Palco Sunset abre espaço a portugueses no Rock in Rio Lisboa

A maioria da música portuguesa que se fará ouvir no Rock in Rio Lisboa, a partir de sexta-feira, estará no palco Sunset, destinado à experimentação e a encontros musicais inesperados.

Ao longo dos cincos dias do Rock in Rio Lisboa, a programação deste palco propõe um encontro de artistas, alguns em estreia, que representem novas abordagens musicais e celebrem a lusofonia.

Sem querer concorrer com os concertos do Palco Mundo, na sexta-feira o palco Sunset abrirá com os Philharmonic Weed, projecto de portugueses, angolanos e moçambicanos, que actuarão com o músico Prince Wadada, praticante de reggae, dance hall e hip hop.

Segue-se um encontro em palco entre Ricardo Azevedo e a cantora Lúcia Moniz, antes da entrada de Sam The Kid, um dos mais talentos músicos hip hop portugueses, com os Cool Hipnoise.

No dia 31, sábado, NBC e Verónica Larrenne mostram uma fusão de electrónica com rap crioulo e português, seguindo-se João Gil, que trocará impressões musicais em palco com o cabo-verdiano Tito Paris e a portuguesa Marisa Pinto, dos Donna Maria.

A fechar esta noite, com promessa de ritmos de festa, os nortenhos Expensive Soul e Sara Tavares improvisarão em homenagem a Rui Veloso.

No dia 01 de Junho, Melo D mostra o que tem em comum com a cantora de jazz Guida de Palma e o projecto Jazzinho e a Ala dos Namorados irá apresentar um espectáculo inédito com Rão Kyao e a cantora cabo-verdiana Nancy Vieira.

Num dos mais improváveis encontros em palco, o rapper Boss AC fechará a noite com Vitorino.

A conjugação do rock de André Indiana com a batida hip hop dos SP & Wilson será testada no dia 05 de Junho, antes dos Wraygunn mostrarem o álbum «Shangri-lá» acompanhados do Faith Gospel Choir e dos amigos Jorge Palma e Tim, dos Xutos & Pontapés, percorrerem as suas músicas de eleição.

No último dia do Rock in Rio Lisboa, os Buraka Som Sistema convidam dois Mestres de Cerimónia, Deise Tigrona (Bonde do Rolê) e Bruno M, para fazer a festa no palco Sunset, e os Clã chamaram Patu Fu, que participam no álbum «Cintura», para um concerto com toque brasileiro.

Brothers of Brazil e Caim também passam por este palco, com todas as actuações a decorrerem entre as 17:00 e as 21:00.

Além do Palco Sunset e do Palco Mundo, haverá ainda um palco dedicado à música electrónica, que deixa de ser uma tenda para passar a ser espaço a céu aberto rodeado por seis gramofones gigantes.

Por este espaço vão passar nomes como Carl Cox, 2 Many Dj´s, Dimitri from Paris e o português DJ Vibe, incluido na lista dos melhores do mundo.






Fonte:Lusa