Página 23 de 92 Primeiro ... 1322 23 243373 ... Último
  1. #331
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Sébastien Ogier de WRC no Rali da Grã-Bretanha?

    O campeão da JWRC, Sébastien Ogier deverá guiar um terceiro carro de fábrica da Citroen Sport em 2009. O piloto francês de 24 anos, que venceu o Mundial Júnior na sua época de estreia ao mais alto nível, deverá estrear-se aos comandos do Citroen C4 WRC oficial no próximo Rali da Grã-Bretanha:

    "Não sei ainda como irá ser o meu futuro, mas talvez dispute o Rali da Grã-Bretanha. Claro que quero rumar ao WRC o mais depressa possível.", referiu Ogier, no que foi corroborado pelo "patrão", Olivier Quesnel: "Queríamos que ele fosse campeão e isso sucedeu, e agora vamos ver o que podemos fazer por ele. Queremos que se torne um grande piloto.", concluiu.

    AS

  2. #332
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Luca Rossetti quase campeão europeu

    Tem início hoje o Rallye d'Antibes, última prova do Campeonato da Europa de Ralis disputada no sul de França. Líder da classificação desde o primeiro rali do ano, em Istambul, Luca Rossetti está a um pequeno passo de conquistar o título pois o seu adversário mais directo, o também italiano Renato Travaglia, não estará à partida apesar de surgir inscrito com o habitual Abarth Punto S2000. Na luta pelo ceptro fica agora só Michal Solowow que, no entanto, só por milagre sucederá a Simon Jean-Joseph no palmarés daquele campeonato.

    A prova sediada em Antibes surge, contudo, como muito interessante pois será ali estreado em competição o Proton Neo S2000, carro desenvolvido pela Mellors Elliot Motorsport e confiado a Bryan Bouffier, piloto que tem estado ao serviço da Peugeot mas foi um dos responsáveis pelo desenvolvimento da nova viatura. Por este rali utilizar algumas das classificativas percorridas no Rallye Monte Carlo a Peugeot oficial estará presente com dois 207 S2000 entregues a Stéphane Sarrazin e
    Nicolas Vouilloz de forma a preparar melhor a prova de estreia do IRC 2009.

    Para além de Travaglia, outros pilotos inscritos também não arrancam esta tarde daquela cidade na Riviera. O francês Philippe Mermet e o turco Fatih Kara, ambos previstos com Fiat Punto S2000, não puderam ali deslocar-se devido a dificuldades com as suas equipas. Com problemas orçamentais há já algum tempo, Luca Betti troca nesta participação o habitual Peugeot 207 S2000 por um mais modesto Renault Clio R3.AS

  3. #333
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Vouilloz lidera em Antibes

    Nicolas Vouilloz em Peugeot 207 S2000 é o líder do Rallye d'Antibes depois de cumprido o primeiro dos três dias de competição daquela que é a última prova do campeonato da Europa de Ralis. Já algo distante após seis classificativas está o seu colega de equipa na Peugeot Sport que ainda o conseguiu acompanhar de perto nos primeiros troços cronometrados. Concentrado e unicamente a pensar atingir a linha de meta, Luca Rossetti encerra o pódio já a mais de meio minuto do líder mas em posição confortável para sagrar-se campeão europeu.

    Aguardada com expectativa, a estreia do Proton Neo S2000 não tem permitido aferir o potencial da viatura desenvolvida pela Mellors Elliot Motorsport. Com problemas no motor da viatura, o francês Bryan Bouffier já teve mesmo de penalizar quarenta segundos, esteve em posições secundárias e é agora sexto. Classificação: 1º Nicolas Vouilloz/Nicolas Klinger (Peugeot 207 S2000), 50m02,8s; 2º Stéphane Sarrazin/Jacques Renucci (Peugeot 207 S2000), a 20,4s; 3º Luca Rossetti/Matteo Chiarcossi (Peugeot 207 S2000), a 34,6s; 4º Michal Solowow/Maciek Baran (Peugeot 207 S2000), a 1m16,5s; 5º Krum Donchev/Stoiko Valchev (Peugeot 207 S2000), a 2m39,1s.AS

  4. #334
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão António Rodrigues ou um sonho chamado Mundial

    António Rodrigues cumpriu ontem uma importante etapa na sua preparação para o Pirelli Star Driver "Shoot Out", com a realização de uma sessão de testes em Murça, a terra natal deste jovem piloto de ralis que terá em breve a oportunidade de se bater contra outros dezassete pilotos oriundos de outros tantos países pela conquista de um lugar no Campeonato do Mundo de Ralis da FIA.

    Depois de a sessão de anteontem ter sido adiada por motivos técnicos, o programa previsto para ontem foi alargado, com os testes em piso de terra batida a decorrerem da parte da manhã; da parte da tarde a caravana rumou ao asfalto da "Rampa de Murça" tendo sido percorridos cerca de 100km divididos pelos dois tipos de piso que o piloto irá encontrar em Freistadt na Aústria nos dias 23, 24 e 25 próximos.

    As indicações recolhidas neste primeiro contacto com o Mitsubishi Lancer foram boas, com o piloto a demonstrar uma rápida habituação à máquina, e a assumir desde logo um ritmo muito vivo, beneficiando para isso do amplo conhecimento que tem das classificativas que hoje foram utilizadas, para fazer "a mão" ao carro, pois esse era o principal objectivo destes testes.

    Na Áustria, António Rodrigues e o seu navegador Jorge Carvalho vão poder reconhecer por duas vezes as classificativas onde se irá disputar este Pirelli Star Driver Shoot Out, e o entrosamento já existente nesta dupla será seguramente uma vantagem, pois António Rodrigues já foi navegado por Jorge Carvalho no decurso da sua carreira nos ralis, sendo que actualmente o também muito navegador tem acompanhado Bernardo Sousa na sua carreira além fronteiras.

    E o mesmo Bernardo Sousa não quis deixar de marcar presença nestes testes, bem como o recém consagrado Campeão de Portugal de Ralis de 2008, Bruno Magalhães, piloto oficial da Peugeot Portugal. Numa bem recebida manifestação de apoio ao piloto de Murça, ambos acompanharam de perto a evolução dos testes, e a sua presença foi muito apreciada por muitos dos que hoje rumaram a Murça para acompanhar na estrada esta sessão. Recorde-se que foi Bernardo Sousa que ao ver-se impossibilitado de assumir a responsabilidade de representar Portugal neste evento, cedeu toda a sua estrutura e carro de prova a António Rodrigues para que o mesmo pudesse representar Portugal no Pirelli Star Driver "Shoot Out" com todas as condições necessárias, numa atitude ímpar e de todo louvável.

    António Rodrigues afirmou sobre os testes que "Este carro é muito mais evoluído que o outro Lancer que já tive oportunidade de utilizar, mais potente e muito mais suave na condução, bem mais fácil de se tirar partido das suas potencialidades, e estou muito feliz por ter esta oportunidade que me foi proporcionado pelo Bernardo Sousa e pela FPAK, facto que mais uma vez agradeço, e espero corresponder ás expectativas que se estão a criar em volta deste projecto."

    A participação no Pirelli Star Driver "Shoot Out" e ainda nas palavras do piloto "não vai ser uma tarefa fácil, não conhecemos as prestações dos outros pilotos mas eles também não conhecem as minhas e portanto, é ainda muito cedo para se dizer quem será o favorito, mas sei que esta é uma enorme oportunidade que felizmente me foi oferecida e tudo farei para que o resultado seja o melhor.

    O Pirelli Star Driver Shoot Out vai analisar outras vertentes para além da mera rapidez e eficácia da condução dos pilotos, como por exemplo a fluência em língua Inglesa, a relação com os media e a apresentação pessoal, e os últimos dias têm sido um corropio no quotidiano de António Rodrigues que tem procurado compatibilizar o seu quotidiano com as aulas de inglês e "treinos" de improvisação com recurso a simulação de entrevistas, pontos fundamentais para poder sequer aspirar a um bom resultado nesta organização levada a cabo pela conhecida marca de pneus Pirelli com o apoio da FIA.

    Durante a próxima semana será dada a conhecer a lista definitiva dos 18 pilotos a concurso, uma vez que a FIA optou entretanto por vetar a participação de quatro pilotos que já possuíam experiência de provas do Campeonato do Mundo de Ralis, direccionando de novo o evento para o seu objectivo primário: descobrir novos e jovens talentos, abrindo-lhes as portas do Campeonato do Mundo de Ralis da FIA.AS

  5. #335
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Ralis - Dois espectadores atropelados no Porto Santo

    JOVENS FICARAM FERIDOS APÓS ACIDENTE

    Clique Aqui

    Dois espectadores ficaram hoje feridos depois de terem sido atropelados por um dos carros participantes no Rali do Porto Santo, prova pontuável para o Campeonato Regional de ralis.

    Os dois jovens, ambos naturais daquela ilha madeirense, foram socorridos no Centro de Saúde do Porto Santo, de onde foram transportados para o Centro Hospitalar do Funchal, mas o seu estado não inspira cuidados especiais.

    De acordo com fonte do Centro de Saúde do Porto Santo, nenhum sofreu fracturas, com as vítimas a queixarem-se de dores toráxicas e lombares.

    Os jovens foram atingidos pela viatura de José Carlos Magalhães (Renault Clio R3), quando este já tinha cortado a linha de meta na quarta classificativa da prova.

    "Rc"

  6. #336
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Luca Rossetti é campeão europeu


    Pouco tempo depois de assegurar o seu primeiro título como campeão italiano, Luca Rossetti venceu também o Campeonato da Europa de Ralis, e não deu mais luta no Intercontinental Rally Challenge, porque se viu obrigado a faltar a algumas provas que eram concomitantes no calendário.

    Nesta prova, mesmo não tendo terminado devido à falha da bomba de água do seu Peugeot 207 S2000, o piloto da Racing Lions festejou a conquista do ceptro, num rali em que estava classificado nos lugares do pódio antes de desistir.

    Nicolas Vouilloz venceu, depois de liderar desde o início. Stéphane Sarrazin, em Peugeot oficial, ainda conseguiu rivalizar em algumas classificativas com o futuro vencedor, mas não conseguiu melhor que a segunda posição. O polaco Michal Solowow foi terceiro também num 207 S2000 mas já a 4m21,1s do primeiro.

    Uma das atracções deste rali era a estreia do Proton Neo S2000. A viatura pilotada por Bryan Bouffier nunca conseguiu rivalizar com as suas rivais devido a falhas de motor que obrigaram à desistência no segundo dia de prova. Regressado ao abrigo do superally, o francês ainda assinou um sexto tempo no domingo mas o propulsor entregou definitivamente a alma ao criador.AS

  7. #337
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Sexta vitória da época para Pedro Peres


    Pedro Peres venceu o Rali de Loulé, numa prova em que teve forte oposição de Ricardo Teodósio, com o piloto algarvio a liderar nas primeiras seis especiais, perdendo o comando...na última, ao fim ao cabo a que mais interessava comandar.



    Pedro Peres venceu assim todas as provas em piso de terra, e mais importante que isso, suplantou Jorge Santos no ocmando do campeonato, que lidera agora com quatro postos de avanço sobre o piloto do Saxo.

    Como se esperava, Ricardo Teodósio, a "jogar em casa" entrou forte e manteve a liderança até perto do final, alterando vitórias em troços com Pedro Peres. À entrada do último troço, a diferença entre os dois homens da frente era de apenas 3,2 segundos e aí Peres foi mais forte, arriscou tudo e venceu.

    Mota ganha vantagem

    Luís Mota encerrou o pódio e fez uma excelente operação em termos de "Regional" Sul, pois o seu principal adversário, - Pedro Leone -, ficou pelo caminho. Agora resta muito pouco ao piloto do Cartaxo para festejar o título regional.

    Sem argumentos para mais devido ao facto de utilizar um Citroen Saxo de duas rodas motrizes, Jorge Santos ficou-se pela quarta posição. Até à última especial, ainda teve que se defender dos ataques de João Ruivo, mas quando o piloto do Fiat Stilo partiu uma transmissão, Santos ficou mais livre, vendo Ruivo afundar-se até ao 10º lugar.

    Classificação

    1º Pedro Peres/Tiago Ferreira (Ford Escort Cosworth), 52m51,8s
    2º Ricardo Teodósio/Pedro Conde (Mitsubishi Lancer EVO IV), a 16,8s
    3º Luís Mota/Ricardo Domingos (Mitsubishi EVO IV), a 1m23,8s
    4º Jorge Santos/Vítor Hugo (Citroen Saxo Kit Car), a 1m46,1s
    5º Octávio Nogueira/Nuno Gomes (Citroen Saxo Kit Car), a 3m13,7s
    6º Manuel Coutinho/Manuel Babo (Peugeot 206 GTI), a 4m12,6s
    7º Pedro Raimundo/Nuno R. Silva (Peugeot 206 RC), a 4m54,3s
    8º Pedro Lança/Ricardo Baptista (Citroen Saxo), a 5m18,8s
    9º Júlio Bastos/Aníbal Pereira (BMW M3), a 5m22,6s
    10º João Ruivo/Alberto Silva (Fiat Stilo JTD), a 5m38,3s
    11º Frederico Gomes/Paulo Amorim (Citroen C2), a 6m31,3s
    12º Diogo Salvi/Manuel Teixeira (Mitsubishi Lancer EVO IV), a 8m22,7s
    13º Alexandre Ferreira/Victor Calado (Peugeot 309 GTI), a 8m40,9s
    14º Paulo Anselmo/Florival Neto (Opel Corsa), a 9m52,0s
    15º Vasco Tintim/Pedro Silva (Peugeot 205 GTI), a 9m46,4s
    16º Gil Antunes/Daniel Amaral (Opel Astra GSI), a 11m07,7s
    17º Carlos Marreiros/Paulo Costa (Peugeot 206 GTI), a 11m09,1s
    18º Oscar Coelho/José Ferreira (Seat Marbelha), a 11m16,3s
    19º Gonçalo Cruz/Luis Bento (VW Golf GTI), a 12m12,0s
    20º FASTBRAVO/Pedro Barros Leite/Carlos Ruivo (Seat Marbelha), a 12m44,9s
    21º João Pedro Marcelino/Rui Pinto (Citroen Saxo), a 13m39,3s
    22º Renato Leria/Ana Santos (Opel Corsa), a 13m44,6s
    23º Filipe Baiona/Pedro Inácio (Opel Corsa), 13m52,5s
    24º FASTBRAVO/António Gago/Nelson Ramos (Seat Marbelha), a 14m01,4s 25º Diamantino Santos/Hélio Rodrigues (Ford Escort XR3i), a 14m41,8s
    26º Orlando Duarte/Ivo Nogueira (Seat Marbelha), a 14m54,1s
    27º Paulo Sampaio/Vilson Amado (Opel Corsa), a 15m51,1s
    28º Catarina Sousa/Kika Almeida (Peugeot 206 GTI), a 16m23,1s
    29º José Correia/Joaquim Macedo (BMW 325 IX), a 16m53,9s;
    30º Ricardo Sousa/César Nunes (Seat Marbelha), a 17,35,9s
    31º João Luis Palma/Luis José Maldonado (Nissan 100 NX), a 18m09,4s
    32º Nuno Carreira/Márcio Silva (Opel Kadett GSI), a 20m19,6s.

    Campeonato: 1º P. Peres, 150 pontos; 2º J. Santos, 146; 3º L. Mota, 95: 4º J. Ruivo, 93; 5º M. Coutinho, 84.


    AS

  8. #338
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Rossi troca Impreza por Focus


    Valentino Rossi tem já confirmada a sua presença na última prova do Mundial de Ralis deste ano, o Rali de Gales, na estrada entre 5 e 7 de Dezembro.

    Mas se até agora, tudo apontava para que o piloto italiano de motociclismo voltasse a participar na prova ao volante de um Subaru Impreza WRC S14, nesta altura, essa hipóteses está mais longe, senão mesmo definitivamente arredada, passando Rossi a "namorar" um dos Ford Focus RS WRC07 da M-Sport conforme já deu conta Malcolm Wilson.AS

  9. #339
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão António Rodrigues testou para o Pirelli Star


    O Pirelli Star Driver terá o seu "shoot-out" europeu de quinta-feira a sábado, na cidade de Freistadt, na Áustria.

    Será a oportunidade para António Rodrigues ser um dos dois pilotos europeus escolhidos pela Pirelli para participar em seis ralis do Mundial de 2009 ao volante de um Grupo N ou de um S2000.

    Antes do ensaio decisivo, o jovem piloto português esteve na passada semana a testar um Mitsubishi Lancer Evo IX cedido por Ricardo Sousa, o pai de Bernardo Sousa que além do carro também fez deslocar a estrutura de assistência para o teste de Murça. Recorde-se que Bernardo Sousa tinha sido inicialmente o piloto escolhido pela FPAK para representar Portugal no Pirelli Star Driver, mas uma intervenção cirúrgica a um ombro levou-o a abdicar da participação em favor de António Rodrigues. Em Freistadt todos os pilotos terão oportunidade de reconhecer as classificativas por duas vezes, mas além dos tempos efectuadas nas passagens "oficiais", os responsáveis do programa também avaliarão aspectos como a fluência em inglês, a apresentação pessoal e o relacionamento com os media.

    Em Murça, Rodrigues testou tanto em terra como asfalto, mostrando-se agradado com a adaptação a um Evo IX semelhante ao que guiará na Áustria: "É muito mais evoluído que o outro Lancer que já tive oportunidade de utilizar", referiu o piloto, que na época passada correu com um Mitsubishi em algumas provas do Nacional. "É um carro mais potente e muito mais suave na condução. Estou feliz pela oportunidade que me foi dada pelo Bernardo Sousa e pela FPAK, facto que mais uma vez agradeço. Só espero corresponder ás expectativas que se estão a criar à volta do projecto, apesar de não ser tarefa fácil. É o sonho de qualquer jovem piloto de ralis".

    O Pirelli Star Driver foi a forma encontrada pela marca de pneus italiana para compensar a FIA pela escolha como fornecedor único do WRC. O objectivo é apoiar pilotos com idade até 27 anos e em representação de África, Médio Oriente, Ásia-Pacífico e Europa. O sul-africano Jon Williams foi um dos escolhidos até agora.

    Recentemente a FIA vetou os nomes de Andreas Aigner (Áustria), Michal Kosciuszko (Polónia), Patrick Sandell (Suécia) e Martin Prokop (Rep. Checa) por considerar que o programa só deve estar aberto a pilotos sem experiência regular no Mundial. Fique com alguns dos outros nomeados pelas respectivas federações: Thierry Neuville (Bélgica), Todor Slavov (Bulgária), Victor Galeano (América do Sul), Jarkko Nikara (Finlândia), Guillaume Canivenq (França), Hermann Gassner (Alemanha), Keith Cronin (Irlanda), Simone Campedelli (Itália), Benito Guerra Jr. (América Central), Sveinung Bielvedt (Noruega), Yeray Lemes (Espanha), Emre Yurdakul (Turquia) e Adam Gould (Reino Unido).

    AS

  10. #340
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Ogier recebe C4 WRC para Gales


    Sebastien Ogier, recentemente coroado campeão do JWRC, irá participar no Rali de Gales ao volante de um Citroën C4 WRC, naquela que é a recompensa da marca francesa pela vitória no campeonato júnior.

    A oportunidade foi assegurada pelos apoios da Federação Francesa de Automobilismo (FFSA - Fédération du Sport Automobile) e pela marca do "double chevron", com o piloto a receber um carro da PH Sport, equipa com assistência directa por parte de técnicos da Citroën Sport Technologies.

    Para Ogier, a sua estreia nos WRC "é uma grande oportunidade". "Na verdade, é como um presente de Natal", acrescentou o jovem piloto, ciente da sorte que tem por poder competir no Rali de Gales, "uma das mais complexas da temporada".

    Oliver Quesnel, responsável da Citroën, referiu que esta oportunidade é uma "recompensa pelo domínio de Ogier" no JWRC este ano, referindo ainda que o programa para 2009 não está decidido mas que a prova do Mundial de Ralis não irá servir como avaliação, mas antes para acumular experiência.AS

  11. #341
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Duval sem volante para 2009


    Conhecido, sobretudo, pela sua rapidez em asfalto, François Duval não tem ainda o seu futuro definido para 2009.

    Para o belga, que defendeu as cores oficiais da equipa Ford nos dois últimos ralis, tudo será uma questão de orçamento e por isso os gestores da sua carreira estão a tentar garantir o "budget" necessário para que Duval possa ter outro poder negocial.

    Uma boa ajuda também poderia ser o bom resultado no Rali do Japão, o que, segundo o próprio piloto, seria "ficar entre os quatro ou cinco primeiros, mas o que também não é fácil pois não tenho feito muitos ralis em terra".AS

  12. #342
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Peugeot quer título de marcas já em Mortágua


    O Rali de Mortágua, penúltima prova do Campeonato de Portugal de Ralis, poderá conceder à Peugeot mais um título nas marcas, objectivo que ainda resta para a equipa Peugeot Total, de modo a juntar esse ceptro ao de pilotos, já garantido por Bruno Magalhães.

    A avaliar pelo que tem sucedido nos últimos ralis do campeonato, a tarefa da equipa e de Bruno Magalhães não deverá ser muito difícil, na medida em que têm dominado a temporada até agora, numa clara evidência da superioridade demonstrada pela equipa de Carlos Barros e pelo Peugeot 207 S2000.

    Para Magalhães, o objectivo passa por vencer a prova de Mortágua, de forma a manter a invencibilidade no campeonato deste ano, ainda que o segundo lugar no rali seja suficiente para dar à Peugeot a vitória entre as marcas.

    "De facto, esse é um dos objectivos que podemos traçar agora, embora o mais importante ainda seja garantir mais um título de Marcas para a equipa", referiu o piloto, para quem este rali traz boas recordações. "Este é um rali que venci no ano passado e que vou recordar para sempre, pois foi com esse triunfo que conquistei o meu primeiro título. Este ano vai ter uma super-especial diferente, sendo o resto idêntico. Como sempre vamos preparados para dar o nosso melhor, para conseguirmos celebrar mais um título com nova vitória", refere o bicampeão nacional.

    Carlos Barros, director desportivo da equipa, alinha pelo mesmo tom e refere que o principal objectivo para a penúltima prova do campeonato é vencer. "Vamos para vencer. É para isso que temos trabalhado", começa por referir, lembrando que a época tem sido feita de muitos sucessos. "Temos tido um ano muito positivo, só com vitórias, e vamos procurar manter esse registo, sabendo que a concorrência também trabalhou forte, pelo que teremos que estar ao nosso melhor nível", afirma o responsável da Peugeot Total.

    AS

  13. #343
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão IRC pode decidir-se em Valais


    Tem lugar esta semana o Rallye International du Valais, nona e antepenúltima prova do Intercontinental Rally Challenge que poderá decidir o sucessor de Enrique Garcia Ojeda no álbum de ouro desta série promovida pelo Eurosport.

    Nicolas Vouilloz, vencedor deste evento em 2007, poderá já aqui sagrar-se campeão caso termine na frente de Giandomenico Basso que vem embalado de dois triunfos consecutivos nas Astúrias e Sanremo.

    Já muito animado em provas anteriores, este duelo entre os principais representantes da Peugeot e Abarth e a prestação do outsider Luca Rossetti prometem animar os espectadores suíços ávidos de competição automóvel, há poucos anos reabilitada no país.

    A marca italiana surge em Martigny com mais dois Punto S2000 para Anton Alen e Umberto Scandola e está reforçada com o concurso do local Olivier Burri que troca o habitual Subaru por uma viatura da Zero 4piú.

    A VW inscreve um Polo S2000 para o francês Philippe Greiffenberg e a Peugeot conta com mais seis 207 S2000 para Bryan Bouffier, Florian Gounon, Freddy Loix, Gregoire Hotz, Hervé von Dach e Janos Toth. O MG ZR S2000 participa pela segunda vez no IRC com Stuart Jones que estará nas montanhas do sopé do Monte Branco a testar os pneus de asfalto da coreana Hankook.AS

  14. #344
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Magalhães lidera em Mortágua

    Bruno Magalhães, em Peugeot 207 S2000, lidera o Rali de Mortágua, penúltima prova do campeonato nacional de ralis, controlando a vantagem para o segundo classificado, José Pedro Fontes.

    Para o piloto da Peugeot, o objectivo está a ser cumprido, afirmando que está a "andar depressa, mas sem correr riscos, uma vez que quero dar o título de marcas à Peugeot e o de navegadores ao Carlos [Magalhães]". Ainda assim, o piloto venceu as três especiais da manhã, não dando hipóteses aos seus adversários.

    Recorde-se que para a marca do leão ser campeã entre as marcas basta-lhe um segundo lugar nesta prova.

    Logo atrás, mais perto do que o habitual (a seis segundos) está o piloto do Punto S2000, que no final da primeira secção confessou que está a dar "o máximo", acrescentando que "com uma ligeira afinação da suspensão, podemos fazer um pouco melhor".

    No derradeiro lugar do pódio está Fernando Peres, em Mitsubishi Lancer Evo IX, que lidera no agrupamento de Produção. Peres explicou, no Parque de Assistência, de "um problema com o travão de mão, que nas zonas lentas nos faz perder algum tempo".

    Mais atrás, e a acumular quilómetros importantes para o desenvolvimento do carro, está Mex Machado Santos, com o sempre impressionante Porsche 997 GT3. "O importante continua o ser o aprender o carro, para o que é preciso fazer quilómetros", referiu no final das especiais da manhã, ocupando o quarto lugar da classificação.

    Vítor Pascoal (Peugeot 207 S2000) segue em quinto, logo na frente de Adruzilo Lopes (Subaru Impreza), e Pedro Meireles (Subaru Impreza).


    CLASSIFICACAÇÃO APÓS QUATRO ESPECIAS

    1 Bruno Magalhães/Carlos Magalhães Peugeot 207 S2000 35m38.8s
    2 José Pedro Fontes/António Costa Fiat Punto S2000 a 6.0s
    3 Fernando Peres/José Pedro Silva Mitsubishi Lancer IX a 49.5s
    4 Mex Machado Santos/Paulo Babo Porsche 997 GT3 a 1m19.2s
    5 Vítor Pascoal/Joaquim Duarte Peugeot 207 S2000 a 1m32.9s
    6 Adruzilo Lopes/José Janela Subaru Impreza a 2m07.5s
    7 Pedro Meireles/Jorge Henriques Subaru Impreza a 2m08.9s
    8 Carlos Matos/Vasco Ferreira Renault Clio S1600 a 2m18.8s
    9 Pedro Leal/Redwan Cassano Fiat Stilo Multijet a 2m25.7s
    10 Paulo Antunes/Hugo Magalhães Citroen C2 a 2.m6.0s
    AS

  15. #345
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Piloto continua imbativel no campeonato nacional


    Magalhães vence e dá título à Peugeot

    Bruno Magalhães continua a sua senda vitoriosa no campeonato nacional de ralis. O piloto do Peugeot 207 S2000 esteve imperial, controlando uma curta vantagem sobre José Pedro Fontes, e concedendo mais um título à marca de Sochaux.

    Para Magalhães, se o mais importante era terminar, melhor ainda seria fazê-lo com uma vitória. E foi precisamente isso que fez, ao dominar praticamente todos os troços do Rali de Mortágua.

    Para a Peugeot, esta foi uma vitória com duplo sabor: para além de conquistar o ceptro de marcas de 2008, obteve em Mortágua aquela que foi a sua 50ª vitória no campeonato nacional.

    No fim, o piloto reconheceu que "foi uma vitória difícil, porque o José Pedro fez uma bela prova, pressionou sempre e obrigou-me a andar muito depressa, mas conseguimos o nosso objectivo que era o de garantir o título de marcas para a Peugeot, embora ainda falte o de navegadores para o Carlos".

    José Pedro Fontes esteve mais perto de Magalhães, obtendo um segundo lugar numa prova onde esteve em bom nível. No final, os 20 segundos de diferença não reflectem o que se espelhou na prova, já que foi um erro na última especial a fazê-lo perder mais de 10 segundos para Magalhães.

    O terceiro lugar foi para Vitor Pascoal, que beneficiou do azar de Mex para subir ao pódio. Mex, ao volante do Porsche 997 GT3 tinha o terceiro lugar quase assegurado, mas um problema com o tubo dos travões, cortado por uma pedra, fê-lo cair para sexto.

    Pedro Meireles foi quarto, logo à frente de Adruzilo Lopes.

    1 Bruno Magalhães/Carlos Magalhães Peugeot 207 S2000 1h09.44,1s
    2, José Pedro Fontes/António Costa Fiat Punto S2000 a 20.4s
    3 Vítor Pascoal/Joaquim Duarte Peugeot 207 S2000 a 3m00.5s
    4 Pedro Meireles/Jorge Henriques Subaru Impreza a 3m46.6s
    5 Adruzilo Lopes/José Janela Subaru Impreza a 3m47.3s
    6 Mex Machado Santos/Paulo Babo Porsche 997 GT3 a 4m08.4s
    7 Pedro Leal/Redwan Cassano Fiat Stilo Multijet a 4m18.8s
    8 Carlos Matos/Vasco Ferreira Renault Clio S1600 a 4m22.6s
    9 Paulo Antunes/Hugo Magalhães Citroen C2 a 5m36.4s
    10 Carlos Costa/Alberto Oliveira Citroen C2 a 7m12.1s


    AS

Página 23 de 92 Primeiro ... 1322 23 243373 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar