Página 63 de 92 Primeiro ... 135362 63 6473 ... Último
  1. #931

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão IRC: Bryan Bouffier vence nos 100 anos do Rali de Monte Carlo

    Francês venceu pela primeira vez o Rali de Monte Carlo e arrancou de modo perfeito a temporada do campeonato IRC de ralis

    O piloto francês Bryan Bouffier, em Peugeot 207 S2000, conquistou na noite de sexta-feira a vitória na edição comemorativa dos 100 anos do Rali de Monte Carlo, primeira prova da temporada do campeonato IRC (Intercontinental Rally Challenge).
    Bryan Bouffir terminou a prova com um total de 3:32.55,6 horas, batendo o belga Freddy Loix (Skoda Fabia), segundo classificado, por 32,5 segundos, e o britânico Guy Wilks (Peugeot 207), terceiro, por 1m19,7s.
    Stéphane Sarrazin terminou na terceira posição, mas uma penalização de 30 segundos atirou o francês para a quarta posição final, à frente do experiente François Delecour (Peugeot 207).
    Bruno Magalhães explica despiste em Monte Carlo
    O português Bruno Magalhães (Peugeot 207 S2000) também participou no Rali de Monte Carlo, mas abandonou logo na última especial da primeira etapa, quarta-feira, ao sair de estrada, quando seguia no nono lugar.
    Classificação final:
    1º Bouffier B. - Panseri X. Peugeot 207 - 3:32:55.6
    2º Loix F. - Miclotte F. Skoda Fabia - +32.5
    3º Wilks G. - Pugh P. Peugeot 207 - +1:19.7
    4º Sarrazin S. - Renucci J. Peugeot 207 - +1:21.9
    5º Delecour F. - Savignoni D. Peugeot 207 - +1:22.4
    6º Hänninen J. - Markkula M. Skoda Fabia - +1:29.3
    7º Vouilloz N. - Veillas B. Skoda Fabia S2000 +4:47.8
    8º Kopecký J. - Starý P. Skoda Fabia S2000 +7:45.9

  2. #932
    Avatar de aiam
    Registo
    May 2007
    Posts
    4.596

    Padrão Loeb esperançado no DS3 WRC


    O heptacampeão mundial de ralis vai iniciar o Mundial ao volante de um novo carro e perspectiva que no Rali de Portugal possa estar em condições de lutar pela vitória.

    Na apresentação da equipa Citröen e do DS3 WRC para o Mundial de Ralis 2011, o francês Sebastien Loeb mostrou-se cauteloso na abordagem ao campeonato em virtude de ir estrear o novo 1.6 turbo da marca francesa.


    «Ninguém sabe o verdadeiro potencial de cada um (Mini e Ford são as outras marcas em prova), pelo menos nas duas primeiras provas que são um pouco atípicas. A neve da Suécia não transmite aquilo que os carros valem e no México a altitude condiciona a performance dos motores. Por isso, só no Rali de Portugal poderemos ter a noção correcta do que valem todos», afirma Loeb, que adianta que é no nosso país que pensa «estar à altura de discutir a vitória».


    sapo desporto

    _____________
    O Desporto não dá mais anos à vida, mas dá mais vida aos anos. Por isso pratique-o regularmente.

  3. #933
    Avatar de aiam
    Registo
    May 2007
    Posts
    4.596

    Padrão Petição pede Armindo Araújo no WRC



    O piloto português espera a resposta de um patrocinador para poder confirmar se entra ou não no WRC.

    O bi-campeão do Mundo de Ralis na categoria de Produção, Armindo Araújo, está às portas do WRC, mas falta ainda a confirmação de um apoio para que o piloto português possa colocar em marcha o projecto que nesta altura está já totalmente planeado. Posto isto, uma petição pública procura sensibilizar o patrocinador em causa para disponibilizar ao piloto as verbas necessárias para chegar à categoria máxima dos ralis.


    A Mini e a Ford estão interessadas em contar com o piloto de Santo Tirso para esta temporada, mas por enquanto as verbas disponíveis ainda não são suficientes e Armindo espera pacientemente pela resposta positiva de um dos patrocinadores, que lhe permitirá então a entrada no WRC.


    «O projecto para alinhar no próximo mundial com um WRC está bem encaminhado e as negociações, felizmente, entraram no caminho certo. Recebemos sucessivas confirmações da quase totalidade dos patrocinadores, muito satisfeitos com o retorno alcançado a todos os níveis. Aliás, até um sponsor estrangeiro se juntou ao projecto, sinal inequívoco do prestígio e da notoriedade alcançados pela nossa carreira. No entanto, falta ainda a confirmação de um patrocinador muito forte para colocar o projecto em andamento.»


    Para ajudar à decisão, foi então lançada uma petição pública que visa facilitar ao piloto o apoio que necessita:


    «Armindo Araújo, conhecido piloto Português bi-Campeão Mundial de Ralis, depende única e exclusivamente da resposta de um patrocinador para dar o salto para a categoria máxima do desporto Automóvel (ralis) WRC. Gostaríamos de sensibilizar a GALP a decidir rapidamente e a favor do seu maior embaixador no mundo», pode ler-se na petição, que conta já com quase 500 subscritores.


    sapo desporto
    ____________
    O Desporto não dá mais anos à vida, mas dá mais vida aos anos. Por isso pratique-o regularmente.

  4. #934
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.143

    Padrão Campeonato nacional com 9 inscritos a três semanas do início



    Primeira prova do «nacional» de ralis, o Rali Torrié 2011, vai para a estrada a 26 e 27 de Fevereiro

    É mais um sinal da crise que se vive há muito na competição automóvel em Portugal. Numa altura em que faltam apenas três semanas para o início da temporada e terminado o prazo para o desconto máximo, apenas 9 pilotos estão inscritos no Campeonato de Portugal de Ralis.

    Paulo Neto foi o primeiro piloto a inscrever-se a 24 de Janeiro, para nos dias seguintes o fazerem também Hugo Mesquita, Pedro Peres, Ivo Nogueira, Victor Calisto, João Silva, e já no último dia do mês, Frederico Gomes, Isabel Ramos e Ricardo Moura.

    A primeira prova do «nacional» de ralis, o Rali Torrié 2011, vai para a estrada a 26 e 27 de Fevereiro, arrancando de Póvoa de Lanhoso e terminando em Vieira do Minho.

    Auto Portal

  5. #935
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.143

    Padrão Kubica gravemente ferido num acidente de ralis

    Piloto de F1 com prognóstico reservado

    Robert Kubica, piloto da Lotus Renault, ficou gravemente ferido este domingo no rali "Ronde di Andora", perto de Génova, e o diagnóstico do piloto polaco é reservado, segundo fonte médica garantiu à France Press.

    Kubica, de 26 anos, conduzia um Skoda Fabia na Segunda Ronda de Andorra – Memorial Roberto Melloto quando se despistou e embateu a alta velocidade contra uma parede de uma igreja. O piloto foi prontamente transferido de helicóptero para o Hospital Santa Corona, em Génova e, embora se encontre consciente, apresenta vários traumatismos.

    O co-piloto, Jacub Gerber, saiu ileso do acidente.

    Record

  6. #936
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.143

    Padrão Armindo Araújo a um passo do WRC



    Piloto de Santo Tirso está apenas à espera da resposta de um último patrocinador para escolher entre a Ford ou a Mini

    O piloto português Armindo Araújo, bicampeão da classe de Produção, admitiu esta segunda-feira Agência Lusa que está a um passo de participar no próximo Campeonato do Mundo de Ralis (WRC), faltando apenas a resposta definitiva de um patrocinador.

    “Estamos com projecto definido, temos mais de uma marca com abertura para corrermos por eles. Basicamente, temos tudo fechado com todos os patrocinadores, faltando apenas um que ainda não nos deu uma resposta definitiva, resposta essa que está por dias”, afirmou Armindo Araújo à Lusa.

    O piloto de Santo Tirso adiantou que “o trabalho para entrar no WRC está todo feito” e revelou que, mal tenha “luz verde” do último patrocinador, terá que escolher entre a Ford ou a Mini, as duas equipas que se mostraram interessadas no português.

    “Quando esse patrocinador der uma resposta positiva, anunciaremos o nosso programa e a equipa. Agora nada pode ser feito sem termos uma resposta positiva do patrocinador que falta. A equipa que der melhor melhores condições de trabalho futuro vai ser a equipa que iremos escolher”, referiu o piloto de 33 anos.

    Para já, Armindo Araújo será “baixa” certa no Rali da Suécia, que está agendado de 12 a 14 de Fevereiro e que assinala o arranque da temporada 2011 do WRC.

    “Sabemos que não se pode montar um projecto destes e ganhar logo no primeiro ano. Isso aconteceu, por exemplo, quando apostámos na Produção. Este é um projecto a médio longo prazo com o objectivo de sermos campeões mundiais”, explicou Armindo Araújo.

    Em 2009 e 2010, o piloto português venceu o campeonato de Produção (PWRC) com um Mitsubishi Lancer.

    Auto Portal

  7. #937
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.143

    Padrão «Rail» entrou na frente e saiu pela traseira do Skoda de Kubica




    Novos detalhes do violento acidente sofrido pelo piloto polaco Robert Kubica no Rali «Ronde di Andora», em Itália

    A pouco e pouco vão sendo revelados mais detalhes do violento acidente sofrido por Robert Kubica no Rali «Ronde di Andora», em Itália. Agora, um vídeo divulgado no Youtube mostra três fotos, de frente e traseira, onde se percebe que o «rail» que atingiu o piloto polaco atravessou todo o interior do Skoda Fabia S2000 de Kubica, que sofreu fracturas múltiplas no braço, perna e mão direita.

    Jakub Gerber, co-piloto de Robert Kubica, explicou os detalhes do acidente que deixou o piloto polaco em estado muito grave. "Sabíamos que o piso estava um pouco escorregadio devido à humidade e estávamos preparados para enfrentar essas condições. Depois de derrapar, o carro foi contra o primeiro rail de proteção e depois bateu no segundo...", começa por referir Gerber, que saiu ileso do acidente.

    "O rail entrou pelo carro e foi mesmo contra o Robert. Vi logo que era grave... Ele tinha também uma nódoa bastante negra debaixo do olho por ter batido contra o volante. Depois disso, o Robert desmaiou e eu tive de sair pela janela porque a porta ficou presa", acrescentou.

    O italiano Mauro Moreno foi o primeiro piloto a passar na zona do acidente e foi através do seu co-piloto que foi feita a primeira chamada para alertar os bombeiros e a organização.

    "Foi um cenário horrível. Chamei-o várias vezes, mas ele não respondia. O rail estava todo dentro do habitáculo. Perguntei ao co-piloto se ele estava bem e ele disse que não qualquer problema. Fiz o mesmo com o Robert mas não valeu de nada. Ele estava inconsciente e não conseguia falar", referiu Mauro Moreno.

    Veja as imagens:



    Auto Portal

  8. #938
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.143

    Padrão WRC: Tudo pronto para uma nova «era» no Mundial de Ralis



    Nova regulamentação técnica, espectáculos de domingo à tarde e mais equipas inscritas são as principais alterações para a nova temporada do mundial de ralis

    Está tudo pronto para o início de uma nova «era» no «World Rally Championship». Nova regulamentação técnica, motores “universais”, caixas de velocidades diferentes, espectáculos de domingo à tarde nas televisões e mais equipas inscritas são as principais alterações para a nova temporada do mundial de ralis, tudo com o objectivo de trazer maior competitividade e espectáculo ao Mundial de Ralis.

    Tanto em termos técnicos, como em termos desportivos, os responsáveis da Federação Internacional do Automóvel (FIA), do WRC e dos construtores e equipas, após longas negociações, concordaram com várias alterações de fundo.

    A começar pelos carros, com a adopção de uma plataforma mais curta e estreita, indo ao encontro dos veículos de série mais comuns. Por exemplo, os Citroen C4 e os Ford Focus foram substituídos pelo DS3 e pelo Fiesta, respectivamente, e vão ter a concorrência do novo Mini Countryman, a grande novidade em termos de marcas para esta temporada.

    Em termos mecânicos, é adoptado um novo bloco «universal» de 1,6 litros, com turbo, que pode ser utilizado por outras categorias desportivas, nomeadamente em especialidades com provas em circuito, como os turismos – WTCC também adopta os 1.6 Turbo. A potência deverá continuar perto dos 300 cavalos, como os motores de 2,0 litros, com turbo, da era anterior (1996-2010), mas com menos binário e regimes mais elevados.

    Enquanto isso, mantém-se a «tradicional» transmissão às quatro rodas, mas sem diferenciais centrais electrónicos, nem patilhas de mudança de velocidades ao volante. As antigas manetes na consola estão de volta, embora de comando sequencial (um toque).

    Também nos pneus há novidades, com a francesa Michelin como único fornecedor de “borrachas” no WRC, após a partida do fabricante italiano Pirelli para a Fórmula 1.

    Armindo Araújo a um passo do WRC

    Para aumentar o espectáculo foi criada uma «Super etapa especial». A última prova especial de classificação de cada uma das 13 provas, aos domingos, vai dar três pontos de bónus ao piloto com o melhor registo, dois ao segundo mais rápido e um ao terceiro, promovendo mais espectáculo, com vista às transmissões televisivas.

    Os habituais pontos do campeonato para cada classificação final dos ralis mantêm-se - 25 pontos para o vencedor, 18 para o segundo classificado, 15 para o terceiro, etc.

    «Monster girls» revelam novo carro de Ken Block

    No que diz respeito aos concorrentes, as categorias e formas de inscrição foram alargadas, com oito equipas já inscritas no campeonato, embora algumas só alinhem com uma viatura e, em certos casos, só em parte da temporada, até porque as marcas não estão a conseguir responder à procura pelos novos modelos – não são permitidos carros da temporada passada.

    As equipas habituais (Citroen, Ford, Stobart), com duas viaturas, e a Munchi’s (uma viatura) vão ter a companhia das escuderias privadas de Kimi Räikkonen (Ice1Racing), de Dennis Kuipers (FERM Power Tools), de Ken Block (Monster) e de Khalid Al-Qassini (Abu Dhabi), estando também já confirmada a participação de Petter Solberg aos comandos de um Citroen DS3 WRC.

    Auto Portal

  9. #939
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.143

    Padrão WRC: «Monster girls» revelam novo carro de Ken Block



    Piloto norte-americano tem confirmada participação no Rali de Portugal, assim como em três «Gymkhanas»

    Ken Block e a Monster World Rally Team apresentaram ao seu melhor estilo as cores do Ford Fiesta WRC com que o piloto norte-americano, mais conhecido pelos seus «malabarismos» com carros de competição, irá participar na nova temporada dos mundial de ralis, que arranca esta semana com o Rali da Suécia.

    O programa inclui a participação no Rali de Portugal, mas também no Festival de Goodwood, nos famosos «X Games», assim como em algumas provas de Rallycross e ainda três «Gymkhanas».

    "Sou um grande sortudo por fazer isto tudo, acredito que vai ser um ano fabuloso", comentou Ken Block, que espera fazer melhor que na temporada passada, que ficou longe de resultados de relevo.

    No vídeo mais abaixo e na galeria de fotos poderá ficar a conhecer as novas «Monster Girls».

    Auto Portal

  10. #940
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.143

    Padrão Armindo Araújo no WRC: "Tudo está do lado do patrocinador"



    Projecto do piloto português está apenas dependente da decisão de um patrocinador. Ford ou Mini são as duas marcas interessadas

    Armindo Araújo, bi-campeão mundial de Ralis na categoria de Produção (P-WRC), disse hoje que caso venha a competir no WRC terá um projecto a três anos e que espera de um “grande resultado” a médio/longo prazo. O piloto português reafirmou que apenas lhe falta a resposta de um patrocinador, sem confirmar ou desmentir que se trata de uma petrolífera nacional, e que só com esse apoio é que poderá entrar no campeonato mundial de ralis.

    “Mais uma semana, menos uma semana, tem que haver uma decisão. Tudo está do lado do patrocinador”, referiu o piloto.

    Certo é o interesse de duas marcas nos serviços do português, a Ford e a Mini, mas Armindo Araújo explicou ainda não ter sido tomada uma decisão, dependendo do projecto em que venha a ser inserido.

    “(Queremos) uma equipa que nos dê um projecto a médio/longo prazo e que nos insira nos programas de desenvolvimento e testes. A minha decisão tem a ver com a minha posição futura dentro da equipa e não tanto com o ano de 2011”, acrescentou.

    Armindo Araújo eleito «Personalidade do Ano» no WRC

    Com a possibilidade do WRC no horizonte, o piloto de Santo Tirso não fará o calendário completo, já que uma época inteira tem um custo entre os 3,0 e os 3,5 milhões de euros.

    “Será um programa seleccionado de corridas e estamos a fazer um investimento mais ou menos como fizemos na produção, em que apresentámos um projecto a três anos”, disse o piloto de 33 anos, colocando já de parte o arranque de época (rali da Suécia).

    O piloto especificou que os orçamentos também dependem dos projectos e da quantidade de testes realizados pelas equipas, sabendo que a “grande fatia” nos orçamentos são esses mesmos testes e que é algo muito variável.

    Depois de tão grande sucesso na produção, com os títulos mundiais de 2009 e 2010, a ideia é usar a mesma estratégia de médio prazo para o WRC, sabendo “que nada se faz de um dia para o outro”.

    O Mundial de ralis é um sonho na carreira do piloto, uma meta para a qual diz ter trabalhado durante toda a vida, e considera que mais do que um objectivo pessoal, é um projecto abrangente, que passa por Portugal ter um piloto permanente na categoria máxima.

    “É o maior desafio da minha carreira”, acrescentou, não colocando de lado, com a equipa, o momento e o carro certos, a hipótese de também vir a ser campeão mundial na categoria.

    Auto Portal

  11. #941
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.143

    Padrão WRC: Tudo pronto para uma nova «era» no Mundial de Ralis (fotos)



    Nova regulamentação técnica, espectáculos de domingo à tarde e mais equipas inscritas são as principais alterações para a nova temporada do mundial de ralis

    Está tudo pronto para o início de uma nova «era» no «World Rally Championship». Nova regulamentação técnica, motores “universais”, caixas de velocidades diferentes, espectáculos de domingo à tarde nas televisões e mais equipas inscritas são as principais alterações para a nova temporada do mundial de ralis, tudo com o objectivo de trazer maior competitividade e espectáculo ao Mundial de Ralis.

    Tanto em termos técnicos, como em termos desportivos, os responsáveis da Federação Internacional do Automóvel (FIA), do WRC e dos construtores e equipas, após longas negociações, concordaram com várias alterações de fundo.

    A começar pelos carros, com a adopção de uma plataforma mais curta e estreita, indo ao encontro dos veículos de série mais comuns. Por exemplo, os Citroen C4 e os Ford Focus foram substituídos pelo DS3 e pelo Fiesta, respectivamente, e vão ter a concorrência do novo Mini Countryman, a grande novidade em termos de marcas para esta temporada.

    Em termos mecânicos, é adoptado um novo bloco «universal» de 1,6 litros, com turbo, que pode ser utilizado por outras categorias desportivas, nomeadamente em especialidades com provas em circuito, como os turismos – WTCC também adopta os 1.6 Turbo. A potência deverá continuar perto dos 300 cavalos, como os motores de 2,0 litros, com turbo, da era anterior (1996-2010), mas com menos binário e regimes mais elevados.

    Enquanto isso, mantém-se a «tradicional» transmissão às quatro rodas, mas sem diferenciais centrais electrónicos, nem patilhas de mudança de velocidades ao volante. As antigas manetes na consola estão de volta, embora de comando sequencial (um toque).

    Também nos pneus há novidades, com a francesa Michelin como único fornecedor de “borrachas” no WRC, após a partida do fabricante italiano Pirelli para a Fórmula 1.

    Armindo Araújo a um passo do WRC

    Para aumentar o espectáculo foi criada uma «Super etapa especial». A última prova especial de classificação de cada uma das 13 provas, aos domingos, vai dar três pontos de bónus ao piloto com o melhor registo, dois ao segundo mais rápido e um ao terceiro, promovendo mais espectáculo, com vista às transmissões televisivas.

    Os habituais pontos do campeonato para cada classificação final dos ralis mantêm-se - 25 pontos para o vencedor, 18 para o segundo classificado, 15 para o terceiro, etc.

    «Monster girls» revelam novo carro de Ken Block

    No que diz respeito aos concorrentes, as categorias e formas de inscrição foram alargadas, com oito equipas já inscritas no campeonato, embora algumas só alinhem com uma viatura e, em certos casos, só em parte da temporada, até porque as marcas não estão a conseguir responder à procura pelos novos modelos – não são permitidos carros da temporada passada.

    As equipas habituais (Citroen, Ford, Stobart), com duas viaturas, e a Munchi’s (uma viatura) vão ter a companhia das escuderias privadas de Kimi Räikkonen (Ice1Racing), de Dennis Kuipers (FERM Power Tools), de Ken Block (Monster) e de Khalid Al-Qassini (Abu Dhabi), estando também já confirmada a participação de Petter Solberg aos comandos de um Citroen DS3 WRC.
    comentar artigo torne-se fã no facebook

    Auto Portal

  12. #942
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.143

    Padrão Sebastien Loeb procura oitavo título na nova «era» dos WRC's



    Novos carros e novos regulamentos para uma maior competitividade e espectáculo numa nova «era» do mundial de ralis

    O piloto francês Sebastien Loeb (Citroen) parte para mais uma temporada do Mundial de Ralis (WRC) com a “barriga cheia” de sete títulos, numa nova “era” do campeonato devido à adopção de muitas alterações técnicas e desportivas.

    Novos carros, motores 1.6 Turbo, caixas de velocidades diferentes, espectáculos de domingo à tarde nas televisões e mais equipas inscritas são as principais alterações para a nova temporada do mundial de ralis, tudo com o objectivo de trazer maior competitividade e espectáculo à competição.

    Loeb e o seu novo concorrente interno, o compatriota Sebastien Ogier, vão ver o habitáculo reduzido do C4 para o DS3, mas os adversários da Ford, os finlandeses Jari-Matti Latvala e Mikko Hirvonen, também vão ser transferidos dos Focus para os Fiesta, antevendo-se a estreia dos saudosos Mini para Maio, na Sardenha, sem esquecer o privado norueguês Petter Solberg (Citroen).

    “Sou sempre prudente porque não sou do género de prometer coisas que não sei se posso cumprir. Espero continuar como nas épocas passadas. Vou enfrentar cada corrida com um novo carro, novas regras, novo colega de equipa (Ogier), portanto há muitas mudanças e imponderáveis”, disse Loeb, referindo que o novo modelo “dá mais luta ao piloto que o antigo”.

    Tudo pronto para uma nova «era» nos Ralis

    Luta deverá também dar Ogier, vencedor em Portugal e no Japão em 2010, embora a Ford esteja mais avançada na preparação dos novos carros de Latvala e Hirvonen.

    Já o português Armindo Araújo, bicampeão mundial de Produção (PWRC), continua sem saber se vai conseguir uma vaga entre a elite mundial, mas mostrou-se recentemente esperançado num projecto a três anos e um “grande resultado” a médio/longo prazo.

    Armindo Araújo no WRC: "Tudo está do lado do patrocinador"

    Armindo Araújo reafirmou que apenas lhe falta a resposta de um patrocinador e que só com esse apoio é que poderá entrar no campeonato mundial de ralis.

    “Mais uma semana, menos uma semana, tem que haver uma decisão. Tudo está do lado do patrocinador”, lamentou, referindo-se à resposta que tem de dar aos responsáveis de Ford e Mini.

    Ainda no WRC, outra novidade é a nomeação de uma mulher para líder da direcção: a francesa Michele Mouton, de 59 anos, a única piloto feminina a conseguir ganhar o Mundial, no início da década de 1980, ao volante do emblemático Audi Quattro.

    A temporada arranca já esta quinta-feira com o Rali da Suécia que se disputa entre 10 e 13 de Fevereiro, e termina a 13 de Novembro, com o Rali da Grã-Bretanha, num total de 13 provas, incluindo a portuguesa, que se realiza de 24 a 27 de Março, no Algarve.

    - Rali da Suécia (Karlstad), 10 a 13 de Fevereiro
    - Rali do México (Leão), 03 a 06 de Março
    - Rali de Portugal (Algarve), 24 a 27 de Março
    - Rali da Jordânia (Mar Morto), 14 a 16 de Abril
    - Rali de Itália (Sardenha), 05 a 08 de Maio
    - Rali da Argentina (Córdova), 26 a 29 Maio
    - Rali da Grécia (Acrópole), 16 a 19 de Julho
    - Rali da Finlândia (1000 Lagos), 28 a 31 Julho
    - Rali da Alemanha (Renânia-Palatinado), 18 a 21 de Agosto
    - Rali da Austrália (Nova Gales do Sul), 08 a 11 de Setembro
    - Rali da França (Alsácia), 29 Setembro a 02 de Outubro
    - Rali da Espanha (Catalunha), 20 a 23 de Outubro
    - Rali da Grã-Bretanha (País de Gales), 10 a 13 de Novembro

    Auto Portal

  13. #943
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.143

    Padrão Rali de Barcelos com uma centena de inscritos



    Lista de concorrentes recheada na segunda prova do Campeonato Open de Ralis de 2011

    Organizado pelo Clube Automóvel do Minho, o Rali de Barcelos atraiu uma centena de inscritos para a segunda etapa do Campeonato Open de Ralis 2011, que decorre no próximo fim-de-semana, dias 11 e 12 de Fevereiro. O Clube Automóvel do Minho alterou um pouco a prova em relação à edição do ano passado, mantendo, no entanto, uma estrutura com muita diversidade de classificativas, sempre muito do agrado dos pilotos.

    Em termos desportivos, desde logo o destaque vai para Fernando Peres que defende o triunfo alcançado o ano passado e de novo aos comandos de um Ford Escort Cosworth. Também o seu primo Pedro Peres está na lista de inscritos, ele que já venceu o Open de Ralis por três vezes.

    Mas a lista de potenciais vencedores não se fica por aqui. De facto há mais nomes que podem discutir o triunfo nesta segunda etapa do Campeonato Open de Ralis. Ricardo Teodósio é um deles, desta vez aos comandos de um Citroen Saxo Kit-Car, bem como Jorge Santos em carro semelhante. Mário Barbosa e Luis Cambão, também em Citroen Saxo Kit-Car, são outros nomes a levar em conta. Em estreia estará o Peugeot 206 S1600 pelas mãos de Nuno Ralha.

    Depois há ainda que contar com os Mitsubishi, onde estão nomes como os de Daniel Nunes, Luis Mota, Aníbal Rolo, Armindo Neves, Renato Pita e Hélder Oliveira, este um piloto do Todo-o-Terreno, que alinha na prova da sua terra.

    No Troféu Nacional de Clássicos, Vitor Torres, André Pimenta e José Veiga, surgem em destaque, o mesmo sucedendo a Daniel Nunes, Samir Sousa e André Mota no Campeonato Júnior. Já no Campeonato Regional de Ralis Norte, André Martins defende a primeira posição.

    Esta jornada dá também início aos Troféus Monomarca que animam o Open de Ralis. O Modelstand, com os Peugeot 206, conseguiu reunir um grande lote de pilotos que devem lutar fortemente pelo triunfo, Ao vencedor em 2010, Daniel Ribeiro, juntam-se, entre outros, Nuno Pina, Gil Antunes, João Ruivo, Manuel Inácio e Sérgio Arteiro, numa lista com cerca de 20 nomes.

    Passando ao Troféu Fastbravo, com os Seat Marbella, Fábio Ribeiro, Rui Garcia e Diogo Gago estão entre os potenciais vencedores. Já o Troféu Fiat em Nós e Acelera, com os Fiat Uno, Luis Delgado surge a defender o ceptro do ano passado em conjunto com Carlos Santos e João Rebelo Martins

    O Rali de Barcelos começa com as especiais de Midões/Chorente (11,87 km), Courel-Cristelo (11.50 km) e Carvalhal/Pereira (5,13 km), na primeira secção. Na segunda, os concorrentes têm que cumprir as classificativas de Vilar do Monte/Feitos (8,47 km), Aldreu/Durrães (8,24 km) e Coussorado/Roriz (19,60 km). Tudo terminará com a Super-Especial Barcelos/DST (4,44 km). Ao todo serão percorridos 169,41 quilómetros, com 69,25 dos quais, a serem cronometrados.

    Auto Portal

  14. #944
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.143

    Padrão Rali da Suécia: Henning Solberg o mais rápido do «shakedown»



    Primeira prova da temporada de 2011 do Mundial de Ralis arranca esta noite com a realização da super-especial

    O norueguês Henning Solberg, em Ford Fiesta WRC, alcançou o melhor tempo no «shakedown», sessão de treinos livres para o Rali da Suécia, primeira etapa do Campeonato do Mundo de WRC, que arranca esta noite com a realização de uma super-especial.

    No percurso de 3,9 quilómetros, perto de Hagfors, a noroeste de Estocolmo, Solberg foi ligeiramente mais rápido que o finlandês Mikko Hirvonen (Ford Fiesta WRC) e que o irmão Petter Solberg (Citroen DS3 WRC).

    Sebastien Loeb (Citroen DS3 WRC) realizou o quarto melhor tempo, na frente de Jari-Matti Latvala (Ford Fiesta WRC) e PG Andersson (Ford Fiesta WRC). Sebastien Ogier, colega de equipa na equipa oficial da Citroen, não fez melhor que o nono tempo.

    Tempos do shakedown:

    1. Henning Solberg (NOR/Ford Fiesta RS) 2:02.5
    2. Mikko Hirvonen (FIN/Ford Fiesta RS) 2:02.6
    3. Petter Solberg (NOR/Citroën DS3) 2:02.7
    4. Sébastien Loeb (FRA/Citroën DS3) 2:02.8
    5. Jari-Matti Latvala (FIN/Ford Fiesta RS) 2:03.2
    6. Per-Gunnar Andersson (SUE/Ford Fiesta RS) 2:03.4
    7. Mads Ostberg (NOR/Ford Fiesta RS) 2:03.9
    8. Kimi Räikkönen (FIN/Citroën DS3) 2:04.5
    9. Sébastien Ogier (FRA/Citroën DS3) 2:05.3

    Auto Portal

  15. #945
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.143

    Padrão Luzes! Câmara! Acção! Aí está o novo WRC



    Nova regulamentação técnica, espectáculos de domingo à tarde e mais equipas inscritas são as principais alterações para a nova temporada do mundial de ralis

    Está tudo pronto para o início de uma nova «era» no «World Rally Championship». Nova regulamentação técnica, motores “universais”, caixas de velocidades diferentes, espectáculos de domingo à tarde nas televisões e mais equipas inscritas são as principais alterações para a nova temporada do mundial de ralis, tudo com o objectivo de trazer maior competitividade e espectáculo ao Mundial de Ralis.

    Tanto em termos técnicos, como em termos desportivos, os responsáveis da Federação Internacional do Automóvel (FIA), do WRC e dos construtores e equipas, após longas negociações, concordaram com várias alterações de fundo.

    A começar pelos carros, com a adopção de uma plataforma mais curta e estreita, indo ao encontro dos veículos de série mais comuns. Por exemplo, os Citroen C4 e os Ford Focus foram substituídos pelo DS3 e pelo Fiesta, respectivamente, e vão ter a concorrência do novo Mini Countryman, a grande novidade em termos de marcas para esta temporada.

    Sebastien Loeb procura oitavo título na nova «era» dos WRC's

    Em termos mecânicos, é adoptado um novo bloco «universal» de 1,6 litros, com turbo, que pode ser utilizado por outras categorias desportivas, nomeadamente em especialidades com provas em circuito, como os turismos – WTCC também adopta os 1.6 Turbo. A potência deverá continuar perto dos 300 cavalos, como os motores de 2,0 litros, com turbo, da era anterior (1996-2010), mas com menos binário e regimes mais elevados.

    Enquanto isso, mantém-se a «tradicional» transmissão às quatro rodas, mas sem diferenciais centrais electrónicos, nem patilhas de mudança de velocidades ao volante. As antigas manetes na consola estão de volta, embora de comando sequencial (um toque).

    Também nos pneus há novidades, com a francesa Michelin como único fornecedor de “borrachas” no WRC, após a partida do fabricante italiano Pirelli para a Fórmula 1.

    Armindo Araújo a um passo do WRC

    Para aumentar o espectáculo foi criada uma «Super etapa especial». A última prova especial de classificação de cada uma das 13 provas, aos domingos, vai dar três pontos de bónus ao piloto com o melhor registo, dois ao segundo mais rápido e um ao terceiro, promovendo mais espectáculo, com vista às transmissões televisivas.

    Os habituais pontos do campeonato para cada classificação final dos ralis mantêm-se - 25 pontos para o vencedor, 18 para o segundo classificado, 15 para o terceiro, etc.

    «Monster girls» revelam novo carro de Ken Block

    No que diz respeito aos concorrentes, as categorias e formas de inscrição foram alargadas, com oito equipas já inscritas no campeonato, embora algumas só alinhem com uma viatura e, em certos casos, só em parte da temporada, até porque as marcas não estão a conseguir responder à procura pelos novos modelos – não são permitidos carros da temporada passada.

    As equipas habituais (Citroen, Ford, Stobart), com duas viaturas, e a Munchi’s (uma viatura) vão ter a companhia das escuderias privadas de Kimi Räikkonen (Ice1Racing), de Dennis Kuipers (FERM Power Tools), de Ken Block (Monster) e de Khalid Al-Qassini (Abu Dhabi), estando também já confirmada a participação de Petter Solberg aos comandos de um Citroen DS3 WRC.

    A primeira prova da temporada do «novo» Mundial de Ralis arranca esta quinta-feira (10 de Fevereiro) com o Rali da Suécia.

    Auto Portal

Página 63 de 92 Primeiro ... 135362 63 6473 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar