Resultados da Enquete: Está a perceber alguma coisa do «caso Madeleine»?

Votantes
192. Você não pode votar nesta enquete
  • Não

    19 9,90%
  • Nem eu nem a policia

    41 21,35%
  • Tenho as minhas suspeitas

    66 34,38%
  • Acredito que a polícia vai descobrir

    66 34,38%
Página 3 de 73 Primeiro ... 2 3 41353 ... Último
  1. #31

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    63
    Posts
    5.611

    Padrão Algarve/Polis: Ambientalistas dão benefício da dúvida mas não escondem preocupação

    Faro, 04 Mar (Lusa) - As organizações ambientalistas Almargem e Liga para a Protecção da Natureza (LPN) dão o benefício da dúvida mas não escondem a sua preocupação face ao novo programa Polis XXI para a Ria Formosa.

    O programa, que deverá ser votado quarta-feira na Assembleia Municipal de Faro, prevê um investimento superior a 80 milhões de euros na requalificação e valorização da Ria, envolvendo quatro autarquias algarvias.

    Em declarações à Lusa, Gonçalo Gomes, da Direcção da LPN/Algarve, explicitou que dará o "benefício da dúvida" ao projecto, mas manifestou-se receoso de que se venha a adoptar o que designou como "política do facto consumado" e que "tudo esteja mais do que decidido".

    "À partida, não excluímos nenhum conceito", disse, sublinhando que ainda estão por concretizar os planos de pormenor das zonas a requalificar.

    Sobre a prevista construção de um porto de recreio para barcos de médio porte, no Bom João - na zona do actual cais comercial, na zona nascente da cidade -, Gonçalo Gomes admitiu que não exclui "à partida" nenhum conceito, mas espera pela execução do projecto no seu todo.

    A LPN chegou a propor a construção de um porto de recreio de Faro na zona das salinas, com menor impacto ambiental.

    Sobre a devolução da Ria Formosa à população de Faro, o dirigente ecologista opinou que se trata "de uma antiga dívida da cidade aos farenses" e recordou que desde os anos 80 que há um projecto nesse sentido, no qual "foram gastos dinheiro e recursos materiais e humanos".

    Gonçalo Gomes mostrou-se receoso que, à semelhança do que disse ocorrer relativamente aos Polis de "primeira geração", também neste caso "não se veja nada de significativo depois das obras".

    Por seu turno, o ambientalista Alfredo Franco, da Associação Almargem, mostrou-se preocupado com a natureza das intervenções "numa área sensível e com um ecossistema delicado".

    "Desconheço exactamente o que é que a Parque Expo [entidade gestora do projecto] fará, mas não podemos deixar de ter algumas expectativas, até porque fizemos em tempos propostas à autarquia de Faro para o passeio ribeirinho e o parque do Pontal, que não sabemos se serão contempladas", disse.

    A Quercus/Algarve declinou o convite da Lusa para se pronunciar sobre o projecto.

    De acordo com o plano, dentro de cinco anos os farenses verão requalificado o Parque Ribeirinho (investimento de 3,5 milhões de euros), o acesso à Praia de Faro (3,4 milhões de euros) e o Parque Ludo/Pontal (1,3 milhões de euros).

    A construção de uma marina de nível internacional, o realojamento dos moradores do bairro degradado da Horta da Areia para a Urbanização dos Braciais, recuperação da zona lacustre e de moinhos de maré e criação de zonas de lazer e turismo são outros exemplos da mudança da frente ribeirinha em Faro.

    JMP.

    Fonte:Lusa/fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  2. #32

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    63
    Posts
    5.611

    Padrão Coimbra: Tribunal ordena readmissão de cozinheira despedida por empresa de alimentaçã

    Coimbra, 04 Mar (Lusa) - O Tribunal do Trabalho de Coimbra decidiu hoje suspender o despedimento da cozinheira afecta à empresa de alimentação Nordigal, que prestava serviço na maternidade Bissaya Barreto, ordenando a sua readmissão, revelou fonte sindical.

    A empresa concessionária do serviço de alimentação naquela unidade de saúde despediu a cozinheira no dia 18 de Fevereiro alegando extinção do posto de trabalho, o que motivou uma acção cautelar do Sindicato de Hotelaria do Centro, para suspender o despedimento.

    "O argumento de extinção do posto de trabalho para despedir a trabalhadora, que também é delegada sindical, era de tal forma ilegal que o Tribunal nem sequer teve necessidade de ouvir as testemunhas" afirma a estrutura sindical em comunicado.

    O Sindicato de Hotelaria do Centro frisa que o Tribunal ordenou a "reintegração imediata" da funcionária e que a cozinheira vai apresentar-se quarta-feira ao serviço.

    A agência Lusa tentou ouvir os responsáveis da empresa de alimentação sedeada no Seixal, mas os contactos foram infrutíferos.

    É a segunda vez, em menos de um mês, que o Tribunal do Trabalho de Coimbra dá razão às funcionárias da empresa de alimentação, depois de a 08 de Fevereiro ter impedido a transferência de três trabalhadoras da maternidade onde prestam serviço para escolas.

    JLS.

    Fonte:Lusa/Fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  3. #33

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    63
    Posts
    5.611

    Padrão Algarve/Polis: Macário Correia defende que projecto é oportunidade única para demoliç

    Faro, 04 Mar (Lusa) - O presidente da Área Metropolitana do Algarve (AMAL), Macário Correia, defendeu hoje a demolição de casas ilegais nas ilhas-barreira da Ria Formosa e disse não fazer sentido um Polis na zona "sem que se aproveite para fazer a requalificação".

    "Deve-se aproveitar este projecto para fazer uma boa operação de requalificação da Ria Formosa, em particular nas ilhas-barreira, em que há situações acumuladas ao longo de anos e que são uma escandaleira do que é a falta de autoridade do Estado", disse o autarca à Agência Lusa.

    Fazendo questão de salientar que defende esta posição "há 20 anos", o também presidente da Câmara de Tavira considerou que "a Natureza está a encarregar-se" de lhe dar razão, referindo-se ao que se tem passado na costa portuguesa devido ao mau ordenamento territorial.

    "Não faz o mais pequeno sentido que gastemos milhões de euros do dinheiro de todos nós, contribuintes, para defender construções assentes em sistemas instáveis, que as Leis da Natureza se encarregam de mostrar que o são", disse.

    Admitindo que o Polis XXI, só por si, não prevê qualquer demolição, Macário Correia afirmou que "se assim é, não devia ser" e reafirmou que se trata de uma "oportunidade única" para fazer um reordenamento global da zona.

    A Câmara de Tavira, à semelhança de Olhão e Loulé, já aprovou o programa, que prevê um investimento superior a 80 milhões de euros e deverá ser votado quarta-feira pela Assembleia Municipal de Faro, o último dos quatro municípios envolvidos.

    No concelho de Tavira, o Polis XXI beneficiará a marginal de Cabanas, a zona das Quatro Águas e os acessos à Praia do Barril.

    De acordo com o plano, dentro de cinco anos os farenses verão requalificado o Parque Ribeirinho (investimento de 3,5 milhões de euros), o acesso à Praia de Faro (3,4 milhões de euros) e o Parque Ludo/Pontal (1,3 milhões de euros).

    A construção de uma marina de nível internacional, o realojamento dos moradores do bairro degradado da Horta da Areia para a Urbanização dos Braciais, recuperação da zona lacustre e de moinhos de maré e criação de zonas de lazer e turismo são outros exemplos da mudança da frente ribeirinha em Faro.

    JMP.

    Fonte:Lusa/fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  4. #34

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    63
    Posts
    5.611

    Padrão Caso Esmeralda: Juízes declaram-se impedidos de julgar Adelina Lagarto por sequestro

    Torres Novas, Santarém, 04 Mar (Lusa) -- O colectivo de juízes de Torres Novas declarou-se impedido de julgar Adelina Lagarto, acusada de sequestro da menor Esmeralda Porto, revelou hoje fonte judicial.

    A declaração de impedimento foi comunicada no passado dia 27 de Fevereiro ao Tribunal da Relação de Coimbra (TRC) e o despacho está em apreciação pelo Conselho Superior da Magistratura (CSM), que deverá nomear novos juízes.

    Esta situação pode adiar ainda mais o julgamento de Adelina Lagarto, agendado para 25 de Março, que é acusada de sequestro da menor Esmeralda Porto, à semelhança do que sucedeu com o seu marido, Luís Gomes.

    Como os factos que compõem a Acusação de Adelina Lagarto são os mesmos que o seu marido, os juízes Fernanda Ventura, Joaquim Carneiro e Sílvia Pires declararam-se impedidos e pediram a nomeação de outros magistrados.

    Caso a actual situação se mantenha, Adelina Lagarto será julgada pelo mesmo colectivo de juízes que condenou o marido, sargento Luís Gomes, a seis anos de prisão por sequestro agravado, mas os tribunais superiores reduziram a moldura legal para três anos com pena suspensa por subtracção de menor.

    No despacho, a que a Agência Lusa teve acesso, o colectivo cita a lei que pretende "evitar que o mesmo juiz reaprecie factos por si já julgados".

    Segundo fonte judicial, perante este pedido, caberá ao CSM apreciar o despacho, podendo ordenar aos juízes que mantenham o julgamento -- o que não é habitual nestes casos -- ou nomear novos magistrados.

    Por outro lado, como dois dos três juízes de Círculo da zona declararam-se impedidos e cada colectivo tem de ter dois magistrados desta categoria, o processo poderá ser transferido para Círculos vizinhos de Torres Novas (Leiria, Abrantes, Santarém ou Alcobaça).

    Uma outra solução será a nomeação pelo CSM de juízes de outros Círculos judiciais para manter o julgamento em Torres Novas, acrescentou a mesma fonte.

    Para que a primeira sessão tenha lugar no dia 25 de Março, como estava previsto, será necessário que o CSM se pronuncie em tempo útil e permita condições para que a audiência se realize.

    Este julgamento é mais uma etapa da batalha judicial que tem oposto o casal Luís Gomes e Adelina Lagarto a Baltazar Nunes pela guarda da menor Esmeralda Porto, agora com seis anos de idade.

    A menor foi entregue pela mãe ao casal Luís Gomes e Adelina Lagarto com três meses de idade. Após um processo oficial de averiguação de paternidade, o pai, Baltazar Nunes, perfilhou a filha quando ela tinha um ano e desde então tem disputado esta batalha legal para ter a sua guarda.

    No processo de regulação do poder paternal, os tribunais têm dado razão a Baltazar Nunes e, no último acórdão (do Tribunal da Relação de Coimbra), foi ordenada a entrega da menor ao pai em Abril deste ano, mas com acompanhamento psiquiátrico permanente do Departamento de Pedopsiquiatria do Centro Hospitalar de Coimbra.

    Confrontada com esta decisão do colectivo de juízes de se afastarem do processo que pende sobre Adelina Lagarto, a advogada de Baltazar Nunes, Luísa Calhaz, considerou que essa posição "é perfeitamente compreensível face a tudo o que se passou no julgamento".

    No entanto, "não considero que haja motivo para que se declarem impedidos", acrescentou a advogada, que está também inscrita como assistente deste processo.

    Já Sara Cabeleira, advogada de Adelina Lagarto, recusou prestar qualquer comentário sobre esta decisão dos magistrados.

    PJA.

    Fonte:Lusa/Fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  5. #35

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    63
    Posts
    5.611

    Padrão Açores: Governo vai instalar radares de velocidade em São Miguel e Terceira

    Ponta Delgada, 04 Mar (Lusa) - O Governo açoriano vai instalar radares nas estradas regionais, uma medida que visa aumentar a fiscalização do controlo de velocidade, em colaboração com a PSP, num investimento estimado de 250 mil euros.

    O secretário regional da Habitação e Equipamentos adiantou à agência Lusa que, numa primeira fase, vão ser colocados quatro radares em zonas consideradas críticas, nomeadamente, na freguesia de São Roque (ilha de São Miguel) e na via-rápida Vitorino Nemésio (Terceira).

    José Contente justificou a colocação daqueles aparelhos em São Roque por se tratar de uma via densamente povoada e com um piso novo, que aumentou a possibilidade da velocidade, o mesmo se passando em relação ao caso da via Vitorino Nemésio, que liga os concelhos de Angra do Heroísmo e Praia da Vitória.

    Segundo o governante, estes equipamentos serão colocados com carácter permanente e vão ter um papel fiscalizador da velocidade praticada pelos automobilistas.

    "A compra desses equipamentos visa garantir condições para prevenir as pessoas sobre os limites de velocidade e aumentar a fiscalização nas estradas açorianas, em colaboração com a PSP", frisou José Contente.

    APE.

    Fonte:Lusa/fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  6. #36

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    63
    Posts
    5.611

    Padrão Bandeira de Prata da Mobilidade para Oliveira de Azeméis

    Oliveira de Azeméis, 04 Mar (Lusa) - A Associação Portuguesa de Planeadores do Território (APPLA) atribuiu, esta terça-feira, a Oliveira de Azeméis a 12ª Bandeira de Prata da Mobilidade depois desta cidade ter eliminado 38 por cento das suas barreiras arquitectónicas.

    A atribuição do galardão decorre da avaliação da APPLA ao trabalho desenvolvido pela autarquia no âmbito da Rede Nacional de Cidades e Vilas com Mobilidade para Todos.

    "Se hoje a APPLA se congratula pelo esforço desenvolvido pelo município de Oliveira de Azeméis na abolição de barreiras arquitectónicas, também não poderá deixar de firmar a sua confiança na continuação deste esforço e, sobretudo, no alargamento da agenda de preocupações neste domínio", disse a presidente da APPLA, Ângela Fernandes, durante a cerimónia de entrega do galardão.

    A mesma responsável desafiou o município - um dos 74 aderentes à APPLA - a adoptar as recomendações do Livro Verde "Por uma nova cultura de mobilidade urbana", da Comissão Europeia.

    Apelou ainda à "continuação do desenvolvimento de acções que promovam o aumento da qualidade de vida na cidade".

    Desde a sua adesão, em 2003, a autarquia de Oliveira de Azeméis eliminou 38 por cento das barreiras arquitectónicas na cidade, percentagem que o presidente do município, Ápio Assunção, considera "ainda insuficiente".

    "A autarquia não é a única responsável neste trabalho, pois outros serviços públicos têm que adoptar medidas idênticas, assim como outras entidades têm que intervir nos seus espaços", disse o autarca.

    A criação de zonas pedonais ou a execução de passadeiras associada ao rebaixamento de guias dos passeios são algumas das intervenções que justificaram o reconhecimento.

    A autarquia, em colaboração com a APPLA, tem agora em preparação um conjunto de acções que passam pela programação de futuras intervenções, o debate técnico e a discussão pública sobre a temática da mobilidade sustentável.

    A Bandeira de Prata da Mobilidade destina-se a distinguir os municípios pela implementação superior a 30 por cento das acções propostas no Plano de Intervenção das Acessibilidades.

    EYD.

    Fonte:Lusa/Fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  7. #37

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    63
    Posts
    5.611

    Padrão Minas da Panasqueira: Sindicato e administração chegam a acordo salarial para 2008

    Minas da Panasqueira, Covilhã, 4 Mar (Lusa) - O Sindicato Mineiro e a administração das Minas da Panasqueira chegaram hoje a acordo quando à política salarial para 2008, disse à agência Lusa fonte sindical.

    De acordo com a fonte, foi acordado um aumento salarial de 3,5 por cento (com efeito desde 1 de Janeiro), um aumento de um euro diário no subsídio de alimentação e de 12 para 13 anuidades, sendo que cada ano de antiguidade vale seis euros adicionais por mês.

    "Hoje realizámos dois plenários, às 07:00 e às 15:00, e o que estava a emperrar o acordo era o pagamento de prémios depender da imposição de horas extraordinárias por parte da administração", disse à agência Lusa, José Maria Isidoro, dirigente sindical.

    "Após os plenários reunimos com a administração, que deixou cair essa exigência. Assim, não haverá horas extraordinárias contra a vontade dos trabalhadores", explicou o sindicalista.

    José Maria Isidoro considerou que as horas extraordinárias são uma importante fonte de receita para os trabalhadores, "mas não podem ser impostas".

    As Minas da Panasqueira empregam actualmente 320 trabalhadores, incluindo quadros técnicos, referiu o sindicalista.

    Com o acordo hoje alcançado, "o salário médio (considerando anuidades) de uma pessoa que trabalhe dentro da mina vai crescer entre 53 a 56 euros e aumentar entre 42 a 45 euros para quem está trabalha no exterior", acrescenta.

    Até Dezembro de 2007 a produção de concentrado de volfrâmio era de 122 toneladas, subindo para 142 em Janeiro e 144 em Fevereiro.

    Os prémios de produção tem um valor base de cinco euros por cada tonelada adicional acima das 125, pelo que "a expectativa é de que no final de Março o prémio seja superior a 100 euros".

    LFO

    Fonte:Lusa/fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  8. #38
    Avatar de Scorpion
    Registo
    Sep 2006
    Posts
    1.355

    Padrão Erro do INEM alvo de inquérito!!!

    Homem morreu enquanto esperava por corporação de bombeiros errada.

    Um homem morreu enquanto aguardava pela chegada de uma ambulância que o INEM pediu a uma corporação de bombeiros que ficava a 35 Km, quando havia uma corporação a 400 metros da residência. O INEM diz que houve uma "resposta insatisfatória" ao caso e decidiu abrir um inquérito.

    "O doente acabou por falecer pelo que a resposta é sempre não satisfatória. Sabemos que o socorro não foi o mais adequado mas não sabemos porque é que isso ocorreu e é isso que queremos determinar", disse à SIC, Nuno Carorze, coordenador do INEM, sobre a escolha dos bombeiros de Almeirim, em vez dos de Samora Correia, para socorrer Jorge Bento.

    Os bombeiros de Almeirim ficam a 35 km da residência do doente, que viria a morrer antes de ser transportado para o hospital, enquanto que os de Samora distam apenas 400 metros da sua casa.

    O CODU de Lisboa ainda tentou corrigir o erro, dizendo aos bombeiros de Almeirim para voltarem para trás porque populares de Samora Correia correram até à corporação local para pedir o socorro. Mas já foi tarde demais para José Bento, que tinha sido submetido a uma traqueotomia há três semanas.

  9. #39
    Avatar de mica-1
    Registo
    Sep 2006
    Posts
    139

    Padrão Municípios do Algarve não facturam metade da água fornecida

    Estudo da Águas do Algarve
    O desperdício de água na rede pública do Algarve atinge entre 30 a 40 por cento e há autarquias cuja percentagem do fornecimento não facturado é superior a 50 por cento, conclui um estudo da empresa Águas do Algarve, citado pela «Lusa».

    O estudo, realizado em 14 dos 16 municípios algarvios e divulgado recentemente num seminário sobre «Uso Eficiente a Água para consumidores colectivos», concluiu que cerca de um terço das autarquias avaliadas «tem percentagens de água não facturada próximas ou superiores a 50%, estando o concelho de Faro à frente na lista com 58% de água não facturada».

    O estudo indica ainda que «poucos são os municípios que apresentam um volume de água não facturada muito próximo dos 20%, enquanto que cerca de um terço têm percentagens próximas ou superiores a 50%».

    «Este resultado indica que grande parte dos municípios está muito afastado do valor de referência do Instituto Regulador de Água e Resíduos (IRAR), que é de 20 por cento para sistemas de distribuição e mistos», um valor considerado, em média, técnica e economicamente aceitável, lê-se no estudo a que a «Lusa» teve acesso.

    A água não facturada explica-se nomeadamente através de perdas, erros de medição ou consumos ilícitos, observou Ana Dias, uma das responsáveis pelo estudo da Águas do Algarve, defendendo que «para controlar melhor as perdas de água, são necessárias medições sistemáticas de toda a água fornecida gratuitamente, nomeadamente às escolas, e a realização de auditorias de perdas e balanços hídricos».

  10. #40
    Avatar de mica-1
    Registo
    Sep 2006
    Posts
    139

    Padrão Investimentos para compensar Oeste vão estender-se até 2017

    Ministro reuniu-se com municípios e acordo está a caminho
    O ministro das Obras Públicas anunciou na sexta-feira que os investimentos que o Governo pretende realizar na região Oeste, no âmbito das compensações pela mudança de local do aeroporto de Lisboa, irão realizar-se até 2017.

    O ministro Mário Lino escusou-se a revelar os investimentos que estão a ser negociados com os autarcas da Associação de Municípios do Oeste (13), Santarém, Cartaxo e Azambuja adiantando que «são projectos estruturantes para o desenvolvimento desta região», cita a «Lusa».

    Mário Lino disse que «há consenso» quanto ao horizonte temporal dos investimentos e quanto ao território abrangido.

    O plano dos investimentos, denominado pelo Governo de «Plano de Acção» deverá estar concluído dentro de duas semanas quando estiverem concluídas as negociações que se iniciaram no final do mês de Janeiro.

    Mário Lino falava aos jornalistas em Caldas da Rainha à saída de uma reunião com os autarcas, e onde estiveram presentes sete secretários de Estado (Agricultura, Desenvolvimento Regional, Saúde, Transportes, Obras Públicas, Administração Local e Protecção Civil) e os presidentes das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa, do Centro e do Alentejo.

    Reuniões com Ministérios vão ser quase diárias

    Apesar da insistência dos jornalistas para que concretizasse os projectos que o Governo vai apoiar, Mário Lino reafirmou: «Não vou falar em projectos concretos porque estamos trabalhar sobre eles, vamos caracterizá-los pormenorizá-los e identificar as fontes de financiamento».

    O presidente da Associação de Municípios do Oeste, Carlos Lourenço (PSD), que também rejeitou falar sobre os projectos reivindicados pelos autarcas, disse que se trata de conseguir para a região um «crescimento sustentável, com qualidade de vida (...) agora sem Ota».

    «E é nessa perspectiva que estamos a dialogar com o Governo», adiantou.

    Carlos Lourenço acrescentou que «a partir de segunda-feira as reuniões (com os ministérios) vão ser quase diárias e mais intensas».

    Hospitais, acesso ao novo aeroporto e modernização da Linha do Oeste

    Apesar de não serem revelados publicamente, os principais projectos reclamados pelos autarcas do Oeste são a modernização da Linha do Oeste, a construção de dois hospitais um em Torres Vedras e outro para a zona Norte da região e a do IC11 (Torres Vedras/Carregado).

    Outro dos objectivos consensuais entre os autarcas é que sejam criados acessos ao novo aeroporto localizado no Campo de Tiro de Alcochete.

    Os presidentes das câmaras e representantes dos vários ministérios realizaram desde o final de Janeiro reuniões com vista à elaboração do plano de investimentos que compense a região pela decisão do Governo de localizar o novo aeroporto de Lisboa no Campo de Tiro de Alcochete em detrimento da Ota (Alenquer) como esteve previsto durante uma década.

    O Governo e a AMO criaram cinco grupos de trabalho (para elaborar o plano) divididos nos seguintes temas: acessibilidades e mobilidade (estradas e ferrovias); competitividade territorial (turismo, património e ambiente); coesão territorial (saúde e educação); os territórios objecto de medidas de excepção (Alenquer e Azambuja) e a governação (parcerias com a administração central).

    No final dos trabalhos, ambas as partes vão assinar um contrato onde estarão consignadas as obras, o financiamento e um calendário para a sua concretização.

  11. #41
    Avatar de mica-1
    Registo
    Sep 2006
    Posts
    139

    Padrão Concurso para auto-estradas do Centro lançado ainda este mês

    Coimbra ficará ligada a Viseu e Oliveira de Azeméis, Mealhada a Santa Comba Dão e Canas de Senhorim a Mangualde
    O ministro das Comunicações, Obras Públicas e Transportes anunciou este sábado, em Coimbra, que ainda este mês, o primeiro-ministro deverá lançar na cidade o concurso para a construção das Auto-Estradas do Centro, noticia a «Lusa».

    «Espero vir aqui, com o senhor primeiro-ministro, provavelmente no dia 29, lançar a construção das Auto-Estradas do Centro, que prevê a construção do IP3 entre Coimbra e Viseu, do IC2, entre Coimbra e Oliveira de Azeméis, do IC12, entre Mealhada, Santa Comba Dão e Canas de Senhorim e Mangualde», revelou.

    Mário Lino, membro da comissão nacional do Partido Socialista, falava num plenário de militantes da Federação Distrital de Coimbra do PS.

    Segundo o governante, o concurso vai ser lançado este mês e as obras «estarão totalmente construídas em 2011».

    «Temos uma câmara municipal que se queixa permanentemente do governo, mas só se pode queixar da sua própria incapacidade de realização», afirmou, por seu turno no plenário, o líder da Federação Distrital de Coimbra do PS, Victor Baptista, enunciando várias obras do Executivo socialista de José Sócrates.

  12. #42
    Avatar de Satpa
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    55
    Posts
    9.473

    Padrão Felgueiras-Ameaça de bomba levou à evacuação de 25 doentes

    Ameaça de bomba levou à evacuação de 25 doentes
    No Hospital de Felgueiras


    Uma ameaça de bomba no Hospital de Felgueiras obrigou a que 25 doentes fossem evacuados, esta noite, do edifício principal para outra ala do estabelecimento de saúde.

    A TSF informa que a ameaça de bomba foi efectuada por um homem para o posto territorial da Guarda Nacional Republicana (GNR), através de uma chamada telefónica.

    O indivíduo não precisou à GNR o local onde se encontrava o engenho.

    Após a chamada para a GNR, as autoridades decidiram evacuar o hospital e fazer um perímetro de segurança.

    Detectada a falsidade do alarme, os pacientes que tinham sido evacuados foram reinstalados no edifício.


    Fábrica de Conteúdos

  13. #43

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    63
    Posts
    5.611

    Padrão Castelo de Paiva: PS acusa autarquia PSD de discriminar juntas de freguesia

    Castelo de Paiva, 10 Mar (Lusa) - A concelhia do PS de Castelo de Paiva contestou hoje a actuação da câmara (PSD) em matéria de relacionamento com as juntas de freguesia socialistas, acusando a maioria social-democrata de discriminação.

    "A Câmara Municipal está a desenvolver pura e simplesmente uma política de discriminação com os nossos eleitos, obedecendo a critérios partidários e não aos interesses do desenvolvimento do concelho", afirmou o presidente concelhio do PS, Gonçalo Rocha.

    Hoje em conferência de imprensa, o dirigente socialista criticou a forma como o presidente da autarquia, o social-democrata Paulo Teixeira, desenvolve "com dois pesos e duas medidas" a sua actividade municipal.

    "Não tem havido tratamento igual entre juntas do PS e do PSD e isso reflecte-se ao nível da transferência de meios humanos e materiais", disse Gonçalo Rocha.

    Sublinhou que os autarcas do PS "são quase 'bloqueados' de executarem os seus programas eleitorais, o que se traduz num prejuízo directo para pessoas".

    João Campos - autarca na freguesia de Pedorido e um dos quatro presidentes de junta socialistas - entende que as "relações podiam ser bem melhores" entre os dois órgãos.

    Frisou que "há constrangimentos humanos e materiais por parte da Câmara aos autarcas do PS, ao contrário do que acontece com os colegas do PSD".

    O PS lidera desde as últimas eleições autárquicas os destinos de Bairros, Fornos, Sobrado e Pedorido, quatro das nove freguesias do município.

    A agência Lusa tentou obter uma reacção do presidente da Câmara de Castelo de Paiva, mas as tentativas foram infrutíferas.

    EYD.

    Fonte:Lusa/Fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  14. #44

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    63
    Posts
    5.611

    Padrão Braga: Câmara suspende, pela terceira vez, abertura de candidaturas para a requalific

    Braga, 10 Mar (Lusa) - A Câmara de Braga suspendeu hoje, pela terceira vez, o processo de abertura de candidaturas para a empreitada de requalificação da Avenida da Liberdade, anunciando que "ou a empresa Britalar vence ou o concurso é anulado".

    "Os concursos ganham-se com o preço que se propõe", disse o presidente do município, Mesquita Machado, frisando que, "com uma diferença de uma proposta para as outras duas de cinco milhões de euros não era imaginável que a Câmara viesse a tomar outra posição que não fosse admitir os concorrentes todos".

    Mesquita Machado anunciou que a Comissão de Abertura de Propostas admitiu os três concorrentes, tendo o anúncio do vencedor sido agendado para quarta-feira, nas instalações do Departamento Municipal de Obras e Serviços Urbanos (DMOSU).

    Mesquita Machado disse hoje aos jornalistas que é "evidente" que "neste concurso ou é a Britalar que consegue a adjudicação ou não é ninguém, porque o concurso é anulado".

    No concurso surgiram três propostas: a do consórcio Domingos da Silva Teixeira (DST), SA/Alexandre Barbosa Borges (ABB), SA, com cerca de 7,8 milhões de euros; a do consórcio Arlindo Correia e Filhos (ACF), SA/Europa Ar-Lindo, SA, com cerca de 7,9 milhões de euros; e a empresa Britalar, SA, com cerca de 2,9 milhões de euros.

    O autarca socialista adiantou que, "se, eventualmente, essa comissão concluir que a proposta mais baixa - que queriam que nem sequer fosse admitida - não tem condições necessárias e suficientes o que se fará é anular o concurso pura e simplesmente".

    O autarca sublinhou que "não vai fazer obras a qualquer preço por mais importantes que sejam. Quem esperou estes anos todos por esta obra também poderá esperar mais um ou dois anos".

    A sessão "animou" logo que o presidente da autarquia, que preside também à comissão de abertura de propostas, anunciou que as três candidaturas estavam admitidas.

    Os representantes do consórcio Arlindo Correia e Filhos, SA/Europa Ar-Lindo, SA contestaram de imediato a decisão provocando alguma agitação.

    Mesquita Machado frisou que o protesto apresentado anteriormente "não tem fundamento" e que por isso, todos os candidatos estavam admitidos.

    Só após a leitura da acta - disse - é que decorre o prazo legal para apresentação de reclamações.

    A ACF requereu, desde já certidão da acta, pelo que ficou patente a vontade de reclamar da decisão final.

    O representante do consórcio ACF, SA/Europa Ar-Lindo, SA afirmou que estranhava "o comportamento" da comissão de abertura de propostas, acusando a mesma de "desvirtuamento" do programa-base admitindo "um concorrente que não respeita minimamente o projecto".

    Em resposta, Mesquita Machado referiu que a Câmara tem estudos sobre quanto poderá custar a obra e disse "que a obra é passível de ser feita por 2,9 milhões de euros".

    A comissão vai agora analisar as propostas "a fundo e da sua legalidade", acrescentou.

    LM.

    Fonte:Lusa/fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



  15. #45

    Registo
    Sep 2006
    Idade
    63
    Posts
    5.611

    Padrão Serpa: Segundo suspeito do assalto à estação de correios em prisão preventiva

    Serpa, Beja, 10 Mar (Lusa) - O Tribunal de Serpa determinou hoje a prisão preventiva do segundo de três suspeitos do assalto à estação de Correios da cidade, que foi detido sábado pela GNR, disse à agência Lusa fonte policial.

    A mesma medida de coacção tinha sido aplicada ao primeiro detido do trio, depois de capturado após o assalto, na quarta-feira.

    Ambos os detidos são de nacionalidade brasileira e com cerca de 25 anos, indicou a mesma fonte.

    O homem detido sábado foi interceptado pela GNR perto de Vila Nova de São Bento (Serpa), tendo na sua posse uma pistola de calibre 6.35 mm e 3775 euros, ou seja, a quase totalidade do dinheiro furtado.

    Na operação, em que o detido acabou por "colaborar" com as autoridades, a GNR recuperou ainda uma segunda pistola do mesmo calibre e uma caçadeira, alegadamente utilizadas no assalto.

    O suspeito foi denunciado por populares que alertaram as autoridades para a presença do homem na zona de Vila Nova de São Bento.

    As autoridades continuam as buscas e as investigações para tentar capturar o terceiro membro do trio, ainda a monte.

    A dependência dos CTT em Serpa foi assaltada quarta-feira de manhã por três homens armados, um dos quais encapuzado, que levaram entre quatro a cinco mil euros em dinheiro, segundo fonte da GNR.

    De acordo com a mesma fonte, os presumíveis assaltantes estavam armados com uma espingarda caçadeira e pelo menos uma pistola e fugiram após o assalto, ocorrido entre as 10:00 e as 11:00.

    Horas depois, cerca das 15:30, um dos suspeitos foi detido próximo de Pias, no mesmo concelho, sendo também apreendida a viatura alegadamente utilizada no assalto.

    O caso está a cargo da Polícia Judiciária (PJ) de Faro.

    MLM.

    Fonte:Lusa/Fim
    Um abraço

    Bruno Cardoso



Página 3 de 73 Primeiro ... 2 3 41353 ... Último

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar