Página 79 de 92 Primeiro ... 296978 79 8089 ... Último
  1. #1171

    Registo
    Jul 2011
    Idade
    25
    Posts
    370

    Padrão Kimi Raikkonen não participará no Rali da Austrália



    Kimi Raikkonen mudou os planos e vai concentrar-se apenas nas últimas três provas restantes no WRC.

    Kimi não irá competir no Rali da Austrália no próximo mês, apesar de este fazer parte do seu programa apresentado no início desta temporada.

    As dificuldades da logística e organização são algumas das causas para Kimi não participar neste Rali. Desde que chegou ao WRC em 2010, o finlandês tem tendência a deixar passar os ralis não europeus, com exceção do México, Japão e Jordânia.

    O programa de Raikkonen depende muito do apoio financeiro da bebida energética Red Bull. A marca austríaca tem reduzido a sua contribuição nesta temporada forçando-o a participar em menos ralis.

    No ano passado, Raikkonen correu em 12 ralis, falhando apenas o Rali da Nova Zelândia e participou em algumas corridas nacionais de menor prestígio. Nesta temporada, no entanto, participou em apenas nove ralis.

    Raikkonen irá competir na França, Espanha e Grã-Bretanha. Em todos esses ralis, o finlandês participou na temporada de 2010, embora não chegasse a competir no Rali de Espanha devido a um acidente que sofreu no Shakedown.

    O finlandês ainda não confirmou o seu programa para a próxima temporada, mas não descarta a possibilidade de temporada completa no WRC. As outras opções são regressar à Fórmula 1 ou participar em definitivo no campeonato NASCAR.

    WRC News (traduzido/adaptado)

  2. #1172

    Registo
    Apr 2007
    Posts
    2.493

    Padrão Ricardo Moura vence Rali do Centro

    O piloto açoriano da ARC Sport reforçou a liderança no Nacional de Ralis depois de uma vitória que ficou mais facilitada após a desistência de Pedro Peres quando liderava a provaO piloto Ricardo Moura, aos comandos de um Mitsubishi Lancer Evo IX, reforçou este fim de semana a sua condição de líder do Campeonato de Portugal de Ralis ao triunfar no Rali do Centro com o tempo de 1h03m54s5, menos 24,5 segundos do que o segundo classificado e seu principal adversário na corrida ao título, Vítor Lopes, em Subaru. Percorridas as 11 provas especiais de classificação para um total de 109,6 quilómetros ao cronómetro, Ricardo Moura chamou a si a vitória subindo ao pódio da prova do Clube Automóvel da Marinha Grande, com Vítor Lopes na segunda posição e Bernardo Sousa (Ford Fiesta S2000) no terceiro degrau.

    Depois da desistência de Pedro Peres, quando liderava a prova, Ricardo Moura ascendeu a primeira posição da geral no Rali do Centro passando então a controlar o andamento dos seus adversários e evitando eventuais problemas que poderia ter no seu Mitsubishi. A determinada altura ainda se pensou que Vítor Lopes poderia alcançar Ricardo Moura, tendo ambos estado separados apenas por três décimas de segundo, mas a verdade é que o piloto açoriano conseguiu sempre manter-se na frente do seu perseguidor.Quando a Bernardo Sousa, que tinha como objectivo para esta prova conseguir a melhor preparação para o Rali de França, onde irá participar no SWRC, terminou na melhor posição que lhe foi possível depois de, também ele, ter sentidos dificuldades no seu Ford Fiesta durante a fase inicial deste Rali do Centro. No quarto lugar terminou João Silva, em Citroen DS3, vencedor entre os duas rodas motrizes, batendo com essa posição o quinto posto de Ivo Nogueira. Com estes resultados, a grande vencedora da prova acabou por ser uma equipa, a ARC Sport, formação de Aguiar da Beira de que fazem parte Ricardo Moura, Vítor Lopes e João Silva.

    Há a destacar, assim, a prova exemplar que Ricardo Moura quer saborear antes de pensar nas contas do campeonato, embora saiba que a quarta posição no próximo Rali de Mortágua seja suficiente para festejar o título, tal como deixou claro nas declarações feitas no final da prova já na Marinha Grande: “Primeiro quero festejar esta vitória e só depois penso em preparar a próxima prova. A ARC Sport está de parabéns pelo trabalho que fez comigo, mas também por todos os outros resultados positivos que alcançou nesta prova”.
    "Quero deixar também as minhas felicitações ao Vítor Lopes pela prova que efectuou. Estou muito contente com esta vitória, num rali que iniciámos com uma toada para discutir a vitória e onde se destacou a nossa luta com o Pedro Peres até ao seu abandono. De tarde, perante troços mais difíceis, com pisos diferentes e aderências mais complicadas, o ritmo foi naturalmente mais baixo, embora bem gerido, pois conseguimos sempre responder aos nossos adversários mais directos, quando se tornou necessário. Estou naturalmente muito feliz”, afirmou Ricardo Moura.

    Ainda no seio da ARC Sport, e para que tudo fosse perfeito para as cores desta formação, João Silva e José Janela levaram o Renault Clio R3 à vitória entre os carros de duas rodas motrizes, mantendo inviolado o objectivo de alcançarem o título de campeões nacionais de 2L/2RM, categoria que passaram a liderar. “Fizemos o que nos competia. O rali correu muito bem, pois conseguimos alcançar o nosso objectivo. Gostaria de realçar o trabalho executado pela ARC Sport ao longo de toda a prova. Acho que estamos todos de parabéns”, rematou João Silva.

    Bernardo Sousa no pódio
    a pensar no Rali de FrançaFora do âmbito da ARC Sport, mas ainda assim com um bom resultado final, ficou o madeirense Bernardo Sousa, que garantiu a terceira posição final para o Team Quinta do Lorde. O piloto do Ford Fiesta S2000 viu logo na primeira classificativa da prova uma transmissão do seu carro ceder, pelo que soube desde muito cedo que não podia ambicionar com o triunfo. De qualquer modo, o principal objectivo era o de testar para o Rali de França do SWRC que se realiza já no final deste mês, e isso foi conseguido, tal como explicou o próprio Bernardo Sousa: “Foi um bom teste. Perdemos a oportunidade de recolher dados mais concretos da parte da manhã pois o carro estava limitado apenas com duas rodas motrizes, mas durante a tarde já deu para fazer algum trabalho importante”.

    “Utilizámos os pneus do SWRC e também algumas afinações das suspensões e cargas dos diferenciais, sendo que agora temos de trabalhar os dados recolhidos para estarmos em França ao melhor nível. Essa é a nossa aposta para 2011, e quero ainda chegar mais alto no mundial de ralis. Por outro lado, foi muito bom termos estado cá com o nosso público pois é uma das coisas de que sinto falta lá fora”, explicou ainda o piloto madeirense consciente da importância que esta prova teve também para os seus patrocinadores: “Sei que o meu estilo de condução agrada a muitos adeptos, e foi um prazer estar de novo entre eles, sendo que não deixamos de em alguns momentos esquecer o relógio do rali e dar um pouco mais de espectáculo pois sabíamos que muitos estavam a contar com isso mesmo, e é a nossa forma de lhes agradecer o apoio que nos dão. Como temos igualmente patrocinadores nacionais como a PT Negócios, a Delta Q a Lizdrive e a Quinta do Lorde, esta acção a nível interno foi também importante”.

    Bernardo Sousa e Paulo Babo vão agora apontar baterias para o Rali de França, próxima etapa do SWRC no Mundial de Ralis da FIA que vai para a estrada de 30 de Setembro a 2 de Outubro próximos

  3. #1173
    Avatar de RSCSA
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    44
    Posts
    15.090

    Padrão WRC – Ogier vence rali de França





    O piloto francês Sébastien Ogier (Citroen DS3) venceu este domingo o rali de França, estando agora a apenas três pontos do compatriota Sébastien Loeb, que abandonou a prova na sexta-feira, na classificação do Mundial de ralis.

    Ogier terminou à frente do espanhol Dani Sordo (Mini Cooper), a seis segundos, e do norueguês Petter Solberg (Citroen DS3), que terminou a mais de um minuto.

    Armindo Araújo e Miguel Ramalho (Mini Cooper), que seguiam na sétima posição, acabaram por desistir após uma saída de estrada.

    Por seu lado, Bernardo Sousa (Ford Fiesta S2000), terminou no 16.º posto, sendo o quarto na categoria produção.

    Faltam duas provas para o final do WRC, em Espanha e na Grã-Bretanha.

    Classificação da prova:
    1. Sébastien Ogier(FRA/Citroën DS3) 3 h 06:20.4
    2. Dani Sordo (ESP/Mini John Cooper Works) a 6.3
    3. Petter Solberg(NOR/Citroën DS3) a 1:23.8
    4. Mikko Hirvonen (FIN/Ford Fiesta RS) a 3:26.6
    5. Jari-Matti Latvala (FIN/Fiesta RS) a 3:30.3

    Classificação geral de pilotos:
    1. S. Loeb (FRA) 196 pts
    2. S. Ogier (FRA) 193
    . M. Hirvonen (FIN) 193
    4. J-M. Latvala (FIN) 126
    5. P. Solberg (NOR) 125
    (...)
    20. A. Araújo (POR) 4

    " A Bola"

  4. #1174
    Avatar de mirror
    Registo
    Mar 2007
    Idade
    58
    Posts
    23.549

    Padrão Kankkunen, Salonen e Biasion na Rali Legend de San Marino

    Juha Kankkunen, Timo Salonen e Miki Biasion vão marcar presença na edição deste ano da Rali Legend de San Marino. Recorde a edição do ano passado.



    Autosport

  5. #1175
    Avatar de mirror
    Registo
    Mar 2007
    Idade
    58
    Posts
    23.549

    Padrão Olivier Quesnel: "Sébastien Loeb é o nosso líder e o Sébastien Ogier deverá assegurar

    Olivier Quesnel: "Sébastien Loeb é o nosso líder e o Sébastien Ogier deverá assegurar a sua cobertura"

    Apesar da Citroen Racing ter dois pilotos separados apenas por três pontos no topo do Mundial de Ralis (com Mikko Hirvonen pelo meio empatado com Sébastien Ogier), Olivier Quesnel, patrão da equipa já disse que a sua equipa continuará a dar primazia a Sébastien Loeb.



    Em declarações à WRC TV, ainda o rali ia a meio e depois de Loeb ter ficado pelo caminho, Quesnel não deixou dúvidas ao dizer que a equipa sabia muito bem o que fazer relativamente aos seus dois pilotos, e agora a questão foi melhor esclarecida, para que não subsistam dúvidas.

    Em declarações à francesa AutoHebdo, Olivier Quesnel foi claro: "Há que neutralizar Mikko Hirvonen, e tudo ficou acertado depois do Rali da Alemanha. Sébastien Loeb é o nosso líder e o Sébastien Ogier deverá assegurar a sua cobertura. Não temos mais margem para nos dispersarmos. Agora é um jogo de equipa antes de tudo mais, pois as hipóteses relativamente ao título são 50-50.", concluiu.

    Autosport

  6. #1176
    Avatar de mirror
    Registo
    Mar 2007
    Idade
    58
    Posts
    23.549

    Padrão Sébastien Ogier a caminho da Ford?

    De acordo com notícias postas a circular na imprensa finlandesa, Sebastien Ogier está a caminho da equipa oficial da Ford, com um contrato de três anos.



    Segundo a MTV3, o acordo está rubricado sendo que o francês substituirá Mikko Hirvonen já na próxima época. Obviamente a notícia não está confirmada, e nos próximos dias é possível que se saiba mais alguma coisa relativamente a este assunto. Caso se confirme, está explicada a frieza com que Olivier Quesnel se referiu à questão da luta pelo título de pilotos, quando referiu que "Na Citroen sabemos bem o que fazer com os nossos dois pilotos". Um caso a seguir nos próximos dias.

    Autosport

  7. #1177
    Avatar de mirror
    Registo
    Mar 2007
    Idade
    58
    Posts
    23.549

    Padrão Petter Solberg com Sébastien Loeb na Citroen Racing?

    Na sequência da notícia que refere a passagem de Sébastien Ogier para a Ford, para o lugar de Mikko Hirvonen, o jornal finlandês Turun Sanomat avançou com o substituto de Ogier na equipa francesa: Petter Solberg poderá passar a fazer equipa com Sébastien Loeb, sendo que segundo aquela publicação esta é uma situação que ainda está a ser discutida. Caso se confirme, uma autêntica revolução entre os lugares de topo no WRC, e ao que parece, não se vão ficar por aqui. Caso se confirme, o estatuto dentro da equipa deverá ser muito semelhante ao que se vê na foto, já que para dilatar o seu contrato, sébastien Loeb terá exigido voltar a ser piloto número 1 na equipa.



    Autosport

  8. #1178
    Avatar de mirror
    Registo
    Mar 2007
    Idade
    58
    Posts
    23.549

    Padrão Jari-Matti Latvala na Volkswagen em 2013?

    Os rumores que hoje assolaram a caravana do mundial de ralis não se esgotam na possibilidade de Sébastien Ogier estar a caminho da equipa oficial da Ford ou de Petter Solberg ser o próximo número dois de Sébastien Loeb na Citroen Racing, já que ainda e sempre de acordo a imprensa finlandesa, Jari-Matti Latvala está a caminho da Volkswagen em 2013 e Malcolm Wilson pretende substituir o finlandês pelo estónio Ott Tanak, que está a dar água pela barba a Juho Hanninen na luta pelo título do SWRC, depois de duas vitórias consecutivas, na Alemanha e em França, recuperando em dois ralis, 28 pontos, colocando-se apenas a três na luta pelo título do SWRC, que se resolve na próxima prova em Espanha.



    Autosport

  9. #1179
    Avatar de mirror
    Registo
    Mar 2007
    Idade
    58
    Posts
    23.549

    Padrão Carlos Magalhães: "Desmaiei com o choque e tiraram-me do carro ainda sentado na bacqu

    Carlos Magalhães: "Desmaiei com o choque e tiraram-me do carro ainda sentado na bacquet"

    O brasileiro Daniel Oliveira, navegado pelo 'nosso' Carlos Magalhães teve no Rali de França nova saída de estrada, mas ao contrário das anteriores, desta feita meteu hospital pelo meio. Carlos Magalhães partiu três costelas, e teve de ser desencarcerado (tiveram mesmo de cortar o carro) para o navegador sair ainda sentado na bacquet, já que poderia (felizmente não houve) lesão cervical, e a prudência a isso obrigava.




    Agora, Carlos Magalhães tem pela frente cerca de um mês de recuperação, ficando desde já impedido de marcar presença no Rali de Espanha, e só mais tarde (dependendo da recuperação das lesões) se saberá se poderá participar no Rali da Grã- Bretanha. Aqui fica a explicação pelas palavras de Carlos Magalhães:

    "Vínhamos duma zona rápida, e nas notas tínhamos como referência a necessidade de seguir as linhas dos pilotos anteriores, pois ficam sempre marcas das trajetórias dos carros devido à sujidade que naturalmente se acumula na estrada. Só que a ligeira esquerda fechava no final e tinha um alto a meio, e o que aconteceu foi que entrámos bem, a seguir as linhas, mas a seguir ao alto apanhámos a estrada demasiado suja e a partir daí já nada havia a fazer para agarrar o carro."

    "O problema teve a ver com as estacas de ferro que foram colocadas nos reconhecimentos, e que desapareceram na prova. Resultado, os pilotos cortavam as curvas e a sujidade acumulava-se e foi nesse contexto que fomos surpreendidos.", contou Carlos Magalhães, que explicou também tudo o que se passou a seguir ao acidente:

    "Desmaiei com o choque, e quando recuperei os sentidos já estavam a tentar perceber como me iriam tirar do carro. De início pensava apenas ter dores musculares fortes, mas por uma questão de segurança, pois os médicos achavam que poderia haver problemas cervicais, foi decidido que me iriam retirar do carro ainda sentado na bacquet, e como não saia pela porta, tiveram de cortar parte do carro.", contou Magalhães que depois de rumar aos hospital foram-lhe diagnosticadas fraturas em três costelas, pelo que Carlos Magalhães vai faltar ao Rali de Espanha, prova a que Daniel Oliveira terá de ir com outro navegador.

    Para além do acidente do MINI, houve outros igualmente com consequências na prova francesa. Ao hospital foram também parar Ashley Haigh-Smith (lesionou a pélvis), o seu navegador James Aldridge que sofreu alguns cortes e contusões, para além de Kathi Wustenhagen, o co-piloto de Gassner Jr. que fraturou também uma costela. Veja o vídeo do acidente de Daniel Oliveira e Carlos Magalhães.


    Autosport

  10. #1180
    Avatar de mirror
    Registo
    Mar 2007
    Idade
    58
    Posts
    23.549

    Padrão WRC – Ogier vence rali de França - O acidente de Kris Meeke

    A MINI teve uma boa prestação no Rali de França, que só foi abalada pela saída de estrada de Kris Meeke, quando era quinto e tentava recuperar tempo a Jari-Matti Latvala. Nas imagens, pode ver-se uma saída em frente de Sébastien Ogier, e posteriormente o acidente que deixou o piloto inglês fora de prova.



    Autosport

  11. #1181
    Avatar de mirror
    Registo
    Mar 2007
    Idade
    58
    Posts
    23.549

    Padrão O acidente de Armindo Araújo no Rali de França

    Já muito foi dito relativamente ao acidente de Armindo Araújo no Rali de França, mas a visualização das imagens permite tirar conclusões bastante mais claras. As barreiras que foram colocadas pela organização na fatídica curva, diminuíram consideravelmente a largura da estrada, e os responsáveis franceses, a exemplo que fizeram noutras alturas, teriam de ter avisado os concorrentes dessa situação, precisamente para prever casos como o que acabou por suceder ao piloto português.



    Se no que respeita às equipas oficiais a questão não se coloca com tanta premência, já que estes pilotos têm batedores que reportam aos pilotos todas as armadilhas das especiais, Armindo Araújo teve o azar de ser o primeiro a lá passar, sem batedores:

    "Abandonámos o Rali de França devido a um erro da organização, pois esta colocou barreiras no troço, que não estavam lá nos reconhecimentos, e não alertou os concorrentes. Tendo em conta que não somos uma equipa registada, não podemos utilizar batedores. Ao sair da sétima posição, acabámos por bater na primeira curva da especial de abertura do último dia de prova, pois, pouco depois do começo do troço, numa direita, havia uma casa onde foram colocadas as tais barreiras de cimento, que diminuíram a largura da estrada em cerca de um metro, que não consegui evitar. Curiosamente, no dia anterior, na especial de Mulhouse, também foram feitas algumas alterações no troço, mas dessa vez avisaram os concorrentes.", referiu Armindo Araújo.



    O Mini John Cooper Works WRC sofreu sérios danos na suspensão, e está agora a ser reparado a tempo dos testes que Armindo Araújo tem previstos antes do Rali da Catalunha. O carro irá ter também um novo motor e caixa de velocidades para a prova espanhola. Veja as imagens do acidente no vídeo.

    Martin Holmes

    Autosport

  12. #1182
    Avatar de mirror
    Registo
    Mar 2007
    Idade
    58
    Posts
    23.549

    Padrão Mundial de Ralis decide-se no Rali da Grã-Bretanha

    Mais uma para Sébastien Loeb! O francês obtém a sétima vitória em Espanha e ruma à derradeira prova do WRC, onde se vai decidir o título de 2011, com oito pontos de vantagem sobre Mikko Hirvonen.



    Este último, assegura o segundo posto na Catalunha, graças a uma penalização de Jari-Matti Latvala, que saiu da derradeira especial, a Power Stage ainda na frente de Hirvonen, numa altura em que já se sabia que iria penalizar para ceder a posição ao seu colega de equipa.

    Desta forma, Sébastien Loeb passa a somar 222 pontos (somou um na Power Stage onde foi terceiro) contra os 214 de Mikko Hirvonen, que desta forma vai para a Grã-Bretanha a precisar de somar mais nove pontos que Sébastien Loeb para chegar ao título. Não será fácil, mas pelo menos é possível, embora nem tudo dependa de si. Caso vença o rali e a Power Stage, a Loeb basta ser segundo...sempre, na prova e na derradeira especial que dá pontos adicionais. De qualquer forma, falamos de ralis, portanto, nada será decidido até...às verificações técnicas finais.

    Dani Sordo foi quarto classificado, e Kris Meeke, quinto, com os dois pilotos da MINI a serem os mais fortes na Power Stage, com Meeke a bater Sordo. Mais um bom resultado de conjunto da MINI, que está muito forte no asfalto. Só que a Catalunha foi um rali misto.

    Mads Ostberg foi sexto na frente de Evgeny Novikov, que surge pela primeira vez este ano nos primeiros lugares, isto depois de ter pregado uns valentes sustos ao seu cotado navegador Denis Giraudet, tantos foram os despistes do russo. Pelos vistos, a troca do Ford Fiesta WRC pelo Citroen DS3 WRC foi produtiva.

    Já se sabe, Armindo Araújo abandonou esta manhã, na primeira especial, devido a despiste. O carro quase não ficou danificado, mas foi impossível recolocá-lo na estrada e continuar. Bernardo Sousa abandonou durante o segundo dia de prova com problemas graves no motor do Ford Fiesta S2000.

    No SWRC, os problemas logo na fase inicial do Rali de Ott Tanak deixaram Juho Hanninen completamente à vontade, com o piloto da Skoda a dominar por completo a prova, assegurando o título do SWRC.

    Autosport

  13. #1183
    Avatar de mirror
    Registo
    Mar 2007
    Idade
    58
    Posts
    23.549

    Padrão Piloto luso abandona novamente na 1ª PE do último dia de prova

    Armindo Araújo: "Não era este o desfecho que esperávamos e não posso estar satisfeito com esta desistência"

    Armindo Araújo voltou a não se dar muito bem com a primeira especial do último dia de prova, já que a exemplo do que sucedeu no Rali de França, desta feita, novo despiste deixou de fora a equipa, numa prova que não correu nada bem.



    Uma ligeira saída de estrada foi suficiente para deixar o MINI JCW WRC numa posição que não permitiu voltar à especial. Um final de prova infeliz para os bicampeões de Mundo de Ralis Produção que se preparavam para continuar a recuperar posições na classificação geral.

    No regresso à zona de assistência, instalada em Salou, Armindo Araújo estava naturalmente triste com o sucedido. "Não era este o desfecho que esperávamos e não posso estar satisfeito com esta desistência. Cometi um erro na travagem para uma curva e o MINI saiu de traseira para uma vala e não foi possível voltar à estrada pelos próprios meios. Infelizmente não haviam espetadores por perto e não tivemos hipótese de ser ajudados", começou por dizer o piloto de Santo Tirso.

    Numa fase do rali onde o objetivo era claramente procurar recuperar mais posições na classificação geral, Armindo Araújo sabia à partida que teria que imprimir um ritmo ainda mais rápido que o de ontem e que os riscos aumentariam necessariamente de nível. "Entrámos para o último dia com o objetivo de conseguirmos subir lugares e estávamos muito confiantes. Esta saída de estrada acabou por ser um grande revés mas eu assumo a total responsabilidade pelo sucedido. Pela segunda vez consecutiva não conseguimos terminar um rali e estamos desapontados com isso. O MINI no asfalto está notoriamente mais rápido e nesta fase teríamos de tentar tirar partido disso. Não capitalizamos isso em termos de resultados mas, este ano, isso não é o mais importante. Falta ainda disputar um rali e vamos já começar a preparar a última prova do ano para tentarmos acabar a época da melhor forma", afirmou ainda o piloto.

    Armindo Araújo e Miguel Ramalho regressam à competição entre 10 e 13 de novembro com a realização do Rali de Gales, a derradeira prova do calendário do Campeonato do Mundo de Ralis 2011.

    Autosport

  14. #1184
    Avatar de mirror
    Registo
    Mar 2007
    Idade
    58
    Posts
    23.549

    Padrão Ricardo Moura campeão, Vítor Lopes vence Rali de Mortágua

    Depois dos títulos açorianos e o de produção, Ricardo Moura inscreveu hoje em Mortágua o nome no livro de ouro do Campeonato de Portugal de Ralis, numa prova em que Vítor Lopes venceu à vontade, depois do açoriano ter preferido assegurar a conquista do título, ao invés de lutar pela vitória na prova.



    Ao terminar o dia de ontem na frente, Ricardo Moura abdicou esta manhã de lutar pela vitória na prova, centrando-se exclusivamente em evitar erros e problemas que lhe pudessem colocar o título em risco.

    Esta manhã, no final da primeira especial, Moura ainda liderava a prova, mas no final da segunda já estava quase quinze segundos atrás de Vítor Lopes, posição que manteve sem grandes problemas, pois atrás de si os atrasos e os abandonos foram um facto, e por isso não valia a pena arriscar o título. O segundo lugar chegou e sobrou.

    Desta forma, Vítor Lopes venceu pela segunda vez este ano, mas já se sabia que pouco poderia relativamente às contas do título. Segundo abandono consecutivo de Pedro Peres em Mortágua. A exemplo do ano passado, Peres voltaria a ficar fora de prova devido a uma saída de estrada, desta feita quando era terceiro.

    Pedro Meireles foi terceiro, na frente de João Silva, que está pertíssimo do título no CPR2. Ivo Nogueira desistiu devido a despiste. Paulo Antunes, com o Opel Corsa S1600 foi quinto e adiou a discussão do título do CPR2 para o Algarve.

    Autosport

  15. #1185
    Avatar de mirror
    Registo
    Mar 2007
    Idade
    58
    Posts
    23.549

    Padrão Mikko Hirvonen já 'trabalha' com o Citroën DS3 WRC

    O secretismo é muito mas já circulam na Internet as primeiras imagens de Mikko Hirvonen a testar o Citroën DS3 WRC, modelo que irá tripular na temporada de 2012. O piloto finlandês vai assim trocar a Ford pela marca gaulesa, acompanhando o campeoníssimo Sébastien Loeb no próximo ano. Este teste decorreu em Espanha, na região de Almeria.








    Autosport

Página 79 de 92 Primeiro ... 296978 79 8089 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar