Resultados da Enquete: Está a perceber alguma coisa do «caso Madeleine»?

Votantes
192. Você não pode votar nesta enquete
  • Não

    19 9,90%
  • Nem eu nem a policia

    41 21,35%
  • Tenho as minhas suspeitas

    66 34,38%
  • Acredito que a polícia vai descobrir

    66 34,38%
Página 1 de 3 1 2 ... Último

Hybrid View

  1. #1

    Registo
    Sep 2007
    Idade
    47
    Posts
    3.920

    Padrão Agricultura: Olival biológico projectado para a Beira Interior

    Um grande projecto de agricultura biológica, que aguarda apoio do Ministério da Agricultura para ser concretizado, prevê a conversão e instalação de dez mil hectares de olival na Beira Interior, até 2013.

    O objectivo consta do plano integrado para o olival na Beira Interior, elaborado pela Espaço Visual, empresa de consultadoria e elaboração de projectos agrícolas, para a Associação de Agricultores para a Produção Integrada de Frutos de Montanha (AAPIM), sedeada na Guarda, disse hoje à Lusa fonte desta instituição.

    Segundo José Assunção, presidente da direcção da AAPIM, o plano prevê a plantação de cinco mil hectares de novas plantações e de outros tantos de olival tradicional que serão convertidos no modo de produção biológica, em 24 concelhos da região.

    "Trata-se do maior projecto de agricultura biológica no país, que agora aguarda apoio do Ministério da Agricultura para poder ser concretizado no terreno", salientou o responsável, dando conta que o mesmo foi entregue em Novembro de 2007, na Direcção Regional de Agricultura e Pescas do Centro.

    Adiantou que o plano que aponta a produção de azeite biológico como uma das principais apostas para a fileira, foi elaborado com o intuito de tornar o olival da região da Beira Interior "profissional e competitivo" usufruindo como factor de impulsionamento dos Fundos do Plano de Desenvolvimento Regional previstos no Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) 2007-2013.

    "Penso que tem todas as condições para ser aprovado", garantiu o dirigente, recordando que já teve oportunidade "de apresentar este projecto ao Ministro da Agricultura e penso que reagiu bem, se bem que a própria Direcção Regional também tem uma palavra a dizer".

    "Tenho toda a esperança que o projecto seja aprovado. É um projecto de competitividade que vai ao encontro aos desafios do Ministério da Agricultura no novo Quadro Comunitário", frisou José Assunção, indicando representar um investimento de 126 milhões de euros.

    Reconheceu tratar-se de um projecto "ambicioso" para a região na medida em que "pode ser criador de emprego e de desenvolvimento regional".

    Salientou que a AAPIM, com 14 anos, tem desenvolvido "projectos de experimentação com vários universidades" que permitiram avançar com o plano agora divulgado.

    O dirigente salientou que o programa traçado para a olivicultura na Beira Interior "é um projecto sustentável pela melhoria que provoca no ambiente e pela qualidade do produto".

    Disse que o olival representa "uma cultura importantíssima na região mas tem tido pouca importância nos últimos anos", daí a razão da candidatura.

    A Beira Interior é actualmente a terceira maior região do país produtora de azeite, com uma área de olival de 52.643 hectares e 27.679 explorações.

    Além da aposta na produção de azeite biológico, o plano estratégico da fileira do olival incentiva ainda a produção de azeite virgem extra - a categoria mais valorizada e procurada no mercado -, prevendo mesmo que 90 por cento da produção da região dê origem a este tipo de azeite, referiu à Lusa José Martino, engenheiro agrónomo responsável pela empresa Espaço Visual, que elaborou o estudo.

    "É importante investir na qualidade do olival, pois só assim é possível obter azeite de excelência, diferenciado e capaz de concorrer com os melhores", disse, salientando que a aposta vai para a variedade `Galega`, que é uma espécie de azeitona com grande tradição no nosso país, reconhecida a nível internacional, e com características "que tornam o seu azeite distinto e inconfundível".

    De acordo com o plano estratégico, pretende-se exportar 60 por cento do azeite biológico com Denominação de Origem Protegida (DOP) da Beira Interior e comercializar com valor acrescentado no mercado nacional a restante produção, adiantou.

    "O tipo de azeite que se pretende obter em modo de produção biológica da Beira Interior terá excelente valorização nos mercados dos países ricos, nomeadamente Japão, Canadá e outros", assinala José Martino.

    No plano agro-industrial, o plano elaborado pela empresa Espaço Visual sugere a instalação de mais três unidades de transformação em modo de produção biológica, que serão localizadas em zonas de produção geográficas distintas, ainda por definir.

    José Martino frisou que o plano integrado para o olival na Beira Interior prevê a criação de cerca de 2.500 novos postos de trabalho e a realização de um volume de negócios anual 46,8 milhões de euros.

    O modo de produção biológica é um sistema de produção agrícola (vegetal e animal) que procura a obtenção de alimentos de qualidade superior, recorrendo a técnicas que garantam a sua sustentabilidade, preservando o solo e o meio ambiente, evitando o recurso a produtos químicos e adubos facilmente solúveis, privilegiando a utilização dos recursos locais.

    Lusa

  2. #2
    Avatar de Scorpion
    Registo
    Sep 2006
    Posts
    1.355

    Padrão Estudantes do IPB prostituem-se para pagar curso.

    Há alunas do Instituto Politécnico de Bragança a prostituírem-se para poder pagar os estudos.Uma situação que está a surpreender a academia.Segundo a edição de ontem do Diário de Notícias, há alunas do IPB e da UTAD a prostituírem-se para não terem dificuldades em suportar as despesas relacionadas com o curso. Segundo o DN são jovens entre os 19 e os 24 anos, oriundas do sul do país e revelam que cobram 50 euros por cada cliente, que já são certos.Normalmente o serviço é prestado em apartamentos e hotéis e chegam a lucrar cerca de 300 euros por noite.Para as jovens que denunciaram a situação ao DN esta é uma forma de ter uma vida desafogada.Contactados pela Brigantia/CIR, o presidente do IPB e da Associação Académica desconhecem os casos em concreto e manifestam-se surpreendidos com a situação.Sobrinho Teixeira desvaloriza o assunto pois “o fenómenos tem uma extensão reduzida em cidades como Bragança e Vila Real e muito grande em cidades como o Porto, Braga e Lisboa”. “Para nós foi uma surpresa” admite o responsável mas realça que “tem uma expressão muito reduzida”.O presidente do IPB acrescenta que vai averiguar a situação para tentar perceber porque razão as alunas necessitam de recorrer à prostituição para financiar os cursos. “Tentaremos ver se nestes casos as pessoas têm uma manifesta falta de financiamento para poder estudar ou se isso corresponde a uma opção de vida”.Sobrinho Teixeira garante que os Serviços de Acção Social ajudariam se elas solicitassem apoio. “Sempre que é requerido têm acudido a situações em que de facto as pessoas não têm condições para estudar”.O presidente da Associação Académica do IPB também desconhecia o fenómeno. “Não fazíamos a mínima ideia que isto acontecia”. Alexandre Menezes refere que a associação “vai tentar saber quem são” as jovens para “dar uma resolução”.Alunas do IPB e da UTAD a recorrer à prostituição para conseguírem dinheiro para pagar os estudos.Um fenómeno pouco frequente na região mas que parece que já se está a instalar.

  3. #3
    Avatar de Fanan
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    55
    Posts
    5.596
    Infelizmente é o reflexo da politica de Educação que deveriamos ter, mas infelizmente nao temos.

    Se tem recurso economicos nao tem problemas.

    Se nao tem recursos económicos, entao tera que se "desenrascar" pois o Estado não tem tempo a perder com a Educação.

  4. #4
    Avatar de pintas
    Registo
    Oct 2006
    Posts
    373
    boas , pois infelizmente nao so é bragança que isso acontece , pois aqui bem perto (maia) , conheço alguns casos que acontece a mesma coisa .


    cumpts

    pintas

  5. #5
    Avatar de LIQUES
    Registo
    Sep 2006
    Idade
    67
    Posts
    500
    Pois,infelizmente não descobrimos a pólvora,há mais de vinte anos que isso acontesse nos grandes centros,será que ninguém deu por isso???
    Atenção não estou a defender as politicas da Educação deste Governo,mas que isto se arrasta há décadas,podem ter a certeza disso.
    É o pais que temos e teremos.

  6. #6
    Playdiune
    Visitante
    Citação Postado originalmente por LIQUES Ver Post
    Pois,infelizmente não descobrimos a pólvora,há mais de vinte anos que isso acontesse nos grandes centros,será que ninguém deu por isso???
    Atenção não estou a defender as politicas da Educação deste Governo,mas que isto se arrasta há décadas,podem ter a certeza disso.
    É o pais que temos e teremos.

    Tal como se arrasta há anos os projectos do novo aeroporto e do TGV !! São milhões e milhões de euros que, podiam ser aproveitados para as necesidades básicas deste país, em concreto, educação e saúde.

    Se olhar-mos para os países nórdicos mais desenvovidos da europa, apenas têm 1 aeroporto e TGV nem cheirá-lo.

    Hasta....

  7. #7
    Avatar de MNM
    Registo
    Dec 2006
    Idade
    45
    Posts
    2.946
    Citação Postado originalmente por Playdiune Ver Post
    Tal como se arrasta há anos os projectos do novo aeroporto e do TGV !! São milhões e milhões de euros que, podiam ser aproveitados para as necesidades básicas deste país, em concreto, educação e saúde.

    Se olhar-mos para os países nórdicos mais desenvovidos da europa, apenas têm 1 aeroporto e TGV nem cheirá-lo.

    Hasta....
    Boas,
    Bem dito

    Só para acrescentar, esse projecto TGV, é tão bom, que quando cá chegar, já está completamente desactualizado e obsuleto. Para que é que um País como o nosso precisa de gastar milhões e milhões, num projecto que não nos faz falta, simplesmente porque queremos(Governo) mostrar aos outros países????
    Isto está cada vez mais um País do faz de conta e de Fachada.

    Aquele abraço




    " O acaso favorece somente as mentes preparadas"

  8. #8

    Registo
    Oct 2006
    Idade
    60
    Posts
    27
    Infelizmente isto acontece há muito tempo em certos locais estudantis do país. Todos sabem, mas fazem como a avestruz: escondem a cabeça e não veêm. Porquê? Talvez que o nosso ministro mais iluminado das últimas décadas nos responda. Porque não, Sr. Engenheiro?

  9. #9

    Registo
    Apr 2007
    Idade
    41
    Posts
    781

    Padrão Baião: Três casos de turbeculose detectados em funcionários da autarquia

    Três casos de doença de tuberculose foram detectados em outros tantos funcionários da câmara de Baião, desde de Agosto do ano passadoSegundo um comunicado da autarquia, os três casos encontravam-se em fase inicial, passível de um tratamento eficaz (estima-se em 95% a taxa de sucesso para o tratamento de uma pessoa que não padeça de outras doenças).

    “De acordo com a informação colhida pelo Centro de Saúde de Baião, não há, aparentemente, qualquer relação entre os três casos”, adianta ainda o comunicado. O primeiro caso foi detectado em Agosto, sendo que o funcionário da autarquia já se encontra de volta ao serviço depois de ter concluído os tratamentos.

    Continua a ser acompanhado pelo Centro de Saúde de Baião, um procedimento normal, e não representa risco de contágio para terceiros.O segundo e o terceiro casos foram detectados em Dezembro e Janeiro, respectivamente, encontrando-se actualmente em tratamento e afastados do trabalho. “Trata-se de uma situação que merece cuidado, mas que de forma alguma é uma situação anormal.

    A autarquia tem vindo a desenvolver todas as diligências no sentido de promover um conjunto de cuidados preventivos em relação a esta e a outras questões relacionadas com a saúde”, refere o presidente da Câmara Municipal de Baião, José Luís Carneiro.

    190 Funcionários realizaram rastreios por sugestão do Centro de Saúde de Baião, os funcionários da Câmara Municipal de Baião têm realizado, voluntariamente e desde Setembro de 2007, rastreio à Tuberculose. Desde então, 190 dos cerca de 300 colaboradores da autarquia já realizaram rastreio, o qual ainda está a decorrer.

    Também os familiares dos funcionários doentes foram submetidos a rastreio, procedimento habitual nestas situações.

  10. #10

    Registo
    Sep 2007
    Idade
    47
    Posts
    3.920

    Padrão V. Castelo - Páscoa: "Bife" pascal senta 500 homens à volta da mesa

    Páscoa: "Bife" pascal senta 500 homens à volta da mesa em Cardielos e Santa Marta de Portuzelo.

    Quinhentos homens sentam-se sábado à mesa, em Cardielos e Santa Marta de Portuzelo, Viana do Castelo, para comer o "Bife da Páscoa", cumprindo um ritual iniciado há meio século e onde as mulheres não são admitidas.

    "Aqui, de facto, mulher só entra para cozinhar ou para servir à mesa", refere Manuel Correia, um dos actuais responsáveis pela organização do "Bife" de Cardielos.

    Correia recordou que, na edição de 2006, foi feita uma votação, pelo método de "braço no ar", para que a maioria decidisse se a tradição se deveria abrir, ou não, às bocas femininas.

    O "não" mereceu 95 por cento dos votos e houve mesmo quem, no meio da confusão, acabasse por levantar os dois braços.

    "Não fosse o diabo tecê-las e acabássemos por ter de levar com a presença das mulheres", sustentou Manuel Correia, para quem "foi tudo muito democrático".

    Sábado, em Cardielos, em cima da mesa estarão 100 quilos de bife de boi, para alimentar igual número de convivas, o que, em média, dá um quilo de carne para cada um.

    "Após um período de Quaresma com vários dias em que a Igreja proíbe expressamente, o consumo de carne, há que tirar a barriga de misérias", acrescenta.

    Ali ao lado, em Santa Marta de Portuzelo outros 400 homens repetem ritual idêntico, tendo à sua espera 350 quilos de carne.

    "A história do jejum quaresmal é apenas um bom pretexto para um grupo de amigos se sentar à mesa e passar uns bons momentos de convívio", explica Eugénio Cerqueira, da organização.

    A tradição do "Bife da Páscoa" começou em Viana do Castelo, na lendária, mas já extinta, Pensão Restaurante Rio Lima, cujo proprietário, o mestre de cozinha Américo Correia, reunia um pequeno número de convivas para degustar a melhor carne dos talhos da cidade, exposta sexta-feira santa à porta dos estabelecimentos.

    Em 1973, Américo Correia vendeu essa unidade hoteleira e instalou-se em Cardielos, sua terra natal, onde manteve a tradição, sempre com um número crescente de pessoas à mesa.

    Actualmente, o "Bife da Páscoa", em Cardielos, é promovido pelos filhos de Américo Correia, entretanto falecido, realizando-se desde há meia de dúzia de anos na Casa dos Romeiros, no Monte de S. Silvestre.

    Lusa

  11. #11
    Avatar de Scorpion
    Registo
    Sep 2006
    Posts
    1.355

    Padrão GNR detem indivíduo que furtava cabrito para a Páscoa.

    A GNR deteve hoje na zona de Gouveia um indivíduo indiciado pelo furto de uma dezena de animais de raça caprina, que se destinariam à venda para cumprir a tradição gastronómica de cabrito na Páscoa.

    De acordo com uma fonte da GNR, o indivíduo, com 27 anos, foi interceptado por volta das 00:00 de hoje na EN 231 a circular numa viatura, na zona de Loriga, já com os animais esfolados, sem guia de circulação, e sem qualquer identificação pessoal.

    Perante as suspeitas de furto dos animais, o indivíduo, residente na zona de Gouveia, foi presente ao tribunal, e constituído arguido com a medida de coacção de termo de identidade e residência.

    Agora decorrerá inquérito para apurar as circunstâncias do furto e identificar o proprietário lesado, acrescentou a mesma fonte.

  12. #12
    Avatar de sabata
    Registo
    Aug 2007
    Posts
    1.402
    mais valia ter comidofrangofrangofrango

  13. #13
    Avatar de ram_21
    Registo
    Nov 2007
    Posts
    1.096
    Podiam ser cabritos caseiros!

  14. #14

    Registo
    Sep 2006
    Posts
    13.147

    Padrão Mora: Fluviário comemora primeiro aniversário

    O Fluviário de Mora comemora esta sexta-feira, 21 de Março, o seu 1º aniversário com um megaprograma que inclui “peixes” a saltarem no exterior, animações teatrais e Circo, além da cerimónia oficial agendada para as 18H30.

    Às 19H00 é lançado o DVD sobre o espaço, seguindo-se a inauguração da exposição “Peixes Migradores”, finalizando as festividades Fogo de Artifício às 22H30.

    O Dia inclui programas especiais para as crianças e reformados, estando o Fluviário aberto aos portadores dos cartões Municipal Jovem e Municipal do Idoso

    O “programa de festas” previsto inclui, durante todo o dia 21, das 10h às 19h, animação com figurantes “vestidos de peixinhos” existentes no Fluviário, a par com animações teatrais à entrada e no passadiço, pela Metamorphose – Centro de Divulgação Artística.

    Um ano depois da abertura, mais de 200.000 visitantes já passaram pela infraestrutura, que revela um mundo de rios e pequenos lagos, habitat natural para peixes e mamíferos nacionais, num ecossistema mediterrânico de elevada diversidade.


    Fonte Inf.- Noticias Alentejo


    .
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    Rui Pedro (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

  15. #15

    Registo
    Sep 2006
    Posts
    13.147

    Padrão PÁSCOA: Procissão das Endoênças atrai hoje à noite milhares de pessoas a Entre-os-Rio

    PÁSCOA: Procissão das Endoênças atrai hoje à noite milhares de pessoas a Entre-os-Rios

    As margens do Douro e do Tâmega vão ser iluminadas hoje à noite por mais de 50 mil velas, cumprindo uma tradição com mais de três séculos que assinala o percurso da Procissão das Endoenças. O evento religioso atrai milhares de pessoas a Entre-os-Rios na quinta-feira santa.
    “O que distingue esta procissão é o cenário que a envolve, com as margens dos dois rios iluminadas com milhares de velas”, salientou Armando Pinto Lopes, presidente da Junta de Turismo de Entre-os-Rios, entidade que organiza o evento.
    Ao longo de todo o percurso, as pessoas colocam velas acesas nas janelas, nas varandas, nas margens dos rios e nas ruas, criando um cenário que transforma esta procissão num evento de turismo religioso único no país.

    Armando Pinto Lopes revelou à Lusa que este ano está prevista a distribuição de cerca de 55 mil tigelas de barro com velas, o que constitui um novo recorde.

    Tradição das tigelas iluminadas
    tem mais de 50 anos

    A tradição das velas começou na década de 50, quando a Junta de Turismo adquiriu cerca de mil tigelas de barro para iluminar o percurso da procissão.

    Ao longo dos anos, a população tem vindo a solicitar um número crescente de velas, que este ano ascendem a 55 mil.

    A Procissão das Endoenças, que se realiza há mais de 300 anos, começa ao anoitecer na Igreja de Santa Clara do Torrão, situada no concelho de Marco de Canaveses, estando previsto que este ano o início ocorra cerca das 20:30.

    O cortejo atravessa depois a Ponte Duarte Pacheco, sobre o rio Tâmega, em direcção a Entre-os-Rios, percorrendo depois as ruas da zona antiga desta localidade ribeirinha.

    Antes da construção desta ponte que liga os concelhos de Marco de Canaveses e Penafiel, em 1941, a procissão atravessava o rio em barcos rabelos iluminados com lanternas, onde seguiam os andores, os mordomos e toda a restante comitiva.

    Quando a procissão chega junto à foz do Tâmega, realiza-se o denominado ‘Sermão do Encontro’, que assinala a reunião entre as figuras de Jesus Cristo e de Nossa Senhora das Dores.

    Número crescente
    de turistas ano após ano

    “A procissão divide-se por dois percursos em Entre-os-Rios, ocorrendo a reunião junto à foz do rio, com o Sermão do Encontro”, frisou Armando Pinto Lopes.

    No final do sermão, a procissão segue para a Capela de S. Sebastião, na zona alta da localidade, onde termina o cortejo, que será depois retomado na tarde de sexta-feira no sentido inverso, até à Igreja de Santa Clara do Torrão.

    A Junta de Turismo de Entre-os-Rios tem vindo nos últimos anos a “apostar forte” na promoção da Procissão das Endoenças, tentando desta forma atrair um número crescente de turistas.

    “Este ano, temos a sorte de coincidir com a época da lampreia, pelo que esperamos ainda mais gente de fora”, afirmou Armando Pinto Lopes.

    A liturgia católica indica que as Endoenças são uma designação muito antiga que se refere ao dia em que era dada a absolvição geral aos fiéis.

    Inicialmente relativo à Sexta-Feira Santa, o dia das indulgências foi sendo progressivamente transferida para o dia anterior, que passou a ser conhecido no calendário da Semana Santa como a Quinta-Feira das Endoenças.


    Fonte Inf.- MARÃO_online


    .
    Cumps
    Matapitosboss


    __________________________________________
    "Se eu podia viver sem o Gforum? Podia, mas não era a mesma coisa."



    [Desaparecidos]

    Rui Pedro (Menino de Lousada, raptado dia 4 de Março de 1998)
    www.findmadeleine.com (Menina desaparecida na praia da Luz, no Algarve)

Página 1 de 3 1 2 ... Último

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •  

Conectar

Conectar