Página 4 de 45 Primeiro ... 3 4 514 ... Último
  1. #46
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Kia revela novo Magentis com o Lotze Innovation



    A atravessar uma fase de renovação de produtos, com o lançamento de novos modelos, a Kia iniciou a comercialização, na Coreia do Sul, do Lotze Innovation, uma berlina baseada no Magentis, topo de gama da marca sul-coreana.

    Comparativamente ao Magentis, comercializado na Europa, o Lotze Innovation distingue-se por uma dianteira mais elegante, jantes de liga leve de desenho especifico, grupos ópticos redesenhados, enquanto que no interior recebe uma instrumentação redesenhada, o mesmo acontece com os comandos do sistema de ar condicionado e a utilização de materiais de maior qualidade. Destaque ainda para um novo sistema de navegação e a introdução de entradas USB.

    A gama para a Coreia do Sul é composta pelos motores a gasolina de 2 litros com 158 cavalos de potência, 2.4 litros com 171 cavalos, ambos a gasolina e uma proposta diesel CRDi de 2 litros com 155 cavalos de potência. A caixa automática de cinco velocidades, proposta nas duas motorizações a gasolina passa a contar com patilhas no volante. Espera-se que as novidades apresentadas pelo Lotze Innovation cheguem em breve ao Magentis.



    fonte. autoportal

  2. #47
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Renault Koleos já está à venda em Portugal



    A Renault deu inicio à comercialização do Koleos no mercado Português. O primeiro SUV da marca Francesa está disponível em Portugal com quatro versões distintas e preços entre os 41.800 e os 52.200 euros.

    Com 4520 mm de comprimento e 1850 mm de largura, o Renault Koleos apresenta-se como um crossover compacto, conservando uma linha dinâmica e equilibrada, equipado com um sistema de transmissão integral, que reparte o binário entre os eixos em função das condições de aderência. Esta distribuição é comandada pelo sistema «All mode 4x4-i» desenvolvido pela Nissan para o novo X-Trail.

    A gama Koleos divide-se em quatro versões, três equipadas com o motor 2.0 dCi de 150 cavalos e uma outra com a variante mais potente, de 175 cavalos, ambas conhecidas do novo Laguna. A versão 4x2 Dynamique S e 4x4 Dynamique S recorrem o motor de 150 cavalos, tal como a 4x4 Luxe, associada a uma caixa automática. O nível de equipamento Luxe é o único associado à motorização de 175 cavalos.

    Os preços do Koleos variam entre os 41 850 euros da versão 4x2 até aos 52 200 euros da versão com caixa automática.



    fonte. autoportal

  3. #48
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Grupo Hyundai ultrapassa Honda entre os maiores construtores mundiais

    Com quase 4 milhões de unidades vendidas em 2007, o Grupo Hyundai (Hyundai e Kia) tornou-se o quinto maior construtor automóvel mundial, ultrapassando a Honda.

    Com vendas globais de 3 961 629 unidades em 2007, o Grupo Hyundai, composto pela Hyundai e Kia, terminou o ano passado como quinto maior construtor automóvel, ganhando um lugar em relação a 2006, de acordo com a análise feita pelo «Automotive News» no livro anual "Automotive News 2008 Global Market Data Book" publicado no final do mês de Junho.

    Há menos de uma década, o Grupo Hyundai ocupava apenas o 11º lugar no "ranking" dos maiores construtores automóveis. Desde essa altura e debaixo da liderança de Chung Mong-Koo, tem subido constantemente no "ranking", dinamizando a globalização das operações ao construir novas fábricas nos Estados Unidos, China, Índia, Eslováquia, República Checa e Rússia. Mais abaixo poderá saber quem são os dez maiores construtores mundiais.

    Ranking Global de Construtores 2007:

    1º Toyota Motor Corp., 9 366 000 unidades;
    2º General Motors, 8 902 252; 3º
    Volkswagen AG, 6 191 618;
    4º Ford Motor Co., 5 964 000;
    5º Hyundai-Kia Automotive Group, 3 961 629;
    6º Honda Motor Co. Ltd., 3 831 000;
    7º Nissan Motor Co., 3 675 574;
    8º PSA Peugeot/Citroën SA, 3 428 400;
    9º Chrysler LLC, 2 676 268;
    10º Fiat S.p.A., 2 620 864 unidades.

    Fonte. autoportal


  4. #49
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Mercedes com Classe A eléctrico

    A Mercedes-Benz está a desenvolver um Classe A eléctrico, segundo adiantam alguns órgãos de informação, entre os quais, o jornal alemão «Automobilewoche».

    Fontes deste jornal terão informado que este passo será concretizado dentro de dois anos. O Classe A é, segundo as mesmas fontes, um modelo ideal para esta conversão, pois tem um chassis que permite a instalação das baterias sem ter que proceder a alterações profundas.

    O semanário adianta ainda que o construtor está em negociações com a Tesla para o fornecimento de baterias de ião de lítio. O construtor de Estugarda tem vindo a desenvolver projectos na área das energias alternativas, nomeadamente com os Classe A e Classe B F-Cell.

    Fonte. autohoje


  5. #50
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Português desenvolve o desportivo acessível



    Ernesto Freitas tem um novo projecto entre mãos. Inspirado no histórico Lotus 23b, o designer Vimaranense, divulgou as primeiras informações do LM-23, um roadster de dois lugares que recorre a materiais leves, num conceito muito simples para um preço acessível e sensações fortes.

    Graças à utilização de alumínio no chassis, fibra de vidro e de carbono na carroçaria, este carro não necessita de muita potência para performances extremas. Com um custo de apenas 15 mil euros para o kit básico, este projecto poderá assumir-se como um dos automóveis desportivos puristas (de sensações fortes) mais acessíveis no mercado.

    Para animar a sua criação, Ernesto Freitas elegeu um motor de 1.0 litros de uma moto Honda CBR1000, capaz de desenvolver 150 cavalos de potência, transmitidos às rodas traseiras por intermédio de uma caixa sequencial de seis velocidades. Além deste bloco, o responsável por este projecto nacional, refere que o cliente poderá escolher outros motores, como por exemplo o boxer turbo da Subaru, que mediante um kit especifico adapta o sistema de transmissão às quatro rodas do modelo da Subaru para um veículo de transmissão exclusivamente traseira.

    A Lusomotors, empresa de Ernesto Fretas, já está a aceitar encomendas para o LM-23, disponível apenas em kit de montagem.

    fonte.autoportal



  6. #51
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Fiat vai produzir no Irão

    A Fiat em parceria com a Pars Industrial Development Foundation (PDF) vai começar a produzir automóveis no Irão, já este Outono. Vão ser investidos mais de 200 milhões de Euros na nova fábrica, com capacidade para produzir, numa primeira fase, 100.000 carros por ano. Mas o objectivo é atingir uma capacidade de produção que ultrapasse as 250 mil unidades anuais.

    O primeiro modelo a ser produzido será o Siena, mas mais tarde irão começar a ser comercializados o Palio, Palio Weekend, Palio Adventure e Strada.

    No Irão, a fábrica vai também servir para produzir motores movidos a gás natural, com o objectivo de reduzir a utilização de motores a gasolina e Diesel.

    A nova fábrica da Fiat vai ficar localizada na cidade de Saveh, no Irão. A produção do Siena está previsto arrancar já em Outubro deste ano.

    fonte. autohoje


  7. #52
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Ferrari confirma desenvolvimento de desportivo «híbrido»



    A Ferrari está actualmente a trabalhar em diversas soluções, incluindo a utilização de materiais leves e a inclusão de tecnologias híbridas com vista a reduzir para metade as emissões dos seus modelos e assim fazer face às rigorosas normas de emissões poluentes, a entrar em vigor a partir de 2012.

    Numa recente entrevista ao jornal Alemão «Welt am Sonntag», o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo confirmou que os construtores serão obrigados a reduzir as emissões de CO2 em 40%, até 2012. "Estamos, actualmente a trabalhar no desenvolvimento de um modelo que irá utilizar diferentes fontes de energia, com base no que estamos a fazer neste momento na Fórmula 1", revelou, referindo-se ao novo sistema de regeneração de energia cinética (KERS). Montezemolo insistiu que um eventual modelo híbrido não se enquadraria como "um verdadeiro Ferrari". No entanto, os primeiros modelos «verdes» da marca do «Cavallino Rampante» podem chegar antes de 2015.

    No âmbito dos esforços para reduzir as emissões, os futuros modelos da Ferrari podem vir a ser animados por motores V6 turbo, mais pequenos e mais eficientes em termos de consumo de combustível.

    No Salão de Detroit, do ano passado, a marca do Cavallino Rampante já tinha surpreendido com a apresentação do 430 Spider Bio Fuel Concept (nas fotos), uma versão «verde» do F430 que recorria à solução do E85, um combustível, que já é uma forte aposta de vários construtores como alternativa ao combustível tradicional, composto de 15% de gasolina e 85% de etanol que permitia que o consumo de combustível baixasse cerca de 5%.

    Há semanas atrás, também os responsáveis da Porsche, na apresentação dos novos 911, confidenciaram que estiveram a trabalhar num sistema stop&start para o carismático modelo da marca de Estugarda, mas que recuaram depois dos resultados de um inquérito junto dos seus clientes, os quais afirmavam que mesmo quando estavam parados gostavam de ouvir a sonoridade do motor dos seus Porsche.

    fonte. autoportal


  8. #53
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Carros eléctricos vão pagar 30% do imposto automóvel



    O primeiro-ministro, José Sócrates, prometeu, hoje, que o Governo vai estudar um modelo fiscal para permitir que os futuros carros eléctricos, sem emissões poluentes, possam pagar menos de 30 por cento do actual imposto automóvel.

    As palavras de José Sócrates foram proferidas no Pavilhão de Portugal, no Parque das Nações, após a assinatura de um protocolo entre o Governo e a aliança Renault-Nissan para a comercialização em Portugal de modelos de veículos eléctricos, que se espera poderem ser lançados em larga escala a partir de 2010, avança a agência Lusa.

    Numa cerimónia em que estiveram presentes os ministros da Economia, Manuel Pinho, e do Ambiente, assim como o presidente executivo da aliança Renault-Nissan, Carlos Ghosn, o primeiro-ministro sublinhou que Portugal "pretende ser um laboratório dos futuros carros eléctricos" e demonstrou abertura a receber investimentos neste domínio por parte de outros construtores automóveis.

    Depois, explicando as obrigações do Estado Português em relação ao protocolo assinado, Sócrates disse que competirá ao Governo "proporcionar as condições para que o consumidor de um veículo eléctrico não tenha qualquer desvantagem em preços ou mobilidade. Se um carro eléctrico já existisse actualmente, apenas pagaria 30 por cento do imposto automóvel, já que este imposto tem em 70 por cento uma componente ambiental. O Governo está disponível para criar um quadro fiscal ainda mais atraente", disse.

    De acordo com o memorando de entendimento agora assinado, o Governo português vai estudar conjuntamente com a Renault-Nissan a forma de criar condições adequadas para os veículos eléctricos serem uma oferta atractiva para os consumidores portugueses. "Penso que em pouco tempo seremos capazes de criar essas infra-estruturas para carregar ou substituir a bateria do carro eléctrico", disse o chefe do Governo.

    fonte. autoportal


  9. #54
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Automóveis eléctricos da Renault-Nissan em Portugal



    Portugal será um dos primeiros mercados mundiais a receber os automóveis eléctricos da aliança Renault-Nissan, no âmbito do memorando de entendimento que o governo assina com o grupo esta quarta-feira, no Pavilhão de Portugal, em Lisboa.

    De acordo com o protocolo, a Renault-Nissan compromete-se em comercializar em larga escala veículos eléctricos para os consumidores portugueses a partir de 2010, avança a agencia Lusa.

    A cerimónia de assinatura do memorando de entendimento contará com as presenças do primeiro-ministro, José Sócrates, do ministro da Economia e da Inovação, Manuel Pinho, e do presidente e CEO da Nissan e da Renault, entre outros.

    O Governo português vai estudar conjuntamente com a Renault-Nissan formas de criar as condições adequadas para os veículos eléctricos serem uma oferta atractiva para os consumidores portugueses, as infra-estruturas e organizações necessárias para criar uma ampla rede de estações de carga para os veículos eléctricos, a nível nacional, e identificar os canais mais eficazes de comunicação e educação para sensibilizar para a importância destes modelos, que permitem reduzir as emissões.

    O presidente da Agência para o Comércio Externo de Portugal (AICEP), Basílio Horta, adiantou segunda-feira à Lusa que o novo automóvel eléctrico, que o consórcio Nissan-Renault irá apresentar, "vai revolucionar" o mercado automóvel e a economia dos combustíveis. Segundo este responsável, o modelo a apresentar, quarta-feira, "tem uma autonomia para 200 quilómetros e anda como se fosse um carro a gasolina".

    fonte. autoportal


  10. #55
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Mercedes prepara quatro novos modelos compactos



    A Mercedes-Benz anunciou que vai reforçar a sua presença no segmento dos automóveis compactos com o lançamento de quatro modelos com vista a substituir o Classe A e B. Para isso, o construtor Alemão decidiu investir 600 milhões de euros na unidade fabril de Rastatt, a qual irá assegurar a produção da nova família de modelos.

    Além disso, a Mercedes-Benz decidiu também construir uma nova unidade fabril em Kecskemét, na Hungria, com vista ao aumento sustentável da sua competitividade, bem como penetrar em novos mercados e criar capacidades de produção adicionais.

    A Mercedes avança que irá haver um elevado nível de integração tecnológica entre os quatro novos veículos que também irão beneficiar de várias tecnologias utilizadas nos restantes modelos da marca. É o caso da nova geração dos motores diesel de 4 cilindros da marca, entre eles, o 250 CDi com 204 cavalos de potência, que chega em breve ao mercado.

    fonte autoportal



  11. #56
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Lotus Eco Elise concept, um carro ecológico diferente



    A Lotus divulgou as primeiras imagens do seu novo protótipo «amigo» do ambiente, o Eco Elise concept, cuja apresentação terá lugar no Salão Automóvel de Londres, que se realiza em Agosto.

    Com o Eco Elise concept, a marca Britânica mostra outra forma de ser um carro «verde». Enquanto que os esforços para reduzir as emissões poluentes e o consumo de combustível por parte de construtores e mesmo governos giram unicamente em torno das emissões libertadas pelo escape, o novo projecto Eco Elise defende uma perspectiva diferente. Este carro «verde» caracteriza-se por uma construção a partir de materiais sustentáveis como o cânhamo, lã, sisal e tintas à base de água. Outras curiosidades incluem uma redução significativa do peso e um display no painel de instrumentos que visa promover uma condução «ecológica», ao aconselhar o melhor regime de funcionamento de forma a reduzir emissões e poupar combustível. Além de tudo isto, o tejadilho é ainda composto por painéis solares para alimentar o sistema eléctrico do automóvel.

    A imagem de marca da Lótus «performance conseguida através do menor peso» mantém-se intocável, com o Eco Elise a pesar 32 kg menos que o Elise S, garantia, desde logo, de uma maior economia de combustível e simultaneamente um melhor desempenho que o Elise S.

    Com o Eco Elise, os responsáveis da marca Britânica pretendem mostrar as tecnologias ecológicas que têm vindo a desenvolver, com vista a utilizar nos seus futuros modelos.

    fonte. autoportal

  12. #57
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Volkswagen revela três visões do futuro do automóvel



    Consegue imaginar como serão os automóveis daqui a 20 anos? A Volkswagen lança a questão e fornece a sua própria visão do transporte para o ano de 2028. Para isso, os designers da marca Alemã decidiram deitar «mãos à obra» e projectaram três veículos: o «one», um veículo monolugar; o «ego», um dois lugares desportivo para os que procuram as sensações de condução e, o «room» mais direccionado para a família.

    As três visões da Volkswagen ilustram como o transporte automóvel do futuro pode ser «zero emissões», capazes de se comunicarem entre eles e personalizáveis ao toque de um botão, conforme o estado de espírito do ocupante. A condução irá ficar entregue a uma série de sistemas de gestão inteligente de tráfego, que escolherá o percurso mais curto e evitar acidentes.

    Para conhecer, mais ao detalhe os três projectos da Volkswagen, incluindo simulações futuristas, visite: www.Volkswagen2028.com

    fonte.autoportal


  13. #58
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Hyundai prepara-se para lançar o seu primeiro hibrído



    A Hyundai vai arrancar, a partir do próximo ano, com a comercialização do seu primeiro modelo híbrido, inicialmente apenas disponível no mercado sul-coreano.

    O Elantra LPI Hybrid Electric Vehicle (ver vídeo mais abaixo) terá por base o modelo Elantra (não disponível no mercado Europeu), e irá caracterizar-se por conjugar um motor eléctrico de 15 kW com um bloco a gasolina de 1,6 litros, capaz de consumir igualmente GPL, reduzindo ainda mais o nível de emissões poluentes. Associado a este sistema híbrido vai estar uma transmissão automática de variação continua (CVT).

    Segundo o construtor sul-coreano, o Elantra LPI Hybrid Electric Vehicle irá emitir apenas 103 g/km de CO2 e consumos inferiores em 50%, comparativamente ao Elantra convencional a gasolina.

    A sua chegada ao mercado Europeu não está, por enquanto, prevista, mas o construtor prevê alargar a tecnologia híbrida à sua restante gama, incluindo os modelos disponíveis na Europa.

    fonte. autoportal


  14. #59
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão Criador do McLaren F1 anuncia citadino revolucionário



    Gordon Murray, criador de um dos desportivos mais marcantes das últimas décadas, o fantástico McLaren F1, revelou mais alguns detalhes do seu novo projecto, um revolucionário citadino. Com o nome de projecto T25 (resultado da sua 25ª folha limpa), este citadino, que está a meio do seu programa de desenvolvimento de 24 meses, foi projectado a pensar nas necessidades dos dias de hoje, ágil e com baixos níveis de consumo e emissões.

    Com o T25, Murray pretende revolucionar o transporte pessoal com um veículo citadino, ainda mais pequeno que um Smart, em que a performance não foi deixada ao acaso, mas barato de produzir, adquirir e manter. Projectado para pesar menos de 1000 kg, menos que um modelo compacto, o T25 será muito leve com o recurso a painéis em fibra de carbono, mas longe de ser inseguro ou pouco funcional, avança o seu autor. Além disto, o chassis será de fácil desmontagem, o que irá permitir diversas configurações e, com isto, os mais variados tipos de carroçarias.

    Até ao momento, não foram divulgados mais detalhes acerca deste revolucionário citadino, mas o seu responsável avança um preço em torno dos 7 mil euros, sem impostos.

    fonte. autoportal


  15. #60
    Avatar de rafa11
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    41
    Posts
    4.879

    Padrão PSA quer retomar liderança nos Diesel médios

    A Citroën e a Peugeot têm já em carteira o aumento da potência do 1.6 HDi apurou o Autohoje junto de fontes dos construtores.

    Desde o seu aparecimento, o motor 1.6 turbodiesel com common-rail produzido em parceria pela PSA – Peugeot/Citroën e pelo grupo Ford tem-se mantido fiel a dois patamares de potência, os de 90 e 110 cv. Será neste último que surgirá o valor mais atraente: 120 cv.

    Durante vários anos, este motor foi o mais potente dos Diesel de gama média, algo que se inverteu com o aparecimento do 1.6 CRDi de 115 cv produzido pelo grupo Hyundai/Kia e com o 1.6 da Fiat, que chega aos 120 cv. Por seu lado, 1.5 dCi da Renault, já lançado com 110 cv no Laguna, veio retirar a vantagem que o motor da PSA e da Ford tinha frente aos seus rivais directos. Para este ano fica reservado outro 1.6 de 110 cv, o novo TDI que a Volkswagen revelará na sexta geração do Golf, já em Outubro.

    Para retomar a posição dianteira neste patamar dos Diesel, a Citroën e a Peugeot deverão revelar, dentro de meses, novas variantes do 1.6 HDi, passando a de 90 para 95 cv e a de 110 para 120 cv.

    Isto deverá ser efectuado na passagem deste bloco para o nível de emissões respeitantes da norma Euro 5, tal como o Autohoje apurou junto de um responsável do construtor.

    fonte. autohoje


Página 4 de 45 Primeiro ... 3 4 514 ... Último

Tags para este Tópico

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar