depois, como um dos seus mais carismáticos directores, retoma assim as origens e lança o mote à ASO, começando por oferecer inscrições substancialmente mais baixas do que aquelas que serão praticadas no próximo Dakar. Informações complementares em www.africarace.com .

    Jorge Rodrigues

  9. #174
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Hirvonen e Latvala: apenas 7,5s

    Não começou muito bem o dia para o líder do Rali da Turquia, Mikko Hirvonen que deixou o seu Focus ir abaixo na linha de partida para a primeira especial de hoje, o que fez com que Latvala recuperasse duma diferença de 16.2s para penas 7.5s, isto quando faltam realizar cerca de 36 quilómetros de especiais e dois troços.

    Para que se entenda melhor a questão da táctica, levada a cabo pelos homens da Ford, basta atentar nos resultados da primeira especial de hoje, com 31 quilómetros de extensão: 1º foi Urmo Aava na frente de Andreas Mikkelsen, a 3.9s, depois Daniel Sordo, a 5.8s. Os homens da frente, que, lembramos, estão a lutar pela vitória, não conseguem melhor que a quarta posição, com Jari Mari Latvala a ganhar mais alguns segundos a Sébastien Loeb, que mesmo partindo atrás do finlandês, confessou não conseguir andar mais depressa.

    Assim sendo, a vitória vai agora decidir-se entre Hirvonen e Latavala, pois não parece crível que Loeb conseguida recuperar 26.4s em 36 quilómetros. Se olharmos para a posição dos pilotos no Mundial, percebemos que, muito provavelmente, Latvala vai assegurar que chega ao fim sem problemas, enquanto Hirvonen vai tentar readquirir o comando do Mundial, ganhando quatro pontos a Loeb. Tendo em conta que a próxima prova é o Rali da Finlândia, são tudo boas notícias para os lados da Ford. Depois da Finlândia, faltarão três provas de asfalto e outras tantas de terra, pelo que muito ainda vai suceder até final entre os homens da frente.

    No PWRC Armindo Araújo permanece em sexto e em condições normais, ficará por ali em termos de classificação.

    AS

  10. #175
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Vitória e liderança do Mundial para Mikko Hirvonen


    Mikko Hirvonen venceu o Rali da Turquia e com este resultado reassumiu a liderança do Mundial de Pilotos, com um avanço de três pontos sobre Sébastien Loeb, que não foi além da terceira posição.



    Jari Mari Latvala foi segundo, e também ele ascendeu na classificação do Mundial, por troca com Chris Atkinson, que desta feita não pontuou.

    A táctica da Ford no final do segundo dia de prova resultou em pleno, já que, ao "obrigarem" Sébastien Loeb a "limpar" a estrada, os homens da Ford criaram as condições para chegar na frente, como veio a suceder.

    Com o cada vez maior equilíbrio entre a prestação dos pilotos e dos carros, todos os detalhes são importantes, e é por isso que a Ford está novamente no topo da tabela do campeonato, isto numa altura em que faltam quatro provas em terra, e três em asfalto.

    Muito agora vai depender do que o francês da Citroen conseguir fazer na terra, face aos Ford, e também o que os Ford lograrem alcançar no asfalto, face ao maior poderio de Loeb e Sordo.

    Jogadas tácticas à parte, a verdade é que o Mundial já não se "joga" só contra o cronómetro, mas agora também se pode "deixá-lo rolar", "ver passar o tempo", como lhe queiramos chamar, mas a verdade é que actualmente, qualquer meio é bom para se atingir um fim.

    Não é de agora que os pilotos "jogam" com os elementos para melhor gerirem a sua prova, pois não foi há muitos anos que Carlos Sainz ou Tommi Makkinen pararam para não serem ele a ter de "limpar o pó" da estrada.

    Muito trabalho para a Subaru e Suzuki

    Neste contexto, nem um piloto com a reconhecida capacidade de Sébastien Loeb poderia fazer algo, pois se há provas em que andar à frente não é demasiado grave, a Jordânia, Grécia e Turquia não fazem parte desse lote. Assim aos Citroen restou a terceira e quarta posições.

    Depois da boa estreia na Grécia, a Subaru não brilhou na Turquia, deixando a certeza que há ainda muito trabalho pela frente no novo carro. Neste momento, nem sequer conseguem andar ao nível dos Ford da Stobart. Muito pior esteve a Suzuki, que não chegou com qualquer dos seus dois carros ao fim da prova.

    No PWRC, Armindo Araújo foi quinto classificado, em mais uma prova cheia de problemas, enquanto depois do sucedido no dia de ontem Bernardo Sousa limitou-se a levar o carro até ao fim na 11ª posição.AS

  11. #176
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Bernardo Sousa: "Saio sem dúvida mais forte deste rali"


    A dupla Bernardo Sousa/ Jorge Carvalho concluiu hoje na 11ª posição a sua participação no Rali da Turquia, quarta prova do Campeonato do Mundo de Produção (PWRC). Depois da desistência da véspera, motivada pelo acidente ocorrido com um espectador, o piloto madeirense acabou por cumprir os objectivos a que se tinha proposto: terminar a prova.

    Após um fim-de-semana de muitas emoções e algumas dificuldades, Bernardo Sousa dá por cumprida mais uma prova do Campeonato do Mundo de Ralis de Produção (P-WRC), o Rali da Turquia. Na contabilidade final fica registado um 11º lugar no Grupo N e um 25º na geral. Um saldo que deixa o piloto do Red Bull Rallye Team satisfeito. Afinal, o objectivo que traçou desde o início da temporada - terminar as provas onde participa - foi mais uma vez cumprido.

    "Se o rali tivesse sido só hoje podia dizer que tinha sido excelente. Como não foi, acho que posso dizer que correu razoavelmente e que mais uma vez cumprimos os nossos objectivos ao terminar a prova", refere o jovem piloto madeirense, que na sequência do incidente de ontem, admite ter entrado no primeiro troço do dia ainda pouco à vontade com o carro. "Entrei no primeiro troço um bocadinho a medo, mas fui ganhando confiança e nos troços seguintes já estava tudo bem. Saio sem dúvida mais forte deste rali", garante. Nos três troços cronometrados de hoje, num total de 67,56km, Bernardo manteve sempre uma condução rápida e consistente que lhe valeu um 5º, 6º e 4º posto entre os pilotos do Grupo N. Após quatro provas o piloto madeirense soma dez pontos e ocupa a sétima posição na classificação geral do P-WRC.

    Depois de duas provas consecutivas do P-WRC, Bernardo estará entre 3 e 5 de Julho na ilha de São Miguel a participar no Rali dos Açores, prova pontuável para o Campeonato de Portugal, Taça da Europa e Campeonato dos Açores de Ralis.

    Classificação geral PWRC: 1º A.Aigner, 30 pontos; 2º J. Ketomaa, 14; 3º P.Sandell, 14; (...) 7º Bernardo Sousa, 10.AS

  12. #177
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Piloto português ganhou mais dois lugares e acabou em quinto


    Armindo Araújo: "Não baixámos os braços e fizemos um resultado positivo"

    A odisseia turca acabou por terminar de forma satisfatória para Armindo Araújo, que no último dia conseguiu subir mais dois lugares e chegar à quinta posição, o que lhe permite somar mais quatro pontos para o campeonato. Esse é sem dúvida o facto mais positivo, num rali marcado por vários problemas, que impediram o piloto da Mitsubishi Motors de imprimir o ritmo habitual e de lutar pelos lugares do pódio.

    A meta traçada para o último dia do Rali da Turquia consistia em tentar ganhar posições. Só que logo na primeira especial voltaram a surgir problemas com os amortecedores. "Queríamos recuperar lugares, mas logo na fase inicial do troço grande começámos a ter problemas com os amortecedores e tivemos que dosear o andamento. Este é um campeonato cheio de imprevistos e é muito importante terminar as corridas. Desde o momento que percebemos que não tínhamos condições para discutir a vitória, optámos por não cometer erros infantis e conseguimos chegar ao top cinco e somar quatro importantes pontos", referiu no final.

    O balanço final acaba por ser positivo só pelos pontos, que permitiram que Armindo Araújo subisse ao quarto lugar do campeonato. "Sinto que era possível ter feito mais, mas os problemas impediram-nos de imprimir o nosso ritmo. Nunca baixámos os braços e penso que fizemos um resultado positivo, que me permite ter a meio do campeonato mais pontos do que em toda a temporada passada", acrescentou.

    O piloto da Mitsubishi Motors cumpriu apenas três das seis provas do seu calendário, pelo que está em boa posição de lutar pelos primeiros lugares do campeonato. "Temos 12 pontos e agora vamos trabalhar durante estes dois meses para chegarmos bem preparados à Nova Zelândia, prova de que gosto bastante e onde no ano passado comandei de forma algo tranquila até perder muito tempo com problemas com um diferencial. Espero este ano poder lutar de novo pela vitória", disse a finalizar Armindo Araújo.

    Classificação Final do PWRC:
    1º Andreas Aigner/Klaus Wicha - Mitsubishi Lancer Evo IX com 5h02m21,6s
    2º Patrik Sandell/Emil Axelsson - Peugeot 207 S2000 a 48,7s
    3º Mirco Baldacci/Giovanni Agnese - Mitsubishi Lancer Evo IX a 3m01,0s
    (...)
    5º Armindo Araújo/Miguel Ramalho - Mitsubishi Lancer Evo IX a 6m23,6s

    AS

  13. #178
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão PWRC: Armindo Araújo foi quinto e Bernardo Sousa 11º


    Três vitórias em quatro provas para Andreas Aigner

    Três em quatro! Foi o que Andreas Aigner conseguiu até agora neste seu ano de PWRC. Com os portugueses, longe dos primeiros lugares, Andreas Aigner voltou a vencer e convencer, pela terceira vez consecutiva, perfilando-se, em definitivo, como o mais sério candidato ao título do PWRC em 2008.

    O austríaco e primeiro piloto da Red Bull Team teve sempre em Patrick Sandell um forte opositor, que só baqueou quando teve problemas maiores dos que foram sentidos pelo vencedor da prova. No último lugar do pódio ficou classificado Mirco Baldacci que foi o primeiro líder da prova, cedendo a posição devido a problemas de suspensão no Mitsubishi.AS

  14. #179
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Polémica entre Citroen e Ford devido à "jogada estratégica"

    A jogada estratégica da equipa Ford realizada no final do primeiro verdadeiro dia de prova deixou o director da equipa Citroen bastante irritado.

    Instado a comentar a "oferta" do primeiro lugar a Sébastien Loeb, Olivier Quesnel não poupou nas palavras recorrendo até algum humor sarcástico: "para nós, o que aconteceu são boas notícias pois significam que o Sébastien e a Citroen são muito difíceis de bater e a Ford precisa de manobras tácticas para consegui-lo."

    "Na Grécia, o Malcolm Wilson disse-me que o Loeb era o piloto mais esperto e agora sei porque é que ele fez esta jogada. Por outro lado, não sei se a táctica deles vai resultar. O que sei é que já fizemos sete ralis este ano e ganhamos cinco, sem precisar de fazer o mesmo jogo. Só precisamos que o Sébastien guie depressa. Por isso percebo que, às vezes, o Malcolm precise de ganhar!".

    A resposta do patrão da M-Sport não se fez esperar e assentou sobretudo na legalidade das opções tomadas à luz do regulamento. "Não fomos nós que fizemos os regulamentos, mas operamos de acordo com eles. Honestamente, não éramos a favor da mudança do sistema do ano passado (quando os 15 primeiros partiam por ordem invertida). Mas, também com toda a honestidade, tentamos aumentar a competitividade deste campeonato e os comentários que ouvi até agora foram positivos. Contudo, posso perceber como o Olivier se sente e sei - embora talvez ele não o queira admitir hoje (sábado), que o Dani Sordo fez algo de semelhante num dos ralis disputados já este ano. O Sébastien não, tal como ele diz, talvez, de facto, o Sébastien não precise".

    A verdade é que, quer desse (como deu), quer não desse resultado, planos de estratégia como os montados nesta prova pela equipa Ford são e serão sempre polémicos. Neste e, provavelmente, nos próximos ralis do Mundial...AS

  15. #180
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Rali Centro de Portugal abandona Taça da Europa


    Com estatuto internacional desde 1991, a principal organização do Clube Automóvel da Marinha Grande vai deixar de integrar o calendário da Taça da Europa de Ralis - Sul/Oeste, passando a pontuar exclusivamente para o Campeonato de Portugal de Ralis. Segundo Nuno Jorge, director do Rali Centro de Portugal, "tratou-se de uma decisão difícil, mas que se impunha face à actual conjuntura, já que os prejuízos superavam em muitos os actuais benefícios. Assim, a bem do nosso campeonato e do próprio clube, e não obstante já ter sido saldada a inscrição para este ano, decidimos retirar a prova da Taça da Europa de Ralis já este ano".AS

Página 12 de 92 Primeiro ... 211 12 132262 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar