Página 1 de 8 1 2 ... Último
  1. #1
    Avatar de MNM
    Registo
    Dec 2006
    Idade
    43
    Posts
    2.946

    Novo Cantinho do Karting!! Postar aqui...

    Como sabem, o Desporto é constituído por inúmeras modalidades, entre as quais incluímos o " Karting".
    Sendo assim, agradece-se que tudo o esteja relacionado com esta modalidade, seja postado neste tópico.

    Aquele abraço
    Última edição por [email protected]; 20-10-2008 às 19:14.




    " O acaso favorece somente as mentes preparadas"

  2. #2
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Novo Cantinho do Karting!! Postar aqui...

    Devido às previsões metereológicas pouco favoráveis que se esperam no próximo fim-de-semana, os promotores do "ONDE ESTÁ O ÁS" foram forçados a adiar as provas de selecção para as seguintes datas:

    Kartódromo de Palmela.......dia 20 de Abril

    Kartódromo de Viana ........ dia 26 de Abril

    Os promotores do evento entenderem que avaliação dos candidatos poderia não ser a mais justa e fiável, caso as condições das pistas não fossem as de seco.
    AS"

  3. #3
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Campeonato de Portugal de Karting começa em Braga


    O Campeonato de Portugal de Karting estreia-se já no próximo fim de semana (29 e 30 de Março) no Kartódromo Internacional de Braga (KIB). Substituindo o anterior Campenato Nacional, a nova designação abrange também a introdução das novas categorias que, por determinação da CIK-FIA, vieram substituir as antigas categorias Júnior, Inter A e 125cc caixa, respectivamente pela KF3, KF2 e KZ2. Em liça irão estar ainda os Juvenis e os Cadetes, havendo também lugar para os TAG 125, com a designação de K 125, classe relativamente aberta, para os TAG não homologados nas categorias oficiais.

    Até à data prevista para o fecho das inscrições (18 de Março), as grelhas são apenas razoáveis: 9 inscritos em KF3, 12 em KF2, 9 em KZ2 e apenas um concorrente em K 125. Espera-se, contudo, que alguma(s) inscrição(ões) de última hora venha(m) melhorar um pouco o panorama, criando maior despique ao campeonato maior português.

    Com as verificações administrativas a começarem sábado logo de manhã, a 1ª. sessão de treinos livres terá lugar a partir das 09h00 para os KF3, seguindo-se de 15 em 15 minutos as restantes categorias: KF2, KZ2, K125, Juvenis e Cadetes. A segunda sessão, com a mesma ordem e os mesmos intervalos, inicia-se às 10h30. Ao meio dia, terceira sessão, e igual sequência.
    Os treinos cronometrados (respeitando sempre a mesma sequência de categorias, exceptuados Juvenis e Cadetes, em que a grelha de partida é sorteada) principiam às 13h25, prosseguindo às 13h50, 14h10 e 14h30. De tarde, e a partir das 14h50, com intervalos de 25 minutos, disputa-se a primeira qualificação, sempre pela ordem de categorias indicada.

    Com os treinos de carburação a terem início no domingo a partir das 09h00, a segunda corrida de qualificação disputa-se a partir das 10h00 para a KF3, seguindo-se de novo as restantes categorias a intervalos de 25 minutos. As finais celebram-se a partir das 13h30, de novo a intervalos de 25 minutos, devendo a cerimónia de distribuição de prémios celebrar-se às 16h15.

    NG

  4. #4
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Campeonato de Portugal iniciou-se em Braga


    Bom começo no karting
    Foi num fim-de-semana com condições meteorológicas antagónicas que teve início o Campeonato de Portugal de Karting, competição que levou a Braga alguma emoção. Na KF2 o vencedor foi David Rambeau (Zanardi/Iame), na KF3, a vitória pertenceu a Luís Lousada (Birel/MRC), enquanto na KZ2, foi João Barros (Birel/TM) o vencedor. No Troféu do Futuro, em Cadetes, Tomás Mota (Tonykart/Vortex) entrou a ganhar, enquanto nos Juvenis foi Eduardo Jesus (Tonykart/Iame) a levar a melhor.

    No sábado, com o sol a manifestar-se e a pista seca, disputaram-se os treinos cronometrados, que ditaram a grelha para a primeira manga classificativa. Em KF2, Carlos Coito, em Maranello/Vortex, averbou o melhor tempo (52,831), seguido de David Rambeau e António Martinez. Luís Lousada, em Birel, fez a "pole" da KF3 (53,984), posicionando-se João Barros na frente da grelha de partida da KZ2, com 51,765. Com o bom tempo a manter-se, no sábado disputou-se ainda a primeira manga de qualificação, impondo-se de novo Carlos Coito, em KF2. João Correia, em KF3, bateu Luís Lousada por 176 milésimas de segundo, ao passo que em KZ2 se impôs de novo o campeoníssimo João Barros.

    Mas domingo trouxe a chuva e, sobretudo, a incerteza, com a pista a secar em determinados momentos, para logo de seguida voltar a chover.
    Na pré-final, com as corridas declaradas de chuva, e a adopção dos inevitáveis pneus com sulcos, mudaram-se alguns protagonistas, e baralharam-se os resultados. Em KF2 venceu Mauro Marques, com o protagonista da primeira corrida a ficar-se pelo décimo posto, enquanto Luís Lousada manteve a liderança em KF3. Mas o insólito veio a ocorrer em KZ2: com a pista a secar, a maioria dos pilotos tinha optado por pneus slick.

    Contudo, novo aguaceiro veio confundir os dados, e impôs-se a montagem de pneus de chuva. Só que o curtísimo tempo de que dispunham os concorrentes levou a que a direcção de prova não facilitasse um segundo: parque fechado, então, e só dois pilotos a disputar a manga. Com a particularidade de um deles ter slicks montados, enquanto o outro tinha pneus de chuva. Resultado: 8 pilotos a ver passar o dueto desigual, que terminou o seu carrossel com quase 39 segundos de diferença: Rita Graça em primeiro, André Serafim em segundo, se assim podemos dizê-lo.

    À tarde, foi-se alternando entre nuvens, sol e...sol. E depois mais uma ameaça de chuva, a aumentar a emoção. Em KF3, Luís Lousada e João Correia protagonizaram uma corrida cheia de emotividade, com Francisco Abreu a intrometer-se no prélio durante as primeiras voltas.

    Alternando a liderança, os dois pilotos entregaram-se à luta e Lousada só conseguiu assegurar a vitória na penúltima curva antes da bandeirada final.
    Seguiu-se a corrida de KF2, com o tempo a aguentar-se e, portanto, slicks montados. Sendo o pelotão mais numeroso, os KF2 tiveram uma intervenção interessante, com luta renhida entre o segundo e o terceiro, Luís Martins e Mauro Marques, impondo-se finalmente o primeiro, com a vitória a caber a David Rambeau. Mais atrás, o excesso de entusiasmo acabou por pôr fora de corrida alguns dos participantes, designadamente Carlos Coito, que se ficou pela nona volta.

    Em KZ2, a tal prova que terminou com a chuva a ameaçar regresso, os irmãos Barros, João e Elias, impuseram o seu andamento como quiseram. Primeiro Elias, depois João, chegando este em primeiro com Elias a uma décima de diferença. Nos lugares intermédios, muita luta entre Miguel Raposo e Luís Santos. Mas um toque numa disputa de trajectória acabaria por relegar o ex-campeão nacional de Inter A para a quinta posição, o que veio a ser rectificado com a desclassificação imposta a Ruben Lozano, inicialmente classificado em 4º. AS

  5. #5
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578
    Quanto ao Futuro...
    Os mais jovens pilotos, entre os 7 e os 13 anos, distribuídos pelas categorias de cadetes e juvenis, e que disputam o Troféu do Futuro, encerraram a competição. Como já se disse, pena que este pelotão não fosse o mais numeroso, mas reconheça-se a entrega e entusiasmo dos jovens pilotos.
    Em Juvenis, com sete pilotos de idades compreendidas entre os 10 e os 13 anos, a 1ª. manga foi vencida por Eduardo Jesus, no sábado, piloto que viria a repetir o resultado em todas as outras mangas, até à Final.

    Quanto a Cadetes, os mais novinhos de todos, de 7 a 10 anos, a grelha um pouco mais nutrida contava com 10 pilotos. Tomás Mota venceu a primeira corrida, ao passo que Diogo Pinto veio a assegurar a vitória na segunda. Na final, disputada com garra, os primeiros lugares disputavam-se à décima de segundo, sempre com Tomás Mota a marcar o ritmo. A chuva voltou a ameaçar a cinco voltas do fim, e caindo com intensidade, acabou por ditar a interrupção da corrida à sétima volta. E Tomás Mota, que liderava, assegurou nova vitória, seguido a cerca de meio segundo por Daniel Fernandes e Diogo Pinto.

  6. #6
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578
    Classificações
    Campeonato de Portugal

    KF2
    1º. - David Rambeau (Zanardi/Iame)
    2º. - Luís Martins (PCR/Iame)
    3º. - Mauro Marques (Tonykart/Vortex)
    4º. - Filipe Carvalho( Zanardi/Parilla)
    5º. - Pedro Silva (Tonykart/Vortex)

    KF3
    1º. - Luís Lousada (Birel/MRC)
    2º. - João Correia (Zanardi/MRC)
    3º. - Francisco Abreu (Maranello/TM)
    4º. - Aitor Serra (Tonykart/Vortex)
    5º. - André Costa (PCR/PCR)

    KZ2
    1º. - João Barros (Birel/TM)
    2º. - Elias Barros (Birel/TM)
    3º. - Luís Santos (Birel/TM)
    4º. - Miguel Raposo (Tonykart/TM)
    5º. - André Serafim (Spirit/TM)

    Troféu do Futuro

    Cadetes
    1º. - Tomás Mota (Tonykart/Vortex)
    2º. - Daniel Fernandez (Birel/Vortex)
    3º. - Diogo Pinto (FA/Vortex)
    4º. - Rita Teixeira (Tonykart/Vortex)
    5º. - Afonso Faria (CRG/Maxter)

    Juvenis
    1º. - Eduardo Jesus (Tonykart/Iame)
    2º. - Miguel Lino (Tonykart/Iame)
    3º. - Henrique Chaves (Tonykart/Iame)
    4º. - José Faria (Birel/Iame)
    5º. - João Carvalho (Intrepid/Iame)AS

  7. #7
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Novas categorias em nome da fiabilidade e custos

    Impostas pela CIK-FIA em 2007, em nome da fiabilidade e da contenção de custos, as novas categorias internacionais de karting, em Portugal, só nesta época foram assumidas na sua plenitude.

    Assim, em substituição das anteriores Júnior, Inter A e Livre 125, vimos aparecer a KF3, a KF2 e a KZ2. Os "velhinhos" motores de 100cc, altamente performantes, atingindo as 19/ 20 000 rotações sem grandes dificuldades, o que levava a consequências desastrosas com frequência (motores gripados, quando não totalmente partidos não faltavam), tinham um custo inicial elevado, uma manutenção dispendiosa e uma durabilidade de pistão muito curta, exigindo rectificações de cilindro, no máximo, a cada hora e meia/duas horas de utilização (isto com alguma sorte).

    Com os novos motores de 125cc, de arranque eléctrico (TAG), novos carburadores e rotações limitadas (baixamos para as 14000 e 15000, em KF3 e KF), apesar do investimento inicial rondar os 3000 €, as despesas sequentes reduzem-se efectivamente e, aparentemente, a corrida aos armamentos que existia, com preparações e motores a serem quase cotados em bolsa, tornou-se bastante mais razoável.

    Se os fabricantes inicialmente reagiram mal à mudança, considerando o período de transição de regulamentos muito curto, a verdade é que os resultados vão surgindo.

    Entre nós, o balanço está em curso: ao longo da época, haverá ocasião para mecânicos e pilotos se pronunciarem sobre vantagens e desvantagens das novas categorias.

    N.G.

  8. #8
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Custos, pouca visibilidade e divulgação: Será a crise?

    Em Braga, no kartódromo internacional da cidade dos arcebispos, arrancou mais um campeonato nacional de karting que, desta vez, se chama Campeonato de Portugal. À chamada, nas categorias principais, compareceram trinta e cinco pilotos, contando-se entre estes alguns concorrentes espanhóis: Óscar Panero, Abel Seijo, Ruben Lozano e António Martinez num curioso movimento que parece contrabalançar o movimento inverso, de êxodo de pilotos nacionais para o estrangeiro.

    Olhando para estes números, se eles não confirmam totalmente a catástrofe anunciada, a verdade é que quando a maior grelha acolhe 15 pilotos (a KF2), se os mais jovens, que serão futuro descem para 10, e se os cadetes e juvenis do Troféu do Futuro, que correm em paralelo com o nacional não vão além de 17, não podemos deixar de nos questionar.

    E, já agora, questionar também a FPAK: licenças caras, custos elevados, pouca visibilidade e divulgação da modalidade, conduzem a que eventuais patrocinadores se encolham, e o nível de esforço exigido aos pilotos passa a exagero só ao alcance de alguns privilegiados. Será a crise económica? Sem dúvida, mas não será só isso.

    Nesta perspectiva, muito boa gente se interroga sobre o futuro da modalidade no nosso país, sem deixar de opinar, mais ou mesmo razoavelmente, sobre o papel da Federação e dos clubes. Não será este, então, o momento oportuno para uma reflexão conjunta (se possível, desapaixonada)? Parece-nos que o desporto automóvel agradeceria. Sobretudo o seu futuro.
    AS

  9. #9
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Miguel Raposo à espera dos fórmulas

    Surgido à última hora no pelotão de KZ2, Miguel Raposo, campeão nacional em título na extinta Inter A, participa em algumas provas do Campeonato de Portugal, sendo certa a sua presença no Europeu de KF2, na Taça de Portugal e no Campeonato Espanhol, sempre com o apoio da Tony Kart.

    O jovem piloto portuense, que completa dezasseis anos no próximo Verão, rumará depois aos fórmulas, sob a égide da FPAK. À Auto Sport , Raposo confessou que "gostaria mesmo de participar em fórmulas, e espero pelo Verão para ter as primeiras oportunidades". Até lá, treinar e correr com a convicção de sempre.AS

  10. #10
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Luis Ribeiro testou em Lousada

    O único português Campeão Europeu de Autocross, Luis Ribeiro, regressou aos testes com o seu Gembo-Volkswagen no passado sábado, em Lousada. O piloto de Penafiel está afastado da competição desde 2006, quando capotou na prova do Europeu de Autocross em Murça. Ribeiro aproveitou para fazer algumas voltas à pista de Lousada como preparação para as duas rondas portuguesas do Europeu, em Foz Côa e Murça. No entanto, o teste acabaria antes do previsto depois de um toque nas barreiras de protecção ter danificado a suspensão do monolugar TT.AS

  11. #11
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Até quando a agonia no Offroad?

    Uma (muito) reduzida lista de inscritos voltou a ser o principal motivo de destaque da segunda prova do Campeonato de Portugal de Offroad, disputada em Murça.

    O boicote generalizado entre os pilotos de Autocross teve o seu auge na prova do Clube Automóveld e Vila Real, onde apenas os concorrentes da Taça Nacional de Autocross, do Campeonato de Portugal de Crosscar e do Troféu Olimar estiveram em acção. Desta feita, nem os carros de Jorge Sirgado e Jorge Rodrigues (Divisão 1) nem os monolugares de Valter Portugal e Joaquin Amil (Divisão 4) marcaram presença na pista transmontana. Um cenário que, infelizmente, ameaça voltar a repetir-se indefinidamente...

    Rosário no Crosscar, Calçada no Troféu

    Pedro Rosário continua a ser o piloto a bater no Campeonato de Portugal de Crosscar. Depois da vitória em Lousada, o campeão em título voltou a dominar as operações em Murça, vencendo as três corridas de qualificação e a Final. Para o piloto do JB Racing a vitória na Final começou a ser construída logo após o arranque, quando Rosário começou a construir uma vantagem considerável sobre o duo de perseguidores, Mauro Reis e Luis Caseiro. Estes dois pilotos rodaram juntos nas primeiras voltas, mas Caseiro aproveitou um pequeno erro do piloto da Hsport e partiu em perseguição do líder. Em apenas duas voltas, Caseiro conseguiu anular a desvantagem para Rosário, mas o campeão em título defendeu-se bem da única tentativa de ultrapassagem feita pelo seu adversário. Depois de ultrapassado por Caseiro, Mauro Reis concentrou-se em manter o terceiro lugar e controlar o andamento do espanhol Javier Paz, que colocou o Semog 600 na frente do JB de Hugo Castro.

    No Troféu Olimar, organizado pelo quarto ano consecutivo pela Semog, Alcides Calçada repetiu a vitória obtida em Lousada, apesar de Sérgio Bandeira nunca ter andado longe do último vencedor da competição. Calçada venceu uma corrida de qualificação (contra duas de Bandeira), mas na Final esteve sempre na frente do seu companheiro na equipa Acrimolde RT Santinho Mendes. Mais atrás Alexandre Durão protagonizou uma das melhores ultrapassagens do dia ao superar Vasco Lopes por fora, mas problemas de travões impediram-no de chegar aos dois pilotos da frente. Fora do pódio terminou Carlos Ribeiro depois de ter sido atrasado por um toque nas voltas iniciais.

    Novidade na Taça

    A Taça Nacional de Ralicross voltou a juntar em pista os concorrentes das divisões 1 e 2, embora se tenha assistido a um vencedor surpresa quando André Soares colocou o Volkswagen Golf G60 na frente do BMW 325ix de Jose Blanco. O espanhol partiu na frente mas logo na primeira curva viu o diferencial dianteiro do BMW ceder, o que o levou a fazer quase toda a Final só com tracção traseira. Depois de duas trocas de posições mais "musculadas" com André Soares, o português acabou por se colocar definitivamente na liderança, terminando a prova sem dar a Blanco hipótese de um ataque final. Na Divisão 2, Paulo Mousaco levou o Peugeot 309 Gti a uma vitória fácil, beneficiando da discussão entre José Ferreira (Toyota Celica) e António Zenha (Volkswagen Golf) que resultaria na desistência deste último. Depois da vitória em Lousada, Ferreira voltou a terminar no pódio da Divisão 2, deixando o último lugar do pódio para João Sousa, num Peugeot 306 GTi. AS

  12. #12

    Registo
    May 2007
    Idade
    45
    Posts
    1.601

    Padrão Foz Côa abre campeonato


    Europeu de Autocross promete espectáculo
    Em perfeito contraste com o panorama do Offroad nacional, o Campeonato da Europa de Autocross promete trazer até Foz Côa uma das melhores listas de inscritos dos últimos anos na competição. Depois de se ter estreado em 2007, o Foz Côa Automóvel Clube volta a receber a elite do Autocross onde estarão quase todos os principais pilotos das três divisões do Europeu.

    Na "rainha" Divisão 3, onde alinham monolugares TT com motores até 4000cc e mais de 400 cavalos, os favoritos são os dois protagonistas da época passada, o campeão Petr Bartos e o jovem alemão Bernd Stubbe. O checo apenas foi campeão após uma discutível decisão na secretaria, mas Stubbe volta em força para 2008 e este ano trocou de propulsor para um Volvo 2300cc aspirado. Curioso será verificar o que poderá fazer o antigo campeão europeu Luís Ribeiro (Gembo-Volkswagen) face aos melhores concorrentes estrangeiros.

    Na Divisão 3A a cilindrada máxima são 1600cc e as potências dos monolugares rondam os 300 cavalos. O campeão em título é outro representante da fortíssima Equipa Nacional Checa, Ladislav Hanak. Portugal estará representado por pilotos como António Ferreira, Valter Portugal, Manuel Guerreiro e Luís Santos.

    Nos carros de Turismo da Divisão 1 destaque para a armada de Ford Focus e para o Volkswagen Polo do campeão Nerijus Naujokaitis. Jorge Sirgado poderá surpreender com o seu Peugeot 306, enquanto Pedro Matos, António Matias e Rui Raposo também já confirmaram presença.
    Este ano a prova de suporte é o Campeonato de Portugal de Crosscar, onde Pedro Rosário é o líder destacado após as vitórias em Lousada e Murça.

    Programa

    Sábado, 12 Abril

    13h45 - Treinos livres
    15h30 - Treinos oficiais
    17h30 - 1ª Manga de qualificação

    Domingo, 13 Abril

    08h15 - Treinos da corrida de suporte (Crosscar)
    09h10 - 1ª Corrida de qualificação (corrida de suporte - Crosscar)
    10h15 - 2ª Manga de qualificação
    11h30 - 2ª Corrida de qualificação (corrida de suporte - Crosscar)
    14h00 - 3ª Manga de qualificação
    15h30 - 3ª Corrida de qualificação (corrida de suporte - Crosscar)
    16h00 - Finais
    Todos os links encontrado no gforum por mim postados estão hospedados na internet, sendo que os mesmos não são da minha responsabilidade ou autoria

  13. #13
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Rotax Challenge a Centro, Sul e Norte

    Em dois fins-desemana consecutivos o Rotax Challenge deslocou-se aos Kartódromos de Leiria e de Braga, onde tiveram lugar corridas relativas aos Troféus Centro/Sul e Norte.

    Em Leiria o vencedor foi o jovem madeirense Herlander Silva, que averbou o melhor cronometrado e a vitória em todas as mangas.
    Em Rotax Max, Gonçalo Gaivão deu cartas também do princípio ao fim, com excepção da pole, que foi conquistada por Miguel Carvalho.
    Viveram-se entretanto alguns duelos interessantes entre os 15 pilotos participantes, e pena foi que o sénior da família Gaivão fosse envolvido num incidente de corrida na final, que o impediu de prosseguir a muito interessante recuperação que estava a fazer.

    Já em Braga, Bruno Borlido foi um vencedor absoluto, vencendo as três mangas na categoria de Minis. Na Rotax Júnior, Pedro Matos esteve ao seu melhor nível, e foi ganhando tudo o que havia para ganhar, sem que nenhum outro concorrente conseguisse fazer-lhe frente, excepto na final, em que César Machado deu luta e alcançou a vitória e fez subir muitos pontos a emoção da disputa.

    Vitória de Pedro Loures em DD2, numa corrida também ela bem disputada, e em que Mário Dias, que começara mal, conseguiu recuperar, acabando em terceiro. Registem-se também as prestações de Tiago Vilela , César Boaventura e Carlos Machado.
    Finalmente, a Max correu-se com grande intensidade. Liderando até ao fim, Miguel Barbosa venceu com brilho, secundado por Miguel Pinto e Paulo Pereira.

    Challenge Centro/Sul - Classificação Final

    Rotax Júnior

    1º. - Herlander Silva (EKS/Rotax)
    2º. - João Dias (Intrepid Rotax)
    3º. - Rui Silva (EKS/Rotax)

    Rotax Max

    1º. - Gonçalo Gaivão (CRG/Rotax)
    2º. - Miguel Carvalho (CRG/Rotax)
    3º. - António Pinheiro (Intrepid/Rotax)

    Challenge Norte

    Rotax Mini-Max
    1º. - Bruno Borlido
    2º. - João Bazenga
    3º. - João Ferreira

    Rotax Junior
    1º. - César Machado
    2.º - Paulo Matos
    3º. - João Pinto

    Rotax Max
    1º. - Miguel Barbosa
    2º. - Miguel Pinto
    3º. - Paulo Pereira

    Rotax DD2
    1º. - Pedro Loures
    2º. - Tiago Vilela
    3º. - Mário Dias
    AS

  14. #14
    Avatar de xpt0
    Registo
    Sep 2006
    Posts
    2.410

    Post Cantinho do Karting!! Postar aqui...

    Noticias sobre karting...
    Última edição por xpt0; 17-04-2008 às 17:34.

    Todos os Ficheiros e Informações por mim postadas, destinam-se única e exclusivamente para fins de investigação satélite. A visualização de canais TV sem uma Assinatura Válida, é estritamente proibida, e punível por lei.

    O FABRICO, VENDA E DETENÇÃO DE EQUIPAMENTOS ILÍCITOS DE DESCODIFICAÇÃO DE SINAL DE TELEVISÃO, É UM CRIME PUNIDO POR LEI COM PENA DE PRISÃO ATÉ 3 ANOS.



  15. #15
    Avatar de G@ngster
    Registo
    Nov 2007
    Idade
    50
    Posts
    45.578

    Padrão Na semana seguinte será a vez de Viana do Castelo

    "Onde está o Ás" é já domingo em Palmela
    É já no próximo domingo em Palmela que irão ter lugar as primeiras provas de selecção da iniciativa "Onde está os Ás", uma parceria do AutoSport, em associação com a Korridas & Kompanhia e a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK).

    Será dada uma oportunidade a 26 jovens pilotos, num programa que inclui aulas teóricas e avaliação de capacidades de condução, a que se seguirão turnos de condução.

    A primeira prova de selecção decorre este domingo em Palmela, e na semana seguinte, no sábado, será a vez de Viana do Castelo.

    Domingo, 20 de Abril - Kartódromo Internacional de Palmela

    Horário

    Recepção e inscrição dos candidatos..........10h00 /10h15

    Recepção do kartódromo

    Briefing e definição do grupos.....................10h15 /10h30
    Auditório do kartódromo

    FASE 1................................................. .......10h30 / 12h00
    Aulas teóricas (em sala) e avaliação de capacidades de condução (pista Júnior).

    10h30/11h15 ..... Aula teórica para Grupo A
    10h30/11h15 ...... Avaliação de capacidades de condução Grupo B
    11h15/12h00 ..... Aula teórica para Grupo B
    11h15/12h00 ...... Avaliação de capacidades de condução Grupo A
    12h00/12h30..... Teste teórico para todos os Grupos

    Almoço (livre) ..............................................12h3 0 /13h30

    FASE 2................................................. .........13h45 / 16h00
    ? 13h45 /14h45 ..... Fase 2 - 1º turno de condução
    ? 15h00/ 16h00 ......Fase 2 - 2º turno de condução


    FASE 3................................................. .........16h15/17h00
    Final na pista grande

    Anúncio dos vencedores e foto no podium......17h30

Página 1 de 8 1 2 ... Último

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar