Página 25 de 92 Primeiro ... 1524 25 263575 ... Último
  1. #361
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Hirvonen lidera, Loeb a caminho do título

    A Ford ocupa os dois primeiros lugares da classificação do Rali do Japão, com Mikko Hirvonen e Jari-Matti Latvala a manterem, respectivamente, as mesmas posições que tinham no final do primeiro dia, enquanto Sebastien Loeb se prepara para confirmar a conquista do seu quinto título consecutivo, ao manter, confortavelmente a terceira posição. No PWRC, Armindo Araújo teve problemas, e viu-se obrigado a desitir.

    Loeb está agora a cerca de um minuto de Hirvonen, perdendo mais algum tempo no decorrer do segundo dia de prova, mas nada que o tenha impedido de segurar o terceiro ugar com a maior das naturalidades, já que o quarto classificado é Chris Atkinson, a quase dois munutos e meio do finlandês da Ford, portanto, a cerca de minuto e meio de Loeb. O piloto francês não arrisca um milímetro, e num terreno desconhecido para todos (o local onde o Rali do Japão se disputa é novo), deixou as despesas da prova para os homens da Ford, no sentido de assegurar o mais depressa possível o seu objectivo.

    Petter Solberg aproximou-se durante o segundo dia de prova de Loeb mas o piloto norueguês arrancou a roda traseira direita do seu Subaru, terminado aí o seu dia de prova: "Peço desculpa aos fans, mas vi uma oportunidade de me aproximar do Loeb e ataquei...", referiu Solberg. Os adeptos desculpam e agradecem, pois lutas por posições e espectáculo é que os ralis precisam.

    Curiosamente, Chris Atkinson bateu no mesmo buraco que Solberg e atrasou-se, depois de realizar um pião completo no ar. Por sorte, foi só seguir em frente, depois de passado o susto.

    Henning Solberg, que era sexto, desitiu devido a um problema com a suspensão, enquanto Per-Gunnar Andersson atrasou-se devido a um furo. Com isto tudo, Matthew Wilson (Stobart Ford) e Toni Gardemeister lutam agora pela quinta posição.

    Classificação:
    1. Mikko Hirvonen Ford 2h21:31.8
    2. Jari-Matti Latvala Ford + 15.5
    3. Sebastien Loeb Citroen + 53.5
    4. Chris Atkinson Subaru + 2:26.0
    5. Matthew Wilson Ford + 4:31.6
    6. Toni Gardemeister Suzuki + 4:38.5
    7. Per-Gunnar Andersson Suzuki + 5:11.8
    8. Federico Villagra Ford + 9:59.6
    9. Jari Ketomaa Subaru + 11:43.6
    10. Evgeny Novikov Mitsubishi + 12:29.5
    AS

  2. #362
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Armindo Araújo: "A sorte não tem estado connosco"

    Armindo Araújo voltou a não ter sorte numa prova do Campeonato do Mundo de Ralis. Depois de ontem ter optado por jogar pelo seguro na fase inicial e depois a anulação de três troços não lhe permitiram ir além de 10º, hoje rodou invariavelmente entre os cinco mais rápidos, vencendo mesmo a especial número 15, subindo ao sétimo posto. Mas logo a seguir, na segunda passagem pela segunda especial mais longa do rali, um problema de transmissão colocou ponto final na fantástica recuperação do piloto português e na possibilidade de sair do Japão com pontos.

    O trabalho com o novo engenheiro que acompanha o piloto do Mitsubishi Lancer Evo IX está a dar frutos, pois "o carro está muito melhor. Sempre que vimos ao parque de assistência conseguimos melhorar para as especiais seguintes, como foi hoje o caso, uma vez que vencemos logo o troço seguinte, mas infelizmente a sorte não tem estado connosco e acabámos por ter um problema de transmissão que nos obrigou a desistir", diz um pouco desalentado Armindo Araújo.

    Amanhã o português vai regressar no sistema de super-rali, procurando continuar a evoluir o carro para as provas seguintes. "O nosso trabalho para amanhã vai ser rodar para continuarmos a melhorar ainda mais o comportamento do carro e a nossa ligação com o novo engenheiro. Foi pena o que se passou, porque estávamos a cumprir plenamente a estratégia delineada, já tínhamos chegado aos lugares pontuáveis e penso que era possível ainda melhorar um pouco mais. Mas as provas do Mundial são assim, muito duras e por vezes as mecânicas cedem", finalizou.

    O último dia do Rali do Japão terá um total de nove especiais e corre-se na próxima madrugada. AS

  3. #363
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Pivato sujeito a duas operações


    Patrick Pivato, o co-piloto de François Duval, está em estado crítico mas estável, de acordo com os responsáveis do hospital Higashi Tokushukai, em Sapporo, onde foi submetido a duas intervenções cirúrgicas.

    Durante a primeira operação, para realinhar a pélvis do francês, foram descobertas hemorragias internas mais sérias, o que obrigou a uma segunda intervenção.

    Uma declaração emitida pela equipa Stobart refere que Pivato está a melhorar de forma gardual, mas que continua em estado crítico, embora estável.

    O acidente ocorreu na sexta especial da primeira etapa, quando Duval embateu fortemente num muro, danificando o seu Focus e ferindo o seu co-piloto de forma séria.

  4. #364
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Loeb deverá testar Red Bull


    Numa altura em que se prepara para conquistar mais um título no WRC (basta-lhe manter o terceiro lugar no Rali do Japão), ficou-se a saber que Sebastien Loeb deverá voltar aos comandos de um Fórmula 1.

    De acordo com a francesa RMC, Loeb deverá pilotar um Red Bull Renault RB4 no dia 17 de Novembro, em Barcelona, numa operação que só deverá ser possível graças à Red Bull, que patrocina também a Citroën no mundial de ralis.

    Para Loeb, este será um regresso às pistas já que o francês competiu em Le Mans em 2005 e 2006.AS

  5. #365
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Hirvonen e Latvala em luta pela vitória

    Mikko Hirvonen continua na liderança do Rali do Japão, embora tenha que se debater com a crescente oposição de Jari-Matti Latvala, que no segundo Ford encetou uma luta pela vitória com o seu chefe-de-fila.

    A apenas três especiais do final do rali, os dois pilotos da Ford parecem não querer abrir mão da vitória, com Latvala a atacar o seu companheiro de equipa na frente do rali.

    Latvala tirou partido dos troços muito escorregadios, fruto das fortes chuvadas da manhã, e do facto de Hirvonen abrir a estrada para lhe ganhar bastante tempo, sendo que na 23ª especial retirou mesmo 13.8s ao líder. Ainda assim, na 26ª especial, Hirvonen respondeu e repôs alguma da sua vantagem, cifrando-se agora nos 9.3s.

    Mas esta luta entre os dois Ford só está a ser possível porque Sebastien Loeb continua firme no terceiro posto, posição que lhe é suficiente para alcançar o seu quinto título no WRC. Já a quase dois minutos de distância, o piloto da Citroën tem-se limitado a levar o carro até ao final das etapas sem correr grandes riscos.

    Mais atrás está Chris Atkinson, no Subaru Impreza, efectuando uma boa prestação num rali em que os carros nipónicos estão a demonstrar um andamento interessante, ainda que longe de poderem atacar os mais rápidos. A prová-lo está a recuperação de Petter Solberg até ao nono posto, depois de regressar ao abrigo do Superally.

    Mais interessante ainda está a ser a prestação dos dois Suzuki, com Toni Gardemeister e Per-Gunnar Andersson a colocarem-se no quinto e sexto posto, respectivamente, naquela que será uma das melhores exibições dos carros amarelos na temporada de 2008. Matthew Wilson é o sétimo, à frente de Federico Villagra, da Munchi's Ford. Armindo Araújo regressou à prova ao abrigo do Superally e está a subir alguns lugares na classificação.

    O rali encaminha-se para os derradeiros troços, onde pouco deverá mudar, pelo menos em relação ao título, já que no que diz respeito à vitória no rali tudo está em aberto entre os dois Ford.

    Classificação após SS26:

    1. Mikko HIRVONEN 2:55:43.2
    2. Jari-matti LATVALA +9.3
    3. Sebastien LOEB +1:58.3
    4. Chris ATKINSON +3:21.8
    5. Toni GARDEMEISTER +5:24.1
    6. Per-gunnar ANDERSSON +5:27.8
    7. Matthew WILSON +5:39.0
    8. Federico VILLAGRA +13:31.1
    9. Petter SOLBERG +13:53.2
    10. Evgeny NOVIKOV +15:46.3

    AS

  6. #366
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Sébastien Loeb Campeão do Mundo

    Sebastien Loeb tornou-se hoje o primeiro piloto a vencer cinco títulos mundiais de ralis, ao obter o terceiro lugar no Rali do Japão.

    A vitória foi para Mikko Hirvonen, com Jari-Matti Latvala na segunda posição a contribuir para a dobradinha da Ford, um resultado insuficiente para evitar que o homem da Citroen assegurasse desde já a conquista do ceptro.

    Loeb já tinha avisado que queria assegurar o título no Japão de modo a estar "livre" de pressão no Rali da Grã-Bretanha, e se assim o pensou, melhor o fez. As coisas não começaram da melhor maneira para si, já que a Ford colocou três dos seus pilotos nas primeiras posições, mas depois do despiste de François Duval, o francês ascendeu à terceira posição para não mais a largar.

    Com este resultado, Loeb ultrapassa assim os quatro títulos de Tommi Makinen e Juha Kankkunen na página de recordes do WRC: "É uma sensação incrível, igualámos o recorde o ano passado e agora somos únicos."

    Chris Atkinson foi quarto classificado, enquanto Per-Gunnar Andersson foi quinto e obteve o seu melhor resultado de sempre no WRC. O seu companheiro de equipa Toni Gardemeister ficou classificado logo a seguir, na frente de Matthew Wilson e Petter Solberg, que regressou no sistema se SuperRally para ser oitavo, o mesmo sucedendo a Dani Sordo, que aidna foi a tempo de alcançar a décima posição, atrás de Frederico Villagra.

    Com este quinto título, Sébastien Loeb destaca-se como o único penta-vencedor mundial de ralis, e logo com cinco títulos consecutivos. Não foi agora que entrou no lote de pilotos de excepção, que nunca é demais recordar. Veja o vídeo dos melhores pilotos de ralis de sempre.

    1. Mikko Hirvonen Ford 3h25:03.0
    2. Jari-Matti Latvala Ford + 31.1
    3. Sebastien Loeb Citroen + 2:30.6
    4. Chris Atkinson Subaru + 3:42.4
    5. Per-Gunnar Andersson Suzuki + 5:12.9
    6. Toni Gardemeister Suzuki + 6:09.4
    7. Matthew Wilson Ford + 7:05.3
    8. Petter Solberg Subaru + 13:19.9
    9. Federico Villagra Ford + 15:40.8
    10. Dani Sordo Citroen + 17:08.5
    AS

  7. #367
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Armindo Araújo ainda chegou ao top 10

    Não foi feliz a passagem de Armindo Araújo pelo Japão. Ainda assim, depois dos problemas de ontem, em que a quebra da transmissão obrigou a uma penalização de 25 minutos, cinco por cada troço não efectuado, e a queda para fora dos 10 primeiros, hoje o piloto português ainda conseguiu chegar ao nono lugar, ficando à porta dos pontos. Não foi o resultado desejado, mas Armindo provou mais uma vez que sem o percalço de ontem teria ficado dentro dos cinco primeiros.

    No final o tetra-campeão nacional estava um pouco triste com o desfecho do rali "que não foi o que nós esperávamos. Foi uma prova muito difícil, com neve, chuva e muita lama. No primeiro dia não tinha o carro muito eficaz durante a manhã e à tarde quase não andei com a anulação de três especiais. Ontem estava já em sétimo e a rodar nos cinco primeiros nas classificativas, tinha mesmo ganho uma mas a transmissão cedeu. Foi pena, porque isso aconteceu na parte final de uma especial em que vinha a fazer a segunda marca e a ganhar muitos segundos a praticamente toda a concorrência. Hoje foi mais uma sessão de testes para Gales e espero poder tirar partido disso lá, até porque é um rali também com muita chuva e lama", explica.

    Apesar do atraso de ontem, o tirsense hoje procurou fazer como sempre o melhor possível. "Não baixámos os braços, sabendo que chegar aos pontos não dependia de nós. Fizemos alterações na afinação de suspensão, que acabaram por não resultaram como eu esperava, mas era importante fazer quilómetros, para o novo engenheiro ter o maior número de dados para analisar. Saio de cabeça erguida, sabendo que fiz tudo o que estava ao meu alcance para conseguir um resultado melhor e que não fosse o problema de transmissão e teria ficado dentro dos cinco primeiros. Agora vamos para Gales e espero terminar bem a temporada", diz a terminar o piloto do Mitsubishi Lancer Evo IX.

    AS

  8. #368
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Hanninen vence e comanda PWRC

    No PWRC o campeonato mudou de líder, já que a ausência de Andreas Aigner nesta prova, aliado à vitória de Juho Hanninen, permitiu ao finlandês passar a comandar a competição com seis pontos de avanço para o companheiro de equipa de Bernardo Sousa na Red Bull Rallye Team.

    Nesta prova, contudo, as despesas iniciais foram feitas por Evgeny Novikov, com o jovem piloto russo (apenas 18 anos) a dominar desde as primeiras classificativas até à última especial quando o diferencial central do seu Mitsubishi Lancer Evo IX cedeu. Hanninen não hesitou e instalou-se na frente do rali, averbando o segundo triunfo do ano.

    AS

  9. #369
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão VIDEO: Acidente de Duval/Pivato

    Patrick Pivato, o co-piloto de François Duval, foi submetido a duas intervenções cirúrgicas, uma para realinhar a pélvis, e outra para debelar hemorragias internas. Aparentemente, Pivato melhora de forma gradual, e está estável.

    O acidente ocorreu na sexta especial da primeira etapa, quando Duval embateu fortemente num muro, danificando o seu Focus e ferindo o seu co-piloto de forma séria. Veja como tudo sucedeu:

    AS

  10. #370
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Pivato evolui de forma positiva


    Patrick Pivato, o co-piloto de François Duval gravemente ferido depois de um despiste no rali do Japão, está a ver o seu estado de saúde evoluir de forma positiva.

    De acordo com o director da equipa Ford, Malcolm Wilson, Pivato está a responder bem aos tratamentos, prevendo-se, no entanto, um logo caminho até à sua recuperação total.

    "Estou muito satisfeito por poder dizer que ele passou uma noite muito melhor" começou por dizer Wilson, referindo, contudo, que "permanece em estado crítico e em coma induzido".

    "Amanhã será efectuada mais uma cirurgia de modo a fixar a pélvis e a perna", observou, acrescentando que, na altura do acidente, temeu o pior.
    "Quando se pensa na posição em que estávamos na sexta à noite, é um grande alivio para toda a gente que ele esteja a fazer os progressos que está a fazer. Ainda não está completamente livre de perigo, mas é óptimo ver os progressos que está a fazer", enalteceu o responsável da equipa BP Ford.

    Pivato deverá permanecer no Japão por mais um mês, antes que possa ser transferido para o seu país.AS

  11. #371
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Sébastien Loeb: "Vou tentar chegar ao sexto!"


    Na sexta temporada completa que fez no Mundial de Ralis, Sébastien Loeb chegou onde nenhum outro piloto conseguiu: ao quinto título consecutivo.

    Tal como em 2005, o francês e o seu navegador Daniel Elena, chegou ao ceptro no país do Sol Nascente, num rali onde teve que trocar a habitual rapidez pela estratégia, o que não foi do seu inteiro agrado, conforme explicou, logo depois de descer do pódio: "foi um fim-de-semana demasiado longo e frustrante em termos de condução, onde não me diverti muito".

    Mas, o que vale um rali quando em cada um dos dedos de uma mão se pode colocar um título? Nada. Por isso, Loeb, desta vez, não poupou sorrisos quando falou da sua conquista: "sinto-me muito, mesmo muito feliz. Não posso dizer se este título é melhor que os anteriores quatro. O primeiro teve um sabor especial porque foi precisamente... o primeiro! Não quero dar a impressão que ganhar é um costume enraizado e é por isso que cada título tem um sabor diferente. O que não muda é o prazer de o partilhar com toda a equipa. Deram-nos sempre um carro com potencial para lutar pela vitória e este é também um título para toda a equipa. Não esqueço também o Daniel Sordo e o Marc Marti, que pelos resultados conseguidos contribuíram também para que fosse possível chegar ao título".

    Motivação intacta

    Mas após cinco títulos, uma pergunta é inevitável: a motivação é ainda a mesma do que em 2004? O francês traz a resposta na ponta da língua: "continuo apaixonado pelos ralis. É sempre excitante ganhar troços e lutar pela vitória. Claro que há coisas aborrecidas como os aviões e as longas viagens que nos "roubam" muito tempo e fazem com que quase nunca esteja em casa. Tenho uma filha e às vezes é bom regressar a casa, mas, com certeza que adoro lutar pelos triunfos e é isso que me dá motivação". Depois destas palavras, não restam dúvidas que o próximo objectivo de Loeb é "dar o título de Marcas à Citroen e depois... voltar no próximo ano para guiar o Citroen e tentar o sexto título!". É que como não esconde o piloto, "há duas coisas importantes nesta disciplina: o número de vitórias e de títulos!".

    Mas para além de Loeb também Daniel Elena pode festejar o seu quinto título consecutivo. Há 10 anos ao lado de Loeb, o navegador monegasco mostrou-se igualmente "muito satisfeito, num ano que não foi tão fácil como as pessoas pensavam. Mas, para mim, mais importante que as estatísticas é o prazer que se tem nos troços, tirando partido da atmosfera da equipa e do trabalho do "Seb"".


    Principais recordes de Loeb
    5 Títulos de Pilotos (2004, 2005, 2006, 2007, 2008)
    46 Vitórias (2002-2008)
    10 Vitórias numa só época (2005, 2008)
    6 Triunfos consecutivos (2005)
    12 Pódios consecutivos (2005, 2006)

    AS

  12. #372
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Sébastien Loeb: "O primeiro sabe sempre melhor..."

    O dia 2 de Novembro de 2008 ficará na história do Campeonato Mundial de Ralis como a data em que Sébastien Loeb e Daniel Elena se tornaram Campeões do Mundo de Ralis pela quinta vez consecutiva, feito único nos anais da disciplina. Efectivamente, desde 2004, ao volante de um Citroën Xsara e depois aos comandos do Citroën C4 WRC, a dupla domina por completo o Mundial de Ralis. Dominadores absolutos da disciplina, Sébastien e Daniel distanciaram-se assim de Juha Kankkunen e, sobretudo de Tommi Mäkinen, o único a ter alcançado quatro títulos consecutivos (1996 a 1999).

    Como em 2005, obtiveram o título no país do Sol Nascente, quando ainda falta uma prova para o campeonato terminar e que se irá disputar daqui a três semanas no País de Gales. Sébastien Loeb/Daniel Elena e Dani Sordo/Marc Martí vão para essa prova com os C4 WRC tentar obter o título de Construtores.

    S. Loeb: "O primeiro sabe sempre melhor..."

    "Foi uma imensa alegria" exclamou no final um exultante Sébastien Leob. "Com o Daniel e o resto de todos os membros da equipa, fixámos como objectivo alcançar novo título, pelo que foi uma enorme satisfação conseguir este feito. Queria muito terminar a prova aqui no Japão para disputar o Rali de Gales de cabeça limpa. Este objectivo forçou-nos a realizar uma prova frustrante, longa e nada divertida. Tentámos não falar sobre o assunto, mas não foi fácil. Porém, a recompensa que se definia cada vez mais no final de cada especial era tão bela que acabou por valer a pena!"

    "Não consigo dizer se este título é melhor que os outros quatro" reconhece o agora quíntuplo Campeão do Mundo de Ralis. "O primeiro terá sempre um sabor muito especial e particular; porque foi o primeiro! Não quero habituar-me muito, mas as sensações não são as mesmas. O que não muda é o prazer de partilhar as vitórias com toda a equipa, pois foram eles que nos deram um carro sempre pronto para tentar a vitória. Este título é também deles. E não me esqueço do Dani Sordo e do Marc Martí que, com os seus resultados, contribuíram para este resultado. Encontro marcado para Cardiff onde vamos tentar a dobrinha conquistando o título de Construtores."

    D. Elena: "Não olho para as estatísticas mas retenho prazer de que desfrutamos no carro"

    "Foi uma prova longa; mas muito agradável" referiu um entusiasmado Daniel Elena. "É o nosso quinto título e de cada vez, a sensação de satisfação é intensa. Não olho para as estatísticas, retenho, sobretudo, o prazer de que desfrutamos no carro, o ambiente da equipa e a cumplicidade com o Seb."

    D. Sordo: "Com dez vitórias merecem amplamente o título"

    "Estou verdadeiramente feliz pelo Sébastien e pelo 'Danos'" comentou Dani Sordo. "Com dez vitórias este ano, eles merecem amplamente o título. Para o Marc e para mim, é uma honra fazer parte da mesma equipa. Falta um rali para o fim da época e vamos tentar conquistar os pontos necessários para levar a Citroën ao título de construtores e garantir o nosso terceiro lugar no campeonato de Pilotos."

    Sordo não terminou o Rali do Japão

    A equipa espanhola não terminou o Rali do Japão. Depois do problema com o turbocompressor, a equipa pediu-lhe que abandonasse antes do pódio para que, como estipula o regulamento, possa estar em Cardiff, à partida do Rali de Gales com um motor novo.

    O. Quesnel: "50 por cento dos nossos objectivos foram alcançados"

    À saída do pódio, a emoção era visível na face de Oliver Quesnel, que celebrou o seu primeiro título aos comandos da Citroën Sport. "É uma sensação realmente muito agradável !" referiu com um largo sorriso o patrão da equipa. "Com o título de Sebastien e do Daniel, 50 por cento dos nossos objectivos foram alcançados. Depois de festejar como deve ser este resultado com toda a equipa Citroën Sport em Satory, iremos imediatamente concentrar-nos na última prova e apresentar-nos no País de Gales para tentar conquistar o primeiro lugar no Campeonato de Construtores. O talento dos nossos pilotos e a motivação da equipa serão preciosos argumentos."

    SÉBASTIEN LOEB & DANIEL ELENA

    5º Título consecutivo de Campeões do Mundo de Ralis*
    1º rali de Sébastien Loeb: Florival em 1997 (França)
    1º rali de Daniel Elena : Bauxite em 1992 (como co-piloto)
    Início de parceria : 1998
    1º rali do Mundial : Catalunha 1999 com um Citroën Saxo Kit Car
    Primeira Vitória no Mundial de Ralis: Alemanha 2002 num Citroën Xsara WRC
    Ralis disputados no Mundial de Ralis: 112 dos quais 98 com um WRC (2 com um Toyota Corolla WRC, 66 com o Citroën Xsara WRC e 30 com o Citroën C4 WRC)
    Pódios no Mundial de Ralis: 72
    Vitórias no Mundial de Ralis: 46 (18 com o Citroën C4 WRC e 28 com o Citroën Xsara WRC)
    Para informação: Marcus Grönholm 30, Carlos Sainz 26, Colin McRae 25, Petter Solberg 13, Mikko Hirvonen 6, Jari-Matti Latvala 1, François Duval 1)

    Títulos no Mundial de Ralis: 5 (2004, 2005, 2006, 2007 e 2008) recorde absoluto
    Maior número de vitórias numa época: 10 (2005 e 2008 (antes do Rali de Gales 2008), recorde absoluto
    Maior número de vitórias consecutivas: 6 em 2005, recorde absoluto
    Pódios consecutivos: 12 em 2005 e 2006
    Recorde de vitórias: Alemanha (8 consecutivas), Córsega (4 consecutivas) e Monte Carlo (5 não consecutivas)
    Sébastien Loeb foi o único piloto não nórdico a impor-se no Rali da Suécia (2004)
    Relação de provas disputadas/vitórias no Mundial de Ralis: 46,9% (46 em 98 disputadas), recorde absoluto.
    Relação de provas disputadas/pódios no Mundial de Ralis: 72,4% (71 em 98)
    Para informação: Apenas Carlos Reutemmann, ex-piloto de F1, fez melhor ao terminar no pódio as duas provas que fez (Argentina em 1980 e 1985)

    AS

  13. #373
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Vodafone Rally de Portugal com muitas novidades


    Depois de ter regressado ao calendário do Campeonato do Mundo de Ralis - WRC em 2007, ausente em 2008 pelo sistema de rotatividade imposto pela FIA, o Vodafone Rally de Portugal estará de volta ao convívio das mais importantes competições mundiais, entre 2 e 5 de Abril do próximo ano, levando às estradas do Algarve e do Baixo Alentejo os maiores nomes dos grandes ralis internacionais.

    Trata-se, na verdade, de um regresso em grande, já que, na sua edição de 2009, o Vodafone Rally de Portugal será pontuável para nada menos do que três campeonatos: WRC - Absoluto, WRC - Junior e WRC - Produção, para além do Ford Fiesta Sporting International Trophy, o que desde logo deixa antever uma lista de inscritos bem recheada.

    A prova do Automóvel Club de Portugal conta com 3 etapas e um percurso total de aproximadamente 1165 km, integrando 18 provas de classificação que perfazem 361 km, o que representa 31% do itinerário do rali.

    Graças à disponibilidade manifestada, desde a primeira hora, pela administração do Parque das Cidades relativamente à utilização dos excelentes recursos do Estádio Algarve, esta infra-estrutura desportiva voltará a ser o centro nevrálgico do rali.

    De salientar que, em 2009, a super especial do Estádio do Algarve estará de volta, sendo disputada por duas vezes, uma logo a abrir a parte competitiva da prova, na quinta-feira, dia 2 de Abril, e a segunda a encerrar esse mesmo quadro, no domingo, dia 5 de Abril, antecedendo a cerimónia de consagração dos vencedores.

    Troços novos são novidade

    O Vodafone Rally de Portugal manterá uma estrutura global semelhante à da edição de 2007, embora apresente muitas novidades em termos de traçado.

    A primeira etapa vai para a estrada na sexta-feira, dia 3 de Abril, com uma dupla passagem por 3 classificativas:

    ? OURIQUE, numa nova versão, com cerca de 23,5 km
    ? SILVES, um troço totalmente novo com 21,5 km
    ? MALHÃO, numa nova versão de uma classificativa utilizada em 2007, agora com uma extensão de 22 km.

    Do programa da segunda etapa, a disputar no sábado, dia 4 de Abril, constam mais três classificativas a percorrer por 2 vezes:

    ? SANTA CLARA, numa nova versão de cerca de 22,5 km
    ? ALMODOVAR, também uma nova versão com um pouco mais de 27 km. ? VASCÃO, introduzido na edição de 2008, mantém-se inalterado com quase 23 km

    A terceira e decisiva etapa, que terá lugar no domingo de manhã, dia 5 de Abril, inclui uma dupla passagem por duas classificativas já tradicionais no Rally de Portugal, para além da já referida super especial no Estádio Algarve:

    ? LOULÉ surge este ano numa nova versão, com cerca de 22,5 km
    ? S. BRÁS DE ALPORTEL, com 16 km
    AS

  14. #374
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Ogier não terá Citroën oficial em 2009

    Olivier Quesnel, director da equipa oficial da Citroën, negou os rumores de que Sebastien Ogier, campeão de JWRC, iria ter lugar na equipa de fábrica em 2009, admitindo, no entanto, que o jovem piloto irá ter a possibilidade de competir com um C4WRC em seis provas da próxima temporada.

    Confrontado com os rumores que davam Ogier como certo num carro da mesma equipa que Sebastien Loeb e Dani Sordo, Quesnel apressou-se a desmentir essa informação.

    "Será um carro privado para o Sebastien [Ogier]. A M1 (equipa oficial) está completa e continuará igual", referiu o responsável da equipa francesa, garantindo que, de momento, "são seis [rondas] para o Seb [Ogier], mas se houver mais dinheiro tudo é possível".

    Também as notícias que davam conta da ligação entre Conrad Rautenbach e a segunda equipa da Citroën (M2), a PH-Sport, foram desmentidas por Quesnel, que garantiu que "não e verdade. Dissemos que queríamos dois carros na equipa M2 e gostaríamos que o Conrad ficasse. Temos um contrato, mas não está assinado", referindo ainda que também Andreas Mikkelsen e Urmo Aava foram nomes aventados pela imprensa.

    "Não há nada assinado", reforçou o francês.
    AS

  15. #375
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Pirelli quer criar WRC2

    A Pirelli quer criar no Mundial de Ralis (WRC) uma categoria em tudo semelhante à GP2, que funciona como antecâmara para a Fórmula 1, ao proporcionar a jovens pilotos a hipótese de competirem em ralis utilizando carros idênticos.

    A ideia foi expressa por Paul Hambery, chefe do departamento de competição da Pirelli, que manifestou o desejo de oferecer aos jovens pilotos uma hipótese de se mostrarem ao volante de um WRC, mas também de aumentar a espectacularidade da competição, uma vez que isso iria aumentar o número de carros em prova.

    Para o futuro imediato, em 2009, o programa Pirelli Star Driver irá providenciar cinco viaturas idênticas semelhantes para cinco pilotos, mas o desejo da marca é alargar essa oferta. "Porquê parar por aqui? Se houvesse 20 destes carros idênticos, teríamos qualquer coisa parecida com o GP2 nas corridas de F1", disse Hambery ao Autosport.com, explicando que nos moldes actuais "é incrivelmente difícil para as equipas encontrarem novos talentos".

    "E os pilotos com bons orçamentos debatem-se com a pressão de ter que escolher onde demonstrar o seu talento e colocarem-se em destaque", referiu, observando ainda que "isto iria resolver todos esses problemas".

    "É o que precisamos. Chamar-lhe-íamos WRC2, corríamos em cinco ou seis provas - algumas de asfalto, outras de gravilha e talvez uma de neve - e criaríamos um degrau de acesso ao WRC", prosseguiu Hambery, para quem esta fórmula teria de ser muito semelhante à seguida pela GP2, em especial no que diz respeito ao número de provas, de modo a manter os custos sob controlo.

    "A Pirelli está a fazer um grande investimento para encontrar novos pilotos, o que é fantástico, mas pode-se fazer mais pelo desporto em si", concluiu Hambery, que revelou ainda não ter sido escolhido o carro para a próxima época do Pirelli Star Driver, embora tudo aponte para os Subaru Impreza de Grupo N.AS

Página 25 de 92 Primeiro ... 1524 25 263575 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar