História remonta a Janeiro de 2004.

Depois do final do contrato empresa mandou mais três facturasFirmino Fernandes recebeu uma factura no valor de um cêntimo para pagar à Portugal Telecom. Este insólito documento marca o fim de um processo iniciado em 2006, avança o jornal «Diário de Notícias».

Confrontado com a factura na sexta-feira, Firmino Fernandes garante que vai pagar, «mas é um valor ridículo e ilegal», refere indignado e explica porquê.

Depois de um contencioso com a Portugal Telecom, que só foi resolvido em julgamento, pagou o definido em tribunal até ao último cêntimo.

A história começou em Janeiro de 2004, quando assinou um contrato de um ano com a operadora para ter ligação à Internet. Quando o contrato estava a acabar, o seu computador avariou e, por isso, tentou cancelar o contrato, já que não ia usufruir do serviço.

Agência Financeira