Página 60 de 92 Primeiro ... 105059 60 6170 ... Último
  1. #886
    Avatar de aiam
    Registo
    May 2007
    Posts
    4.596

    Padrão Armindo Araújo no Monza Rally Show


    Armindo Araújo ainda mal teve tempo para saborear, em Portugal, a conquista do título de Bicampeão do Mundo de Ralis Produção. O piloto de Santo Tirso está hoje, quarta-feira, de partida para Itália onde na próxima sexta-feira marcará presença no Monza Rally Show.

    Conquistado pela segunda vez consecutiva o título mundial na categoria PWRC, Armindo Araújo vai marcar presença no Monza Rally Show.


    A convite da Ralliart Italia, o bicampeão do mundo vai juntar-se a uma serie de pilotos como Dani Sordo, Luca Rossetti (campeão europeu), Paolo Andreucci (campeão de Itália), Andrea Navarra, Gianfranco Cunico, Dindo Capello, Marco Simoncelli, Marco Melandri e Toni Elias.


    Virado essencialmente para o espectáculo, o Monza Rally Show terá nove especiais de classificação, um total de 155,30 km e utilizará em todos troços uma parte do Circuito de Formula 1.


    Para Armindo Araújo, “este é um convite que me deixa muito orgulhoso, pois não é todos os dias que temos a oportunidade de alinhar numa prova tão carismática como esta. Este rali é um verdadeiro êxito em Itália e espero poder proporcionar um bom espectáculo”, afirma.


    O piloto português vai também ter a oportunidade de se sentar num Mitsubishi Lancer Evo X construído com algumas das alterações que serão introduzidas em 2011, na designada nova categoria R4.


    “A Ralliart Itália já tem montado um carro com algumas novidades que serão utilizadas no próximo ano e sinto-me honrado por terem feito questão que fosse o primeiro piloto a guiar este carro. Espero ajuda-los a tirar várias ilações para o futuro”, acrescenta o bicampeão do mundo.

    Distinção na Gala da Confederação do Desporto de Portugal

    Armindo Araújo e Miguel Ramalho foram ontem, terça-feira, homenageados na 15º Gala do Desporto, um evento organizado pela Confederação do Desporto de Portugal.


    O Casino do Estoril encheu-se de desportistas das mais variadas áreas, tendo a dupla portuguesa, recebido a distinção pelo titulo alcançado no Campeonato do Mundo de Ralis Produção.


    “É uma honra ser distinguido a este nível e fazer parte do pequeno lote de desportista que venceram além fronteiras. Sabe bem quando conseguimos levar bem alto no nome de Portugal. O nosso título é também de todos os portugueses”, afirmou Armindo Araújo.


    sapo desporto
    _____________
    O Desporto não dá mais anos à vida, mas dá mais vida aos anos. Por isso pratique-o regularmente.

  2. #887

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Red Line com projecto ambicioso para o Dakar 2011

    Foi ontem apresentado oficialmente o novo projeto da Red Line Off Road Team para o Dakar 2011 com Francisco Inocêncio e Pedro Velosa a estrear a nova Nissan Navara na mítica competição de todo o terreno que vai novamente percorrer pistas da Argentina e do Chile.


    Francisco Inocêncio está confiante neste novo projeto que lidera: "Estou muito satisfeito com a performance da Nissan Navara que adquirimos. É sem dúvida uma máquina impressionante e acredito que posso fazer um bom trabalho nesta edição do Dakar. Aliás, o objectivo é lutar por um lugar no Top 10 entre as equipas privadas. Sei que temos todas as condições para isso e o meu sonho era terminar nos cinco primeiros".

    O navegador Pedro Velosa, apesar de ser um estreante no Dakar, acredita também numa boa classificação: "Estou certo de que podemos alcançar um bom resultado neste Dakar. A equipa tem um projeto sólido que nos permitirá fazer um bom trabalho. Estar à partida do Dakar é o cumprir de um sonho que tenho desde pequeno. Estava inscrito na edição de 2008 que não chegou a partir de Lisboa. Participar ao lado de um piloto como o Francisco Inocêncio numa prova com a importância do Dakar é, de facto, fantástico".

    O Red Line Off Road Team esteve recentemente em testes de preparação em Marrocos onde a equipa pode testar a nova máquina que é o modelo mais avançado construído por técnicos da Nissan para as competições de Rallye Raid.

  3. #888
    Avatar de RSCSA
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    44
    Posts
    15.090

    Padrão "Jari-Matti Latvala está pronto para lutar pelo título"

    Malcolm Wilson, director da equipa Ford no mundial de ralis WRC, acredita que Jari-Matti Latvala está preparado para lutar pelo título na próxima época, depois de uma temporada de excelente nível, tendo batido, constantemente, o colega de equipa, Mikko Hirvonen.

    “Jari está a revelar-se um piloto cada vez mais forte e, apesar de alguns dissabores, acho que ele fez um grande trabalho durante toda a temporada”, começou por dizer Malcolm Wilson.

    “Ele cresceu muito como piloto, mais do que aquilo que eu esperava dele. Agora encontra-se num rol de pilotos de topo. Está preparado para entrar na corrida pelo título”, disse.

    Wilson acrescentou ainda que, apesar de ter perdido o título mundial de construtores para a Citroen, a sua equipa retirou ilações bastante positivas da temporada de 2010.

    “Tivemos a oportunidade de aprender muitas coisas, que no futuro farão de nós uma equipa mais forte”, afirmou.

    “Apenas estou desapontado com uma coisa. Devíamos ter vencido o Rali da Grã-Bretanha e acredito que, caso o Jari não tivesse sido vítima de um furo poderíamos ter saído de lá com a vitória no bolso”, concluiu.
    "autoportal"

  4. #889

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Pilotos portugueses realizaram partida simbólica para o Dakar 2011

    A maioria dos pilotos portugueses que vão ao Dakar 2011 estiveram esta tarde junto ao Padrão dos Descobrimentos onde se realizou a tradicional partida simbólica para o Rali Dakar. Hélder Rodrigues, Ricardo Leal dos Santos, Francisco Inocêncio, Pedro Bianchi Prata e Paulo Gonçalves deram o tiro de partida para a próxima edição da prova, sendo que é já na próxima quarta feira que, no porto francês Le Havre, se iniciam as verificações técnicas que antecedem o embarque das viaturas rumo a capital da Argentina, Buenos Aires, onde o Rali Dakar Argentina Chile irá começar no primeiro dia do próximo ano.

    Para Francisco Inocêncio, uma novidade para este ano, e uma estreia absoluta no Dakar sul-americano: "É mais uma etapa cumprida rumo ao grande rali. Pela nossa parte esta fase não teve, felizmente, o stress de outros anos. Já há alguns dias que tínhamos tudo preparado. A nossa máquina foi revista depois dos treinos em Marrocos e os nossos dois camiões carregados com tudo o que era necessário. Partir do Padrão dos Descobrimentos tem uma carga simbólica muito grande e esperamos vir a ser tão bem sucedidos em terras da América do Sul como o foram os portugueses que daqui saíram para descobrir novos mundos", salientou Francisco Inocêncio.

    Para além destes pilotos que estiveram em Belém, vão estar presentes também Ruben Faria, os homens da Dakartech, Pedro Oliveira, Rui Oliveira e Fausto Mota, não se prevendo neste momento que alguns casos 'pendentes' como Carlos Sousa e Miguel Barbosa, possam rumar à América do Sul, pois muito dificilmente estarão à partida da prova. Contudo, até ao lavar dos cestos é vindima...

  5. #890

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Monza Rally Show,

    Armindo Araújo: "Foi sem dúvida um dos eventos mais interessantes em que participei"
    Nada mau! Armindo Araújo foi uma das grandes figuras da edição 2010 do Monza Rally Show, disputado este fim de semana em Itália, ao terminar a prova na nona posição da geral e vitória na classe Super Produção, num rali onde participaram quase cem concorrentes, sendo que entre os pilotos que ficaram à frente do piloto português contam-se seis WRC, o Lotus Exige GT Cup de Stefano D'Aste e o Peugeot 207 S2000 de Paolo Andreucci.

  6. #891

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão "Apenas 42 furos em três anos de WRC é assinalável!"

    Com o teste de Abu Dhabi, a Pirelli Motorsport iniciou agora uma nova colaboração com os homens da fórmula 1, cujos monolugares vão passar ser equipados com pneus Pirelli. Para trás ficaram três anos em que a marca italiana realizou trabalho semelhante no WRC, cujo balanço é feito agora por Paul Hembery, Director da Pirelli Motorsport:

    Paul, como é que se sente quando o acordo de três anos da Pirelli para o fornecimento de pneus para o WRC chegou ao fim?

    PH: "Mais que qualquer coisa, tenho um sentimento de orgulho. Estamos tristes por nos termos ido embora, mas vamos de cabeça bem levantada e esperamos regressar se os regulamentos forem os certos. Apoiámos o Campeonato Mundial de Ralis durante um dos períodos economicamente mais duros que alguma vez enfrentou e investimos mais de 11 milhões de euros num esquema de desenvolvimento de jovens pilotos. Penso que o nosso investimento espelha bem o nosso empenho e a paixão pelo desporto que todos nós partilhamos. Por isso, tenho a certeza de que se sentirá a falta da Pirelli no próximo ano, pois cumprimos com tudo o que prometemos."

    Que pensa sobre o que foi conseguido pelos pneus propriamente ditos?

    PH: "É óbvio que não posso ter uma opinião imparcial, mas penso que o conseguimos durante os três últimos anos foi fenomenal. No entanto, se falar com os pilotos, equipas e federações, penso que vai ouvir a mesma história. Desenvolvemos os pneus em seis meses e apresentámos um produto que era imediatamente competitivo, versátil e fiável. O número de furos que sofremos comparado com o número de pneus produzidos é negligenciável e isso é um resultado direto da experiência que é comum a toda a nossa equipa."
    O que é que pensa que podia ter feito melhor?

    PH: "Bem, como referi, ocorreram 42 furos no decurso dos três anos e esses foram 42 furos a mais. Mas apenas 42 furos em três anos de WRC é assinalável. Tirando isso, não penso que haja muito que tivéssemos feito de modo diferente. Tivemos a capacidade de ouvir as equipas e adaptarmo-nos às suas necessidades, ao fornecer-lhes um pneu consistente, económico, robusto e competitivo em todas as superfícies. Se falar com Sébastien Loeb, o piloto com mais sucesso no Mundial de Ralis, verá que ele nunca perdeu um rali ou um campeonato devido a um problema de pneus. E isso é algo de que também nos podemos sentir orgulhosos."

    A Pirelli estará representada na WRC Academy no próximo ano. Ficará contente com isso?

    PH: "Absolutamente. Desde o início, sempre afirmámos que o desporto necessitava de uma fórmula simples e económica de pôr em cena as próximas estrelas verdadeiras e estou muito contente por finalmente termos chegado a uma solução. Parte da nossa filosofia central na Pirelli é apoiar jovens pilotos e a Academy é um bom exemplo desse trabalho a decorrer."

    Sente-se confiante num regresso da Pirelli?

    PH: "Extremamente. Nós não vamos abandonar os ralis, porque eles foram o meu primeiro amor e, na verdade, o primeiro amor de todos os membros da nossa equipa. Obviamente que estamos empenhados na Academy no próximo ano, mas permanecemos nos ralis nacionais e no Intercontinental Rally Challenge, onde vencemos três dos quatro eventos em que competimos este ano, acabando em segundo lugar no restante. Se for apresentado um programa do IRC mais abrangente no próximo ano, merecerá certamente a nossa atenção. Mas estamos também a trabalhar em formas de regressar ao WRC e, se os regulamentos forem os certos, estaremos presentes - talvez mais cedo do que algumas pessoas pensam."

  7. #892

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Rali Casinos do Algarve,

    Competisport em duas frentes

    Luís Mota e André Mota e acabaram da melhor maneira mais uma edição do Rali Casinos do Algarve, prova pontuável para o Campeonato Regional Ralis Sul. Não estando a disputar este campeonato, a dupla do Mitsubishi EVO VI partiu essencialmente com o intuito de se divertir e alinhar numa prova que é bastante do seu agrado.Numa prova que correu muito bem, conseguiram assegurar o segundo lugar da geral, até ao último troço que fazia parte do Regional Sul, sendo inclusive os únicos que conseguiram vencer um troço a Ricardo Teodósio.

    A exemplo da maioria das equipas a dupla do Cartaxo arrancou também para a 3ª secção e dominou o resto da prova, obtendo um merecido triunfo na prova. “A prova correu de forma espectacular, impusemos um bom ritmo e conseguimos andar sempre nos lugares da frente, o que foi um óptimo teste para o Rali de Vila Real” concluiu o piloto do Cartaxo.

    E com o Rali Casinos do Algarve terminado, a estrutura da Competisport ruma agora para Trás dos Montes para a última prova do Campeonato Open de Ralis e Campeonato de Portugal Júnior de Ralis. No Rali de Vila Real há ainda um título por decidir no Open de Ralis, já que Alexandre Ramos pode ainda chegar ao título. Para tal a dupla tem que vencer, mas sabe que à partida a sua tarefa não é fácil. “Apesar de de nas ultimas provas em pisos de asfalto termos chegado a bons resultados, aqui sabemos que vamos contar com fortes adversários, e que vamos ter de dar o tudo por tudo para tentar chegar à vitoria”, afirmou Luís Mota. A dupla do Cartaxo desta vez deixa o EVO VI em casa e volta no EVO IV, carro com que têm disputado o Open de Ralis.

    Para André Mota e David Sousa este rali servirá já como um próximo teste para a próxima época. Como nos confirmou o piloto do Peugeot 206 GTI. “Vamos fazer os possíveis para tentar um bom resultado entre os concorrentes do Júnior, mas sabemos que as «nossas contas» para ir mais além no campeonato são mais difíceis, pelo que vamos já encarar esta prova como um teste para a próxima época. Ao que tudo indica irá chover, pelo que irá ser bom para ganharmos ritmo e mais confiança nestas condições”.

    O Rali de Vila Real arranca no sábado de tarde com a realização de 4 troços mais a super especial no centro de Vila Real. No Domingo os concorrentes têm ainda mais 4 troços a cumprir antes da subida ao pódio final.

  8. #893

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Troféu Regional de Ralis de Alenquer continua em 2011


    O Troféu Regional de Ralis de Alenquer terá a sua continuação no ano de 2011.Após algumas semanas de alguma indecisão quanto à continuação do Troféu Regional de Ralis de Alenquer, tal como foi indicado na gala de entrega de prémios da edição de 2010, a organização iria reunir-se durante a semana seguinte á referida gala para aferir sobre o futuro do troféu.


    Após algumas longas reuniões e adiamentos face á decisão, a organização do TRRA tem o prazer de comunicar que está assegurada a realização do referido Troféu durante o ano de 2011.

    No próximo dia 19 de Janeiro, no auditório Damião de Gois em Alenquer, decorrerá a tradicional apresentação do Troféu Regional de Ralis de Alenquer e serão apresentados mais pormenores sobre a edição de 2011.

    Mais uma vez a organização aproveita para agradecer a todos os que contribuiram para os êxitos deste projecto e ainda, para a continuação do mesmo.

  9. #894

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Monza Rally Show

    Armindo Araújo brilhou em Monza
    Armindo Araújo foi uma das grandes figuras da edição 2010 do Monza Rally Show, disputado este fim-de-semana em Itália, ao terminar a prova na nona posição da geral e vitória na classe Super Produção, num rali onde participaram quase cem concorrentes. O bicampeão do Mundo de Ralis Produção adaptou-se muito bem às evoluções R4 introduzidas no Mitsubishi Lancer Evo X e ficou «apaixonado» pelo ambiente criado em torno deste magnífico evento.




    No final do Monza Rally Show, Armindo Araújo foi peremptório em afirmar que “este foi sem duvida um dos eventos mais interessantes em que participei. A parte competitiva é muito bem conseguida mas o ambiente criado pelo público e espectadores é absolutamente fantástico. Adorei a experiencia e espero voltar cá no próximo ano”. Em termos de resultado, ainda que nesta prova a parte competitiva não esteja em primeiro plano, o piloto português faz um balanço muito positivo. “Terminar na nona posição da geral, na frente de carros WRC e S2000 numa lista de noventa e sete concorrentes deixa-me obviamente muito satisfeito. As especiais eram muito técnicas, com muitas chicanes e por isso exigentes. Venci a classe Super Produção e fui um dos melhores estreantes”, sublinhou Armindo Araújo.

    O Monza Rally Show foi o palco escolhido pela Ralliart Itália para estrear o Mitsubishi Lancer Evo X com algumas das evoluções R4 que serão introduzias no PWRC em 2011. O piloto de Santo Tirso ficou bastante agradado com as potencialidades demonstradas pela nova máquina. “É ainda muito prematuro tirar grandes conclusões, até porque as características da prova eram muito particulares. Contudo deu para perceber que existe uma grande margem de evolução para esta base, mas há muito trabalho para fazer”, disse ainda o bicampeão do mundo.

  10. #895

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Estrangeiros dominam treinos das 24 Horas TT Vila de Fronteira

    Andris Dambis, que veio da Letónia e por isso não estranhou o frio intenso que se fez sentir no Terródromo de Fronteira, “vingou” bem o azar da equipa no ano passado, arrecadando a “pole position”
    No arranque da 13ª edição das 24 Horas TT Vodafone-Vila de Fronteira, Andris Dambis, que veio da Letónia e por isso não estranhou o frio intenso que se fez sentir no Terródromo de Fronteira, “vingou” bem o azar da equipa no ano passado, em que o seu Oscar O24H apenas deu três voltas nos treinos antes de partir o motor e conseguiu o tempo mais rápido na qualificação, largando assim da “pole position” de uma extensa grelha de partida, com nada menos do que 92 carros, tantos os participantes nesta prova, trinta dos quais estrangeiros.
    Dambis aproveitou as condições ideais da pista para conseguir bater o recorde do traçado, sendo o primeiro piloto a cumprir os 17 quilómetros de uma volta num tempo inferior a 10 minutos - 9m 57,57s - e a confirmar a equipa letã como uma das favoritas à vitória final. “Desta feita, tudo decorreu de forma perfeita. A pista apresentava condições ideais de aderência e como o seu estado não estava ainda deteriorado, consegui um excelente tempo, que nos coloca para já na frente, o que representa pouco numa prova tão longa. Só espero que possamos ter mais sol na corrida para aquecer um pouco mais o ambiente, sendo notável o número de participantes”, afirmou Dambis.
    Mas o Oscar não foi o único modelo a cumprir uma volta em menos de 10 minutos, o Caze Buggy Nissan do francês Laurent Dornel gastou apenas mais 1,23 segundos do que os mais rápidos em pista, garantindo assim a segunda marca, demonstrando que a formação gaulesa está em Fronteira para lutar também pela vitória.
    A melhor equipa portuguesa garantiu a terceira melhor marca, com José Pedro Fontes a conseguir um excelente tempo logo na sua primeira volta. “Já tinha saudades de guiar em terra e foi um verdadeiro prazer, até porque o carro é bastante competitivo. Penso que ainda poderia ter melhorado na segunda volta, mas já havia muitos carros na pista e isso acabou por ser impossível. De qualquer forma, estamos numa excelente posição e a corrida é muito longa”, referiu o multifacetado piloto do Vodafone Team.
    Referência ainda para os tempos conseguidos por Hugues Moillet, aos comandos do MGR 206CC, com a quarta marca absoluta, e de Miguel Barbosa. O vencedor do ano passado, Mário Andrade, ficou-se pela sexta posição da grelha de partida, que, nas duas primeiras linhas - oito carros -, vai ter apenas presentes duas formações nacionais.
    No sábado de manhã, dia 27 de Novembro, entre as 8:00 e as 9:00, vai ter lugar o warm-up e pelas 12:00 será dada a partida oficial para a corrida, que terminará, logicamente, às 12:00 de domingo, dia 28 de Novembro.

  11. #896

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Miguel Barbosa conduz Peugeot 207 nas 24 Horas de Fronteira

    Após ter anunciado o ingresso num projecto de velocidade em 2011, Miguel Barbosa retorna ao todo-o-terreno para comandar um Peugeot 207 nas 24 Horas TT Vila de Fronteira
    Miguel Barbosa vai conduzir um Peugeot 207 nas 24 Horas TT Vila de Fronteira, que decorrem já este fim-de-semana em Fronteira, marcando o regresso ao todo-o-terreno depois de anunciar o novo projecto de velocidade para 2011, onde, juntamente com José Pedro Fontes, conduzirá um Mercedes SLS GT3.
    Tendo por base os 17 quilómetros do terródromo de Fronteira, esta prova alentejana tem vindo a assumir cada vez mais destaque no panorama nacional como uma grande festa de encerramento da época desportiva de todo-o-terreno.
    Para Miguel Barbosa, esta é “sempre uma experiência muito divertida e competitiva pois é uma prova muito longa e que coloca à prova a resistência dos pilotos e carros”. Quanto às suas expectativas para esta prova, o piloto lisboeta acredita “poder ter condições para disputar a vitória pois, apesar de não conhecer bem o carro, o primeiro contacto de hoje deu para perceber que é muito divertido de conduzir e rápido”. No entanto, a fiabilidade do mesmo “ainda não foi comprovada” pela equipa. “É sempre uma incógnita perceber se vamos poder andar sempre a fundo ou ter algum cuidado com o carro”, referiu o piloto.
    As 24 Horas TT Vila de Fronteira têm início às 12:00 deste sábado e termina pelas 12:00 de domingo, sendo alvo de diversos apontamentos televisivos.

  12. #897

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Rui Lopes vence ronda do Desafio ELF/Mazda em Fronteira

    Rui Lopes vence ronda do Desafio ELF/Mazda em Fronteira
    Numa prova em que as seis Mazda BT 50 participantes conseguiram concluir a corrida, o Team Solar do Bitoque venceu a última ronda do Desafio ELF/Mazda e garantiu o 7º lugar absoluto
    O Desafio ELF/Mazda 2010 terminou de forma brilhante com as seis Mazda BT 50 que estiveram à partida das 24 Horas TT Vila de Fronteira a ultrapassarem a linha de chegada e com a equipa do Team Solar do Bitoque a alcançar o triunfo, classificando-se no 7º lugar absoluto, 3º da categoria T1 e 3ª equipa portuguesa.
    Com este resultado Rui Lopes confirmou a segunda posição na classificação desta competição monomarca, terminando com apenas menos dois pontos que o vencedor, João Pais. “Nesta corrida alcançámos tudo o que nos tínhamos proposto. Participámos com três carros e todos estiveram à chegada, apesar de alguns dos pilotos serem estreantes. Vencemos entre os concorrentes ao Desafio ELF/Mazda e com o triunfo às 12 horas conseguimos confirmar o segundo lugar. O 7º lugar absoluto foi a cereja em cima do bolo para este espectacular fim-de-semana”, salientou Rui Lopes, na hora de subir ao pódio.Confirmando que rigor e regularidade podem superar toda a inexperiência, o quarteto do Team Solar do Bitoque composto por Rui Gouveia, Joaquim Soares, João Elias e José Manuel, com três pilotos estreantes, averbou a 2ª posição, à frente da formação da Xuxas Car, liderada por Paulo Pinto, que partilhou o volante da sua Mazda BT 50 com Pedro Marcelo, Carlos Pinto e Fernando Carvalho.
    Apesar das dificuldades que a equipa passou na parte inicial da corrida, o quarteto do Mazda Açores TT Team, onde se destacava a presença da alemã Ellen Lohr, encetou uma notável recuperação e a piloto germânica saiu de Portugal rendida a esta fabulosa prova portuguesa prometendo regressar em 2011.
    Embora fora do Desafio ELF Mazda, destaque ainda para o 9º lugar absoluto da Mazda CX7 Proto, que rodou durante grande parte da corrida na 4ª posição. Para Luís Morais, da Mazda Motor de Portugal, “pelo segundo ano consecutivo todas as Mazda que participaram nesta excelente prova cruzaram a linha de chegada o que confirma a qualidade e fiabilidade das BT 50”. “Isto vem também demonstrar que o Desafio ELF Mazda está bem vivo e posso desde já assegurar a sua continuidade para 2011. Dou os meus parabéns a todos os pilotos e as todas as pessoas que nas suas equipas trabalharam para que este sucesso fosse alcançado”, acrescentou.

  13. #898

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Lamy, Fontes, Coimbra e Silva vencem 24 Horas de Fronteira

    Numa das mais concorridas edições dos últimos anos, a equipa Vodafone dominou a prova do início ao fim, aproveitando o facto de o seu carro não ter sofrido qualquer problema mecânico
    A equipa portuguesa formada por Pedro Lamy, José Pedro Fontes, António Coimbra e Luís Silva, em BMC-BMW, venceu, este fim-de-semana, a 13ª edição das 24 Horas TT Vila de Fronteira, terminando com seis anos de domínio francês na prova alentejana. Numa das mais concorridas edições dos últimos anos, com a presença de 92 equipas e 345 pilotos, a equipa Vodafone dominou a prova do início ao fim, beneficiando do facto de o seu carro não ter registado qualquer problema mecânico.
    O domínio dos vencedores foi incontestável, uma vez que lideraram desde a primeira curva até ao baixar da bandeira de xadrez. Com um carro que apresentou uma grande fiabilidade mecânica, os homens da Vodafone apenas tiveram de fazer as manutenções mais aconselhadas numa prova com estas características, sabendo evitar de forma perfeita as dificuldades resultantes da degradação do piso e das constantes ultrapassagens que foram obrigados a fazer. “Este foi o triunfo de uma equipa e de um carro muito bem preparado. Soubemos não cometer erros e isso foi determinante para o resultado conseguido”, afirmou Pedro Lamy, sublinhando ainda que “o BMC é um carro ideal para esta prova, não só devido ao motor BMW a diesel com um óptimo binário, que muito ajudou nas ultrapassagens, mas também pela dimensão das rodas, que contribuiu para ultrapassar com maior facilidade a progressiva degradação da pista”.

    De início, a formação da Letónia, liderada por Andris Dambis, com o espectacular Oscar O24H especialmente concebido para Fronteira, com um potente motor de um Corvette 8l, foi a maior ameaça para os pilotos portugueses, mas a 13ª hora seria fatal para as aspirações da equipa de Leste, que se viu obrigada a desistir com a caixa de velocidades partida.

    No segundo lugar, com menos três voltas, terminou a equipa francesa liderada por Aurélie Beyris, com o Renault Clio Moncé tripulado por Fanxoa/Mouhica/Wadoux/Beyris, que foi a melhor com duas rodas motrizes, tendo sido seguida, no terceiro posto, pelo Caze Buggy Nissan dos igualmente franceses Dornel/Lacam/Caze/Garicoix, também a três voltas.

    Os vencedores do ano passado, a equipa liderada por Mário Andrade, não foram tão felizes nesta edição, pois imensos problemas de travões no Moncé Clio V6 acabaram por condicionar a sua actuação, ditando o quarto lugar final. A segunda melhor formação portuguesa foi constituída por Manuel Rosa e Lino Carapeta, que levaram o seu Bowler Wildcat até ao quinto lugar da prova, a cinco voltas dos vencedores. Por seu turno, Rui Lopes impôs-se no Desafio Elf/Mazda, ao terminar no sétimo lugar final.

    Classificação final das 24 Horas TT Vila de Fronteira

    Pos.
    Pilotos
    Carro
    Tempo
    1
    Lamy/Fontes/Silva/Coimbra BMC-BMW 24h 01m 51,539s
    2
    Fanxoa/Mouhica/Wadoux/Beyris Renault Clio Monce a 3 voltas
    3
    Dornel/Lacam/Caze/Garicoix Caze Buggy Nissan a 3 voltas
    4
    M. Andrade/A. Andrade/Lansac/Letang Monce Clio v6 a 4 voltas
    5
    Rosa/Carapeta/Airos/Correia Bowler Wildcat a 5 voltas
    6
    Lhoste/Billaut/Boutron Bowler Wildcat a 5 voltas
    7
    Pereira/Lopes/Barroco Mazda BT50 a 7 voltas
    8
    Barbosa/Finkelstein/Desgranges/Coimbra Schmit Peugeot 207T a 8 voltas
    9
    Quintaneiro/Machado/Madaleno/Silva Mazda CX7 Proto a 11 voltas
    10
    Morize/Godet/Guyot/Anquetil Mercedes 500 ML a 13 voltas

  14. #899

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Rali Dakar Argentina:

    Navara de Francisco Inocêncio embarca para Buenos Aires
    O veículo do Red Line Off Road Team, uma Nissan Navara que será comandada por Francisco Inocêncio e Pedro Velosa, vai ostentar o número 331 no Rali Dakar Argentina-Chile
    A Nissan Navara da dupla constituída por Francisco Inocêncio e Pedro Velosa, os pilotos do Red Line Off Road Team, vai ostentar o número 331 no Rali Dakar Argentina-Chile, competição que arranca no próximo dia 1 de Janeiro de 2011 da cidade de Buenos Aires, capital da Argentina.
    Numa lista de inscritos com 146 concorrentes na competição automóvel, onde pontuam a quase totalidade dos mais importantes pilotos da modalidade, a equipa portuguesa surge junto das melhores equipas privadas, com quem aposta disputar um lugar no “top 10”.
    Depois da partida simbólica, que teve lugar junto ao Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa, a Nissan Navara da equipa Red Line Off Road Team foi verificada, na passada quarta-feira, no porto francês Le Havre e embarcou de seguida rumo a Buenos Aires, juntamente com as viaturas da grande maioria dos concorrentes inscritos, excepção feita aos sul-americanos e a alguns dos carros das equipas de fábrica.
    “A contagem decrescente já começou. Ter um número atribuído é também um momento importante e faz-nos sentir cada vez mais dentro da prova. Estar junto dos nossos mais directos adversários na lista de inscritos é bastante relevante, não só pelo prestígio, mas também porque não havendo um prólogo essa será a ordem de partida para a primeira etapa”, salientou Francisco Inocêncio.

  15. #900
    Avatar de aiam
    Registo
    May 2007
    Posts
    4.596

    Padrão Carlos Oliveira prepara primeira equipa angolana para o Dakar





    O piloto angolano Carlos Oliveira leva em 2011, pela primeira vez, uma equipa de Angola ao Rali Dakar e será acompanhado pelo navegador português Ricardo Cortiçadas na Argentina e no Chile, entre 01 a 16 de Janeiro.

    A aventura angolana no Dakar só em 2011 vai estar oficialmente na linha de partida mas na verdade já começou em 2008 quando Carlos Oliveira ganhou um concurso para encontrar o piloto que iria representar a marca ZZ Nissan, chinesa, na altura em que esta abriu a sua fábrica em Angola.

    Por adversidades ocorridas na altura, Carlos Oliveira não chegou ao Dakar mas embarcou numa corrida alternativa que ligou a Rússia à China, levando-o a “manter a energia para, na primeira oportunidade”, avançar para o Dakar, contou o próprio à Lusa.

    Carlos Oliveira, sublinhando “alguma falta de experiência” em provas internacionais, coloca como fasquia mínima para este Dakar 2011 “chegar ao fim”, porque sabe que “apenas 30 por cento dos carros, em média, atingem esse objectivo”.

    Com o português Ricardo Cortiçadas como navegador, Carlos Oliveira vai pilotar

    Mas sabe igualmente que, “com os quilómetros e a habituação ao carro e às condições duras da prova”, poderá “realinhar os objectivos” e pensar em algo mais que “apenas chegar ao fim”, com o seu Nissan proto T1, com motor V6 de 3,8 litros e 382 cv.

    “Sabemos todos que os lugares de topo estão já encomendados pelas equipas das marcas e temos consciência das nossas limitações, mas só momento a momento da prova poderemos ver até onde poderemos chegar”, sublinhou.

    Carlos Oliveira vai ter a seu lado “o experiente Ricardo Cortiçadas”, que já tem experiência nestas provas na equipa do também português Lino Carrapeta, que o piloto angolano já conhece “há bastante tempo” e com quem tem uma boa relação, confiando que “juntos” poderão conseguir uma boa prova.

    O carro que Oliveira e Cortiçadas vão levar ao Dakar 2011 já está a caminho de Buenos Aires, tendo aproveitado uma viatura semelhante para fazer a apresentação pública da equipa na Ilha de Luanda.

    As provas do Dakar 2011, entre a Argentina e o Chile vão decorrer ao longo de duas semanas, de 01 a 16 de Janeiro, tendo pela frente, no topo das dificuldades, os míticos Paso de San Francisco e Paso de Jama, na Argentina, bem como a altitude, que em alguns troços passará dos 5000 metros.


    sapo desporto

    _____________
    O Desporto não dá mais anos à vida, mas dá mais vida aos anos. Por isso pratique-o regularmente.

Página 60 de 92 Primeiro ... 105059 60 6170 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar