Página 24 de 92 Primeiro ... 1423 24 253474 ... Último
  1. #346
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Portugal pode manter duas provas no IRC

    O calendário do Intercontinental Rally Challenge de 2009 ainda não é oficial e só terá divulgação oficial no próximo mês mas tudo indica que Portugal possa manter duas provas na série promovida pelo Eurosport no próximo ano.



    A acreditar no calendário na posse dalguns dirigentes das marcas envolvidas oficialmente neste campeonato, a temporada terá onze eventos - mais um que em 2008 - sendo ponto quase assente as saídas dos ralis de Istambul e do Valais.

    A época deverá começar com o Rallye Monte Carlo em Janeiro, a que sucederá um rali no Brasil, sediado em Curitiba, em Março ou Abril. O Rali de Portugal deverá ser substituído pelo Sata Rali Açores antes da deslocação a Ypres, na Bélgica.

    A prova russa mantém as características deste ano, o mesmo sucedendo com o Rali Vinho Madeira, cuja data de realização poderá, contudo, ser alterada. Depois da transição entre Zlin, Asturias e Sanremo, o Rally China antecede o Scottish Rally, em Glasgow.

    AS

  2. #347
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Adruzilo Lopes: "É um justo e merecido prémio para toda a equipa"

    Aos 46 anos, feitos no passado dia 18 de Outubro, Adruzilo Lopes juntou mais uma conquista ao seu já impressionante palmarés nos ralis nacionais. Após três títulos absolutos, conquistados em 1997/98 e 2001, e outros tantos na "F2", 1996/97/98, a que se juntam ainda 21 vitórias à geral, o piloto de Regilde chegou agora a um inédito, e para muitos inesperado, título no Agrupamento de Produção.



    Com um orçamento curto e um carro - o Subaru Impreza N11 - que sabia ser bem menos competitivo que a concorrência directa, nem por isso Adruzilo alguma vez se mostrou alguma vez resignado, surpreendo tanto pela extrema regularidade como, sobretudo, pela competividade demonstrada no asfalto. "Apesar de lutar com armas desiguais, a fiabilidade do Subaru acabou por ser, como sempre previ, fundamental para chegar ao título, a par da regularidade e também a rapidez que demonstrámos no asfalto", destacou.

    "Preferia, é evidente, ter ganho de outra maneira, pois o Fernando Peres estava a ser realmente o mais rápido na estrada e nós até já estavamos resignados com a nossa posição, preparando-nos para adiar a decisão do título para o Algarve. Mas os ralis são mesmo assim", analisou. "Em todo o caso, estou muito contente por ter podido proporcionar este título à ARC Sport. É certo que já tive outros que até são mais importantes na minha carreira. Mas este tem realmente um significado especial, pela dedicação, honestidade e elevado profissionalismo demonstrados por toda esta equipa. Agradeço também ao José Janela pelo empenho que colocou na concretização deste objectivo".

    AS

  3. #348
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Adruzilo Lopes vai testar Subaru N14 em Inglaterra

    Depois de assegurada a vitória no Agrupamento Produção "nacional" o futuro está já aí à porta com Adruzilo Lopes a ter a possibilidade de evoluir para um Impreza N14, um desejo que parece ser partilhado tanto pelo piloto como pela ARC Sport:

    "É lógico que gostaria de evoluir, pois tenho vontade de continuar nos ralis e ligado a esta equipa", admitiu, preferindo, contudo, que fosse Augusto Ramiro a abordar este assunto: "É uma hipótese que está de momento em aberto, estando por exemplo dependente da venda deste carro, pois o investimento num N14 ronda os 150 mil euros. Mas seguramente que, em breve, iremos a Inglaterra, à sede da Prodrive, realizar um teste com esse carro", revelou.AS

  4. #349
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Super Especial no novo Autódromo do Algarve

    A derradeira prova do Campeonato de Portugal de Ralis organizada pelo Clube Automóvel do Algarve vai ter uma nova e interessante Super Especial no Autódromo Internacional do Algarve.

    Assim, na sexta-feira, dia 21, os concorrentes iniciam a prova com a Super Especial no novíssimo AIA, num rali que irá decidir o Campeonato de Portugal de Clássicos de Ralis, pois está tudo ainda em aberto, em termos de contas do campeonato, entre José Sousa e Aníbal Rolo.

    Luís Mota só precisa de dois pontos para arrebatar o título de campeão do Regional Sul. A tarefa parece fácil mas o espectro da época 2007 de José Merceano ainda paira sobre a caravana com o piloto a estar em posição semelhante a do actual líder o ano passado e ter de abandonar, devido a furos, o Rallye Casinos do Algarve.

    "Com tantos aliciantes em termos desportivos, esta prova tem tudo para ser a festa de encerramento dos ralis portugueses em 2008", remata José Manuel Afonso.

    AS

  5. #350
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Subaru de Adruzilo Lopes passou na "inspecção"

    Por iniciativa da FPAK, o Subaru Impreza de Adruzilo Lopes foi selado logo após o final do Rali de Mortágua, tendo seguido directamente para o Circuito Vasco Sameiro, em Braga, a fim de ser submetido a uma rigorosa verificação técnica, onde não foi detectada qualquer irregularidade, pelo que o título no Agrupamento de Produção de Adruzilo Lopes está agora absolutamente confirmado.

    "Não queremos ganhar de forma fraudulenta! Essa é também a nossa forma de estar na vida. Somos uma equipa honesta, com uma dedicação extrema, que coloca muito empenho e carinho em tudo o que faz. Nunca estive minimamente preocupado com a suspeição que pairava sobre nós. Temos a consciência tranquila e tudo o que fazemos está dentro da legalidade. Nas inspecções feitas hoje ao Subaru, verificou-se que o selo do motor e do turbo ainda datavam do Rali de Portugal deste ano, o que comprova bem que o carro sempre esteve legal, mesmo nas provas em que gerou tanta desconfiança."

    "Defendo também que este tipo de inspecções rigorosas deveriam ser efectuadas mais vezes, a diversas equipas e de uma forma mais regular. Pelo nosso lado, preferimos perder legais, do que vencer com irregularidades. Temos uma equipa extraordinária e um piloto fabuloso!", declarou Augusto Ramiro, o responsável pela ARC Sport.

    Curiosamente, esteve presente um engenheiro da Prodrive, equipa que constrói o carro, de modo a acompanhar a verificação. O carro foi todo desmontado em peças, estando tudo conforme a ficha de homologação.

    Contudo nem tudo são boas notícias para a ARC Sport, já que os custos desta operação, que rondam os 15 mil euros, serão directamente imputados à equipa, conforme estipula o regulamento, o que poderá colocar em causa a participação na prova algarvia, já que o orçamento da equipa é curto. AS

  6. #351
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão FPAK divulgou regulamentação de 2009 para os ralis


    A FPAK emanou ontem um comunicado onde divulga alguns pormenores relacionados com a futura regulamentação para os ralis em 2009. Resumidamente, e depois de ter reunido com os Coordenadores das "Comissões Especializadas FPAK", a Federação divulgou as linhas mestras relativamente ao tipo de pneus, duração dos Parques de Assistência, definição de "chicanes" nas Super Especiais, reconhecimento do percurso de Provas Especiais, entrega de prêmios e ainda sobre as provas dos Campeonatos ou Troféus Regionais de Ralis (VSH), finalizando com diretrizes relativas às taxas de inscrição nas provas.

    Na sua reunião plenária do passado dia 20 de Outubro, a Direcção da FPAK tomou conhecimento das propostas apresentadas pelas de Clássicos, Circuitos, Ralis e Todo o Terreno, tendo aproveitado igualmente para analisar com os respectivos Coordenadores das Comissões, alguns outros pormenores relacionados com a futura regulamentação 2009.

    Aqui fica o comunicado na íntegra:

    REGULAMENTAÇÃO 2009

    Na sua reunião plenária do passado dia 20 de Outubro, a Direcção da FPAK tomou conhecimento das propostas apresentadas pelas "Comissões Especializadas FPAK" de Clássicos, Circuitos, Ralis e Todo o Terreno, tendo aproveitado igualmente para analisar com os respectivos Coordenadores das Comissões, alguns outros pormenores relacionados com a futura regulamentação 2009.

    De entre as matérias já acordadas no que se refere aos Ralis, destaquem-se as seguintes:

    1) Tipo de pneus a utilizar nas Super Especiais (ou Provas Espectáculo do mesmo tipo): os pneus a utilizar nas Super Especiais (ou provas do mesmo tipo), serão obrigatoriamente do mesmo tipo de piso que corresponda aos das restantes Provas Especiais que integrem essa prova.

    2) Duração dos Parques de Assistência: à excepção das provas de Campeonatos ou Taças FIA (que se regerão pelas regras FIA), os Parques de Assistência iniciais (de uma Etapa ou do dia) serão reduzidos de 20 para 10 minutos, passando os parques de Assistência intermédios de uma Etapa ou Secção, a ter uma duração de 30 minutos em vez dos actuais 20 minutos.

    3) Definição de "chicanes" nas Super Especiais: quando foram utilizadas barreiras de pneus para a criação de "chicanes" artificiais, os pneus que delimitem as extremidades (de ambos os lados do percurso a seguir) dessas barreiras, deverão ser pintados com listas diagonais vermelhas e brancas, para melhor identificação visual pelos Condutores.

    4) Reconhecimento do percurso de Provas Especiais: as viaturas a utilizar para o reconhecimento prévio das PE's, terão que ser viaturas absolutamente de série, não sendo autorizados "Roll-bar" ou pneus especiais, nem a utilização de equipamentos de intercomunicação via rádio entre os dois membros da equipa.
    Caso a quilometragem total do conjunto das PE's de uma prova não exceda os 75 km (extensão total da soma de cada um dos percursos das diferentes PE's que a integram), o período de reconhecimentos será reduzido a um único dia para todos os inscritos.

    5) Entrega de prémios no final da prova: as cerimónias de entrega de prémios no final de cada Rali, deverão ocorrer obrigatoriamente no "pódio" de chegada, não sendo autorizado que essa cerimónia se venha a efectuar em qualquer outro local e em momento posterior ao do final da prova.

    Para efeitos de entrega de prémios, será utilizada a classificação provisória obtida após a conclusão da última Prova Especial, devendo os organizadores criar um reagrupamento antes do Controle Horário final da prova, de forma a ajustar os "timings" e a ordem de entrega de prémios.

    6) Provas dos Campeonatos ou Troféus Regionais de Ralis (VSH): à excepção das provas que decorram integradas em campeonatos de graduação superior (COR ou CPR), todas as provas dos Campeonatos ou Troféus Regionais de Ralis 2009, deverão decorrer na sua totalidade durante um prazo máximo de 24 horas, com os reconhecimentos e as verificações iniciais a decorrerem no 1º período e a parte competitiva no período imediatamente seguinte.

    O percurso total do conjunto das Provas Especiais que as integrem será limitado a um mínimo de 35 km e a um máximo de 45 km, com um máximo de 4 (quatro) Provas Especiais.

    Devendo preferencialmente ser composto por um único e mesmo percurso a percorrer quatro vezes no mesmo sentido, admitindo-se, excepcionalmente, a existência de no máximo, dois percursos diferentes.

    No caso de a prova ser disputada com um único percurso de Prova Especial a percorrer no máximo quatro vezes, a cada passagem seguir-se-á obrigatoriamente um reagrupamento e um Parque de Assistência, cuja duração será oportunamente definida no respectivo regulamento da prova.

    Para o limite das quatro Provas Especiais, não será considerada a eventual inclusão (facultativa) de uma Prova Espectáculo (tipo Super Especial), decorra ela no início ou no final da prova.

    7) Inscrições prévias nos Campeonatos e Troféus Regionais: será instituída a partir de 2009, a obrigatoriedade de inscrição prévia em qualquer Campeonato ou Troféu (seja ele nacional ou regional), para atribuição de pontuações nas respectivas competições.

    Quaisquer concorrentes que participem numa prova desses Campeonatos ou Troféus e não se encontrem previamente inscritos nos mesmos, não obterão quaisquer pontuações nem retirarão pontos aos concorrentes que neles estejam regulamentarmente inscritos.

    8) Taxas de inscrição nas provas: a FPAK irá analisar com todos os Clubes Organizadores seus Associados, a possibilidade de vir a ser estabelecida uma taxa de inscrição nas provas dos Campeonatos e Troféus Regionais de Ralis idêntica para todas as provas.

    E que em caso de ser indispensável uma actualização em relação aos valores médios praticados em 2008, que a mesma seja de montante pouco significativo.

    No que se refere às disciplinas de Clássicos, Todo o Terreno e Velocidade, as propostas apresentadas pelas respectivas Comissões estão ainda a ser avaliadas técnica e estatisticamente e as respectivas conclusões serão tornadas publicas apenas no início de Novembro.

    Comunicado 068/2008-FPAK
    Lisboa, 27 de Outubro de 2008


  7. #352
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Duplo match point

    Os dois títulos, de Pilotos e de Construtores, poderão já ficar decididos no Japão.

    No primeiro caso, só Sébastien Loeb poderá chegar já ao ceptro e assim entrar para a história como o primeiro piloto que conseguiu ganhar cinco campeonatos já que a diferença de 14 pontos que Mikko Hirvonen têm de atraso nunca permitirá ao finlandês chegar ao título em terreno oriental, mesmo que Loeb desista.

    As contas acabam até por estar bastante facilitadas para Loeb que será campeão se ficar num dos três primeiros lugares, independentemente do resultado de Hirvonen.

    Mas há outras vias para o francês chegar ao título. Assim, por exemplo, Loeb será também antecipadamente campeão se terminar em quarto e Hirvonen não ganhar ou for quinto, sexto ou sétimo e o seu rival não conseguir melhor que o terceiro lugar. Na pior das hipóteses, Loeb pode ainda ser oitavo e ser campeão, desde que o piloto da Ford não consiga melhor que um quarto lugar.

    Quanto aos Construtores, também só a Citroen pode aspirar ao título nesta prova. Mesmo que ambos os carros gauleses desistam (o que não acontece desde o Rali da Argentina de 2002), a Citroen pode sair já do Japão com o seu quarto título desde que a Ford não some mais do que cinco pontos. Num cenário que tem 36 pontos em disputa, a Ford soma um atraso de 23 pontos pelo que é fácil perceber que as suas reais possibilidades de chegar ao tricampeonato são quase residuais. AS

  8. #353
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Sébastien Loeb e Citroen já podem ser campeões

    Os dois títulos, de Pilotos e de Construtores, poderão já ficar decididos no Japão. No primeiro caso, só Sébastien Loeb poderá chegar já ao ceptro e assim entrar para a história como o primeiro piloto que conseguiu ganhar cinco campeonatos já que a diferença de 14 pontos que Mikko Hirvonen têm de atraso nunca permitirá ao finlandês chegar ao título em terreno oriental, mesmo que Loeb desista.

    As contas acabam até por estar bastante facilitadas para Loeb que será campeão se ficar num dos três primeiros lugares, independentemente do resultado de Hirvonen. Mas há outras vias para o francês chegar ao título. Assim, se por exemplo, Loeb será também antecipadamente campeão se terminar em quarto e Hirvonen não ganhar ou for quinto, sexto ou sétimo e o seu rival não conseguir melhor que o terceiro lugar. Na pior das hipóteses, Loeb pode ainda ser oitavo e ser campeão, desde que o piloto da Ford não consiga melhor que um quarto lugar.

    Quanto aos Construtores, também só a Citroen pode aspirar ao título nesta prova. Mesmo que ambos os carros gauleses desistam (o que não acontece desde o Rali da Argentina de 2002), a Citroen pode sair já do Japão com o seu quarto título desde que a Ford não some mais do que cinco pontos. Num cenário que tem 36 pontos em disputa, a Ford soma um atraso de 23 pontos pelo que é fácil perceber que as suas reais possibilidades de chegar ao tricampeonato são quase residuais. AS

  9. #354
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Peugeot apresentou o 207 RC Rallye


    Peugeot 207 RC Rallye é o mais recente modelo de competição da marca do leão, destinado aos pilotos amadores e a possíveis futuros campeões de ralis. Após o 207 Super 2000 (ralis), o Spider THP (circuitos) e o 207 LW (circuitos), este é o quarto modelo da gama 207 "made by Peugeot Sport" e entrará em competição em 2009, como Troféu de Ralis em Espanha e França, existindo a hipótese de se realizar em Portugal em 2010.

    Derivado directamente do modelo de série, o 207 RC Rallye retoma a motorização THP (Turbo High Pressure) de 1.600cm3 turbo desenvolvida em colaboração com o BMW Group e já utilizada no Spider e no LW em circuitos. Este motor é associado à novíssima caixa de 6 velocidades com dentes direitos e é dotado de uma electrónica Magneti Marelli Sport e de uma rede eléctrica totalmente específicas. Os travões, cujo arrefecimento foi melhorado, foram largamente dimensionados para assegurar um nível de resistência mais elevado. Finalmente, o 207 RC Rallye desenvolve 180 cavalos para um peso total de 1120kg, sendo homologado em R3, o que implica a existência de um arco soldado, para maior segurança.

    O 207 RC Rallye é um veículo concebidos para rodar em asfalto e em terra, a partir de uma transformação simples, rápida e pouco onerosa. Para passar de uma versão a outra, os principais pontos de transformação residem nos conjuntos mola/amortecedor, nos travões dianteiros e nas protecções.
    AS

  10. #355
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Hirvonen dominou dia caótico

    Mikko Hirvonen lidera o Rali do Japão, numa prova em que Sébastien Loeb já entrou em "gestão" e encontra-se numa posição, a terceira, que lhe assegura já o título na prova nipónica, caso estas posições se mantenham até final.

    O dia não correu muito bem para os lados da Stobart Ford, já que Francois Duval teve um aparatoso acidente na sexta especial. O belga, que estava na luta com Jari-Matti Latvala pela segunda posição na prova, viu o seu Focus derrapar e embater com grande violência de encontro a um rail, facto que causou grande danos no carro, e ferimentos no navegador, Patrick Pivato. Foi levado de helicóptero para o Hospital, já consciente e de momento desconhece-se a extensão ou mesmo a existência de lesões.

    Os organizadores decidiram cancelar igualmente a sétima e oitava especiais. Com isto tudo, a segunda passagem pelos troços, para alguns concorrentes resumiu-se a 16 quilómetros.

    Entretanto, o nervosismo apossou-se dos organizadores e comissários, que começaram a cometer erros em catadupa, ao ponto do co-piloto de Sébastien Loeb, Daniel Elena se ter recusado a abandonar um controlo enquanto não lhe fosse dada a respectiva carta de controlo. Para piorar as coisas, nenhum comissário falava inglês. Imagine-se a confusão que foi!

    A juntar à grande confusão que foi a primeira etapa do Rali do Japão, o líder do rali, Mikko Hirvonen furou numa ligação, e mudou o pneu do seu Focus apenas em dois minutos, o que o "salvou" duma penalização, permitindo-lhe manter a liderança do rali.

    Antes dos acidentes e problemas com a organização, Hirvonen logrou alcançar uma margem de 26 segundos para Latvala, que não teve andamento para acompanhar o seu colega de equipa.

    Antes do acidente de Duval, a Ford chegou a ter em sua posse os três primeiros lugares da classificação, precisamente o que a equipa necessitava para Hirvonen levar a luta pelo título para a Grã-Bretanha.

    Contudo, a Citroen poderá ficar sob pressão nos Construtores, já que Daniel Sordo desistiu devido a problemas com o turbo antes de sexta especial. Esta situação, permitiu a Petter Solberg ascender à quarta posição.

    Armindo em décimo

    No PWRC, Armindo Araújo é décimo classificado, a 1m05s do líder surpresa, o russo Evgeny Novikov. Tendo em conta toda a confusão existente, estão neste momento dez pilotos separados por um minuto, o que não é nada habitual no PWRC, pelo que nos restantes dois dias muita coisa irá ainda mudar.AS

  11. #356
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Patrick Pivato no Hospital

    François Duval está de regresso aos grandes acidentes, e desta feita quem sofreu foi o seu navegador, Patrick Pivato, que teve de ser transportado de ambulância para o Hospital, já que o embate com a lateral direita do Focus, deixou muito combalido o infortunado navegador, que ficou mesmo preso dentro dos destroços do carro.

    Pouco depois do acidente, as equipas de emergência entraram na especial, e de acordo com um porta-voz da Ford, Pivato estava consciente e foi levado para o Hospital para ser examinado. Desconhece-se a existência de lesões, mas assim que possível, serão divulgados mais detalhes relativos a este incidente.AS

  12. #357
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Armindo Araújo: "Não estamos longe dos pontos e acredito que vamos lá chegar"

    O primeiro dia do Rali do Japão foi particularmente complicado para os pilotos, que foram surpreendidos pela neve em algumas especiais. Armindo Araújo arrancou de manhã com uma afinação que não se enquadrava no tipo de terreno que acabou por encontrar, pelo que optou por jogar à defesa, sabendo que no PWRC os resultados também se conseguem com uma gestão de corrida.

    Depois da passagem pela assistência o piloto português colocou o carro mais adaptado para o estado dos troços, mas depois realizou apenas três especiais, e entre elas as duas super-especiais, porque das restantes três classificativas duas foram anuladas e uma interrompida, devido ao acidente de François Duval, pelo que não foi possível subir na classificação. "Fomos surpreendidos na primeira passagem pelos troços, onde perdemos algum tempo para os mais rápidos com as condições extremamente complicadas que as especiais apresentavam. Tendo em conta a afinação que levávamos no Mitsubishi Lancer Evo IX, demasiado dura para o estado do piso, optámos por jogar pelo seguro. Sabemos que neste campeonato os resultados também se conseguem com uma boa gestão e estratégia, pelo que esperamos ganhar lugares nos dois dias que faltam", explica Armindo Araújo.

    O piloto de Santo Tirso sente também que podia ter recuperado alguma coisa da parte da tarde, mas quase não andou. "Alterámos as afinações do carro e este ficou melhor, mas da parte da tarde só fizemos uma especial, porque dois foram anulados e outro interrompido devido ao acidente do François Duval. Estamos em 10º, mas não estamos longe dos pontos e acredito que vamos lá chegar. Amanhã os troços têm características diferentes e acredito que poderei recuperar", disse a terminar.

    O segundo dia do Rali do Japão corre-se esta madrugada e terá um total de mais 10 provas especiais de classificação.

    Classificação do PWRC após o 1º Dia:
    1º Evgeny Novikov/Dale Moscatt - Mitsubishi Lancer Evo IX com 45m49,6s
    2º Toshi Arai/Glenn MacNeall - Subaru Impreza WRX Sti a 5,3s
    3º Eyvind Brynildsen/Denis Giraudet - Mitsubishi Lancer Evo IX a 16,5s
    (...)
    10º Armindo Araújo/Miguel Ramalho - Mitsubishi Lancer Evo IX a 1m05,1s
    AS

  13. #358
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Navegador de Duval fracturou a tíbia e a pélvis

    O co-piloto de Francois Duval, Patrick Pivato não ficou muito bem tratado na sequência do violento acidente que a dupla da Stobart Ford foi hoje vítima no Rali do Japão, já que fracturou a tíbia e a pélvis. Será operado ainda hoje, em Sapporo.

    Pivato ficou preso dentro do Ford Focus, na sequência do embate lateral, e as suspeitas dos médicos presentes no local, confirmaram-se pouco depois. O piloto belga também foi transportado para o Hospital para ser examinado, mas aparentemente não sofreu qualquer lesão. AS

  14. #359
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Gardemeister obrigado a tirar a carta no Japão

    O finlandês Toni Gardemeister vai sair do Japão com uma história para contar. É que para poder participar no Rali local, o piloto da Suzuki foi obrigado a tirar a carta... em oito horas!

    O que aconteceu foi que a carta de condução internacional do finlandês não era aceite no país do Sol Nascente, o que o obrigou a frequentar uma escola de condução na cidade de Sapporo de maneira a tirar, novamente, a licença de condução.

    "De manhã tive algumas aulas teóricas e, depois disso, fiz um exame teórico, exames aos olhos e depois tive algumas aulas práticas com um instrutor", explicou o piloto da Suzuki Rally Team, que não teve a sua vida facilitada pelo facto de ser piloto de competição.

    "O exame prático foi estranho porque tive que o fazer com um Nissan ou Toyota, não sei bem, grande e antigo", começou por dizer, acrescentando que "o instrutor seguiu as normas de forma muito rígida, mesmo sabendo que eu era piloto".

    Ao fim de oito horas, Gardemeister lá conseguiu a licença japonesa para conduzir e pilotar naquele país, o que não o livrou de uma identificação curiosa no seu Suzuki WRC, a qual terá de levar durante todo o rali: um símbolo de condutor recém-encartado no vidro de trás do seu carro (o equivalente local ao extinto "ovo-estrelado" português).AS

  15. #360
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Armindo Araújo no Saudi Rally

    Apesar de estar concentrado no Rali do Japão, Armindo Araújo já sabe que irá participar no Saudi Rally, prova candidata ao Campeonato do Médio Oriente de 2009 e que irá ter lugar entre 10 e 13 de Novembro. O piloto português foi escolhido pela organização da prova para ser a figura de cartaz do rali, alinhando não no seu habitual Mitsubishi Lancer Evo 9, mas numa unidade com as mesmas especificações e que será assistida por uma equipa local que está a trabalhar em parceria com a Ralliart Itália.

    A escolha, ao que tudo indica, ficou também a dever-se a interesses de um dos patrocinadores do piloto português, a empresa Altayyar Travel Group.

    Para Armindo Araújo, trata-se sem dúvida de uma boa notícia que lhe irá permitir não perder ritmo de competição entre o Rali do Japão e o Rali de Gales: "é verdade que está confirmada a minha presença nessa prova, mas não sei bem o que posso esperar em termos de resultado. Nesta altura, nem sei ainda exactamente que tipo de classificativas vou encontrar, apenas sabendo que algumas são delineadas no deserto. Não conheço também a concorrência. A única certeza que tenho é que não será um rali fácil", reconheceu o ex-campeão nacional. AS

Página 24 de 92 Primeiro ... 1423 24 253474 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar