Resultados da Enquete: Está a perceber alguma coisa do «caso Madeleine»?

Votantes
192. Você não pode votar nesta enquete
  • Não

    19 9,90%
  • Nem eu nem a policia

    41 21,35%
  • Tenho as minhas suspeitas

    66 34,38%
  • Acredito que a polícia vai descobrir

    66 34,38%
Página 2 de 73 Primeiro 1 2 31252 ... Último
  1. #16

    Registo
    Sep 2006
    Posts
    13.147

    Padrão Odemira: Homem detido por tentativa de homicídio da ex-mulher em Milfontes

    A GNR anunciou hoje a detenção de um homem, de 56 anos, por tentativa de homicídio da ex-mulher, segunda-feira à tarde, na zona de Vila Nova de Milfontes (Odemira).

    Depois de alertados para o facto de ter ocorrido um disparo no interior de uma residência, os militares constataram que o homem tinha tentado atingir a ex-mulher com um tiro de caçadeira.

    Fonte da GNR explicou hoje à agência Lusa que a tentativa de homicídio ocorreu cerca das 18:50 de segunda-feira na aldeia de Bugaga, em Foros da Pereira, próximo de Vila Nova de Milfontes.

    Com o disparo efectuado, o suspeito não atingiu a ex-mulher, indicou a fonte, adiantando que o caso foi comunicado à Polícia Judiciária (PJ) de Portimão.

    Além da caçadeira, os militares apreenderam ao detido uma carabina e cartuxos.

    O suspeito foi hoje presente ao Tribunal de Odemira, que determinou como medidas de coacção o Termo de Identidade e Residência (TIR), apresentações periódicas às autoridades e a proibição de contactar com a ex-mulher.

    MLM.

    Fonte Inf.- Lusa/Fim





    .
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    Rui Pedro (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  2. #17

    Registo
    Sep 2006
    Posts
    13.147

    Padrão Albergaria-a-Velha: GNR investiga origem de queijos despejados em pinhal

    A GNR está a investigar a proveniência de uma grande quantidade de queijos que foram despejados junto à zona industrial de Albergaria-a-Velha, entretanto já enterrados pelos serviços camarários.

    A situação foi denunciada pelo PCP de Albergaria-a-Velha, depois de José Freitas se ter deparado, durante um passeio de domingo, com "pelo menos três centenas de queijos" no meio de um pinhal, situado nas traseiras da zona industrial.

    "Não os tinha visto, fui alertado pelo cheiro nauseabundo", contou José Freitas à Agência Lusa, acrescentando ter ficado chocado com o cenário que encontrou pouco depois.

    "Eram pelo menos três centenas de queijos, alguns em caixas, espalhados por um pinhal privado que tem servido de lixeira. E muitos ratos e cães abandonados a comê-los", relatou.

    Por considerar que podia estar em causa "um grave problema ambiental e de saúde pública", a comissão concelhia de Albergaria-a-Velha do PCP alertou a GNR, que se deslocou ao local.

    Fonte do destacamento de Anadia da GNR confirmou à Lusa que segunda-feira foi feita uma denúncia por telefone, na sequência da qual agentes se deslocaram ao terreno, mas já não conseguiram ver os queijos.

    "Elementos do posto de Albergaria e da equipa do Ambiente de Águeda foram segunda-feira para o terreno mas, como não tinham a localização exacta, não encontraram o local. Hoje, agentes do posto bateram aquela zona e já não encontraram os queijos, apenas terra remexida no local onde teriam estado", contou.

    Contactado pela Lusa, o presidente da Câmara Municipal de Albergaria-a-Velha, João Agostinho Pereira, afirmou que "o problema foi resolvido pelos serviços da Câmara", que enterraram os queijos.

    Quanto à sua proveniência, disse apenas que cabe agora à GNR investigá-la.

    AMF

    Fonte Inf.- Lusa/fim


    .
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    Rui Pedro (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  3. #18
    Avatar de stieve108
    Registo
    Sep 2006
    Posts
    353

    Padrão Um morto e três feridos em caça furtiva

    Uma aventura de caça nocturna entre um grupo de amigos, na Herdade dos Alcamises, concelho de Évora, acabou em tragédia na madrugada de ontem quando o tractor onde seguiam caiu numa ravina, avança o JN.

    Os pormenores do acidente, do qual resultaram um morto e três feridos, ainda não estão totalmente esclarecidos pelas autoridades.

    Ao que se sabe, tudo terá acontecido pelas três horas e meia da madrugada num caminho particular da referida herdade. O grupo que caçava ilegalmente era constituído por uma mulher e quatro homens, de nacionalidade brasileira, com idades entre os 27 e os 35 anos. Segundo o mesmo jornal, alguns dos indivíduos eram trabalhadores da Herdade dos Alcamises, daí terem acesso às alfaias agrícolas.

    A vítima mortal era a única mulher do grupo. Os três feridos, um dos quais grave, foram transportados para o Hospital de Évora. Um dos homens acabou por ser transferido para S. José, em Lisboa, por necessitar de cirurgia plástica. Apenas um jovem saiu ileso do acidente. A GNR apreendeu uma caçadeira.
    A sorte protege os audazes.

  4. #19

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    62
    Posts
    5.610

    Padrão Co-incineração: Assembleia de Coimbra exige "paragem imediata" em Souselas

    Coimbra, 29 Fev (Lusa) - A Assembleia Municipal de Coimbra (AMC) aprovou hoje, por maioria, uma moção em que exige ao Ministério do Ambiente e à Cimpor "a paragem imediata do processo de co-incineração" na Cimenteira de Souselas.

    A moção, proposta pelo biólogo João Pardal, deputado municipal do PSD e presidente da Junta de Freguesia de Souselas, foi aprovada com 38 votos a favor de todas as bancadas (coligação PSD-CDS-PPM, BE, CDU e PS).

    Doze deputados do PS votaram contra e registaram-se ainda cinco abstenções, sendo quatro de autarcas socialistas e uma de Maria Reina, do CDS, que acusou o presidente social-democrata do executivo, Carlos Encarnação, de "não perceber nada de ambiente" e ter "uma política de faz-de-conta" nesta área.

    João Pardal, por seu turno, explicou que o documento por si apresentado, tal como anteriores posições que tomou contra a co-incineração, "sempre visaram a salvaguarda dos superiores interesses de Coimbra e da população de Souselas".

    "Um dia, a coberto da noite, o Governo e a Cimpor resolveram fazer uma queima" de resíduos industriais perigosos (RIP) na fábrica local, acusou Carlos Encarnação.

    Depois, acrescentou, a empresa anunciou, na tarde de 21 de Fevereiro, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que tinha iniciado o processo de co-incineração.

    "A questão é mais de negócio do que outra coisa", lamentou ainda o presidente social-democrata da Câmara de Coimbra.

    Através do documento aprovado, a AMC considera igualmente que "a co-incineração é uma questão económica, mais do que ambiental".

    Ao optar por este método, o Governo de José Sócrates "está a interferir a condicionar o mercado de resíduos, nomeadamente na área da regeneração e da reciclagem".

    "Todo o processo de queima de resíduos industriais perigosos em Souselas decorreu em segredo, se qualquer informação às autarquias e à sociedade civil", adianta o órgão autárquico, advertindo que "continua a não haver condições mínimas de segurança e de salvaguarda da saúde das pessoas".

    Com estes e outros argumentos, a Assembleia reiterou "a sua posição de condenação ao processo der co-incineração".

    Uma outra moção, apresentada por João Paulo Barbosa de Melo, do PSD, em defesa da construção do novo edifício do Conservatório de Música e Dança de Coimbra, foi aprovada por unanimidade.

    A AMC recorda que o futuro edifício foi projectado no âmbito de uma parceria entre a Câmara de Coimbra e o Ministério da Educação.

    CSS.

    Fonte:Lusa/Fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  5. #20

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    62
    Posts
    5.610

    Padrão Barreiro: Novo Mercado Levante tem capacidade para 106 vendedores

    Barreiro, Setúbal, 29 Fev (Lusa) - A Câmara Municipal do Barreiro apresentou hoje o novo Mercado Levante do Barreiro com capacidade para receber 106 vendedores e onde se seguiu as directrizes de funcionamento instituídas pela ASAE.

    "Este mercado tem capacidade para receber 106 vendedores e existe ainda capacidade para alargar o espaço a mais 13 a 15 vendedores mantendo a qualidade do espaço. Tivemos também reuniões com a ASAE para se ter em conta as normas e uma delas foi a obrigatoriedade do espaço ter água quente", disse o vereador João Soares.

    O novo mercado, que vai substituir o que se localiza numa outra zona central do Barreiro, vai funcionar agora num espaço fechado e com outras condições de segurança e higiene, existindo também um estacionamento exterior para a população.

    "O mercado tem um horário definido para os dias em que se realiza, terça-feira e sábado, e vamos também exigir respeito pelas regras de higiene e segurança do novo espaço. Foi um processo difícil de conduzir e agora estamos a saborear aquilo que foi uma aposta", explicou.

    O presidente da Câmara, Carlos Humberto, afirmou que as diferenças de qualidade do novo espaço para o antigo são muitas e enalteceu o trabalho de parceria entre autarquia, vendedores e junta de freguesia do Alto Seixalinho.

    "Este foi um esforço conjunto para uma actividade económica importante no Barreiro para vendedores e população. Sem alarmismos e serenamente resolvemos o problema, sendo esta a resposta para quem quis fazer do assunto um escândalo", afirmou.

    Carlos Humberto lembrou que o espaço é também provisório, pois no PDM está prevista a construção de uma escola no local, que explicou não ser necessária nesta altura.

    "Este é um local ainda assim provisório e espero também que a nova ponte Barreiro/Chelas não vá prejudicar o novo espaço, pois um dos dois traçados da RAVE passa aqui perto, mas em breve vamos saber e se for necessário estamos cá para resolver", salientou.

    Um dos representantes dos vendedores, José Cabeças, agradeceu o empenho de todas as entidades do processo e confessou que é um sonho que se torna realidade, com o primeiro mercado no novo espaço a acontecer no dia 04 de Março.

    A autarquia ainda não contabilizou o investimento efectuado pois muito do trabalho foi feito a nível interno pelos serviços da Câmara, mas os vendedores investiram cerca de 150 mil euros no novo espaço.

    AYL

    Fonte:Lusa/Fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  6. #21

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    62
    Posts
    5.610

    Padrão Setúbal: Setubauto fecha portas e manda 32 trabalhadores para o desemprego

    Setúbal, 29 Fev (Lusa) - Trinta e dois trabalhadores da Setubauto, concessionária da Ford em Setúbal, cumpriram hoje o último dia de trabalho na empresa que decidiu fechar as portas devido à acumulação de dívidas nos últimos anos.

    A administração justifica a decisão de encerramento com alegadas dificuldades financeiras e já fez saber que não tem dinheiro para pagar as indemnizações, mas os trabalhadores garantem que "nunca faltou trabalho" e que a "Ford é uma das marcas mais fortes em Setúbal".

    "Não encontro justificação para o encerramento nem para o argumento de que a empresa não tem condições para pagar as indemnizações", disse à Lusa José Barbosa, porta-voz dos trabalhadores da Setubauto.

    "Pela falta de trabalho não é, com certeza, porque ainda hoje rejeitámos muito trabalho. E se o dinheiro desapareceu - e eles (administração) dizem que sim -, então foi por má gestão", acrescentou José Barbosa, assegurando que a "Setubauto tem algum património, embora os trabalhadores não saibam se está, ou não, penhorado".

    "O prédio da Avenida dos Combatentes é da empresa. E há outros bens, incluindo um terreno com uma casa na Avenida da Portela, que poderá valer muitos milhares de euros", disse.

    Contactado pela Lusa, o advogado Cardoso Ferreira, que representa a administração da Setubauto, justificou o encerramento com alegadas dificuldades financeiras da empresa nos últimos 18 meses.

    "A Setubauto, por razões de ordem financeira, tornou-se inviável como empresa e não teve outra solução senão decidir pelo encerramento das instalações e o termo da actividade", disse o advogado setubalense, antigo líder distrital do PSD.

    "A situação da empresa já se vinha agravando desde há um ano e meio. Não é de ontem nem de anteontem", disse o causídico, assegurando que a administração tentou tudo para viabilizar a empresa, mas que esse esforço foi infrutífero.

    Cardoso Ferreira referiu ainda que está a reunir a documentação necessária para pedir a insolvência da empresa.

    Quanto ao pagamento de indemnizações, o advogado que representa a administração da Setubauto disse que "uma parte das indemnizações é coberta pelo fundo de garantia salarial. Quanto ao resto, a empresa neste momento não tem recursos que lhe permitam fazer face a esses encargos", disse.

    Questionado pela Lusa, o advogado garantiu que a Setubauto não é proprietária das instalações onde exercia a actividade, na Avenida dos Combatentes e na Rua Trabalhadores do Mar (oficinas).

    Na opinião de Eduardo Florindo, do Sindicato dos Metalúrgicos, o despedimento dos trabalhadores da Setubauto "não está a ser feito de acordo com o que está previsto no Código de Trabalho".

    Para o sindicalista, que já convocou uma reunião com os trabalhadores para a próxima terça-feira, pelas 17:00, na sede do sindicato, "o encerramento da Setubauto é um processo que levanta muitas dúvidas".

    GR

    Fonte:Lusa/Fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  7. #22

    Registo
    Sep 2006
    Posts
    13.147

    Padrão Loures: Quinta morte violenta em apenas uma semana

    Uma mulher entre 30 e 40 anos foi, ao final da tarde de hoje, atingida por um projéctil, em Sacavém, tornando-se na quinta vítima de morte violenta em uma semana no Concelho de Loures.

    De acordo com o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, a vítima estava dentro de um veículo estacionado na Urbanização Real do Forte, quando "um indivíduo passou e disparou um projéctil", causando-lhe a morte.

    Segundo a mesma fonte, "não há suspeitos do crime", cuja investigação está a cargo da Polícia Judiciária.

    Trata-se da quinta morte violenta em apenas uma semana, pois no dia 23 um homem foi assassinado quando três indivíduos assaltaram à mão armada um café em Camarate, fugindo em seguida numa viatura que abandonaram.

    Quatro dias depois, ou seja, quarta-feira passada, Loures assistiu a um caso de duplo homicídio seguido de suicídio no Bairro do Catujal, onde um filho terá morto os pais, cortando em seguida a jugular.

    Além destes cinco casos, há a assinalar que, esta quinta-feira de manhã, o corpo de um homem - presumivelmente travesti - foi encontrado num contentor de entulho de uma empresa localizada em Loures, estando a PJ a apurar as circunstâncias da morte e a identidade da vítima.

    HSF.

    Fonte Inf.- Lusa/fim



    .
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    Rui Pedro (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  8. #23

    Registo
    Apr 2007
    Idade
    40
    Posts
    781

    Padrão Ourém: Incêndio destrói fábrica de móveis

    1 de Março de 2008, 09:52

    Coimbra, 01 Mar (Lusa) - Um incêndio destruiu hoje de madrugada uma fábrica de móveis no concelho de Vila Nova de Ourém, mas ainda se desconhecem as causas do fogo, revelou fonte dos bombeiros.

    Ficou destruída uma fábrica localizada em Lagoa do Furadouro e também a um pequeno armazem, adiantou uma fonte do Comdando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém.

    O fogo foi detectado cerca das 03:45 e declarado extinto às 05:55.

    Esteve a ser combatido por 45 bombeiros de quatro corporações.

    FF.

    Lusa/fim

  9. #24
    lux
    Visitante

    Padrão Sacavém: mulher baleada tinha cartão falso do MAI no carro

    Sacavém: mulher baleada tinha cartão falso do MAI no carro

    Um cartão falso do Ministério da Administração Interna (MAI) foi encontrado no carro da mulher baleada sexta-feira em Sacavém, estando as autoridades policiais a investigar como foi produzido e por que estava na viatura, segundo fonte policial.
    «No interior da viatura, em que ocorreu o crime que sexta-feira teve lugar na Urbanização Real Forte, em Sacavém, e na qual perdeu a vida uma mulher, foi encontrado um cartão com os dizeres do Ministério da Administração Interna», contou à agência Lusa Hipólito Cunha, director do gabinete de relações públicas da direcção nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP).

    A mulher de 35 anos foi atingida com um tiro na mão e outro no peito por um homem, ainda desconhecido, que a disparou quando esta entrava no veículo estacionado junto da sua casa.

    Aquela fonte da PSP explicou que o cartão do MAI, encontrado na viatura, é falso porque «não foi atribuido legalmente por este ministério».

    «Decorrem averiguações em ordem a apurar as circunstâncias em que o mesmo terá sido produzido e ali se encontrava [na viatura], para a consequente responsabilização», adiantou Hipólito Cunha.
    CONTINUA ...


    01-03-2008 20:36:00

  10. #25
    Avatar de delfimsilva
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    28.725

    Post Mau Tempo: Autoridades suspendem buscas a mulher desaparecida, família e amigos conti

    Belas, Sintra, 3 Mar - A protecção civil e os bombeiros deram hoje como terminadas as buscas para encontrar a mulher desaparecida há duas semanas no rio Jamor, Belas, mas família e amigos vão continuar a procurar o corpo pelos seus próprios meios.

    Fonte da protecção civil disse à Lusa que as buscas para encontrar a mulher que caiu ao rio Jamor, a 18 de Fevereiro, foram dadas como terminadas, após o corpo de Zibia Coimbra não ter sido encontrado ao fim de duas semanas de trabalhos no terreno

    A 18 de Fevereiro, em Belas, um veículo onde seguiam duas irmãs foi arrastado pelas forças das águas para o rio Jamor após a queda de um muro que separava a estrada das águas, tendo somente um dos corpos sido retirado de dentro do veículo.

    Com o anúncio do fim das buscas, Carlos Nunes, amigo da família, adiantou à Lusa que familiares e amigos vão continuar as buscas pelos seus próprios meios.

    "Vamos continuar a procurar pelos nossos próprios meios organizando grupos de familiares e amigos", disse Carlos Nunes.

    Este amigo da família adiantou ainda que "a segurança social rejeitou na semana passada o pedido de subsídio de sobrevivência e de morte" à família de Zibia Coimbra, porque não existe um atestado de óbito, visto que a vítima se encontra desaparecida.

    "Dizem que sem atestado de óbito não podem fazer nada", referiu Carlos Nunes, lamentando a fraca capacidade económica desta família de quatro filhos menores.

    A família das duas vítimas deste acidente vai processar a autarquia de Sintra e a Estradas de Portugal por homicídio por negligência e, o seu mandatário judicial, António Pragal Colaço, lamentou à Lusa, na semana passada, que se o corpo não for encontrado "é como se estivesse viva".

    "Caso não seja encontrada são dez anos como se a pessoa existisse e ninguém paga a pensão dos filhos, por isso estamos a andar com este processo", justificou na altura o advogado.

  11. #26
    Avatar de Satpa
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    55
    Posts
    9.473

    Padrão Nisa, Crato e Montargil - Três novos centros de saúde avançam no norte alentejano

    Nisa, Crato e Montargil
    Três novos centros de saúde avançam no norte alentejano


    A Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA) anunciou hoje a construção de três novos centros de saúde em Nisa, Crato e Montargil (Ponte de Sor), num investimento superior a seis milhões de euros.

    Segundo Luís Ribeiro, administrador da ULSNA, as obras deverão arrancar no primeiro semestre de 2009.

    "No distrito de Portalegre faltam construir apenas estas três unidades para completar, com qualidade, a rede de centros de saúde do Norte Alentejano", disse o responsável.

    Os actuais centros de saúde de Nisa, Crato e Montargil estão instalados nos edifícios dos antigos hospitais das três povoações alentejanas, em condições consideradas "precárias".

    "Neste momento, estamos em diálogo com os autarcas dos respectivos concelhos para a cedência de terrenos, de forma a podermos construir os novos centros de saúde".

    Luís Ribeiro anunciou ainda que a ULSNA vai requalificar e ampliar as urgências de Ponte de Sor, num investimento de 160 mil euros, e avançar com o novo centro de hemodiálise de Portalegre. O equipamento deve estar concluído em 2009, num investimento de 2,5 milhões de euros.

    A ULSNA, constituída a 1 de Março de 2007, integra os hospitais de Portalegre e Elvas e os 16 centros de saúde do distrito de Portalegre, depois de extinta a sub-região de saúde.

    04.03.2008 - 10h43 Lusa
    Publico

  12. #27

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    62
    Posts
    5.610

    Padrão Sernancelhe: Assaltantes levam 12 mil euros e fecham dono de casa de diversão na baga

    Sernancelhe, Viseu, 04 Mar (Lusa) - Dois homens roubaram hoje 12 mil euros ao dono de um estabelecimento de diversão nocturna de Sernancelhe, que foi ferido no assalto e encerrado na bagageira da sua viatura, disse uma fonte da GNR.

    A fonte da Brigada Territorial 5 da GNR, em Coimbra, adiantou à agência Lusa que os dois assaltantes estavam armados e encapuzados, tendo perpetrado o roubo às 05:00, na povoação de Ponte do Abade, quando o gerente estava já no exterior do estabelecimento.

    Os delinquentes puseram-se em fuga de imediato, num automóvel. Além do dinheiro, roubaram dois anéis de ouro e dois telemóveis.

    A vítima, que terá cerca de 50 anos, foi assistida no Hospital de São Teotónio, em Viseu, na sequência dos ferimentos ligeiros que sofreu.

    CSS.

    Fonte:Lusa/Fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  13. #28

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    62
    Posts
    5.610

    Padrão Madeira: Apenas uma moção global na convenção regional do BE-Madeira

    Funchal, 04 Mar (Lusa) - Uma moção de estratégia política global, três sectoriais e a primeira proposta de alteração de estatutos regionais foram entregues no prazo regulamentar para a II convenção do Bloco de Esquerda na Madeira que se realiza a 27.

    Em conferência de imprensa hoje realizada no Funchal, Guida Vieira da comissão organizadora do encontro salientou que a única proposta global que se apresentará ao "congresso" bloquista madeirense tem como lema "por uma mudança na qualidade da democracia e da autonomia", sendo subscrita por 42 aderentes ordenados por ordem alfabética.

    Este facto mostra que "não há ninguém a encabeçar, são 42 pessoas, sendo um projecto que faz uma análise da situação política actual do mundo, do país e da região", apontou.

    Acrescentou que as propostas entregues serão enviadas a todos os aderentes que têm até 15 de Abril para apresentar alterações.

    Guida Vieira realçou que, segundo o regulamento da convenção, que decorrerá subordinada ao tema "Para mudar a autonomia", a moção de orientação política está vinculada a apresentar uma lista candidata à próxima comissão coordenadora regional (direcção do BE-M) até 24 de Abril.

    "Subentende-se que dos 42 subscritores da moção global, quinze serão os próximos dirigentes do BE na região", declarou Guida Vieira, salientando que seguirá a orientação política nacional do Bloco de "não haver cargos institucionais dentro do partido".

    Referiu que, a dois meses do encontro, "a lista de candidatos ainda não está preparada e, embora todos da actual direcção subscrevam a moção, não quer dizer que todos vão ficar, poderá a futura comissão coordenadora até ter uma grande renovação e com certeza vão entrar novos elementos".

    "Penso que será consensual, tendo em conta que só apareceu uma moção de estratégia global, o que é uma manifestação de uma certa unidade", apontou, adiantando também que "o projecto do Bloco nasceu na região em 2004, é ainda muito criancinha, está numa fase de organização e tem de reforçar a sua unidade".

    "A campanha eleitoral está aberta no BE até dia 15 de Abril", mencionou.

    Guida Vieira referiu ainda que "esta é a primeira vez que o Bloco a nível regional vai discutir uns estatutos próprios".

    Quanto às restantes moções sectoriais, intitulam-se "branco contra abstenção", "a convenção do Bloco e a situação das mulheres" e "a participação dos bloquistas para reforçar os sindicatos".

    AMB.

    Fonte:Lusa/fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  14. #29

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    62
    Posts
    5.610

    Padrão Samora Correia: Vila sensibiliza deputados para elevação a cidade

    Santarém, 04 Mar (Lusa) - Uma delegação da freguesia de Samora Correia (Benavente) vai quarta-feira à Assembleia da República falar com grupos parlamentares, na tentativa de que seja apresentada uma proposta de lei para que a vila seja elevada a cidade.

    Carlos Pauleta, presidente da assembleia de freguesia de Samora Correia, disse hoje à agência Lusa que a intenção é entregar aos deputados a resolução aprovada por aquele órgão autárquico em Dezembro, com os fundamentos da pretensão, na expectativa de que "algum ou alguns" a utilizem como preâmbulo de uma proposta de lei.

    "A nossa expectativa é grande e boa", disse, sublinhando que a vila reúne todos os requisitos exigidos pela lei 11/82, de 02 de Junho, para elevação a cidade, já que o seu núcleo urbano tem "as características necessárias e mais que suficientes".

    A delegação será recebida pelos grupos parlamentares dos Verdes (11:30), PSD (12:00), PCP (14:00), Bloco de Esquerda (14:30) e CDS/PP (14:45), não tendo o PS respondido sobre a disponibilidade de receber os samorenses neste dia.

    De qualquer forma, disse, o dossier será entregue ao grupo parlamentar socialista.

    Carlos Pauleta frisou que a pretensão de elevação da vila a cidade não representa uma desistência da luta pela elevação a concelho, sublinhando que o movimento de cidadãos Samora a Concelho "não está extinto", apenas aguarda por melhor oportunidade, eventualmente na próxima reforma administrativa do país.

    No seu entender, a construção do novo aeroporto internacional de Lisboa na freguesia vai trazer um incremento urbanístico e um crescimento que querem que seja controlado, mas também ajudará a "propagar a chama do Movimento Samora a Concelho".

    Hélio Justino, presidente da junta de freguesia de Samora Correia, que também integrará a delegação, disse à Lusa que só a elevação a concelho trará vantagens práticas a uma das maiores freguesias do país, sendo o título de cidade mais uma questão de "prestígio".

    Samora Correia foi sede de concelho desde o século XIV até à reforma administrativa de Passos Manuel (1836).

    Com 322,4 quilómetros quadrados, Samora é uma das maiores freguesias do país, sendo a maior do concelho de Benavente, concentrando 55 por cento da população concelhia.

    Estima-se que a sua população seja actualmente superior a 15.800 habitantes (12.826 nos censos de 2001), num ritmo de crescimento anual da ordem dos 3,64 por cento desde 1960 (3.703 habitantes), e uma população jovem elevada (23,5 por cento com menos de 20 anos).

    O núcleo urbano, onde se estima residirem mais de 12.000 pessoas (8.194 eleitores registados em Dezembro de 2007), dispõe de diversas infra-estruturas de saúde, socorro, segurança, apoio social, desportivas, culturais, de ensino e de transportes.

    Existem na freguesia mais de 150 pequenas e médias unidades industriais, mais de 800 unidades de comércio, restauração e serviços, oito agências bancárias e pequenas, médias e grandes explorações agro-pecuárias, com destaque para a Companhia das Lezírias.

    MLL.

    Fonte:Lusa/fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  15. #30

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    62
    Posts
    5.610

    Padrão Autarquias: PJ investiga autarca do Alandroal, que aguarda desfecho "com tranquilidad

    Alandroal, Évora, 04 Mar (Lusa) - A CDU do Alandroal (Évora) denunciou hoje a existência de uma investigação da Polícia Judiciária (PJ) a "eventuais suspeitas graves de práticas criminosas" do presidente do município, João Nabais (PS), que diz aguardar com "tranquilidade" o desfecho das averiguações.

    "É um processo antigo que remonta a um conjunto de denúncias anónimas contra mim feitas em 2005 para várias instituições, entre elas a PJ, denunciando alegadas ilegalidades e irregularidades. Espero que, quem de direito, investigue e apure a verdade", afirmou à agência Lusa João Nabais.

    A posição do autarca socialista surge depois de a comissão coordenadora do Alandroal da CDU ter divulgado um comunicado, enviado hoje à Lusa, em que dá conta de que elementos da PJ se deslocaram à Câmara Municipal na semana passada para investigar "eventuais suspeitas graves de práticas criminosas" por parte do autarca.

    A CDU relata que "brigadas da PJ entraram no edifício da Câmara Municipal" e apreenderam "documentos e computadores e, ao que se julga saber, o computador pessoal do presidente".

    Na última reunião da Assembleia Municipal, realizada sexta-feira, segundo os comunistas, João Nabais, "depois de interpelado pelos eleitos da CDU, confirmou que estava a ser investigado", mas não disse "quais as razões concretas" da acção da PJ.

    Apesar de lembrar que não se pode "condenar ningu��m antes de julgamento", a CDU frisa que a existência de uma investigação criminal ao presidente "envergonha as gentes" do concelho, que têm o "direito de saber quais as suspeitas que impendem" sobre João Nabais.

    A CDU lembra ainda que "bem tem alertado para as obras endividadas, para os orçamentos fictícios e para o despesismo irresponsável" da autarquia, lançando ainda outras críticas à actuação do presidente da câmara.

    "Que não se dê ao luxo de dezenas de viagens ao estrangeiro, à conta da câmara, sem qualquer proveito para a terra, e que faça obras e negócios mais transparentes e de boas contas", são algumas das exigências que os comunistas apresentam no comunicado, aludindo ao executivo camarário.

    Em declarações à Lusa, João Nabais confirmou a existência da investigação criminal e revelou que, há precisamente uma semana, "dez inspectores da PJ apresentaram-se nos serviços da câmara e averiguaram o que tinham a averiguar", apreendendo "documentos" e o seu "computador pessoal".

    "Aguardo com tranquilidade o desfecho da investigação e só espero que a verdade seja apurada rapidamente para vermos quem tem razão", argumentou.

    Segundo o autarca, a investigação assenta em "denúncias anónimas" que tinham como "mote principal um conjunto de barbaridades sobre as viagens" por si efectuadas.

    "Quem fez as denúncias confunde o que são viagens em representação do município, em que tenho ajudado a dignificar e dar a conhecer o concelho com um conjunto de parcerias e geminações, com as viagens que faço a título pessoal, com familiares e amigos", sustentou.

    João Nabais frisou que os seus gostos pessoais, nomeadamente pelas viagens, "não foram alterados" pelo facto de exercer as funções de presidente da câmara, mas que as denúncias anónimas "têm maldade e tentaram lançar a confusão e prejudicar o trabalho efectuado" na autarquia.

    RRL.

    Fonte:Lusa/Fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



Página 2 de 73 Primeiro 1 2 31252 ... Último

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar