Página 64 de 92 Primeiro ... 145463 64 6574 ... Último
  1. #946
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão Open: Helder Oliveira no Rali de Barcelos



    Piloto de Barcelos aos comandos de um Mitsubishi Lancer Evo, acompanhado de Paulo Primaz

    Helder Oliveira vai fazer uma esporádica participação no Open de Ralis, disputando o rali da sua terra aos comandos de um Mitsubishi Lancer Evo, sendo acompanhado pelo experiente Paulo Primaz, com quem já fez parceria em provas de Todo-o-Terreno.

    O piloto de Barcelos vai participar numa competição que irá reunir cerca de uma centena de concorrentes, nomes bem conhecidos do mundo dos ralis e excelentes máquinas.

    “A minha participação não tem qualquer objectivo desportivo associado. A prova organizada pelo Clube Automóvel do Minho tem conseguido reunir um excelente lote de participantes e por ser disputada na minha terra achei interessante estar também presente. Conto com a experiência do Paulo para colmatar parte da que me falta a mim e espero acima de tudo divertir-me”, salientou Helder Oliveira.

    Rali de Barcelos com uma centena de inscritos

    O Rali de Barcelos começa com a disputa das especiais de Midões/Chorente (11,87km), Courel-Cristelo (11.50km) e Carvalhal/Pereira (5,13km), na primeira secção. Na segunda, os concorrentes têm que cumprir as classificativas de Vilar do Monte/Feitos (8,47 km), Aldreu/Durrães (8,24km) e Coussorado/Roriz (19,60km). Tudo terminará com a Super-Especial Barcelos/DST (4,44km). Ao todo serão percorridos 169,41 quilómetros, com 69,25 dos quais, a serem cronometrados.

    Auto Portal

  2. #947
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão WRC: Raikkonen e Ken Block despistam-se no «shakedown»



    Raikkonen e Block iniciaram nova temporada em grande estilo com despistes no shakedown para o Rali da Suécia

    Kimi Raikkonen e Ken Block começaram a nova temporada de WRC ao melhor estilo, não evitando ambos, ligeiras saídas de estrada esta quinta-feira, no decorrer do «shakedown», sessão de treinos única para o Rali da Suécia.

    E não fossem os enormes bancos de neve que ladeiam as classificativas suecas, as «distracções» de ambos teriam tido outros contornos, nomeadamente para os mecânicos de ambos.

    Ainda assim, Kimi Raikkonen ainda conseguiu fazer o oitavo melhor tempo, à frente de Sebastien Ogier, que apenas se ficou com a nona marca no «shakedown».

    O Rali da Suécia arranca a série esta noite (quinta-feira) com a realização da super-especial de Karlstad, sendo que a prova prossegue amanhã (sexta-feira) com mais seis troços.

    Saída de estrada de Kimi Raikkonen:



    Auto Portal

  3. #948
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão WRC: Per-Gunnar Andersson vence super-especial do Rali da Suécia



    Piloto sueco está na frente da primeira prova da temporada, na frente de Jari-Matti Latvala e Petter Solberg

    O sueco Per-Gunnar Andersson, em Ford Fiesta, assumiu a liderança do Rali da Suécia, primeira prova da temporada do mundial de WRC, depois de ter sido o mais rápido na super-especial.

    Andersson cumpriu o percurso de 1,9 quilómetros na região de Karlstad, a noroeste de Estocolmo, em 1m39,7s, deixando a mais de meio segundo o finlandês Jari-Matti Latvala (Ford Fiesta). Petter Solberg (Citroen DS3) foi o terceiro mais rápido.

    Sebastien Loeb (Citroen DS3) foi o quinto mais rápido, logo atrás de Mikko Hirvonen (Ford Fiesta).

    Amanhã, sexta-feira, cumprem-se mais seis especiais – três durante a manhã e outras tantas à tarde – na região de Hagfors, a norte de Karlstad.

    Classificação após a super-especial:

    1. Per-Gunnar Andersson-Emil Axelsson (SUE/Ford Fiesta RS) 1:39.7
    2. Jari-Matti Latvala-Miikka Anttila (FIN/Ford Fiesta RS) a 0.6
    3. Petter Solberg-Chris Patterson (NOR-GBR/Citroën DS3) 0.9
    4. Mikko Hirvonen-Jarmo Lehtinen (FIN/Ford Fiesta RS) 1.0
    5. Sébastien Loeb-Daniel Elena (FRA-MON/Citroën DS3) 1.1
    6. Mads Ostberg-Jonas Andersson (NOR-SUE/Ford Fiesta RS) 1.6
    7. Sébastien Ogier-Julien Ingrassia (FRA/Citroën DS3) 2.3
    8. Anders Grondal-Veronica Engan (NOR/Subaru Impreza) 5.9
    9. Patrik Flodin-Goran Bergsten (SUE/Subaru Impreza) 6.0
    10. Kimi Räikkönen-Mikko Hirvonen (FIN/Citroën C4) 6.1

    Auto Portal

  4. #949
    Avatar de aiam
    Registo
    May 2007
    Posts
    4.596

    Padrão Ostberg assume liderança e Loeb tem furo

    «Não sei exactamente onde furei, nem porquê, pois não embati em nada. Seguíamos em linha recta, por isso penso que não tivemos muita sorte. Começamos a ficar demasiado longe», lamentou o Loeb.

    O norueguês Mads Ostberg assumiu esta sexta-feira a liderança do Rali da Suécia, após a conclusão da primeira prova do Campeonato do Mundo, marcada pela neve e o atraso de Sébastien Loeb, heptacampeão mundial, vítima de um furo.


    O piloto francês furou um dos pneus do Citroen DS3 no início do sétimo troço da prova sueca, que decorre na região de Hagfors, e terminou o dia no nono lugar, com 2.48,4 minutos de atraso em relação a Ostberg (Ford Fiesta RS).


    «Não sei exactamente onde furei, nem porquê, pois não embati em nada. Seguíamos em linha recta, por isso penso que não tivemos muita sorte. Começamos a ficar demasiado longe», lamentou o Loeb.


    Ostberg ganhou apenas duas das seis “especiais” da primeira etapa da prova sueca, mas isso foi suficiente para se colocar no comando, com 14,8 segundos de vantagem sobre o finlandês Mikko Hirvonen (Ford Fiesta RS), que não se impôs em nenhum troço.


    Com Loeb longe do topo da classificação, coube a Petter Solberg (Citroen DS3) procurar contrariar o domínio dos pilotos da Ford, mas o piloto norueguês, apesar de ocupar a terceira posição, está a 57,4 segundos de Ostberg.


    O finlandês Jari-Matti Latvala, a 1.10 minutos, e o norueguês Henning Solberg, a 1.20,3, ambos em Ford Fiesta RS, seguem no quarto e quinto postos, respetivamente, confirmando o domínio dos carros da marca norte-americana na neve da Suécia.


    A segunda etapa da prova sueca realiza-se no sábado, ao longo de nove provas especiais de classificação, num total de 686,46 quilómetros, 127,50 dos quais cronometrados.


    sapo desporto

    ____________
    O Desporto não dá mais anos à vida, mas dá mais vida aos anos. Por isso pratique-o regularmente.

  5. #950
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão Três feridos em acidente no Rali de Barcelos



    Na sequência de um despiste de um concorrente na freguesia de Fragoso. Classificativa foi anulada

    Três pessoas que estavam a assistir à terceira edição do Rali de Barcelos ficaram hoje feridas, “aparentemente sem gravidade”, na sequência do despiste de um dos concorrentes, na freguesia de Fragoso, informou à Lusa o médico da prova.

    Segundo Manuel Fernandes Cerqueira, o caso que inspira mais cuidados é o de um adolescente, que sofreu “traumatismos a nível craniano, mas sem perda de conhecimento”.

    Foi encaminhado para o hospital, onde a situação clínica “será reavaliada”. Os outros dois sofreram apenas ferimentos ligeiros, mas foram igualmente conduzidos ao hospital de Barcelos.

    Rali de Barcelos com uma centena de inscritos

    O despiste ocorreu cerca das 14:30, na classificativa entre Aldreu e Durrães. Numa curva poucos metros após a linha de partida, um piloto “entrou a direito”, embatendo contra as grades de protecção e apanhando os três espectadores. A grade foi projectada e causou alguns danos numa viatura ali estacionada. Na sequência do acidente, aquela classificativa foi anulada.

    O Rali de Barcelos conta para o campeonato Open de Ralis 2011.

    Auto Portal

  6. #951
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão WRC: Cinco primeiros separados por menos de 15 segundos

    Miko Hirvonen está na frente da primeira prova da temporada, logo seguido de Mads Ostberg, Petter Solberg e Jari-Matti Latvala

    Miko Hirvonen, em Ford Fiesta, assumiu a liderança do Rali da Suécia, primeira prova da nova temporada do Mundial de Ralis. O piloto finlandês tem uma vantagem de 7,5 segundos para o segundo classificado, o surpreendente Mads Ostberg (Ford Fiesta). A primeira prova da temporada não está a desiludir aqueles que esperavam um início de temporada muito disputado, visto que os cinco primeiros estão separados por menos de 15 segundos.

    Depois de ter alcançado a liderança no final da manhã, Hirvonen procurou ganhar o máximo de tempo possível a Ostberg. No entanto, um pião fê-lo perder segundos preciosos, ficando com uma vantagem de apenas 7,5 segundos para o surpreendente norueguês.

    Na terceira posição, Petter Solberg continua a recuperar tempo para os dois primeiros e está já a menos 2,5 segundos de Ostberg e a menos de dez segundos de Hirvonen. Logo atrás, a apenas 1,9 segundos, está o Ford Fiesta de Jari-Matti Latvala, que também tem vindo a recuperar tempo para os primeiros.

    Igualmente fulgurante foi a recuperação de Sébastien Ogier, que passou da simples luta pelo sexto lugar (antes do abandono de Henning Solberg) à luta pelas primeiras posições.

    Longe dos primeiros lugares continua Sebastien Loeb. O piloto francês voltou a ser vítima de um furo, impedindo-o de fazer melhor que o sexto lugar da geral, apesar de ter sido o grande vencedor do dia, com o maior número de triunfos em especiais: quatro.

    Kimi Raikkonen é sétimo classificado, na frente de Per-Gunnar Andersson, que caiu para o oitavo lugar, depois de ter sido vítima de problemas mecânicos no seu Ford Fiesta.

    Classificação geral:

    1. Mikko Hirvonen-Jarmo Lehtinen (FIN/Ford Fiesta RS) 2h33m16,2s
    2. Mads Ostberg-Jonas Andersson (NOR-SUE/Ford Fiesta RS) +7,5s
    3. Petter Solberg-Chris Patterson (NOR-GBR/Citroën DS3) +9,9s
    4. Jari-Matti Latvala-Miikka Anttila (FIN/Ford Fiesta RS) +11,8s
    5. Sébastien Ogier-Julien Ingrassia (FRA/Citroën DS3) +14,8s
    6. Sébastien Loeb-Daniel Elena (FRA-MON/Citroën DS3) 1m41,5s
    7. Kimi Räikkönen-Mikko Hirvonen (FIN/Citroën C4) 5m31,0s
    8. Per-Gunnar Andersson-Emil Axelsson (SUE/Ford Fiesta RS) 5m31,0s

    Auto Portal

  7. #952
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão Ralis: Pedro Peres vence Rali de Barcelos



    Pedro Peres sucede ao primo Fernando Peres no triunfo do Rali de Barcelos. Prova ficou marcada por um acidente que causou três feridos

    Pedro Peres foi o vencedor da terceira edição do Rali de Barcelos, numa organização do Clube Automóvel do Minho, sucedendo assim ao seu primo Fernando Peres, que tinha levado a melhor na edição de 2010.

    Ao longo de parte da prova assistiu-se a uma “luta” familiar pela liderança desta segunda etapa do Campeonato Open de Ralis, mas Pedro Peres conseguiu sempre manter a dianteira até ao fim. A diferença no final da primeira secção era muito pequena entre estes dois pilotos, mas a segunda secção ditou alguns problemas de diferencial no Ford Escort Cosworth de Fernando Peres, com este a perder a embalagem na luta pelo triunfo. Pedro Peres ficou assim mais só e levou de vencida a prova: “Foi um bom teste com vista ao Campeonato de Portugal de Ralis que é a competição que vou disputar. De manhã ainda tive alguns cuidados com os pisos muito húmidos, mas de tarde, com o piso seco a tarefa tornou-se mais fácil”, disse o piloto no final.

    Quanto a Fernando Peres veio mesmo a perder a segunda posição na Super-Especial que encerrou a parte competitiva, depois de problema de embraiagem, caindo para a quarta posição.

    Autor de uma boa prova foi Renato Pita, que no final ficou com o segundo lugar final. O piloto de Viana do Castelo apenas acusou alguns problemas de travões, preocupando-se também em controlar Daniel Nunes que ficou atrás se si, perdendo o lugar intermédio do pódio por apenas 8,7 segundos. De qualquer forma levou para casa a vitória do Campeonato Júnior. No que diz respeito a Renato Pita, foi o vencedor do Campeonato Regional Norte, logo seguido por Nunes e Luis Mota.

    A lista dos cinco primeiros ficou completa com António Rodrigues, que foi o melhor entre os carros de duas rodas motrizes. Depois do triunfo na primeira prova do ano, o jovem piloto de Murça voltou a ter um andamento forte, prejudicado apenas por um apoio de caixa partido na primeira secção que lhe custaram alguns segundos preciosos. Realce ainda para Manuel Martins e André Mota, que ficaram com o segundo e terceiro posto, em termos de Campeonato Júnior.

    Três feridos em acidente no Rali de Barcelos

    A prova ficou ainda marcada por um acidente na quinta classificativa, quando o concorrente nº 45, teve uma saída de estrada, indo colher três espectadores. De imediato foram socorridos no local, sendo posteriormente transportados para o hospital de Barcelos, onde, depois de observados, verificou-se que nada se grave se passou, tendo alta logo a seguir.

    Troféu Nacional de Clássicos

    A jogar em casa, André Pimenta, que teve a seu lado o experiente Ricardo Caldeira, dominou os acontecimentos em termos de Troféu Nacional de Clássicos, terminado com mais de um minuto e meio de vantagem sobre o espanhol German Gomez. Carlos Nevez, Vitor Torres e Jorge Costa, completaram a classificação na categoria.

    Troféu Modelstand

    No Troféu Modelstand, foi grande a luta pela vitória e englobou Gil Antunes e João Ruivo com a vantagem a ser do primeiro por apenas 2,7 segundos. O piloto de Sintra andou sempre na frente e conseguiu uma boa margem para Ruivo até à quinta especial. Logo a seguir, o piloto famalicense reduziu para apenas 1,8 segundos, mas não foi além do segundo posto. Sérgio Arteiro, ficou longe dos dois primeiros, mas segurou bem a posição para Carlos Fernandes, enquanto Manuel Inácio, foi quinto.

    Troféu Fastbravo

    Rui Garcia foi o vencedor entre os interessados no Troféu Fastbravo, mas apenas conseguiu esse lugar na derradeira especial. Diogo Gago esteve na frente até ao quinto troço, mas no seguinte perdeu muito tempo, cedendo a primeira posição a Fábio Ribeiro. Garcia atacou nos últimos metros cronometrados, e surpreendeu Fábio Ribeiro, ficando na sua frente 2,6 segundos. Gago ainda foi a tempo de fechar a lista dos três primeiros.

    Mais Futebol

  8. #953
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão Ken Block voa 36 metros



    Piloto norte-americano venceu prémio «Colins Crest», que distingue o piloto que consegue o salto mais longo na famosa especial de Vargåsen

    Ken Block foi o vencedor do prestigiado prémio «Colins Crest», que distingue o piloto que consegue o salto mais longo na famosa classificativa de Vargåsen do Rali da Suécia, primeira prova da temporada de 2011 do Mundial de Ralis.

    Com um salto de 36 metros no seu novo Ford Fiesta RS WRC, Ken Block é o terceiro vencedor do prémio desde a sua criação em 2008. O piloto dos Emirados Arabes Unidos Khalid Al Quassimi foi o estreante vencedor do troféu em 2008 com 36 m e o muito jovem norueguês Marius Aasen conseguiu o segundo troféu em 2010 com 37m.

    A classificação do salto de 2011 ficou assim ordenada:

    1. Ken Block 36 mts
    2. Evvind Brynildsen 35 mts
    3. Martin semerad 28 mts
    4. Mikko Hirvonen 27 mts
    5. Henning Solberg 25 mts
    6. Petter Solberg 24 mts
    6. Martin Prokop 24 mts
    8. Sebastien Ogier 23 mts
    9. Patrik Flodin 22 mts
    9. Mads östberg 22 mts
    10. Patrik sandell 21 mts

    Veja o vídeo:



    Mais Futebol

  9. #954
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão WRC: O espectacular acidente de Henning Solberg (vídeo)

    Piloto norueguês perdeu o controlo do seu novo Ford Fiesta nos bancos de neve que ladeiam as classificativas suecas

    Henning Solberg foi protagonista de um espectacular capotanço na oitava especial do Rali da Suécia, que termina este Domingo. O piloto norueguês, aos comandos de um Ford Fiesta WRC da equipa Stobart, perdeu o controlo do seu novo carro nos bancos de neve que ladeiam as classificativas suecas, acabando por desistir da prova, a primeira da nova temporada.

    Veja o vídeo:



    Auto Portal

  10. #955
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão Bruno Magalhães confirmado no Rali de Portugal



    Piloto português volta a participar na prova mais importante do calendário nacional de ralis

    Bruno Magalhães confirmou a participação na edição deste ano do Rali de Portugal. A equipa da Peugeot Sport Portugal, que está a disputar o IRC (Intercontinental Rally Chalenge), estará assim na prova mais importante do calendário nacional de ralis.

    O piloto português, que estará ao volante do Peugeot 207 S2000, tem condições para fazer uma prova positiva, embora a discussão de posições com os pilotos dos WRC seja naturalmente difícil. Mas os objectivos estão traçados: "Vamos procurar o melhor resultado possível. O que passa por lutarmos pela 1.ª posição na categoria dos S2000, já que não é possível chegar aos WRC".

    IRC: Bruno Magalhães confirmado em mais sete provas

    Depois da ausência em 2010, esta participação é vista com satisfação por toda a estrutura da Peugeot Sport. Para Carlos Barros, director desportivo da equipa, a meta é "conseguir o melhor resultado possível em termos de classificação geral".

    Auto Portal

  11. #956
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão WRC: Mikko Hirvonen entra a vencer na nova temporada



    Hirvonen resistiu ao derradeiro ataque de Mads Ostberg e venceu o Rali da Suécia, prova dominada da Ford, com a conquista do três lugares do pódio

    Mikko Hirvonen, em Ford Fiesta, venceu hoje o Rali da Suécia, primeira ronda do Campeonato do Mundo de Ralis WRC, depois de uma prova que não desiludiu aqueles que esperavam muita animação e incerteza no resultado – os cinco primeiros partiram para o último dia separados por menos de 16 segundos. Hirvonen, repetiu assim a vitória alcançada no ano passado no único rali do calendário disputado em neve, assegurando desta forma a 13.ª vitória da sua carreira, onde já foi duas vezes vice-campeão mundial (2008 e 2009).

    O piloto finlandês deixou o surpreendente Mads Osterbg (Ford Fiesta) num honroso segundo lugar, a meros 6,5 segundos, e o colega de equipa Jari-Matti Latvala no último lugar do pódio, reflectindo o domínio absoluto da Ford nas traiçoeiras estradas suecas.

    "É um início fantástico para a equipa: novo carro e vitória na estreia", destacou o finlandês Hirvonen que, confessou no final que "estava bastante nervoso antes do último troço."

    Na quarta posição, Sébastien Ogier acabou por ser o melhor dos Citroen DS3, com o francês a fazer história ao vencer a «Power Stage», somando dessa forma mais três pontos. Loeb e Latvala foram os dois restantes premiados, já que foram, respetivamente, segundo e terceiro na derradeira especial da prova, amealhando importantes pontos para o campeonato.

    Ken Block voa 36 metros e conquista «Colins Crest»

    O piloto francês acabou por ultrapassar Petter Solberg, vítima de problemas mecânicos no último dia, perdendo a oportunidade de bater os Citroen oficiais. Ainda assim, o norueguês fez melhor que o heptacampeão Sébastien Loeb, que não foi além da sexta posição, também vítima de problemas mecânicos e uma série de furos, que o deixaram sempre distante de um bom resultado final.

    Per Gunnar Andersson (Ford Fiesta), que chegou a liderar no primeiro dia, acabou por se atrasar depois do despiste ainda no primeiro dia, terminado em sétimo. Kimi Räikkönen (Citroen DS3) foi oitavo, na frente de Matthew Wilson (Ford Fiesta), Khalid Al-Qassimi (Ford Fiesta), completaram o «top 10» - três Ford Fiesta no pódio e três Citroen DS3 nas posições seguintes.

    Classificação final Rali da Suécia:

    1. Mikko Hirvonen (FIN/Ford Fiesta RS) 3h23m56,6s
    2. Mads Ostberg (NOR-SUE/Ford Fiesta RS) +6,5s
    3. Jari-Matti Latvala (FIN/Ford Fiesta RS) +34,0s
    4. Sébastien Ogier (FRA/Citroën DS3) +47,7s
    5. Petter Solberg (NOR-GBR/Citroën DS3) +1m31,2s
    6. Sébastien Loeb (FRA-MON/Citroën DS3) +2m30,3s
    7. Per-Gunnar Andersson (SUE/Ford Fiesta RS) +6m22,0s
    8. Kimi Räikkönen (FIN/Citroën C4) +7m02,3s
    9. Matthew Wilson (GBR/Ford Fiesta RS), +10m11.5s
    10. Khalid Al Qassimi (EAU/Ford Fiesta RS), +10m31.1s

    Power Stage (pontos para os 3 primeiros)

    1. Sébastien Ogier (Citroën DS3) 2m22,7s
    2. Sébastien Loeb (Citroën DS3) +0,3s
    3. Jari-Matti Latvala (Ford Fiesta RS) +0,7s
    4. Per-Gunnar Andersson (Ford Fiesta RS) +1,3s
    5. Mikko Hirvonen (Ford Fiesta RS) +1,4s

    Auto Portal

  12. #957
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão WRC: Multado por excesso de velocidade, passou volante ao navegador

    Petter Solberg foi apanhado em excesso de velocidade pela polícia e foi obrigado a entregar o carro ao navegador para o último troço do Rali da Suécia

    Petter Solberg fez o pior tempo de todos os pilotos que participaram na «Power Stage», a última super-especial do Rali da Suécia, caindo assim para o quinto lugar da geral, atrás de Sebastien Ogier. A razão? Quem conduziu o Citroen DS3 WRC de Petter Solberg não foi o piloto mas sim Chris Patterson, o navegador…

    Alegadamente, o piloto norueguês terá sido apanhado na sexta-feira passada numa ligação entre troços em excesso de velocidade pela polícia e terá ficado acordado entregar a carta 48 horas depois…

    Perante isto levanta-se a questão, será que a polícia não poderia ter aguardado pelo final dos últimos 4 kms de troços?

    Veja o video com a situação insólita em que a dupla troca de lugar:



    Mais Futebol

  13. #958
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão "É óptimo participar no Rali de Portugal, e logo no ano em que arranca de Lisboa"



    Piloto, que disputa o IRC (Intercontinental Rally Chalenge), estará assim na prova mais importante do calendário nacional de ralis

    Bruno Magalhães vai voltar a correr o Rali de Portugal, terceira prova do Mundial de Ralis WRC, depois de ter estado ausente na última edição.

    A competir no IRC (Intercontinental Rally Challenge) pelo segundo ano consecutivo, Bruno Magalhães regressa à mais importante prova lusa de ralis com o objectivo ter “o melhor resultado possível”, que “só pode ser o de melhor da categoria Super 2000”.

    “É óptimo ter esta oportunidade de participar na prova ‘rainha’ do calendário nacional, e especialmente num ano em que o arranque se faz em Lisboa. No ano passado fiquei de fora, o que confesso que me custou bastante”, revelou o campeão português de 2007, 2008 e 2009.

    Rali de Portugal vai ter «Power Stage»

    Já para Carlos Barros, Director Desportivo da Peugeot Sport Portugal, "É uma grande satisfação podermos estar presentes no Rali de Portugal, depois da ausência do ano passado. É não só o mais importante do calendário nacional, como ainda tem uma Super Especial em Lisboa. É uma excelente oportunidade para promover os nossos patrocinadores, que são quem torna possível o projecto e que merecem toda a exposição. Em termos de resultados, apesar de não sabermos quem serão os S2000 presentes, esperamos conseguir o melhor resultado possível em termos de geral."

    O Rali de Portugal disputa-se de 24 a 27 de Março e terá uma super especial de abertura, que será disputada frente ao Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa.

    Auto Portal

  14. #959
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão Armindo confirma presença no WRC... com Mini



    Piloto português conseguiu reunir os apoios necessários para avançar com um projecto sustentável no mundial de ralis, com a Mini

    Depois de um período de indefinição, o piloto português Armindo Araújo tem confirmada a estreia no Campeonato do Mundo de Ralis (WRC), após quatro anos no Mundial de Produção, durante os quais venceu dois títulos absolutos. No entanto, depois de um longo percurso com a Mitsubishi, será a também estreante Mini a levar o piloto de Santo Tirso ao escalão mais alto do ralis.

    A «passagem» de Armindo Araújo para a categoria máxima dos campeonatos do mundo de ralis surge depois do português ter conseguido os apoios que defendia como necessários para levar a cabo um projecto sustentável, em que terá como carro outro estreante, a Mini, marca que, também ela, se estreia esta temporada no Mundial de Ralis.

    “Antes de mais queria deixar uma palavra de apreço à Mitsubishi, marca que representei nos últimos sete anos e com a qual consegui as maiores conquistas da minha carreira. Obrigado por terem acreditado, tal como eu, num projecto ganhador”, começa por dizer Armindo Araújo que parte agora para um novo e ambicioso desafio. “Após alguns meses de intenso trabalho consegui assegurar a minha entrada no WRC e isso é, sem dúvida, a realização de um sonho. Este novo projecto não é apenas meu, mas sim de todos aqueles que acreditaram ser possível dar este salto e que, durante meses a fio, me motivaram e apoiaram no sentido de por de pé um projecto desta envergadura”, afirma ainda o bicampeão do PWRC.

    Para esta nova aventura, a MINI, que regressa quase meio século depois ao Campeonato do Mundo de Ralis, teve um papel muito importante. “É uma grande honra poder entrar no WRC com uma marca com tanta história nos ralis como é o caso da MINI. Vou integrar a equipa satélite da formação oficial, que terá as mesmas condições de trabalho, e me dá todas as garantias para evoluir e que contará comigo para desenvolver um carro que acredito vir a ser ganhador."

    Quanto a objectivos, Armindo defende que, "durante este ano não vamos já pensar em lutar pelas vitórias antes sim criar uma linha de progressão que nos levará a isso no futuro. Neste momento penso sobretudo em prestigiar o nome do nosso país e as cores dos meus parceiros e a marca com que vou trabalhar daqui em diante."

    "Este é, sem duvida, o mais ambicioso projecto desportivo da minha carreira e penso que também o primeiro a este nível em Portugal", conclui o português, que no WRC continuará a fazer dupla com Miguel Ramalho.

    Auto Portal

  15. #960
    Avatar de florindo
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    38.090

    Padrão WRC: Armindo Araújo estreia Mini WRC no Rali de Portugal



    Português junta-se, este fim de semana, à equipa oficial no sul de França, onde se realizam os testes com o Mini Countryman WRC

    Armindo Araújo será o primeiro piloto português a integrar a principal categoria do mundial de ralis, estando a estreia ao volante do Mini WRC prevista para o Rali de Portugal, pelo que a motivação é “enorme”.

    “Optámos por correr com a Mini, porque foi a que nos deu mais entrosamento com a equipa oficial, que deu mais garantias de termos material competitivo e a motivação de lutarmos com um carro com historial grande, que é o regresso do Mini ao campeonato do Mundo de ralis”, disse o piloto português, que correrá pela equipa satélite da Mini.

    As diferenças para os carros oficiais só serão notórias na decoração. “O meu carro será diferente dos pilotos oficiais apenas na decoração, o que me dará motivação para lutar com os pilotos oficiais e obter resultados, sabendo que, numa primeira fase, o que mais importa é desenvolver o Mini”, garantiu.

    Bicampeão mundial de produção (P-WRC), Armindo Araújo está ciente da exigência de conduzir um WRC. “É uma nova etapa da minha carreira, terei de me habituar a estes carros mais exigentes e terei de crescer como piloto. Para termos uma ideia, este WRC será um segundo e meio a dois segundos por quilómetro mais rápido de que um carro do grupo N, as diferenças enormes e a exigência muito maior”, frisou.

    Armindo Araújo junta-se, este fim de semana, à equipa oficial no sul de França, onde se realizam os testes com o Mini Countryman WRC.

    Armindo Araújo aponta os pilotos oficiais da Mini, Dani Sordo e Kris Meeke, como os principais adversários. “Os nossos maiores adversários são os nossos colegas de equipa. E, sabendo que tenho um carro idêntico, gostaria de saber como estou situado em relação a eles. Eles já têm uma base de trabalho de alguns meses e eu só agora me juntarei à equipa, no sul de França, para os testes com a equipa oficial”, explicou.

    Na Mini, Armindo Araújo não promete para já títulos, prefere, no entanto, trabalhar o novo bólide para que se torne o mais fiável possível.

    “Os nossos objectivos iniciais não são lutar pelas vitórias, não são ganhar campeonatos, pois não é isso que o grupo Mini se propõe neste início de projecto idealizado a três anos. Dentro desse tempo, queremos ter primeiro um carro fiável, depois um carro que lute pelas vitórias prova a prova e, num terceiro cenário, sermos campeões do mundo com o Mini”, assegurou.

    Aos 33 anos, vive a mais alta etapa da sua carreira, mas não esconde as dificuldades para alcançar o WRC. “Foi muito complicado chegarmos a este ponto de entrarmos numa equipa como a Mini. Depois de termos sido duas vezes campeões do Mundo, queríamos dar o passo para o WRC e punham-se vários cenários e várias equipas. As negociações atrasaram-se um pouco devido à decisão de um patrocinador que se atrasou um bocadinho”, aclarou.

    Apesar de ser o último piloto a integrar a equipa Mini, é Armindo Araújo quem fará a estreia do carro no mundial de Ralis e logo em Portugal, de 24 a 27 de Março.

    “A equipa oficial só se estreará no Rali de Itália, mas no nosso contrato conseguimos que a Mini nos disponibilize um WRC para disputarmos o Rali de Portugal e assim, vamos estrear oficialmente o Mini WRC no Rali de Portugal com um piloto português”, concluiu.

    Auto Portal

Página 64 de 92 Primeiro ... 145463 64 6574 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar